Games de heróis: 6 wins e 4 fails históricos

Esse mês teremos o lançamento de Batman: Arkham Origins, terceiro game na franquia de games de heróis que talvez seja a melhor jÁ feita. Pensando nisso, por que não fazer uma recapitulação rÁpida? A lista a seguir traz 6 jogos que valem muito a pena e 4 jogos que foram fracassos no mundo dos heróis. A ordem é meramente cronológica, não estou fazendo um ranking de melhores ou piores. E para os jogos "fail" não contei nenhum que tenha sido baseado em filme, porque jogos baseados em filmes, historicamente, têm enormes chances de serem horríveis, então a concorrência seria desleal... Por fim, vale lembrar que isso é uma coluna, então essa lista se baseia apenas na minha opinião e experiência, não hÁ método científico, nem nada. Então vamos a ela. Para baixo e avante!


WINS

Wolverine: Adamantium Rage (1994)

"I'm the best there is at what I do, and what I do isn't very nice."
- Wolverine

Exatamente. Quem melhor que o Wolverine para um jogo de andar e cortar tudo que aparece em seu caminho? Wolverine: Adamantium Rage foi lançado para o Mega Drive e Super Nintendo e foi nesse segundo console que o jogo mais brilhou. É o primeiro game protagonizado pelo mutante canadense cheio de adamantium que conseguiu captar o quanto badass esse cara realmente é.

O Sr. "Arma X" também não estÁ nada mal em X-Men Origins: Wolverine, mas pela nostalgia e visual completamente saído dos quadrinhos, é o Adamantium Rage que vem pra lista. Isso sem mencionar o nome... O jogo tem "fúria" até no nome! Nada mais Wolverine que isso.

- Continua após a publicidade -

X-Men: Children of The Atom (1994)

"Now you will understand the true meaning of power!"
- Magneto

Falando em variedade de personagens, como deixar de mencionar X-Men: Children of The Atom? Baseado no arco dos quadrinhos mais icônico dos personagens (que originou a série clÁssica na TV), esse arcade não é só um excelente game de luta, mas também determinou a base de todos os "vs" seguintes da Marvel com a Capcom. AliÁs, ele tinha até um segredo para jogar com o Akuma (Gouki)! O game foi lançado primeiro nos arcades e depois para Sega Saturn, PC e Playstation.


Muita nostalgia e algumas bolhas nos dedos colocam esse jogo com folga na lista. E o Juggernaut aqui realmente mostra o que significa ser "unstoppable!".


- Continua após a publicidade -

Spider-Man 2 (2004)

"Give it to me straight. Do I look fat in these tights?
- Spider-Man

Esse é facilmente o melhor jogo do Homem-Aranha jÁ feito. E é baseado num dos filmes, o que torna a conquista mais surpreendente ainda! Bastante focado na "navegação" do super-herói, o game conseguiu tornar uma diversão sem fim explorar a ilha de Manhattan (que aliÁs, é em mundo aberto) usando seus poderes aracnídeos. E hÁ muitos segredos para serem descobertos assim. O combate deixa um pouco a desejar, mas esse game conseguiu também, pela primeira vez, uma boa simulação do poder do "sentido aranha", que permite ao jogador se esquivar rapidamente de alguns ataques.

Numa comparação extremamente forçada, dÁ pra dizer que esse é o "GTA do Homem-Aranha", e realmente é mais divertido balançar pela cidade e fazer bagunça do que realizar algumas das missões... Ainda assim, digno de estar presente aqui. Foi lançado no Playstation 2, Xbox, PC e GameCube.


The Punisher (2005)

"Heeey, it's that 'Finisher' dude... Maybe we should hide?"
- Drogado no sofÁ

Saindo da vida alegre de se balançar pelos prédios com roupa coladinha e aprontar algumas "marotices", chegamos ao mundo sombrio de The Punisher, o Justiceiro. Um dos personagens mais violentos da Marvel, Frank Castle ganhou um game à altura de seus métodos. Jogo, aliÁs, que foi parar no nosso Top 10 dos mais violentos.

O sistema de mira não é lÁ essas coisas e a inteligência artificial chega a ser risível às vezes, mas o jogo é diversão garantida com sua mecânica de interrogatórios e "special kills". Isso sem falar em participações especiais da Viúva Negra e do Homem de Ferro, com direito a uma fase completa numa das indústrias Stark. Grande momento.


Batman: Arkham Asylum (2009)

"Welcome to the madhouse, Batman!"
- Coringa

Claro, desde o título você jÁ sabia que esse game estaria na lista. Ainda que Arkham City tenha conseguido incrivelmente superar seu antecessor, é Arkham Asylum que fica listado aqui por ter sido o primeiríssimo game do Batman digno do seu nome. E não é só o primeiro bom game do Homem-Morcego, é um ótimo jogo por si só. Sólida história, atuações impecÁveis dos dubladores e a mecânica do combate que impressionou a crítica e os jogadores.

Foi em Arkham Asylum que os gamers tiveram a chance de, pela primeira vez, depois de vencer dez inimigos no corpo a corpo sem ser atingido, ou depois de limpar uma sala inteira sem nunca ter sido visto, parar e dizer com gosto... I'm Batman. Lançado para PS3, Xbox 360, PC e MAC.

E tem uma anÁlise aqui no Adrena!


Injustice: Gods Among Us (2013)

"You DARE?"
- Superman

Dos desenvolvedores de Mortal Kombat, sai um game que finalmente conseguiu juntar um punhado de heróis da DC numa história bastante interessante, com uma mecânica divertida. História, aliÁs, que rendeu um ótimo gibi "pré-game". Apesar de apelar pro maior clichê possível das outras dimensões e etc, é muito legal ver um Superman malvadão e os heróis tendo um motivo real para trocar umas porradas, com designs completamente novos de uniformes.

Uma das DLCs, para minha alegria, ainda colocou o Lobo na bagunça, fazendo desse o primeiro jogo com o "main man". Serve pra segurar enquanto eu espero um jogo solo dele (que no fundo eu sei que nunca vai sair).



FAILS:

Fantastic Four (1997)

Saxofone. Essa é a primeira coisa que vem à minha cabeça quando lembro desse game e, convenhamos, um jogo do Quarteto FantÁstico não deveria lembrar ninguém de saxofones. Mas a trilha sonora completamente maluca e fora de contexto desse jogo era uma espécie de jazz que impossibilitava a imersão. Não bastasse as animações toscas e a jogabilidade sofrível, que jÁ atrapalhariam o suficiente.


O jogo tem ainda a She-Hulk e ninguém explica porquê... Saiu só para o Playstation.


Superman 64 (1999)

De todas as ideias possíveis para se imaginar um game do Superman, e mesmo levando em conta as limitações da época, eu gostaria de saber quantas pessoas pensariam que um jogo que se passa num mundo de realidade virtual seria uma boa. Parece até piada, e não é por acaso que figura no nosso Top 10 dos piores games de todos os tempos.

O jogo te dÁ o controle do homem mais poderoso do planeta e uma missão: voar através de arcos. E com os controles de voo presentes qui, você pode ter certeza que o desafio estÁ garantido! Como o nome sugere, saiu para o Nintendo 64 apenas.


Gotham City Racer (2001)

Seguindo o rol de ideias bizarras, porque não fazer um game de corrida do Batman? Ok, não é um jogo de corrida propriamente dito, é mais de direção e parece uma boa assumir o Batmóvel... Mas deu tudo errado e o resultado pode ser visto abaixo.

Dispensa comentÁrios. Só passou vergonha no Playstation.


Deadpool (2013)

TÁ, eu sei, esse jogo nem é tããão ruim assim... Mas ele ganhou o cantinho dele aqui nos "fails" por causa da hype criada em torno dele e da tamanha frustração que foi o resultado final. A High Moon, desenvolvedora, estava com a credibilidade em alta depois de War for Cybertron e conseguiu emplacar até o cotadíssimo Nolan North para dublar o anti-herói mais famoso do momento.


Deadpool, atualmente, é um dos personagens mais populares da Marvel e dada sua ampla gama de habilidades e personalidade enlouquecida, é possível imaginar um game divertidíssimo. Infelizmente o que ganhamos foi um hack'n'slash genérico que jÁ estÁ a caminho do esquecimento e o ano nem acabou ainda... Saiu no PS3, Xbox 360 e PC. E a gente tem anÁlise!

BONUS!

Abaixo mais um "win" e um "fail" que não se encaixavam bem nas regras da lista, mas eu precisava mencionar.

Win: Transformers: War for Cybertron (2010)

Quero começar dizendo que sou fã de Transformers, então me julguem. Mas o game, apesar de ser excelente só pra quem gosta do universo, ainda é um tiro em terceira pessoa bem sólido mesmo pra quem não liga muito para os cybertronianos, com direito a um multiplayer divertidíssimo e competitivo.

O game estÁ aqui no bônus porque é difícil considerar Transformers super-heróis, mas eles têm quadrinhos, séries, filmes, etc... E a coluna é minha, então tÁ aqui e pronto. :)

O game saiu para as melhores plataformas: PS3, Xbox 360 e PC.

Fail: Batman Forever (1995)

Esse é um dos piores jogos que jÁ joguei em toda a minha vida. Até hoje quero a grana do aluguel da fita de volta. Ele não entrou na lista porque é baseado no (péssimo) filme de mesmo nome do herói, mas simplesmente não podia deixar de ser mencionado. As animações são toscas, a mecânica é um Mortal Kombat piorado e os inimigos são todos iguais. Pense num Mythologies: Sub-Zero mais sofrível ainda.

Esse game humilhou o Batman no PC, Super Nintendo e Mega Drive.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.