[TÓPICO DEDICADO] Eu pensava em suicídio - Caso de Superação

wmh

Work, buy, consume... die
Registrado
Busque auxílio. Existe o CVV (Centro de Valorização da Vida). Ligue para ele ou para quaisquer pessoas queridas próximas suas sempre que sentir a necessidade de conversar sobre seus transtornos pessoais profundos. Converse sempre, se aproxime dos seus amados, fale abertamente sobre suas dores. Busque tratamento médico.

Aqueles que estão com entes queridos passando por situações de transtorno depressivo profundo, por favor, não descartem os sinais, ame-os profundamente, acolha-os e encaminhem-vos para centros de atendimento psiquiátrico, espiritual, emocional e psicológico.


CVV (https://www.cvv.org.br/): Telefone - Ligue 188


O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.


Eu pensava em suicídio - Nazareno Feitosa - Caso de Superação



Teve uma encarnação que me suicidei - Lembranças de Vidas Passadas



Carta de um Suicida Psicografada



Pedido de ajuda de um suicida.



O que fazer quando os pensamentos suicidas vierem?



Como ajudar uma pessoa com ideia de suicídio - Psicóloga Kelliny Dório
 

RManakel

Mad scientist
Registrado
Esse sentimento de “vazio” muito grande é familiar pra mim. Tento aprender a conviver com ele há muito tempo. O que me impediu de cometer suicídio é saber que isso seria devastador pra vida da minha mãe.

Enfim, esse tópico é muito útil. Pra quem está passando por alguma situação desse tipo, é reconfortante ouvir relato de outros, mas ao mesmo tempo pode ser um gatilho.

Acredito que vários aqui já passaram por algum problema psicológico e podem se identificar de alguma forma. Busquem ajuda. Me chamem se precisarem de alguém pra conversar.
Em várias cidades também existe um CAPS que atende gratuitamente e acolhe pacientes durante crises. Os profissionais lá são especializados nisso e quando precisei fui muito bem acolhido.
 
Última edição:

wmh

Work, buy, consume... die
Registrado
Obrigado pelo relato e graças a Deus você superou este período de trevas pelo Amor à sua mãe.

Este tópico poderia ficar fixo pois a intenção é a de prestar auxílio a quem passa por essa dor profunda e acredita estar só.

Muitos jovens tem se matado e essa linha de valorização da vida pode fazer com que evitem tomar essa decisão tão penosa para eles e seus entes queridos que sofrem junto.

Esse sentimento de “vazio” muito grande é familiar pra mim. Tento aprender a conviver com ele há muito tempo. O que me impediu de cometer suicídio é saber que isso seria devastador pra vida da minha mãe.

Enfim, esse tópico é muito útil. Pra quem está passando por alguma situação desse tipo, é reconfortante ouvir relato de outros, mas ao mesmo tempo pode ser um gatilho.

Acredito que vários aqui já passaram por algum problema psicológico e podem se identificar de alguma forma. Busquem ajuda.
Em várias cidades também existe um CAPS que atende gratuitamente e acolhe pacientes durante crises. Os profissionais lá são especializados nisso e quando precisei fui muito bem acolhido.
 
Última edição:

Phytheon

Member
Registrado
Tu poderia complementar com algo sobre a questão da auto-destruição. Já que as vezes, as pessoas optam por se auto-destruir como um caminho até a morte e não o suicídio. :)
 

wmh

Work, buy, consume... die
Registrado
Normalmente tem influências externas/extrafísicas que levam/induzem a pessoa a tomar essa grave decisão. O vídeo da psicóloga é importante, basta desconsiderar e pular a parte religiosa se ela te incomoda.

Nesses momentos de extrema angústia as religiões podem auxiliar na recuperação das pessoas e evitar o mal.

Tudo que venha para somar e evitar que uma pessoa se suicide, para mim, é válido.

A intenção é boa, mas pra que colocar religião/espiritismo no meio?
 
Última edição:

Superman Brasileiro

Vencedores não usam drogas.
Registrado
Tem momentos que eu penso estar em um quadro de depressão, mas são só momentos.

---


A intenção é boa, mas pra que colocar religião/espiritismo no meio?
Porque ele é espirita. :apelo:
 

Termal

New Member
Registrado
Eu tenho a impressão que psiquiatras que estudaram sociologia, filosofia, psicologia são bem melhores no tratamento do que aqueles que só ficaram na medicina e no diagnóstico. Tem muito mais do que só pensar nos neurotransmissores e nas medicações.


Tem uma notícia do Jorge Pontual que diz que ele melhorou depois de fazer um teste genético que identificou remédios que não funcionavam. Tem alguns tipos de depressão que tem causas em enzimas, metabolismo e um exame desses detecta isso. Mas acho que a maioria dos casos não é desse tipo.

Uma coisa q eu tava lendo é que em países como China, Coréia e Japão a cultura favorece o suicídio. Existem graduações em psicologia lá, mas parece q o tratamento a esse assunto q eles dão por lá é bem menos desenvolvido q aqui. Parece uma loucura um país tão rico quanto a Coréia do Sul ter milhares de suicídios mas em termos de atendimento, o CVV daqui é bem mais evoluído.
 
Última edição:

Termal

New Member
Registrado

Na Coréia do Sul tem uma onda de funeral pra si mesmo. Não acho q iria funcionar aqui.
 
  • Curtir
Reações: wmh

wmh

Work, buy, consume... die
Registrado
@jr.pardal sobre seus desdobramentos extracorpóreos (o meu xará é muito bom nas explicações pois passa por isso desde jovem). O site dele é ippb.org se não me engano.

Ouça esse relato e imagine a cena como se fosse o filme do dr strange com suas múltiplas dimensões paralelas.




A vida continua e o trabalho pós-morte é intenso pois somos bilhões de sofredores que necessitamos de auxílio, e isto se considerarmos somente este ínfimo planeta desta galáxia periférica.
 
Última edição:

VoiderX

Nada importa e nada faz sentido
Registrado
Resumindo, tudo pode ser resolvido com orações e pensamentos bons.
Basicamente igual o pastor do vídeo fala: Só rir para o corona que ele vai embora

 

jr.pardal

[GAME] Geraldo Adrena - Em breve
Registrado
@jr.pardal sobre seus desdobramentos extracorpóreos (o meu xará é muito bom nas explicações pois passa por isso desde jovem). O site dele é ippb.org se não me engano.

Ouça esse relato e imagine a cena como se fosse o filme do dr strange com suas múltiplas dimensões paralelas.





A vida continua e o trabalho pós-morte é intenso pois somos bilhões de sofredores que necessitamos de auxílio, e isto se considerarmos somente este ínfimo planeta desta galáxia periférica.
vou assistir em casa!! valeuuu abigo! :bat:
então, no meu caso nem era desdobramento pq nele vc consegue controlar né? era como se eu fosse desdobrar mas parava no meio do caminho, ficava com aquela paralisia... todo travado... uma vez só q eu consegui meio q dar uma relaxada e aí foi mais tranquilo..... desde então diminuiu drasticamente o meu número de paralisias
 
  • Amei
Reações: wmh

wmh

Work, buy, consume... die
Registrado
Não, filho. A ciência e o tratamento médico são muito importantes. As orações e os bons pensamentos são recursos valiosos em qualquer tempo.

Perdoe quem disser o contrário pois não sabem o que fazem.

Resumindo, tudo pode ser resolvido com orações e pensamentos bons.
Basicamente igual o pastor do vídeo fala: Só rir para o corona que ele vai embora

 

Termal

New Member
Registrado
O youtube me indicou isso.

Tem um trecho q eles falam q foi publicado por lá um livro q falava sobre métodos de suicídio. Não deu outra, houve uma explosão de casos de suicídio depois desse livro. Quem é q publica isso??


O vídeo é bem longo, mas a história é real e os problemas q ela conta na verdade não são exclusivos só do Japão.


Assisti uma reportagem da record sobre a Yohanna, uma menina q se jogou pela janela mas caiu numa árvore e não morreu. Ficou paralisada por causa da fratura cervical. Eu achei a reportagem muito superficial. Diz q ela tava namorando, a mãe ligou, ela atendeu e passou o celular pro pai. O pai viu uma troca de mensagens dessa menina e perguntou. A menina deu um surto e pulou pela janela. Só q a reportagem simplesmente diz q ela era feliz e bonita e depois mostra ela na cama falando pra não tentar o suicídio. Mas é tão mal explicado, pq o pai perguntou quem era, daí ela se jogou pela janela? Pareceu-me uma reportagem do tipo "não se jogue pela janela, senão olha o risco q vc corre de sobreviver e ficar paralisado"
 
Última edição:

28spawn

Member
Registrado
a moderação poderia fixar esse topico no papo cabeça, com muita gente ficando trancada em casa, casos de depressão e pensamentos suicida tem aumentado, por mais q na internet tudo seja bonitinho, cada um tenha seu avatar e pareça estar tudo bem, no intimo cada um sabe o que passa, acho que a comunidade não está aqui só para os momentos bons de descontração mas também para dar suporte a aqueles que precisarem.
 

Deamon

What is real?
Registrado
Tirando aquelas partes de depressão por alguma coisa que ocorreu fortemente do nada (tipo perda de parente, morte violenta por assalto e afins de conhecido, etc...), boa parte da depressão pode ser relacionada puramente a alimentação da pessoa...nessa época de corona descobri que falta de Zinco e Vitamina D no corpo aumenta e muito o risco:

 

CassinhOFF

Active Member
Registrado
Bom, eu tenho uma experiencia bem ruim com isso, o meu ex-cunhado com 25 anos se suicidou a 3 anos atras se enforcando com uma mangueira de nível, ele ate que tentava manter uma aparência que estava super bem, sempre dando risada e fazendo brincadeiras, mas a vida estava bem conturbada, 2 anos desempregado, tinha um ciume excessivo da minha irmã, inclusive ciumes de amigas, queria colocar ela em um pote pra ser mais exato e a criação não foi muito boa, a mãe desde a infância dele só queria saber de festas e deixava os filhos sozinhos, ate tentamos conversar com ele algumas vezes, ate arrumei emprego na minha loja, mas não foi pra frente, ele saiu depois de 3 dias falando que não aguentava pressão sendo que nem tinha nenhum tipo de pressão, mas não achávamos que ele seria capaz de fazer algo assim, foi um choque bem grande pra todo mundo.
 

GuillerZ

tatatatata!
Registrado
Na minha opinião, se a pessoa sente tendências suicidas, procure logo um BOM psicólogo, evite "coachs" e formulas mágicas.
Quanto mais cedo se tratar com um psicólogo, melhor.
 

wmh

Work, buy, consume... die
Registrado
Não, graças a Deus não passei por isso. Me preocupo pois muito pouco se fala a respeito desse assunto em comparação com a grande quantidade de suicídios todos os anos em todo o mundo.

Existe uma epidemia silenciosa de suicídio no planeta e a tendência é de piora.

Pensei q vc tinha superado isso dando like em todos os posts por ai.
 

Freakzoid

New Member
Registrado
Na minha opinião, se a pessoa sente tendências suicidas, procure logo um BOM psicólogo, evite "coachs" e formulas mágicas.
Quanto mais cedo se tratar com um psicólogo, melhor.
Concordo, um bom psicólogo é essencial. Complementando: um BOM médico faz a diferença também. Em alguns casos mais graves, em que a pessoa precisa de antidepressivos, o acompanhamento com um psiquiatra não pode ser deixado de lado. Pessoal as vezes inventa de ir em clínico geral pra pegar receita , conta o problema, consulta uma vez e depois só volta no consultório pra pegar uma nova receita achando que somente a medicação vai curar o problema. Depois de um tempo tomando não consegue largar o remédio por causa dos efeitos colaterais. Uma crise de abstinência por causa de antidepressivos NÃO É brincadeira.
 

1gjunior

Sei não
Registrado
Eu já tive problemas sérios com ansiedade.
Cerca de 2 anos atrás eu comecei a ficar ansioso e não conseguir dormir de jeito nenhum. Fiquei nessa situação lamentável por mais de 1 mês e já estava começando a ter crises de pânico. Foi de longe a pior época da minha vida, até que fui na psiquiatra e comecei a tomar os remédios e voltei a dormir bem.

Uns meses depois comecei a me sentir desanimado demais, não tinha ânimo pra fazer nada, vez ou outra ainda ficava bastante ansioso e novamente procurei ajuda.

No fim deu tudo certo.
Nesses momentos difíceis o que me ajudou foi sempre falar meu problema, toda vez que sentia algo sempre comentava com alguém de confiança e sempre ia atrás de ajuda.
Sem falar de exercícios físicos e pegar um sol também fazem bem.

Inclusive semana passada estava me sentindo estressado por coisas da vida e já marquei uma consulta com psicóloga da minha facul.

Espero que esse tópico possa ajudar muitas pessoas e que assim como eu, consigam vencer esse mal.
 

huugo

Nobody Yes Door
Registrado
vou deixar um relato aqui
ontem fomos comemorar o aniversário de um amigo meu, nada de festona, apenas ele e a esposa, outro amigo e a esposa, eu e minha filha
esse amigo aniversariante tinha tendências suicidas, estava se afundando nas drogas, e cada vez mais piorando a situação psicológica, até que em conjunto com a esposa tomou a decisão de ir fazer um tratamento em SC, não sei ao certo qual cidade foi, mas foi fazer o tal "reset com Ibogaína", ficou por lá 7 dias e voltou, e disse que voltou curado e zerado, tanto das drogas quanto dos pensamentos suicidas, até mesmo da depressão.
só depois desse "reset" ele se deu conta do que tem e o mal que causaria à esposa, filho e familiares se ele realmente se matasse

eu com minhas crises de depressão nunca tive pensamentos suicidas ou acreditar que isso fosse resolver alguma coisa, mas já me peguei pensando que se eu estivesse morto muita coisa poderia ser resolvida por um lado, mas a balança do outro lado seria bem pior
 

tehort

"If in doubt, flat out"
Registrado
Concordo, um bom psicólogo é essencial. Complementando: um BOM médico faz a diferença também. Em alguns casos mais graves, em que a pessoa precisa de antidepressivos, o acompanhamento com um psiquiatra não pode ser deixado de lado. Pessoal as vezes inventa de ir em clínico geral pra pegar receita , conta o problema, consulta uma vez e depois só volta no consultório pra pegar uma nova receita achando que somente a medicação vai curar o problema. Depois de um tempo tomando não consegue largar o remédio por causa dos efeitos colaterais. Uma crise de abstinência por causa de antidepressivos NÃO É brincadeira.
Eu tomei por 4 ou 5 anos antidepressivos, e larguei, senti muito poucos colaterais (mas isso depende muito do anti-depressivo utilizado).
6 meses depois voltei com os sintomas de depressão e pensamentos negativos novamente.
Não queria perder tempo, e logo voltei a marcar um psiquiatra.
Nunca havia tomado remédios antes dos 24 anos, e mal consumia álcool, mas os sintomas SEMPRE foram presentes.

Mas o que me mudou demais mesmo, foi iniciar o tratamento para TDAH.
Aparentemente TDAH causa disfunção de humor, e agora me sinto motivado e com energia, e não uma confusão mental de tanta ansiedade.
Consigo parar e respirar, alinhar meus pensamentos, e pensar o q me deixa mal, ao invés de entrar em uma espiral de pensamentos negativos.
Combinação de anti depressivos e remédios para TDAH.

Também iniciei tratamento psicológico, para tentar entender o que passa na minha cabeça.

Suicídio nunca foi o pensamento principal, mas sim, a extrema ansiedade e coisas da vida, que me faziam pensar se valia a pena, e acabavam me levando a cogitar isso.
Confesso que as vezes gostaria de ter um botãozinho que simplesmente fizesse 'puff', e eu sumisse do mapa.
Suicídio sem sofrimento tem uma razoável dificuldade e precisa de uma boa dose de coragem.

Enfim, um combo de psicólogos e psiquiatras podem trazer bons benefícios.
Foram 5 ou 6 anos, 3 diferentes psiquiatras, e acho q finalmente achei a minha raiz problema de tanta negatividade e ansiedade ruim.

O que me fez chegar ao diagnostico correto também, foi a vontade de procurar meu problema e não levar mais na barriga como eu fiz por diversos anos, e conversar abertamente com o psiquiatra e psico sobre isso (buscar a causa), além de testar medicamentos diferentes (até mesmo para o TDAH, que não foi o medicamento que todo mundo conhece que acabou me ajudando).

Ah sim, não posso tomar café também, minha irritabilidade e ansiedade ruim sobem para as alturas.

O que quero dizer com esse post?
As vezes o problema pode vir de onde não se espera (deficit de atenção no meu caso), e nem sempre o primeiro medicamento é o que vai dar certo.
 
Última edição:

Usuários que estão vendo esse Tópico (Users: 0, Guests: 1)

Topo