Férias Indie: PARTY HARD - estratégia e uma pitada de humor negro num jogo único

Este é o último fim de semana das férias, momento em que é indispensável festar duro! E é por isso que fechamos nosso segmento Férias Indie com a dica da semana 4 que é Party Hard, um jogo muito único que mistura estratégia, furtividade e uma dose saudável de humor negro.

a dica da semana 4 é Party Hard

Visão geral

Em Party Hard o jogador assume o papel de um psicopata que tem como maior objetivo de vida acabar com as festas dos outros. E a melhor solução dele pra isso é matar todos os festeiros, é claro. 

Cada fase do jogo é um cenário com um número específico de pessoas para serem eliminadas. O jogador pode usar diferentes armadilhas e interações com o cenário, além de contar com sua confiável e tradicional faca. Os assassinatos devem ser feitos de maneira furtiva porque festeiros assustados podem chamar a polícia ou se juntarem para bater no protagonista, coisas que resultam em game over.

Existe uma história que é contada na forma de um narrador entre as fases, num estilo sério que é nitidamente uma sátira e casa perfeitamente com o jeito do jogo.

Por que vale a pena?

Assim como os outros jogos que recomendei durante as Férias Indie, Party Hard chama a atenção logo de cara pela sua originalidade. O jogo tem um estilo bem diferente, é divertido descobrir as interações com o cenário e algumas vezes dá até pra arrancar algumas risadas do jogador. Ele tem uma boa duração e é um tanto desafiador, aumentando o número de horas que vale a pena investir nele.

O jogo conta também com outros personagens além do protagonista que vão sendo liberados, aumentando seu valor de "replay". 

Onde eu jogo?

Party Hard pode ser encontrado em quase todas as plataformas possíveis, saindo na Steam por R$ 26; na PSN por R$ 39,9; na Xbox Live por R$ 25; na Google Play por R$ 3,29 (versão "Go") e na App Store por US$ 0,99 (versão "Go").

Party Hard

Preços

Preço no lançamentoR$ 25,99

Características

Gênero|Puzzle||Party||Furtivo|

  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O quanto você valoriza a localização de um game?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.