MINECRAFT DUNGEONS quer colocar gerações diferentes de jogadores para jogar juntos

Minecraft para os mais jovens e Diablo para os veteranos - será que funciona?
Por João Gabriel Nogueira 09/04/2020 10:02 | atualizado 09/04/2020 10:03 Comentários Reportar erro

Gears Tactics não é o único spin-off de uma grande franquia da Microsoft chegando com um gameplay bem diferente em breve. Mas, diferente do próximo Gears que mira num nicho específico, Minecraft Dungeons quer encontrar a maior quantidade de jogadores possível para seu RPG de ação baseado no universo de Minecraft. A Microsoft mais uma vez nos convidou para assistir a uma live restrita mostrando o que esperar de seu lançamento, então trazemos aqui nossas impressões sobre o que foi visto!

1 - Uma campanha propriamente dita

Minecraft Dungeons traz uma campanha com uma história completa, com começo, meio e fim. Só que o enredo principal não vai ser dos mais longos, porque, segundo os apresentadores da live, dá pra terminar a história central do game em mais ou menos 5 horas se você seguir reto apenas nas missões principais.

Claro que, para este formato de jogo, a busca por loot e caminhos secretos é onde mora a verdadeira diversão, então os devs na Mojang esperam que suas horas de diversão se baseiem mais nisso também. Até porque tentar seguir apenas reto pode não deixar seu personagem forte o suficiente para alguns dos chefes mais difíceis.

Falando em dificuldade, aliás, o nível é ajustável a qualquer momento antes de entrar numa missão ou numa dungeon, e a quantidade de inimigos muda dependendo da quantidade de jogadores.

2 - Minecraft é pra todo mundo

Um dos aspectos mais interessantes deste spin-off é como ele pode unir gerações diferentes de jogadores. Isso é algo que o pessoal experimentando o jogo na BGS 2019 chegou a comentar com a gente e que foi dito novamente durante a live, o fato de termos um jogo que pode chamar a atenção não só dos mais jovens fãs de Minecraft, mas também do pessoal das antigas, fãs de Diablo.

- Continua após a publicidade -

Mas, para atrair todo mundo, é necessário um balanceamento preciso entre a simplicidade e o complexo no gameplay. Simples demais deixa sem graça pra quem quer um gameplay mais variado e estratégico e complexo demais pode afastar jogadores muito jovens ainda pra se interessar em passar mais de meia hora num menu de equipamentos. E Minecraft Dungeons parece ter encontrado um meio termo interessante nesse aspecto, como explico a seguir.

3 - Você pode mudar sua build a qualquer momento

Minecraft é sobre construir coisas e Minecraft Dungeons é sobre construir seu personagem. Diferente de outros RPGs do estilo, como Diablo que foi nitidamente uma inspiração, aqui você não escolhe uma classe antes de começar o game. O estilo de jogo do seu herói é determinado unicamente pelo equipamento dele, que pode mudar a qualquer momento que o jogador quiser.

As armaduras são sets completos e as habilidades são determinadas por "artefatos", com os mais variados efeitos. Você pode ainda liberar "mods" pra cada um desses artefatos pra torná-los mais poderosos e esses efeitos se combinam com outros possíveis de suas armas ou armaduras. Por exemplo, se o seu arco dispara três flechas de uma vez e você usa um artefato que transforma suas flechas em foguetes no próximo tiro, você vai disparar três foguetes de uma vez. Essas combinações entre efeitos de armas, armaduras e artefatos oferece bastante variação do que pode ser feito em termos de gameplay e dá pra trocar tudo de uma vez a qualquer momento, já que depende tudo do equipamento.

4 - Ficar overpowered é divertido

O sistema de build baseada em equipamentos que somam seus efeitos serve também pra tornar o loot mais interessante, porque o jogador nunca sabe como um novo artefato ou arma encontrado vai interagir com o que ele já tem equipado. O game incentiva o fator replay liberando novas dificuldades depois que você zera e oferecendo loots melhores em níveis maiores de dificuldade.

- Continua após a publicidade -

Os mapas são gerados "mais ou menos" aleatoriamente. Há diferentes temas de cenários que vão determinar a estética e os tipos de inimigos que aparecem, e as missões não mudam, mas o layout da dungeon e o loot que aparece vai ficar diferente a cada jogada.

Essas misturas de loot e equipamentos podem realmente deixar seu personagem overpowered, mas Minecraft Dungeons abraça isso. "Ficar overpowered também é divertido", declararam os devs do game. Então aqui pesa muito lembrar que o jogo não tem microtransações!

5 - Não dá pra construir nada?

A minha maior dúvida depois de jogar Minecraft Dungeons na BGS e de assistir à live é se realmente não dá pra construir nada no game, o que me parece uma oportunidade perdida. 

Há uma espécie de hub no jogo, onde você pode interagir com os outros jogadores e, conforme avança no game, dá pra fazer algumas mudanças nesse cenário e liberar novidades. Mas não foi mostrado nada que seja possível realmente construir, a mecânica chave do game principal. Claro que não espero uma mecânica igual neste spin-off - a proposta é outra - mas pelo menos a possibilidade de fazer uma coisa ou outra na sua hub seria bem-vinda e faria muito sentido.

Vamos ter que aguardar o lançamento, que acontece no dia 26 de maio para PC, Xbox One, PS4 e Switch.

  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.