- Publicidade -

OPINIÃO | Série de Halo acerta ao apresentar Master Chief de "cara nova"

Episódio 1 já está disponível no serviço de streaming Paramount+; novos episódios toda quinta-feira
Por Wikerson Landim 25/03/2022 12:30 | atualizado 25/03/2022 13:17 Comentários Reportar erro

Uma das franquias de maior sucesso da história dos games, Halo finalmente iniciou a sua jornada rumo à conquista de novos públicos. A adaptação da franquia em série de TV estreou nesta semana no serviço de streaming Paramount+.

Serão 9 episódios nesta primeira temporada – uma segunda já está confirmada -, liberados todas as quintas-feiras. Entre as muitas curiosidades que a série despertou no público, um detalhe acabou ganhando mais destaque até mesmo do que o primeiro episódio em si: a revelação do rosto de Master Chief.

A nova cara de Halo na TV

Steven Kane, cocriador da série Halo, foi taxativo em suas entrevistas: evitou simplesmente adaptar trechos do jogo para a série.

“Nós não olhamos para o jogo. Nem falamos sobre o jogo. Falávamos dos personagens e daquele universo. Então nunca me senti limitado por aquilo ser um game.”

De fato, muito do que conhecemos de Halo é reconhecível nos primeiros minutos do primeiro episódio. Os Spartans, a UNSC e, claro, Master Chief e sua equipe. Porém, as referências terminam por aí. Halo, a série, desenvolve um arco próprio a partir de então – o que parece ser uma decisão acertada nesse primeiro momento.

É emblemática a cena em que Master Chief tira o capacete e, finalmente, conhecemos seu rosto – o bom ator Pablo Schreiber é quem faz o papel principal. Sem spoilers, mas se trata de um momento de reflexão no qual os objetivos do personagem são repensados. Não é nada que vimos até então em nenhum dos jogos e simbolicamente essa pode ser considerada uma “passagem de bastão”: o que vimos nos jogos acaba aqui, o que veremos a partir de agora é um novo universo se desenrolando com vida própria.

“A decisão de remover o capacete do Chief não foi uma decisão feita tranquilamente, nem foi uma decisão precipitada que tomamos quando nos propusemos a fazer a série. Dito isso, sempre foi nosso objetivo que a série entregasse uma experiência diferenciada dos jogos, e não uma cópia de carbono”, destacou Kiki Wolfkill, produtora executiva da série.

Muito potencial de desenvolvimento

A série Halo aposta em um plot que não é original, mas utiliza elementos do game em diversos momentos para fazer referências capazes de atrair os fãs. Além de armas e personagens, temos o uso da câmera em primeira pessoa, colocando o espectador no centro da ação em algumas batalhas.

As batalhas iniciais no ataque Covenant se mostram sanguinárias o bastante para justificar uma classificação etária mais alta – 16 anos, no Brasil. De resto, vemos intrigas políticas, com instituições governamentais colocando seus próprios interesses à frente de liberdades pessoais e vidas humanas.

- Continua após a publicidade -

Mais do que “a mais letal máquina de matar já criada”, é bem provável que o espartano assuma um outro papel aqui, sendo protagonista não apenas pela sua capacidade de combate, mas também de um arco que justifique sua luta.

Apesar do bom primeiro episódio, confesso que senti ainda que muitas pontas soltas ficaram no ar. Talvez, se a Paramount+ tivesse optado por liberar dois episódios no lançamento seria mais fácil estabelecer as bases do roteiro que se desenvolverá ao longo da temporada.

Em resumo: Halo, a série, atendeu as minhas expectativas até aqui nessa adaptação – ou readaptação, podemos assim dizer. Vamos torcer para que o roteiro siga esse bom caminho daqui por diante e não recaia em soluções simples como mero fan service ou batalhas intermináveis apenas para demonstrar CGI. A sensação que fica é que há uma boa história para ser contada vindo por aí. E aí, vocês gostaram do primeiro episódio de Halo?

Halo é uma série exclusiva da Paramount+. Novos episódios vão ao ar toda quinta-feira, a partir das 5h.

Halo: primeiro episódio da série já está disponível no Paramount+

Halo: primeiro episódio da série já está disponível no Paramount+
Serão ao todo 9 episódios na primeira temporada, que serão lançados semanalmente

Assuntos
Tags
  • Redator: Wikerson Landim

    Wikerson Landim

    Jornalista desde 2003 e atual Editor dos sites Adrenaline e Mundo Conectado. Em quase duas décadas, foi editor de diversos sites de tecnologia, games e entretenimento, além de produtor de conteúdo para sites corporativos. Nas horas vagas, assume o volante para dirigir caminhões no Euro Truck e em todos os jogos de corrida que surgirem pela frente.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.