MIT desenvolve câmera que captura na velocidade da luz

A equipe do laboratório de mídias do Instituto de Tecnologia de Massachusets (MIT), dos Estados Unidos, desenvolveu uma câmera com uma velocidade de obturador de um trilhão de frames por segundo. Com a super-câmera, é possível gravar a luz viajando de um ponto até o outro. Usando um tubo Streak fortemente modificado (que normalmente é utilizado para intensificar os fluxos de elétrons em fótons), a equipe consegue tirar uma única imagem por vez. Para criar o filme em câmera lenta de um laser atravessando uma garrafa de refrigerante, disponível no vídeo abaixo, foi necessÁrio realizar o experimento centenas de vezes. A filmagem em stop-motion mostra como a luz reflete por meio da garrafa e chega até a tampa opaca antes de se dispersar. Embora tenha um obturador rÁpido, as imagens levam um longo tempo para serem processadas, o que gerou o apelido de "a câmera mais rÁpida, mais devagar do mundo".

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.