Curso de Inglês na Wise Up

caos38th

Nibiru 2022
Registrado
Prezados, tenho amigo um que fez uma entrevista na Wise Up e disse que foi brutalmente atendido pelo recrutador.
O cara fez perguntas pra traçar um perfil psicológico dele e depois disso começou a dizer que ele não tinha força de vontade, que era indeciso, que precisa de um método que tenha pulso firme e que não deixe ele desistir, porque já aconteceu de um amigo dele (do vendedor) desistir do inglês e hoje ele está morando com os pais de novo pois foi despedido por não ter inglês e bla bla bla
Um método de venda super do bem, nada agressivo...
Mas, mesmo com o atendimento bizarro, o método parecia ser interessante.

Alguém já fez curso nessa escola e pode dizer se ele funciona mesmo? Fluência em 18 meses? Sem foco em gramática? As ameaças continuam?
 

Gamerock

Economicamente estável
Registrado
Prezados, tenho amigo um que fez uma entrevista na Wise Up e disse que foi brutalmente atendido pelo recrutador.
O cara fez perguntas pra traçar um perfil psicológico dele e depois disso começou a dizer que ele não tinha força de vontade, que era indeciso, que precisa de um método que tenha pulso firme e que não deixe ele desistir, porque já aconteceu de um amigo dele (do vendedor) desistir do inglês e hoje ele está morando com os pais de novo pois foi despedido por não ter inglês e bla bla bla
Um método de venda super do bem, nada agressivo...
Mas, mesmo com o atendimento bizarro, o método parecia ser interessante.

Alguém já fez curso nessa escola e pode dizer se ele funciona mesmo? Fluência em 18 meses? Sem foco em gramática? As ameaças continuam?
O que posso dizer é que se a pessoa não tiver vontade e não se esforçar em aprender, pode estar na melhor escola do mundo que não vai adiantar. Eu basicamente aprendi inglês em casa, estudando em alguns cursos online que me deram a noção de gramática e reforçando com séries, músicas e jogos. Hoje tenho o costume de usar tudo em inglês, meu celular, meu playstation e o windows.
Se eu fosse hoje aprender inglês eu buscaria fazer cursos online e aprender do básico ao intermediário, depois juntaria um dinheiro e faria de 6 a 12 meses de intercâmbio, acredito ser a melhor forma de aprender, o que normalmente se gasta nestas escolas de inglês do Brasil da para aproveitar muito mais com um curso em outro país que fale a língua nativa.
 

Silk

Prudens in loquendo est tardus
Registrado
Prezados, tenho amigo um que fez uma entrevista na Wise Up e disse que foi brutalmente atendido pelo recrutador.
O cara fez perguntas pra traçar um perfil psicológico dele e depois disso começou a dizer que ele não tinha força de vontade, que era indeciso, que precisa de um método que tenha pulso firme e que não deixe ele desistir, porque já aconteceu de um amigo dele (do vendedor) desistir do inglês e hoje ele está morando com os pais de novo pois foi despedido por não ter inglês e bla bla bla
Um método de venda super do bem, nada agressivo...
Mas, mesmo com o atendimento bizarro, o método parecia ser interessante.

Alguém já fez curso nessa escola e pode dizer se ele funciona mesmo? Fluência em 18 meses? Sem foco em gramática? As ameaças continuam?
A escola não promete fluência em 18 meses, na verdade eles tem uma metodologia focada em conversação cotidiana, desprendendo de lições e assuntos, que no geral, não valem tanto a pena ser focado, tornando o curso mais enxuto e objetivo.

Penso da seguinte forma: eu não entendo nada de regras gramaticais de português (somente regras mais simples), no entanto eu escrevo, falo e compreendo um texto minimamente bem somente com a vivência e imersão na língua. No inglês eu penso que seja da mesma forma.

Ah, eu não estudo/estudei nessa escola.
 

caos38th

Nibiru 2022
Registrado
Penso da seguinte forma: eu não entendo nada de regras gramaticais de português (somente regras mais simples), no entanto eu escrevo, falo e compreendo um texto minimamente bem somente com a vivência e imersão na língua. No inglês eu penso que seja da mesma forma.

Ah, eu não estudo/estudei nessa escola.
Pois então, fui ver como funciona uma aula deles. Basicamente é repetição. Você tem exercícios pra fazer em casa bla bla bla.
Chega na sala de aula, o foco vira conversação. Qndo eu fui, separaram a turma em duas equipes, expuseram uma ideia (que já vinha sendo estudada nos exercícios que deviam ser estudados em casa) e as duas equipes tinham que debater, defender um ponto de vista... parecia uma dinâmica de entrevista de emprego, bem pegada empresarial.

Não gostei muito. Pelo menos até onde vi, muito dos exercícios eram corrigidos ali rapidamente no estilo "isso tá certo, isso tá errado", sem se preocupar em falar "isso tá errado porque assim assim e assado". Eles colocam pessoas de dois níveis juntas, iniciantes e intermediários. Intermediários e avançados. A discussão em equipes fica praticamente dominada por quem no nível mais avançado e você praticamente não vê os iniciantes abrindo a boca...
Não é um método lá muito didático que quem escolheu pagar pra aprender inglês (e pagar caro, diga-se de passagem 700 por mês + 3600 de material didático)...

Acho que não vai rolar WiseUp. Obrigado pelas opiniões!

Uma coisa que eu também tive que passar pra fazer a aula experimental foi a entrevista e ela é tão brutal quanto me disseram que seria. Pelo que aprece, os vendedores são treinados para serem agressivos daquele jeito.
 

jr.pardal

Elfo no RGP do Geral [RIP]
Registrado
Pois então, fui ver como funciona uma aula deles. Basicamente é repetição. Você tem exercícios pra fazer em casa bla bla bla.
Chega na sala de aula, o foco vira conversação. Qndo eu fui, separaram a turma em duas equipes, expuseram uma ideia (que já vinha sendo estudada nos exercícios que deviam ser estudados em casa) e as duas equipes tinham que debater, defender um ponto de vista... parecia uma dinâmica de entrevista de emprego, bem pegada empresarial.

Não gostei muito. Pelo menos até onde vi, muito dos exercícios eram corrigidos ali rapidamente no estilo "isso tá certo, isso tá errado", sem se preocupar em falar "isso tá errado porque assim assim e assado". Eles colocam pessoas de dois níveis juntas, iniciantes e intermediários. Intermediários e avançados. A discussão em equipes fica praticamente dominada por quem no nível mais avançado e você praticamente não vê os iniciantes abrindo a boca...
Não é um método lá muito didático que quem escolheu pagar pra aprender inglês (e pagar caro, diga-se de passagem 700 por mês + 3600 de material didático)...

Acho que não vai rolar WiseUp. Obrigado pelas opiniões!

Uma coisa que eu também tive que passar pra fazer a aula experimental foi a entrevista e ela é tão brutal quanto me disseram que seria. Pelo que aprece, os vendedores são treinados para serem agressivos daquele jeito.
mas entrevista brutal em que sentido? o que falam?
 

RoniX

Member
Registrado
Fiz os 18 meses desse método.
Minha opinião:
Primeiramente acredito que se você já conhece um pouco além do básico do ensino médio e tem condição, faça um intercâmbio, a absorção de conhecimento será muito maior.
Se não tem condição de fazer o intercâmbio mas tem o conhecimento que eu citei, acredito que compensa fazer esse método porque vai praticar bastante e como você mesmo presenciou na sala, os alunos que já conhecem a língua conseguem se expressar bem durante a aula (fato que pude perceber também durante meu curso).
Agora se você vai começar do zero ou próximo disso, eu não recomendo esse método. Você vai acabar ficando apenas de ouvinte na sala enquanto os outros praticam.
 

caos38th

Nibiru 2022
Registrado
mas entrevista brutal em que sentido? o que falam?
Pelo menos na minha foi assim:
Você é atendido por um gerente de vendas para traçarem seu perfil e ver se você se encaixa no perfil da escola. / Minha primeira reação ali já foi "wtf", mas tudo bem até ai;
As primeiras perguntas são pra traçar seu perfil. Ele me perguntou até coisas como "você se considera confiante? (depois volto nisso), esforçado, diligente", bla bla bla
Nisso ele já pergunta: Se eu consegui conciliar seus horários e a forma de pagamento você vai fechar com a gente?
Eu disse que não, porque queria um método que funcionasse pra mim, por isso queria saber qual era o método usado na escola.
Ao que ele respondeu: "Então não tem porquê eu te atender, se você não vai fechar".
Eu respondi "tudo bem" e já estava levantando da cadeira.
Acho que ele percebeu que estava dando errado e me pediu calma e começou a falar do método. Achei melhor na teoria do que na prática. No final ele falou o preço. Vendo que eu não ia mesmo fechar naquele momento, ele falou que podia chamar o coordenador da escola, que poderia trabalhar num desconto especial, que ficaria até mal pra gerencia dele, mas tudo bem...

Sabe nego querendo empurrar curso à todo custo? Era ele.

Ah e antes de sair ele já jogou o "tudo bem então, essa proposta foi única e não posso garantir que você vai ter essa mesma oportunidade novamente, ok?".

Ok.

Agora se você vai começar do zero ou próximo disso, eu não recomendo esse método. Você vai acabar ficando apenas de ouvinte na sala enquanto os outros praticam.
Poisé, eu já até fiz curso convencional de inglês. Anos e anos numa sala. Mas meu amigo não sabe o básico e não tinha esse costume de consumir coisas em inglês (jogos, música), só que agora a perspectiva de um novo idioma parece atrativa pra vida pessoal e profissional também... Wise Up não ta parecendo que é o caminho pra ele...

Muito obrigado pela sua opinião!
 

Presida

Active Member
Registrado
Eu fiz inglês em duas escolas, uma quando tinha uns 13 anos e outra quando tinha uns 28 anos (tenho 32) ambos consegui uma bolsa (não vou entrar em detalhes nisso), só que antes eu aprendi um pouco de inglês jogando games (ficava com aquele dicionário inglês-português do lado o tempo todo) e quando fui pra primeira escola, os games me deram uma base ainda que rasa mas segura pra começar. Tive que parar e continuei a estudar sozinho através de músicas (ainda que não seja o inglês 100% correto pois musica tem licença poética) e seriados também, e depois adulto fiz inglês em outra escola também mas parei por causa da faculdade.
O que posso dizer da minha experiência é que as escolas ensinam aquele inglês com metodologia escolar bem devagar forçando o aluno a estudar por muitos anos e ter a impressão de que realmente está falando inglês fluente, diferente do inglês da vida real.
Estou estudando a opção de usar o italki (conversas com nativos) e também sigo canal do Mr.Teacher Paulo (recomendo demais)...o que recomendo é que tenham o máximo de imersão possível do inglês, em casa o notebook, tv, console, softwares, celular estão todos em inglês, leio alguns artigos em inglês no Medium ainda que eu não entenda 100%.
 

forsakkenSoul

No regrets in life. Just lessons learned.
Registrado
Pra quem é dedicado e gosta de estudar aprende inglês (e várias outras coisas) em casa sem gastar nenhum centavo ou bem pouco.
 

Usuários que estão vendo esse Tópico (Users: 0, Guests: 1)

Topo