Informações sobre possíveis mudanças no NV25

Status
Não esta aberto para novas mensagens.

OldMan

Congelado
Registrado
Fuçando um pouco na OpenGL.org descobri que a NVIDIA comprou a tecnologia GIGa pixel que era usada para fazer "tile rendering" nas placas Kyro. Suspeita-se da inclusão dessa tecnologia no novo chip. Até hoje as placas Kyro 2 tem se colocado bem na competição, mas a falta de um T&L em hardware limitou seu desempenho. Com a combinação dos poderosos T&L da NVIDIA e do GIGa pixel poderemos esperar o maior amento de desempenho entre duas gerações de placas até hoje.

Para quem não sabe essa tecnologia permite que pequenas porções da imagem sejam pré-analisadas para determinar que geometria, texturas e efeitos influenciam naquele quadrado de iamgem. Apenas os dados relevantes são processados livrando a placa de vídeo de muito trabalho desnecessário.

Estimativas apontam para um aumento de 80-90% no desempenho se o resto do chip ficar igual.. sem avançar nada. Com outras melhorias no T&L o desempenho poderia facilmente aumentar mais de 150%.

Por enquanto ainda são boatos, mas com fundamento em acontecimentos da realidade.
 

DekerBSB

Registered User
Registrado
naaaaa
eu sabia que a Nvidia ia começar a copiar as parada da ATI.....
isso aí ja tem na RADEON 1.....é o HyperZ........
e na 8500 tem o HyperZ II.....que é muuuiiiito mais eficiente que o HyperZ
é por isso que as unicas placas que tem um bom resultado no VillageMark são a Kyro II e as 8500
:p :p :p
 

OldMan

Congelado
Registrado
Não é a mesma coisa que o Hiper Z.. o hiper Z é para a limpeza rápida do buffer de imagem e do depth buffer... bem como comparações rápidas de depth buffer na monatgem da cena. A GIGa Pixel se aplica na montagem da cena ao determinar se um polígono deve ou não ser renderizado e isso a ATI não tem. A ATI tem algo parecido na 8500 mas dezenas de vezes inferior ao da Kyro 2.
 
L

Leandro

Guest
Ei oldman essa tecnologia gigapixel é a mesma tecnologia que empresa gigapixel desenvolvia? Essa empresa foi comprada pela 3dfx e possuía várias tecnologias inovadoras uma delas a principal era a gigapixel. É a mesma coisa? Se for, a nvidia quando comprou a 3dfx adquiriu essa tecnologia, então.

é a mesma coisa???
 

OldMan

Congelado
Registrado
Não sei se vc notou... mas eu escrevi GIGa Pixel... gigapixel é outra coisa. realmente a 3dFX comprou a empresa que tinha desenvolvido a tecnologia, mas a tecnologia já tinha sido vendida para outra empresa. Pelo menos é isso que eu entendo (não me ligo tanto na parte de mercado como na de tecnologias). Eu tembém deveria ter sido mais específico.. o nome da tecnologia é GIGa Pixel Frame Rendering.
 

Solum

Solum, Filho do Papai.
Registrado
opa! q beleza! vms torçer pra q a nvidia use mesmo isso.
 

ultra7-ecq

Arqs & Urbs
Registrado
deixa ver se entendi.....

bom... confirmem ou desmintam o q vou falar:

a PowerVR, que fabrica os chips Kyro, usa alguma tecnologia desenvolvida inicialmente para o dreamcast...

ou powerVR seria uma API... tipo openGL... acho que "se confundí-me" em arguma coisa .....

Essa tecnologia GIGa seria aquela que descarta o cálculo dos polígonos e aplicações de texturas, luz, etc que nao sao visíveis do ponto de observação?

e essa tecnologia existia no DreamCast, ou a única coisa em comum é o nome "powerVR" ???

alguém acenda uma luz por favor... :D
 

OldMan

Congelado
Registrado
É essa tecnologia mesmo, e não não é uma API. Não sei nada sobre o dreamcast, mas é bem possível. Acontece que a NVIDIA comprou com outro nome por uns motivos legais que eu não entendi bulhufas.,...
 

real_samurai

Usuário Registrado
Tem gente confundindo Hidden surface removal com Tile rendering, o primeiro é uma tecnologia usada pela Power vr e presente também na placa gráfica do Dreamcast (inclusive o que o Dreamcast tinha de melhor era o seu hardware gráfico) e o que ele faz é justamente esse ganho de desemepenho por aliviar o stress do fillrate ignorando o processamento de polígonos e texturas que não estavam efetivamente sendo visualizadas na tela, essa é talvez o maior trunfo das Kyro.

Já o tile rendering, que eu entendí atua na economia de memória de vídeo da placa processando os frames em pequenos pedaços do tamanho do buffer interno da placa (acho que 32x32 pixels) ao invés de processar uma tela inteira por vez, isso daria um ganho de desemepnho na placa especialmente em resoluções mais altas.
Outro detalhes é que, por causa do HSR e do buffer interno, as Kyro não trabalhavam com Z buffer, o que aumentaria ainda mais as diferenças entre A Nvidia ter comprado o Tile rendering de outra tecnologia antes usada pelas Kyro. (afinal, todo mundo sabe que as Nvidia USAM Z buffer)

Abraços.
 

Escobar

The Colombian Nigga
Registrado
real_samurai disse:
Tem gente confundindo Hidden surface removal com Tile rendering, o primeiro é uma tecnologia usada pela Power vr e presente também na placa gráfica do Dreamcast (inclusive o que o Dreamcast tinha de melhor era o seu hardware gráfico) e o que ele faz é justamente esse ganho de desemepenho por aliviar o stress do fillrate ignorando o processamento de polígonos e texturas que não estavam efetivamente sendo visualizadas na tela, essa é talvez o maior trunfo das Kyro.

Já o tile rendering, que eu entendí atua na economia de memória de vídeo da placa processando os frames em pequenos pedaços do tamanho do buffer interno da placa (acho que 32x32 pixels) ao invés de processar uma tela inteira por vez, isso daria um ganho de desemepnho na placa especialmente em resoluções mais altas.
Outro detalhes é que, por causa do HSR e do buffer interno, as Kyro não trabalhavam com Z buffer, o que aumentaria ainda mais as diferenças entre A Nvidia ter comprado o Tile rendering de outra tecnologia antes usada pelas Kyro. (afinal, todo mundo sabe que as Nvidia USAM Z buffer)

Abraços.
Real_Samurai, peço que vc por favor nao upe topicos sem a menor necessidade. Nao cometa esse equivoco novamente.

[]'Escobar
 
Status
Não esta aberto para novas mensagens.

Usuários que estão vendo esse Tópico (Users: 0, Guests: 1)

Topo