29 de agosto: você sabia que hoje é Dia do Gamer?

Data foi criada em 2008 com o objetivo de conscientizar a população sobre os benefícios dos jogos eletrônicos

Neste domingo, 29 de agosto, é comemorado o Dia do Gamer. Talvez você não saiba, mas os jogadores têm uma data especial para celebrar os jogos eletrônicos.

Embora hoje praticamente todas as pessoas com um celular em mãos possam ser chamadas de gamers, a ponto de empresas como a EA colocarem em xeque a razão em se usar essa palavra, essa é uma ocasião para mostrar a força da comunidade.

Intel Gamer Days: promoções de notebooks e hardware para PC Gamer

Especialmente em 2021, diversas empresas abraçaram a data especial como uma forma de realizar promoções de jogos, consoles e hardware para PC. É o caso do Intel Gamer Days, uma semana inteira de promoções reunindo alguns dos principais fabricantes e sites de comercio eletrônico brasileiros. Bom para os consumidores, é claro, que têm mais motivos para comemorar.

Gamer Days: ensinando a montar uma máquina gamer

Gamer Days: ensinando a montar uma máquina gamer
Construímos um verdadeiro sonho de consumo baseado em Core i9-11900K

Dia do Gamer: por que 29 de agosto?

O “Dia do Gamer” nasceu na Espanha, em 2008. Naquele ano, as revistas PlayManía, Hobby Consolas e PC Manía decidiram se unir e preparar uma programação especial para celebrar a importância dos jogos eletrônicos e os benefícios que eles são capazes de gerar para todas as culturas.

A iniciativa deu certo e, nos anos seguintes, mais países adotaram a ideia, a ponto de hoje se considerar o Dia do Gamer como uma data internacional. Talvez você não tenha ouvido falar muito dessa data nos anos anteriores, mas é o fato é que parece que em 2021 ela “pegou” por aqui. Dezenas de empresas anunciaram ações específicas para esse público ao longo da semana.

Números comprovam: uma das indústrias mais fortes do mundo

Segundo dados da Pesquisa Game Brasil (PGB), 73,4% dos brasileiros jogam algum tipo de jogo eletrônico – portanto, 3 em 4 cada brasileiros são gamer. A pandemia de coronavírus fez com que os números do setor subissem: pessoas mais tempo em casa passaram a jogar mais, fazendo com que aumentasse em 7,1% o número de gamers em 2020 em comparação com 2019.

Eu, você e o Diego somos todos gamer!

Quando se fala do mercado global, os números também impressionam: só em 2020 a indústria de jogos eletrônicos produziu uma receita de US$ 126,6 bilhões – o equivalente a quase R$ 660 bilhões, segundo dados do SuperData. É ou não é motivo para ficar feliz com o desempenho dos nossos “joguinhos”?

- Continua após a publicidade -

Somente em 2020 a indústria de jogos eletrônicos produziu uma receita de US$ 126,6 bilhões - o equivalente a quase R$ 660 bilhões

Afinal, o que é ser gamer?

Para Elle McCarthy, vice-presidente do Departamento de Marcas da Electronic Arts, o termo “gamer” está se tornando obsoleto. Porém, como é possível afirmar algo assim quando falamos de um público consumidor que só cresce? É justamente aí o ponto-chave da questão.

Pense no acesso à internet. No princípio, quando poucas pessoas tinham acesso à internet, podíamos separar a população entre “internautas” e “não internautas”. Porém hoje, como praticamente todas as pessoas acessam em algum momento sites e serviços online, falar em “internautas” não faz muito sentido, pois todos nós somos.

Para você, "gamer" é só aquele que joga no PC ou no console ou quem joga no celular também é gamer? Pense nisso.

Regra similar se aplica aos jogos. Quando todos (ou ao menos uma ampla maioria) jogam alguma coisa, ou seja, são “gamers”, os “não gamers” praticamente deixam de existir.

Claro, você pode argumentar que gamer “de verdade” é só quem tem um PC poderoso ou um console dedicado. Porém, não é assim que a indústria vê os números. Se você joga no seu smartphone, nem que seja um simples “jogo da cobrinha”, você é gamer, sim.

Somos todos gamers, portanto, parabéns para todos nós. Que tal comemorar jogando alguma coisa?

Assuntos
Tags
  • Redator: Wikerson Landim

    Wikerson Landim

    Jornalista desde 2003 e atual Editor dos sites Adrenaline e Mundo Conectado. Em quase duas décadas, foi editor de diversos sites de tecnologia, games e entretenimento, além de produtor de conteúdo para sites corporativos. Nas horas vagas, assume o volante para dirigir caminhões no Euro Truck e em todos os jogos de corrida que surgirem pela frente.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.