Sugestão do Tio João no Feriadão: Lunar: Silver Star Story Complete

Nesse ano vamos ter um feriado bem grande de PÁscoa, emendando com Tiradentes ali na segunda... Tanto tempo de folga assim exige um jogo digno para preencher o descanso merecido dos gamers trabalhadores e é por isso que, dessa vez, vou tirar a moeda mais valiosa que tenho no meu baú de memórias para sugerir ao povo: Lunar: Silver Star Story Complete.

Quem acompanha o site hÁ algum tempo jÁ deve ter me visto mencionar esse jogo pelo menos umas duas vezes em vídeos (e falei do excelente Nall em uma coluna). O motivo é muito simples: Lunar é o RPG que mais gosto e um dos meus jogos preferidos, em qualquer gênero. A história é incrível, os personagens são cativantes e a trilha sonora e dublagens são excelentes, muitíssimo acima do que se via na época de seu lançamento. Os grÁficos não são lÁ essas coisas, mas são facilmente compensados pelas lindas artes do jogo e pelas sequências de animação.

O jogo conta a história de Alex, um rapaz de uma pequena cidade que sonha em ser um Dragonmaster. Para isso ele precisa ser reconhecido pelos quatro dragões e passar pelas suas provas. Claro que, como em todo RPG, muita coisa vai acontecer durante sua jornada e Alex vai descobrir o que realmente significa ser um Dragonmaster e o que é necessÁrio para ser um herói. E em seu caminho de se tornar, não só um guerreiro, mas também um adulto, o jogador vai acompanhar o protagonista enquanto ele conhece diversos novos personagens, com personalidades distintas e incrivelmente cativantes. Jogar Lunar e ficar realmente imerso pelo jogo é como estar entre amigos.

O sistema de batalha do jogo também é bastante satisfatório. Apesar de exigir um certo "level griding" de vez em quando (aquela coisa de ficar lutando com inimigos fracos para juntar levels antes de um chefe), que eu detesto, as lutas no game são divertidas e ajudam o jogador a não morrer de tédio nessas horas. Além disso, as magias geram falas dos excelentes dubladores, como a Luna quando canta com sua linda voz para curar algum personagem.

É difícil dizer exatamente o que Lunar tem de tão especial. O game, como um todo, é extremamente cativante e acaba conseguindo um lugar de carinho nas memórias dos jogadores que experimentaram e curtiram. Por isso, nesse feriadão, por que não revisitÁ-lo ou conhecê-lo? Fica essa minha dica da vez e até a próxima!

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.