Será que Educação é mesmo o melhor investimento?

Vinicius.vs

New Member
Registrado
Eu pensava assim até minha namorada me largar.
Qual foi o motivo? Só tinha dinheiro para oferecer e quando acabou ela te largou?

É difícil dinheiro fazer uma pessoa interessante, o dinheiro que é o "interessante", no seu exemplo o primeiro que decidiu ser médico muito provavelmente será mais interessante já que dinheiro nunca foi um problema para nenhum dos dois.
 

Saulo_GPU

Membro
Registrado
Se eu fosse mulher se for para ficar com um médico que ganha 12
Aí você já tá alterando a história dele. O amebão ia levar os estudos na coxa e só ia ter o trabalho de receber o dinheiro. Logo, não tem conhecimento financeiro nem de investimento. Não sou eu que tô inventando isso, ele que escreveu.
Sim. Só pegar o dinheiro e gastar.
Agora se o cara não tiver o mínimo de bom senso e resolver gastar mais do que pode. Aí já é problema dele. Creio que não precisaria de educação financeira para isso. Com 10 anos de idade nossa mãe já ensina isso.
Não preciso lembrar que mesmo trabalhando, tem pessoas que gastam do que podem e entram no SPC. Certo?
Logo isso não é coisa de somente quem não estuda.

É difícil dinheiro fazer uma pessoa interessante, o dinheiro que é o "interessante", no seu exemplo o primeiro que decidiu ser médico muito provavelmente será mais interessante já que dinheiro nunca foi um problema para nenhum dos dois.
Creio que sim. Na verdade, nunca saberei.
 

Vinicius.vs

New Member
Registrado
Aí elas vão levar a faculdade na maciota, vão para o interior ganhar um bom salário só receitando Benzetacil. A população fica com as consequências.
Vão tirar fotinhos em congressos apresentando artigos de revisão bibliográfica que não adiciona em nada para o mundo só para postar no Instagram.
Se for para ficar dando diagnóstico errado, é melhor ser uma ameba e ficar no sofá o dia todo e deixar a vaga para outro.
Realmente tem vários médicos medíocres, mas de verdade? Eles estão sim somando MUITO mais que o ameba do seu exemplo...

É praticamente a mesma coisa que o pai comprar uma empresar e dar para o filho de presente e aí ele não precisa se preocupar com o trabalho dentro da empresa e nem com a viabilidade econômica da mesma. Afinal... ganhou tudo.
Oi? em que mundo você vive? Só porque ganhou uma empresa não precisa fazer NADA? É só ter um CNPJ Aberto que começa a ganhar dinheiro sem fazer nada? Olha, hoje eu aprendi no Adrena que...
 

EmersonSUB

Well-Known Member
Registrado
Se fosse entre gastar 100K num curso superior ou pegar a grana e montar um negócio escolheria a segunda opção, mas investir na bolsa/renda fixa como foi falado não rola principalmente em épocas de Selic baixa.
 

Saulo_GPU

Membro
Registrado
Oi? em que mundo você vive? Só porque ganhou uma empresa não precisa fazer NADA? É só ter um CNPJ Aberto que começa a ganhar dinheiro sem fazer nada? Olha, hoje eu aprendi no Adrena que...
Você de verdade entendeu o que eu postei?
Eu disse que o filho não iria ligar para o andamento da empresa porque ganhou tudo. Não foi ele quem ralou, não daria o certo valor.
Não disse que as coisas funcionam assim.
 

HorribleStraw

New Member
Registrado
Eu faria uma distinção entre investimento em educação e investimento em formação para esclarecer meu ponto de vista:

- Investimento em Educação: O maior fator aqui é tempo. Mas no geral aprender uma habilidade e expandir as capacidades intelectuais sempre vai valer a pena.
- Investimento em Formação: ROI puro. Ou o título que você vai obter da formação vai te dar um retorno no mercado ou não.

As duas coisas podem ir juntas mas eu costumo pensar nelas em separado. Para mim faz uma diferença enorme.
 

Saulo_GPU

Membro
Registrado
Realmente tem vários médicos medíocres, mas de verdade? Eles estão sim somando MUITO mais que o ameba do seu exemplo...
Não concordo.
Não é porque a pessoa está investindo que nada está sendo feito.
As construções dos fundos imobiliários são feitas justamente porque no futuro as pessoas vão especular em cima deles.
Se for para ficar dando diagnóstico errado e só empurrando para o especialista, dando sumiço dentro do plantão, o ameba está contribuindo melhor para o mundo.

- Investimento em Educação: O maior fator aqui é tempo. Mas no geral aprender uma habilidade e expandir as capacidades intelectuais sempre vai valer a pena.
Financeiramente nem sempre.
 
Última edição:

vicechico

Member
Registrado
O rapaz acha que quem é vaidosa é preguiçosa, imprestável, não estuda.

Esse tópico começou ruim e tá ficando pior.
Ele tem razão . Trabalhei em hospitais e tenho amigos médicos que também concordam com essa afirmação. Hj em dia oque mais tem é "Dr Tik Tok" , ficar fazendo vídeos inúteis dando dicas imbecis. Conheço casos de médicas que se recusavam a retirar os brincos , piercings , salto alto , etc, pra ficar bonitinha na fotinha do Insta dentro do Centro Cirúrgico.
 

HorribleStraw

New Member
Registrado
Financeiramente nem sempre.
Mas eu não falei que seria financeiramente. O retorno do investimento em educação pode ser medido tanto quantitavemente quanto qualitativamente.
"Expandir as capacidades intelectuais" dificilmente gera um retorno financeiro de curto prazo, mas é comum se tornar o catalisador de uma atividade mais complexa que gera um retorno maior no futuro.
 

Saulo_GPU

Membro
Registrado
"Expandir as capacidades intelectuais" dificilmente gera um retorno financeiro de curto prazo, mas é comum se tornar o catalisador de uma atividade mais complexa que gera um retorno maior no futuro.
Nem sempre. É esse o ponto do tópico.
--- Post duplicado mesclado automaticamente: ---

Ele tem razão . Trabalhei em hospitais e tenho amigos médicos que também concordam com essa afirmação. Hj em dia oque mais tem é "Dr Tik Tok" , ficar fazendo vídeos inúteis dando dicas imbecis. Conheço casos de médicas que se recusavam a retirar os brincos , piercings , salto alto , etc, pra ficar bonitinha na fotinha do Insta dentro do Centro Cirúrgico.
Só abrir o Instagram que dá para ver.
 

HorribleStraw

New Member
Registrado
Nem sempre. É esse o ponto do tópico.
Uai, mas eu não discordei. O meu argumento é que separar investimento em formação de investimento em educação é importante no meu ponto de vista.
O sujeito que resolveu não colocar o dinheiro dele numa formação não está necessariamente negligenciado a sua educação.
 

Saulo_GPU

Membro
Registrado
Entendi.
Eu acho que educação no sentido de quando a pessoa fala: "nossa, ele é muito educado" é muito mais do meio que você vive e seus pais.

Estou dizendo é investimento em educação no sentido material mesmo. Estudar para aprender a fazer algo, trabalhar, ganhar dinheiro e gastar com mulher.
 

HorribleStraw

New Member
Registrado
Entendi.
Eu acho que educação no sentido de quando a pessoa fala: "nossa, ele é muito educado" é muito mais do meio que você vive e seus pais.

Estou dizendo é investimento em educação no sentido material mesmo. Estudar para aprender a fazer algo, trabalhar, ganhar dinheiro e gastar com mulher.
Não, não. Falo de educação no sentido de: "consigo fazer algo, sou capaz de realizar tarefa X". Investimento em formação seria: "Tenho diploma de bacharelado/licenciatura em X da Universidade Y"
Aprender a investir supõe um processo de educação, a pessoa tem se educar sobre os mecanismos da economia e do mercado de onde quer investir. Uma formação não é estritamente necessária, apesar de poder, em alguns casos, ter um bom ROI.

Aqui vai um exemplo prático:

Conheço gente que paga as contas trabalhando com gráficos 3D e VFX pra cinema e TV. O mercado nessa área é bem flexível e dinâmico e, apesar de haver instituições que oferem cursos e diplomas na área, o grosso desses profissionais é autodidata.

Vale a pena obter uma educação nessa área? Dependendo do mercado onde a pessoa estiver e se ela tem aptidão para tal, sim, vale a pena.
Vale a pena obter uma formação nessa área? Eu particularmente não recomendaria a ninguém, pois o ROI é baixo (na maioria dos casos).
 

Saulo_GPU

Membro
Registrado
Nossa amigo.
Já faz um tempinho que títulos acadêmicos puros não estão valendo muita coisa.
Eu digo mesmo é o "consigo fazer algo".
Investimento para ser um profissional de uma área tal ou ser um profissional melhor ou mais específico.
 

Saulo_GPU

Membro
Registrado
Lembra daquele velho ditado " Goz** com a P*** dos outros??" é exatamente isso.
Então amigo.
Por que é tão diferente assim o cara que investiu o dinheiros dos pais para ser médico e hoje colhe os resultados e o outro que investiu o dinheiro dos pais e colheu também os resultados mas, de maneira diferente?
Isso que eu realmente não entendo.

No fim foram seus pais que ajudaram de qualquer forma e sim e são pouquíssimas pessoas no mundo que têm o direito de dizerem que fizeram tudo sozinhas.

Vamos supor que para entrar em uma federal a pessoa não conseguisse de forma alguma e teria que se contentar em cursar, por exemplo, enfermagem e ganharia 1/3 do salário.
Aí o pai diz que irá pagar a faculdade de Medicina em uma particular e aí a pessoa conseguiria se formar em medicina.
Quer dizer então que se não fosse pela grana dos pais que foi investida na pessoa, ela não ganharia esse dinheiro.
Então de toda forma a pessoa está **** com o **** dos outros.
A pessoa está tendo uma renda porque seus pais pagaram um preço que ela não conseguiu pagar, que era passar em uma federal e deixar para os pagadores de impostos pagarem.
Não estou criticando quem estuda em faculdade particular. Mas sim o porquê de ter tamanha diferença entre o médico e o "ameba".
 
Última edição:

Shin_akuma

New Member
Registrado
Em 2015 estava a R$103,00. Hoje em plena pandemia ainda, está R$123,00. Praticamente um aumento de 20%.
Praticamente a inflação do período.
Nesse momento eu não sei se o sujeito é muito burro por achar que R$103($34) de 2015 tem o mesmo valor de R$103($18) de 2020, ou se está de sacanagem.
 

jr.pardal

[GAME] Geraldo Adrena - Em breve
Registrado
Estamos vivendo a era do conhecimento. Muitas pessoas querendo te vender cursos.
Muitos dizem que fazer uma faculdade é certeza do melhor investimento e que sempre trará bons frutos.
Esses dias eu estive pensando nesse tema e resolvi escrever aqui um pouco. Para isso eu bolei um exemplo fictício, porém realista, assim como o Robert Kiyosaki em seu livro Pai Rico, Pai Pobre.

Resolvi criar o Irmão Rico, Irmão Burro.

Imagine dois irmãos gêmeos. Vinícius e Mateus. São de família classe média alta que tem pais que podem pagar o que for quando o assunto é educação.
Vinícius quer estudar medicina e para isso seu pai vai colocá-lo em uma boa escola particular, inglês, bons materiais, atividades extra curriculares, cursinho e até pagar uma faculdade particular.
Já Mateus não quer nada disso. Quer somente trabalhar logo que puder, aos 14 anos. Vai estudar na escola pública do bairro, não gastar com nada e empurrar a escola com a barriga. Mas ele faz uma proposta para seus pais que é de que todo dinheiro que investirem na educação de Vinícius, eles irão investir em fundos imobiliários no nome de Mateus para no futuro ele ficar com esses investimentos.
Perceba que fui bem conservador com relação aos gastos escolares.

Vinicius e Mateus terão de ter o mesmo estilo estilo de vida por serem irmãos. Logo terão de ser sustentados em todos os demais gastos por igual (alimentação, lazer, roupas etc...)

Resolvi então fazer uma média do que eu vejo sendo praticado.
Os valores da escola foram consultados em uma cidade paulista do interior.
Como podem ver, os valores estão nessa tabela:

NOTA: Na tabela tem alguns valores levando em consideração o tempo de residência, mas para fazer uma comparação um pouco mais na média, resolvi citar aqui apenas o valores de médico sem especialização. (Médicos sem especialização são 46% dos médicos em atuação no Brasil).

Quero saber do início da idade escolar até o fim da faculdade de medicina como eles irão se sair.
Um levando os estudos a sério com os pais investindo na educação e o outro não tendo nenhum investimento direto em educação, mas ficando com esse dinheiro para ele investido no mercado financeiro.

Como vocês podem ver na tabela que eu fiz. Cheguei a alguns resultados:

No caso de Vinícius, terminando a faculdade ele iria ganhar cerca de R$12.000,00.
Consegui essa média conversando com alguns médicos da região (interior de São Paulo). Para efeitos de comparação eu vou considerar a renda somente para a carga horária normal que é de 40-44h semanais.
Descontando impostos e encargos ficaria algo em torno de R$9.000,00

Já Mateus que somente trabalhou em seu emprego simples, ao final do mesmo período de tempo e continuando em seus trabalho de 44h semanais ficaria com o valor de R$8.587,92.
Para realizar os cálculos dos fundos imobiliários eu considerei o rendimento de 0,5% ao mês e que eles se valorizaram somente seguindo a inflação. Então se manteriam em valor real ao longo do tempo para efeitos de comparação. Convém lembrar que isso é até bastante conservador.
Lembrando que Fundos Imobiliários possuem isenção de imposto de renda com relação à renda mensal.

Reparem no patrimônio acumulado ao longo do tempo de cerca de R$1.339.679,55.
Isso quer dizer que assim que passado esse período, a pessoa nunca irá precisar financiar uma casa ou um carro.
Poderá pagar uma casa à vista e continuar com o mesmo valor em patrimônio líquido e quem sabe até aumentar dependendo da oportunidade do imóvel comprado.
Também nunca irá precisar financiar um carro pois ela poderá financiar o carro para si mesma e pagar os juros para si mesma.
Não irá precisar se preocupar com desemprego ou com fazer reserva de emergência.

Vejam que interessante:
Mateus que investiu o dinheiro de sua própria educação no mercado financeiro ficou com uma renda praticamente igual a de Vinícius ao final do período.
Sei que muita gente irá dizer que tem médicos que ganham muito mais que isso. Que depois da residência poderá ganhar mais. Mas o que estou fazendo é um MÉDIA para podermos comparar as coisas.
Claro que há médicos que ganham menos que isso trabalhando no horário regular e há outros que ganham muitíssimo mais, assim como há fazendeiros que trabalham para subsistência e outros que ganham rios de dinheiro.
Convém lembrar que a renda domiciliar per capita de 70% dos brasileiros na região Sudeste é de cerca de R$2700,00.
Vi um edital para professor de uma famosa universidade federal com doutorado que oferecia a remuneração de cerca de R$9600,00 (líquido R$7363,00)

A outra importante questão é que após decorrido esse tempo, Mateus poderia se aposentar, abandonando seu emprego, e continuar ainda com uma renda de R$7387,92.

E aí? Será que a educação é sempre o melhor investimento?
A resposta é que assim como qualquer investimento... Nem sempre.
Você precisa ter acesso
Solicite acesso ou mude para uma conta que tenha acesso. Saiba mais
 

Saulo_GPU

Membro
Registrado
Não sei porque o fórum leva para o documento:
Código:
https://docs.google.com/spreadsheets/d/e/2PACX-1vSm2-iqswqDZ0BlFr4giWHfrMIkXdB0OtT6RW5oIZqlLbUXulJvFOKJfvc3n5lT5EHX4HH4Ss2P9N8O/pubhtml
--- Post duplicado mesclado automaticamente: ---

Você precisa ter acesso
Solicite acesso ou mude para uma conta que tenha acesso. Saiba mais
Coloquei em código pois não sei porque o fórum pega o documento em si e não a publicação.
 
Última edição:

Zxf95

Especialiste em feminisme
Registrado
Por que é tão diferente assim o cara que investiu o dinheiros dos pais para ser médico e hoje colhe os resultados e o outro que investiu o dinheiro dos pais e colheu também os resultados mas, de maneira diferente?
Cara, qual que e o teu ponto com esse topico? Todo mundo falar que e melhor investir dois milhoes de reais em sei la do que do que gastar dois milhoes de reais pra virar medico?

Falando por mim, a diferenca e que eu dou muito mais valor e credito pra uma pessoa que "fez fortuna" tendo uma profissao e se mantendo nela, e sendo bem sucedido no que escolheu fazer do pro cara que simplesmente e rico porque os pais eram ricos e fizeram uma super-poupanca pra ele.

Questao de valores pessoais. Se pra voce tanto faz se o cara nao faz porra nenhuma ou se tem uma carreira, ai sao os teus valores e eles so dizem respeito a voce.

Aí o pai diz que irá pagar a faculdade de Medicina em uma particular e aí a pessoa conseguiria se formar em medicina.
Quer dizer então que se não fosse pela grana dos pais que foi investida na pessoa, ela não ganharia esse dinheiro.
Então de toda forma a pessoa está **** com o **** dos outros.
Voce pelo jeito e um daqueles que acha que particular e "pagou se formou". Nao vou nem me dar ao trabalho de explicar em detalhes, mas por mais que voce esteja fazendo um curso em particular, ainda mais em medicina, requer muito mais esforco e disciplina do que esperar os rendimentos dos investimentos que teus pais fizeram pra voce pingarem todo mes na conta.

Mas, novamente, se pra voce tanto faz, ai nao tem o que discutir aqui.
 
Última edição:

VoiderX

Nada importa e nada faz sentido
Registrado
É o mesmo cara que tá sentindo a pressão da sociedade e bla bla bla....
Não sei porque vcs dão trela.
Lembrando que o referido vive de música...

De resto, galera acha que investimento de RV é igual poupança, que é só deixar lá e o dinheiro vai. Mercado é volátil, até renda fixa que era porto seguro de muitos caiu. Imagina RV...

E com a pandemia todo o resto está bem incerto.

Qualquer profissional decente que não seja marketing ou dono de corretora vai dizer que o melhor investimento é a carreira. Seja por cursos técnicos, superior, profissionalizante que seja.
 
Última edição:

Saulo_GPU

Membro
Registrado
Falando por mim, a diferenca e que eu dou muito mais valor e credito pra uma pessoa que "fez fortuna" tendo uma profissao e se mantendo nela, e sendo bem sucedido no que escolheu fazer do pro cara que simplesmente e rico porque os pais eram ricos e fizeram uma super-poupanca pra ele.
É claro. Toda a sociedade é programada para pensar assim.
Uma economia capitalista é baseada no princípio dos Lucros e Prejuízos.
Isso quer dizer que algumas pessoas terão lucros e outras terão prejuízos, mas toda a sociedade como um todo vai ganhar com os investimentos feitos por ambos.
Imagine se todo mundo resolvesse não fazer mais nada?
Imagine se todos os pilotos de Fórmula 1, sabendo que não têm chances de ganhar o campeonato, parassem de correr. O Hamilton iria correr contra quem? Quem iria pagar para assistir uma corrida de uma pessoa sozinha?

A ideia do meu tópico está na conclusão do mesmo:
Investimento em Educação nem sempre é o melhor investimento.

Voce pelo jeito e um daqueles que acha que particular e "pagou se formou". Nao vou nem me dar ao trabalho de explicar em detalhes, mas por mais que voce esteja fazendo um curso em particular, ainda mais em medicina, requer muito mais esforco e disciplina do que esperar os rendimentos dos investimentos que teus pais fizeram pra voce pingarem todo mes na conta.
Então rapaz.
Se a pessoa se formou em medicina para ganhar praticamente o mesmo que o outro que não fez nada. Quem está fazendo errado?
A pessoa então gastou o tempo e a energia dela a toa.
Quer dizer que ela não foi eficiente. Estudou pouco ou estudou errado de modo que não conseguiu competir com outros médicos por um melhor posto de trabalho.
Quer dizer que o outro que estudou em escola pública, passou em uma federal e se formou foi muitíssimo mais eficiente que ela em termos de esforço humano, pois teve que investir muito menos capital para chegar a um resultado igual ou melhor.

De resto, galera acha que investimento de RV é igual poupança, que é só deixar lá e o dinheiro vai. Mercado é volátil, até renda fixa que era porto seguro de muitos caiu. Imagina RV...
O mesmo com um emprego. Você pode perder o emprego, a empresa pode quebrar. Muita coisa pode acontecer também.
Escolhi um investimento que historicamente é completamente viável a longo prazo. O problema é que vocês têm dificuldade em aceitar a conclusão.
Olhem só que investimento modesto:
Valorização somente com relação a inflação e rendimento de 0,5% a.m.
Teve até um vídeo de um médico em que ele disse que ao invés de fazer a faculdade de medicina pode simplesmente entregar o dinheiro para algum construtor e fazer kitnets. Só não citei esse investimento na inicial porque ele exige conhecimentos mais específicos e eu queria citar um investimento bem mais passivo.

Parabéns, R$103($34) virou R$123($22) , as-no da po-rra.
Me explica por favor que eu juro que não entendi.
 

Zxf95

Especialiste em feminisme
Registrado
É claro. Toda a sociedade é programada para pensar assim.
Uma economia capitalista é baseada no princípio dos Lucros e Prejuízos.
Isso quer dizer que algumas pessoas terão lucros e outras terão prejuízos, mas toda a sociedade como um todo vai ganhar com os investimentos feitos por ambos.
Imagine se todo mundo resolvesse não fazer mais nada?
Imagine se todos os pilotos de Fórmula 1, sabendo que não têm chances de ganhar o campeonato, parassem de correr. O Hamilton iria correr contra quem? Quem iria pagar para assistir uma corrida de uma pessoa sozinha?
Nao entendi qual a relacao com a parte que voce quotou.

A ideia do meu tópico está na conclusão do mesmo:
Investimento em Educação nem sempre é o melhor investimento.
Ja postaram N pontos discordando, cabe a voce aceitar ou nao. Eu, particularmente, nao aceitei tua conclusao.

Se a pessoa se formou em medicina para ganhar praticamente o mesmo que o outro que não fez nada. Quem está fazendo errado?
Pra mim, quem ta fazendo errado, e quem e uma ameba. Pra voce, quem ta fazendo errado, e quem decidiu investir numa carreira. Questao de opiniao.

Eu, particularmente, acho que a vida e muito mais que sentar numa pilha de dinheiro jogando world of warcraft e pagando puta. Uma carreira satisfatoria e essencial. Pra voce pode nao ser, e ta tudo bem.
 

Usuários que estão vendo esse Tópico (Users: 0, Guests: 1)

Topo