Apps grátis serão o principal meio de propagação de malware em smartphones

São muitos os aplicativos gratuitos que oferecem boa funcionalidade e se tornam conhecidos entre os usuÁrios de Smartphones. Porém, especialistas de uma associação profissional técnica, a IEEE, alertam que os usuÁrios dos dispositivos estão pagando um preço cada vez mais alto pelos aplicativos free para celular, e que 2012 serÁ o ano crucial para a disseminação de hacking em celulares.

Uma pesquisa realizada nos EUA pelo Dr. Jeffrey Voas, membro da IEEE, descobriu malwares em mais de 2.000 aplicativos gratuitos de smartphones. "Aproximadamente 1 em cada 100 aplicativos grÁtis para celulares contém malware. Sem contar os que têm malwares tão escondidos que são impossíveis de detectar. Este número cresce a cada dia, e como a maioria destes aplicativos maliciosos oferecem boas funcionalidades, é fÁcil tornar-se vítima", diz Voas. O membro da IEEE também destaca que esses aplicativos maliciosos podem dar acesso aos hackers a toda a informação armazenada no telefone e todos esses dados podem ser transmitidos em dois ou três segundos.

Dr. Madjid Merabti, Membro Sênior do IEEE e Professor de Sistemas de Redes na Universidade John Moores, no Reino Unido, diz que, embora as pessoas estejam sendo treinadas para reconhecer ameaças de cibersegurança associadas aos seus PCs e laptops, elas não veem seus smartphones como computadores sujeitos às mesmas ameaças. E, de certa forma, estas ameaças são ainda piores. "Ao contrÁrio dos PCs, em que os navegadores dão muitos alertas sobre sites suspeitos com luzes de avisos e mensagens, as telas dos smartphones são pequenas demais para exibir esta proteção", diz Merabti.

Kevin Curran, um Membro Sênior do IEEE e Chefe da Escola de Computação e de Sistemas de Inteligência na Universidade de Ulster, no Reino Unido, diz que as empresas serão as principais vítimas em 2012. "Com mais pessoas usando o mesmo telefone para fins de trabalho e pessoais, a explosão do hacking em smartphones apresenta um problema real para os negócios e para os consumidores", ele diz.  "Uma empresa pode ter todos os firewalls adequados, mas é necessÁrio apenas um funcionÁrio para baixar malware nos seus telefones. Na verdade, com mais funcionÁrios seniores usando telefones para trabalhar, é provÁvel que os executivos de cargo mais elevado exponham o negócio a vulnerabilidades."

- Continua após a publicidade -

De acordo com Curram, uma abordagem de "aplicativo confiÁvel" é necessÁria para combater os hackers, algo que ele espera que se torne realidade até 2013. Ele prevê que o aumento do número de pessoas hackeadas via celulares em 2012 motivarÁ o setor e o governo a definir e implementar tal sistema.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.