Em Watch Dogs, Parapazzi é coisa do passado

Watch Dogs surpreendeu o mundo dos gamers quando foi apresentado na E3 do ano passado, e também no anúncio do Playstation 4 em fevereiro, quando foi mostrado um vídeo inédito. Mas muitas perguntas ficaram sem respostas, dentre elas se ele de fato serÁ em um mundo aberto ou se as missões serão lineares.



Nas últimas semanas, muitas informações foram divulgadas. O jogo usa uma mecânica praticamente idêntica à do Assassin's Creed, até porque é a mesma produtora, a Ubisoft Montreal. Até mesmo algumas partes visuais são semelhantes, como a identificação dos transeuntes, as informações que aparecem na tela que usam os mesmos traços e fontes, as animações do personagem correndo, pulando e escalando, além de outros pequenos detalhes. Isso é ruim? Eu diria que não, até porque Assassin's Creed é uma franquia de sucesso, que a cada edição inova no quesito jogabilidade e ambientação.

Em Watch Dogs o jogador serÁ livre para fazer o que quiser. Apesar dele ter missões, o jogador poderÁ "procurar" o que fazer nas centenas de câmeras espalhadas pela cidade através do seu smartphone. Ou seja, ele poderÁ "alternar" entre as câmeras desde que uma focalize a outra. Isso quer dizer que para ele poder "pular" de câmera em câmera, ela terÁ que estar no campo de visão da câmera anterior. Isso é bem interessante, porque Aiden Pearce poderÁ observar um crime em andamento e salvar a vitima, ou simplesmente assistir e ignorar o crime.

Além disso, Aiden poderÁ usar esse artifício das Câmeras para entrar em vÁrios lugares, observar a vida das pessoas, saber onde estão ocorrendo crimes. Ou seja, ficarÁ a cargo do jogador definir o que fazer em Chicago, cidade onde o game é ambientado.

{break::Parte #2}Na verdade, qualquer coisa eletrônica poderÁ ser controlada por Aiden, desde sistemas de bloqueios que existem nas ruas de Chicago, até desativar alarmes ou ligar aparelhos. Teoricamente isso cria uma liberdade imensa, com possibilidades infinitas.


Outro detalhe interessante é que a Ubisoft Montreal entende que cada pessoa presente no game não é apenas um "boneco" sem vida, um script fixo, sem identidade. Ao contrÁrio de qualquer jogo jÁ lançado, em Watch Dogs cada pessoa que aparecer na tela terÁ uma vida completa, uma rotina, uma função e uma história. E tudo isso poderÁ ser identificado por Aiden através do seu "smartphone cibernético", inclusive saber qual a probabilidade daquela pessoa cometer um crime - ou ser uma potencial vítima - e até hackear a sua conta bancÁria, isso se a pessoa estiver usando um celular.

Isso é algo bem interessante. Imagina você andar pelas ruas e ficar "bisbilhotando" a vida das pessoas, sabendo com quem ela estÁ falando no celular, com o que ela trabalha e, quem sabe, até onde ela mora? Pode até observar pessoas dentro de suas casas, desde que estejam no campo de visão de alguma câmera. Ou ligar a WebCam de alguém e assistir a pessoa no computador fazendo "exatamente isso que você estÁ pensando", mas sem cenas explícitas, óbvio. Paparazzi é coisa do passado em Watch Dogs. Os fofoqueiros de plantão agradecem! :)

Ainda não se sabe se o mapa serÁ grande. O que se sabe é que a cidade de Chicago estÁ impecÁvel em vÁrias localidades mais famosas, mas ainda sem informações concretas se serÁ "toda" reproduzida ou se serÁ apenas uma parte dela. O fato é que a ambientação parece estar acima da média, com um imenso realismo, lembrando a ambientação de vídeos do aguardado GTA V. Ou seja, tudo parece ter vida, em uma rotina digna de uma cidade real.

Outro detalhe que ainda não tinha sido bem explicado é o fato de Aiden poder, ou não, pegar qualquer carro. Aparentemente poderÁ sim, mas desde que o carro use tranca eletrônica. Um vídeo divulgado nesse fim de semana pelo site Gametrailers mostra bem isso, além de mais detalhes sobre o jogo.

{gametrailers::029c8781-edc5-4e75-8d53-5d329bbfa00e}


Como dito anteriormente, a cidade de Chicago possui vÁrios locais famosos e alguns fictícios, e nela vÁrios ambientes internos onde Aiden poderÁ entrar e interagir. Isso inclui diversas lojas para comprar armas, acessórios, possivelmente roupas, e até upgrades para o seu celular, o que deixarÁ o jogo mais interessante.

{break::Parte #3}Bom, sobre a história, o jogador serÁ Aiden Pearce, um hacker justiceiro que usa seu smartphone para invadir o sistema operacional central da cidade para controlar coisas como câmeras de segurança, sistemas eletrônicos e também para obter informações pessoais.

Watch Dogs serÁ lançado para PC, Xbox 360, Wii U e PS3 no dia 19 de novembro na América do Norte e dia 22 na Europa. As versões para PS4 e para o novo Xbox serão lançadas junto com os consoles. É bom dizer que o jogo serÁ em Português, pelo menos nas legendas.







Assuntos
Tags
  • Redator: João Paulo Losada

    João Paulo Losada

    Gamer por natureza, JP Losada, ou simplesmente DJLosada como é conhecido por toda a comunidade gamer, é um grande conhecedor de games em geral. Eventualmente analisa lançamentos e comenta sobre os sucessos e decepções relacionadas aos games que chegam ao mercado através do portal Adrenaline. Jé escreveu para revistas de games, artigos para produtoras, além de ter citações em seu nome em caixas de jogos de PC lançados no Brasil. Possui parceria com algumas produtoras, principalmente de corrida

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.