E3 2016: 5 games que fizeram falta no maior evento de games do mundo

A E3 2016 nos mostrou uma avalanche de novos games! E aposto que todo mundo já criou uma listinha com os jogos que pretende se divertir nos próximos meses. Mas como costuma acontecer em qualquer evento, sempre têm aqueles games que ficam de fora do show, criando nos jogadores, eu incluso, um vazio inquietante pela falta de novidades. Abaixo estão os 5 games que me deixaram carente pelas expectativas frustradas de não receber qualquer tipo de informação concreta na maior feira de games do mundo. :/ 

E3 2016: Cobertura Adrenaline

E3 2016: 55 trailers imperdíveis

E3 2016: trailers de jogos fora das conferências

  • KINGDOM HEARTS III (Square Enix)

Está de brincadeira comigo, Square Enix? Não há justificativas para não comentar absolutamente nada de "Kingdom Hearts III" na E3. Com os lançamento de "Deus Ex Mankind Divided" e "Final Fantasy XV" marcados, respectivamente, para 23 de agosto e 30 de setembro, por que não mostrar qualquer novidade do RPG? Tudo bem que quem esperou quase 10 anos pelo anúncio oficial pode esperar mais alguns anos extras para jogar. Mas, poxa, nem mesmo uma janela aproximada de lançamento? Mancada com os fãs. Enquanto isso, o título segue em desenvolvimento para PS4 e XOne.     


  • RIME (Tequila Works)

Produção independente da Tequila Works, "Rime" apareceu pela primeira vez na GamesCom de 2013 e logo me conquistou: estética lindíssima, trilha sonora emocionante e mecânica que parece explorar o que há de melhor na jogabilidade do clássico "Ico". Desde então, não existe nenhuma informação quanto ao progresso do desenvolvimento do game, que recentemente deixou de ser da Sony e pode ser lançado em outras plataformas além do PS4. Defendo a ideia de que jogos exclusivos são as principais armas para criar uma identidade para um console e, principalmente, para turbinar vendas. Mas se for para escolher entre o cancelamento e jogar, que todo mundo possa se divertir igualmente e compartilhar experiências inesquecíveis. :) 


  • BEYOND GOOD & EVIL 2 (Ubisoft)

Alguém me explica a razão de cozinhar um projeto por tanto tempo? A menos que a produtora esclareça a questão por problemas no desenvolvimento, como aconteceu com "The Last Guardian", só quero entender por que "Beyond Good & Evil 2" ainda não recebeu, até hoje, nenhuma novidade substancial além do trailer acima desde que foi anunciado pela primeira vez, em 2008. O game é a sequência direta do icônico jogo de aventura, lançado em 2003, que misturava fantasia e ficção científica com combates peculiares e uma das protagonistas mais marcantes no mundo dos games. #VoltaJade

- Continua após a publicidade -

  • DEEP DOWN (Capcom) 

Alguém ainda se lembra de "Deep Down"? Acho que mais nem a Capcom lembra que anunciou o jogo em 2013. Com uma pegada que remetia à franquia "Dark Souls" e uma engine poderosa que mostrava gráficos incríveis e dragões bastante realistas, o RPG de ação nunca mais apareceu em nenhum evento relevante. Existem informações de que o projeto continua em desenvolvimento, mas não há absolutamente nenhuma evidência de que o título um dia verá a luz do dia. Ainda mais levando em conta que boa parte dos esforços da produtora agora estão concentradas em "Resident Evil 7" e no remake de "Resident Evil 2".   


RED DEAD REDEMPTION 2 (Rockstar)

Como sentir falta de algo que nem se sabe realmente se vai existir? Meu caso com "Red Dead Redemption 2" é mesmo emblemático: é a mistura de um sentimento profundo marcado por uma das experiências em mundo aberto mais completas que joguei na geração passada com a curiosidade e empolgação de saber do que a Rockstar é capaz de fazer com uma possível sequência. Principalmente quando me lembro do nível altíssimo de produção e de evolução de interação na mecânica trazido por "Grand Theft Auto V". Não me importo se for um "Redemption 2" ou algum título da saga "Red Dead", mas acho que já passou da hora de jogarmos novas aventuras inesquecíveis no Velho Oeste nos moldes da principal franquia da produtora.    


De quais games vocês mais sentiram falta na E3 2016, galera? 

Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.