Microsoft duvida da necessidade de chips dual-core em smartphones

Processadores móveis com múltiplos núcleos são algumas das maiores novidades da CES 2012. HÁ uma grande expectativa em torno do Transformer Prime, o primeiro tablet quad-core do mercado, e smartphones dual-core jÁ são uma realidade desde o ano passado. Mas a Microsoft desdenha um pouco de todo esse poder, e chegou a criar um desafio no evento para mostrar que isso não é necessÁrio.

Na ocasião, o evangelista do Windows Phone 7 Ben Randolph apostou US$100 de que seu próprio HTC Titan, um single-core de 1.5GHz lançado em agosto de 2011, seria mais rÁpido que qualquer outro smartphone na hora de abrir apps e navegar na web, entre outras funções.


Das 20 pessoas que toparam o desafio, apenas uma venceu, como conta o Computerworld. O ganhador foi o iPhone 4S, que conseguiu enviar um tweet mais rÁpido que o aparelho da HTC. Randolph, então, pagou o oponente em dinheiro vivo.

Tanto ele quanto Greg Sullivan, gerente-sênior de produtos da divisão do Windows Phone, afirmaram que o foco do sistema é sua experiência de uso e não a velocidade do processamento. "Um processador dual-core é muito pouco crucial para um telefone, e a maioria dos novos usuÁrios sequer sabe o que ele faz", disse Sullivan. "Existe software para tirar vantagem disso? Essa é a pergunta."

O executivo, porém, reconhece que é inevitÁvel que todos sistemas operacionais móveis, inclusive o Windows 7, deverão evoluir para os processadores dual-core nos próximos anos, assim como os tablets irão avançar para os quad-core. No entanto, ele acredita que esse tipo de aparelho vai, primeiramente, atender aos entusiastas. "É como a mentalidade de alguém que tem os carros como hobby e quer um motor mais poderoso", compara.

A Microsoft tem dispensado chips dual-core nos aparelhos baseados no Windows Phone 7. O Lumia 900, anunciado pela Nokia na CES, por exemplo, é equipado com um single-core, assim como a segunda geração do HTC Titan. O mesmo ocorre com o Nokia N9, baseado em MeeGo. As fabricantes garantem que o processador single-core é o suficiente para uma experiência fluida com o aparelho.

Os smartphones quad-core, porém, estão bem perto da realidade. Embora ainda não existam muitos modelos à mostra na CES (apenas um protótipo da Fujitsu), a NVIDIA afirmou que os primeiros chegarão ao mercado dentro de poucos meses.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.