5 coisas que a Microsoft precisa resolver no Windows Phone

Quatro meses depois de deixar o Android e partir para o Windows Phone, jÁ estou passando da fase "tudo é lindo" para uma "fase mais madura do relacionamento" com o smartphone, aquela em que começamos a perceber claramente as falhas no nosso novo gadget.

 Imagens vazadas da suposta versão 8.1 do Windows Phone resolvem alguns dos problemas listados

As principais qualidades que percebi no WP8 em relação ao Android 4.1.1 (usava um Milestone 2 com CyanogenMod) foi a agilidade do sistema, mas também esbarrei em limitações evidentes do sistema. Vou juntar aqui algumas coisas que a Microsoft precisa melhorar no sistema, do meu ponto de vista, se pretende mesmo chegar aos "dois digitos" de participação no mercado de smartphones.

1- Os blocos precisam ser realmente atualizados

Um dos primeiros impactos da plataforma Windows Phone é que não hÁ uma central de notificações, onde todas as novidades do smartphone sejam agrupadas, como mensagens, e-mails e ligações. Apesar desta ausência, em tese isto não é problema na interface Modern, afinal os blocos das aplicações que realmente importam estão em nosso menu principal, exibindo um número com suas novas notificações. Ao menos, na teoria...

A verdade é que se tirarmos os principais apps do sistema, como mensagens, ligações e e-mails, outros blocos com aplicativos como Facebook, Twitter e Whatsapp são atualizados com uma frequência desastrosa. É muito comum demorarem muito para avisar que hÁ algo novo, exibirem um número errado e desatualizado e, muitas vezes, a atualização acontece apenas por você abriu o programa e, enfim, foi feito o "refresh" dos dados nele. Este problema, por sinal, remete ao nosso segundo ponto chave:

- Continua após a publicidade -

2- O funcionamento dos aplicativos em segundo plano é confuso

Existem aplicações que, apesar de não estarem abertas, precisam continuar operando para que façam sentido. Um bom exemplo é o WhatsApp, que precisa esporadicamente verificar se alguém enviou uma mensagem nova. No Windows Phone, porém, seu funcionamento é duvidoso, e muitas vezes só são baixadas as mensagens quando abrimos o aplicativo, ou com um atraso muito grande. HÁ uma opção para ativar o funcionamento de apps em segundo plano, mas nem todos os aplicativos figuram por ali, e também não são todos que passam a funcionar corretamente após ser permitido seu "funcionamento escondido".

3- Nem sempre "dÁ para voltar" com o botão voltar 

A interface do Windows Phone possui três botões, sendo dois úteis: o botão voltar, o botão do menu iniciar e umalupa que abre o Bing, na qual as vezes você bate sem querer. O botão voltar sempre retorna a tela anterior, mas nem sempre é exatamente isto que tínhamos em mente quando queríamos "voltar".

Um exemplo: estava nas mensagens do app do Facebook. Bati acidentalmente o botão menu iniciar, e abri novamente o app do Facebook.  Consegui acompanhar os passos? Ok, agora imagina que quero voltar para a home do app do Facebook, o que eu aperto? Não, o botão voltar manda você para a tela anterior, que neste nosso caso é o menu iniciar.

Nesta conjuntura, falta aos aplicativos do WP um botão para "voltar para tela anterior do programa", e não a tela anterior de todo "nosso histórico de navegação" no sistema.

- Continua após a publicidade -

4- Multitarefa não deixa claro quais programas estão "realmente abertos"

Pressionando o botão voltar por alguns segundos, abrimos o "multitarefa" do Windows Phone. E hÁ um bom motivo para as aspas, pois como acontece no Android, esta interface não mostra exatamente os programas abertos, e sim uma mistura de apps rodando com o seu histórico de aplicações abertas. Basta bater em um app que você não utilizou por um longo período para que surja a tela "Retomando...", o que nos mostra que ele não estava mais executando, e sim "congelado".

E diferente do sistema da Google, nem podemos fechar eles pela tela do "multitarefa": é preciso ficar pressionando o botão voltar repetidas vezes, até sair completamente do aplicativo. Caso você tenha acessado outro app no meio do caminho, o voltar acabarÁ te encaminhando para ele, ao invés de fechar a aplicação que você deseja. Resumindo: muitas vezes é o sistema mesmo quem vai acabar fechando ele, seguindo sabe-se lÁ qual critério para fazê-lo.

Neste aspecto, o único sistema que me parece gerenciar de forma clara as aplicações, e o multitarefa, é mesmo o BB 10.

5- Sim, ainda falta aplicativos. E quando tem, é ruim.

Meu último tópico chove no molhado. O Windows Phone ainda sofre de uma séria deficiência nos apps, com ausências marcantes como o Instagram e o Waze, e pra piorar, alguns até estão presentes, mas a sua qualidade é sofrível. Quem teve acesso aos apps do Facebook e WhatsApp, em suas versões para Android e iOS, chega a lamentar o que vê na plataforma da Microsoft. E o BB 10, que é até mais novo que o Windows Phone 8, tem alguns aplicativos que faltam ao sistema WP, caso do próprio Waze.

Estes são as defeitos que, na minha opinião, colocam o Windows Phone em uma situação delicada frente aos concorrentes, com falhas na usabilidade que confundem seus usuÁrios. Ele ainda não passa uma impressão de "um sistema maduro" algo jÁ presente no iOS, e no Android desde sua versão Ice Cream Sandwich.

Um detalhe: temos a discórdia instaurada na redação, jÁ que @zehuntemann acha que uma central de notificações faz sim falta ao Windows Phone. JÁ plantamos polêmicas suficientes, agora a caixa de comentÁrios é de vocês para para concordar (ou não) com os pontos que levantei. Quem sabe, alguém aí não notou outra falha que eu deixei escapar? 

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.