Nova Google TV terá processador ARM

O Google vai deixar a plataforma x86 e adotar a ARM em sua próxima geração de equipamentos com Google TV, que serÁ apresentada na CES 2012. A plataforma escolhida é a Armada 1500 da Marvell, fabricada no formato SoC (system-on-a-chip) e com a tecnologia de processamento de vídeo Qdeo, que promete grÁficos 3D, Áudio rico e conteúdo web amigÁvel para o televisor.

O Armada 1500 é um processador dual-core que promete uma performance semelhante a dos PCs comuns, mas com menor consumo de energia, além de suporte a Blu-ray 3D, Flash Player e upscaling. A novidade vai substituir o Intel CE4100, um Atom de 1.2GHz turbinado para reprodução de vídeos.



O co-fundador da Marvell, Weili Dang, considera a parceria uma oportunidade de mudar a relação entre os produtores de conteúdo e os consumidores, "transformando a TV em um centro de comando para nosso estilo de vida conectado".

A situação da Google TV, porém, não anda às mil maravilhas, tanto que a Logitech desistiu da sua set-top box especial para o sistema. Mesmo assim, em novembro passado, os usuÁrios receberam uma atualização para o Android, que ganhou uma interface inspirada no Honeycomb. SerÁ que com a nova jogada o Google acerta de vez nesse segmento?

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.