Nintendo aponta duas soluções para corrigir bug em Zelda: Skyward Sword

Se você estÁ jogando "The Legend of Zelda: Skyward Sword" esteja ciente de que o game tem um erro de programação, localizado nos momentos mais aos fins da aventura, que pode incapacitar o jogador de terminar o game e ter que recomeçar do zero. A Nintendo dos Estados Unidos, contudo, estÁ ciente dos contratempos e anunciou duas formas para resolver o problema.

A primeira delas se refere ao jogador que estÁ conectado com o Nintendo Wii à internet. Segundo a produtora japonesa, um programa serÁ disponibilizado na rede do console para corrigir o arquivo de save que esteja afetado pelo bug. O programa ainda estÁ sendo desenvolvido e mais informações com os passso para realizar o download serão divulgadas em breve.

A segunda forma é específica para os jogadores que não conectam o console à internet. Sendo assim, passarão um bocado a mais de trabalho. A Nintendo pede o envio do Wii ou de um cartão de memória (SD Card, por exemplo) com o arquivo de save incluso. Dessa forma, a empresa se responsabiliza a consertar o erro.

- Continua após a publicidade -

"The Legend of Zelda: Skyward Sword", um dos games mais bem avaliados de 2011, foi lançado em 20 de novembro e é exclusivo do Nintendo Wii.

[+UPDATE]: A Nintendo anunciou hoje que não só irÁ lançar um patch e consertar o bug do game, como também lançar o Wii Channel, canal que pretende disponibilizar a correção. Segundo a empresa, até mesmo os saves jÁ afetados pelo erro serão corrigidos. A aba "Zelda Data Restoration Channel", que contém o arquivo para download, estarÁ disponível através da opção "Wii Shopping Channel".

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.