Perícia americana encontra chats que ligariam Bradley Manning a Julian Assange

Desde que iniciou o julgamento de Bradley Manning, soldado americano acusado de vazar informações confidenciais do governo a organização Wikileaks, a principal dificuldade promotoria era fazer a conexão entre Manning e o Wikileaks. Agora, o governo americano alega ter encontrado registros de conversas no notebook de Brandley com um usuÁrio identificado como "Julian Assange", o presidente do Wikileaks.



Estas evidências agravam a situação de Manning, que pode sofrer a pena de morte, caso seja condenado pelos 22 crimes que é acusado, e tornariam possível incluir Assange no processo, como um dos responsÁveis pela divulgação de dados confidenciais.

Os peritos Mark Johnson e David Shaver encontraram chats de Bradley com um usuÁrio que seria Assange, em conversas com um tom informal, dando a entender que ambos se conhecem. A uma certa altura, Bradley teria digitado "Você recebeu a informação?". Os investigadores forenses afirmam que Manning realizou uma operação que apagou todos os arquivos de seu notebook, e que somente registros a partir de janeiro deste ano estavam acessíveis.

O Wikileaks foi o responsÁvel pelo vazamento de uma série de documentos confidencias americanos, colocando o país em uma situação embarassosa em relação a outras nações. Atualmente, o site da organização estÁ fora do ar, por problemas financeiros depois de um "estrangulamento" de seus recursos, após um boicote de vÁrios bancos e do Paypal, que cancelaram as contas da organização e acabaram assim com seu principal meio de financiamento.

Outro vazamento famoso foi de um vídeo onde um helicóptero americano dispararia contra civis e repórteres no Iraque. No ataque, dois jornalistas da CNN foram assassinados, e Manning teria assumido a autoria da divulgação das imagens.

Caso seja incluído no processo, esta serÁ a primeira vez que Assange serÁ acusado judicialmente pelos vazamentos das informações confidenciais. Atualmente, o líder do Wikileaks estÁ preso na Inglaterra, sob acusação de coerção ilegal, molestação sexual e estupro por incidentes com duas mulheres no último mês de agosto. Assange alega que os dois encontros foram totalmente consensuais, e que não quer ser deportado para a Suécia, país onde teria cometido os delitos, pois teme parar "nas mãos do governo americano", que teria um complô armado contra ele.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.