Cadê disputa? A divisão de AMD e Nvidia na nova geração

Já completamos alguns meses desde o lançamento das novas microarquiteturas Polaris e Pascal, da Nvidia e AMD. Enquanto o lado vermelho da força estreou nos 14 nanômetros FinFET no dia 29 de junho, através do lançamento da Radeon RX 480, o lado verde da força deixou o mundo brincar com a GeForce GTX 1080 e seus 16 nanômetros FinFET ainda antes, no dia 16. Pro lados das Radeons, novos chips Polaris foram lançados, incluindo a Radeon RX 470 e 460, enquanto a Nvidia também lançou placas mais modestas, as GTX 1070 e 1060. Sabe o que está faltando? Disputa.

O que é a tecnologia FinFET das novas placas de vídeo de AMD e Nvidia?

Para exemplificar o que digo, basta ver esse benchmark:

 

Olhando os resultados da nova geração de placas Polaris e Pascal, parece até que estamos vendo o line-up de uma empresa só, estrategicamente distribuído para atender os múltiplos perfis de consumidores. Até a escalada de preço respeita a ordem desse gráfico. 

Qual é melhor: GeForce GTX 1060 x Radeon RX 480?

Meses depois do lançamento dos primeiros produtos, ambas as arquiteturas só se encontraram na disputa entre a RX 480 e a GTX 1060, confronto que em nossa análise resulta em... um empate.

Nesse "Tratado de Tordesilhas" entre as duas empresas, a Nvidia parece se recusar a disputar o mercado de entrada, com um ou outro rumor falando de uma GTX 1050, enquanto a AMD tem dado cada vez mais indícios que as placas de vídeo Vega, as que trariam a empresa de volta a disputa do segmento de alto desempenho, são assunto para 2017.

- Continua após a publicidade -

Para as duas empresas essa divisão está excelente, algo que ficou bastante claro com a falta das novas placas nos primeiros meses no mercado. Para nós... aí a história é outra. Já não é o melhor dos mundos termos um duopólio, pior ainda quando (deliberadamente ou não) as únicas duas empresas ficam se evitando. Parece que só com uma Vega capaz de bater a GTX 1080 que a Nvidia vai se mexer para colocar a GeForce GTX 1080 Ti no mercado, e só com uma eventual GTX 1050 é que a AMD vai cobrir aquele buracão entre a RX 460 e 470, em termos de desempenho. Para nós, quanto mais disputa, melhor!

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.