Créditos: Montagem: Bruno Pires (Adrenaline)

Guia rápido de montagem de PC!

Veja o passo a passo para montar seu computador
Por Diego Kerber 25/07/2021 12:43 | atualizado 25/07/2021 12:43 Comentários Reportar erro

Nós já temos muitos vídeos de montagem de PCs no Adrenaline, vários deles com longa duração e cheios de bate-papo e dicas. O artigo de hoje tenta outro objetivo: ser uma referência mais simplificada e direta, ajudando como guia para quem quer montar seu computador e quer um passo a passo simplificado.

Recebemos para esse conteúdo um conjunto de componentes da linha ASUS TUF que servirão como "cobaias" dessa montagem. Diferentes produtos e marcas podem apresentar variações em alguns dos passos que vamos mostrar por aqui, então sempre verifique o manual se tiver alguma dúvida! Esse artigo não tem objetivo de ser um guia definitivo desse assunto, e sim só uma referência básica para quem quer uma visão geral da montagem do computador.

Os componentes usados nessa montagem incluem:

- Processador Intel Core i5-10600K
- Memórias 2x8GB HyperX Fury DDR4 @3200MHz CL18
- Placa de vídeo ASUS TUF Gaming GeForce RTX 3060 Ti
- Placa-mãe ASUS TUF Gaming B560M-PLUS WIFI
- SSD NVMe Kingston NV1 - SSD SATA Kingston A400
- Gabinete ASUS TUF Gaming GT301
- Fonte ASUS TUF Gaming 750W

Alguns itens para você ter em mãos antes de começar:

- Chave de fenda cruzada (a popular chave Philips)
- Abraçadeiras de Nylon e prendedores de fios de velcro
- Um bom tempo para fazer as coisas sem pressa
- Espaço iluminado e desobstruído
- Um pendrive com o sistema operacional que pretende instalar

Parte 1 - preparar a placa-mãe

1) Coloque o processador na placa-mãe.

Esse é o procedimento mais sensível de toda a montagem, já que pinos presentes na placa-mãe ou no processador são frágeis e podem ser entortados e demandando manutenção para voltar a funcionar. É só encaixar o processador no soquete que as conexões passam a esta seguras, tanto para modelos AMD quanto Intel.

- Continua após a publicidade -

2) Encaixe o sistema de resfriamento. 

Cada solução de resfriamento do processador terá um procedimento próprio, então verifique o manual de seu produto. Caso seu cooler seja de grande porte, pode ser que ele bloqueie o acesso aos slots de memória, e nesse caso encaixe primeiro as memórias RAM.

Em alguns sistemas de cooler líquido pode ser mais fácil montar o radiador no gabinete para depois encaixar o block no processador com a placa-mãe dentro do PC. Veja qual das duas possibilidades funciona melhor, no seu caso.

3) Ligando as memórias RAM

Memorias modernas são assimétricas e só encaixam do jeito certo, então "não tem erro". Busque usar ambos os canais de conexão com a CPU, o que na maioria das mainboards é conseguido alternando slots vazios com slots ocupados pelas memórias. Verifique indicações na própria placa ou no seu manual de qual a forma mais otimizada de encaixar as memórias.

4) Hora dos SSDs M.2

SSDs no formato M.2 são muito convenientes por serem compactos e não precisarem de cabos, mas é bom lembrar de ligá-los agora antes de por a mainboard pra dentro do gabinete. Em alguns casos, o slot para o SSD pode ficar obstruído por outros componentes como a placa de vídeo ou até mesmo ficar na parte de trás da sua placa-mãe. Algumas placas-mãe tem slot embaixo de estruturas de metal, e não é só para design: essas estruturas muitas vezes trazem thermal pads e podem ajudar na dissipação de calor desse componente, então faça uso disso!

- Continua após a publicidade -

Finalizada essa etapa, estão na hora de começar a prepara o gabinete!


Parte 2 - preparar o gabinete

5) Remova as tampas

Para facilitar essa etapa, abra todas as tampas do gabinete, o que inclui as duas das laterais e uma frontal, em muitos dos casos. 

6) Planeje o fluxo de ar e coloque as fans

Agora com o gabinete aberto, é hora de decidir como fará o ar circular no gabinete, baseado nas fans que seu sistema possui. O importante é criar movimento de ar para evitar que forme um efeito estufa, com o interior aquecendo em excesso e impedindo o arrefecimento dos componentes internos. Sempre que possuir fans movendo ar para dentro do gabinete, lembre de usar filtros nessas entradas para reduzir a entrada de poeira em sua máquina.

Também tenha em mente que o cooler do processador, as fans da placa de vídeo e fans de um liquid cooling também farão movimentação do ar e devem fazer parte do seu planejamento do fluxo do ar dentro do gabinete.

7) Colocando a fonte

A fonte deve ser posicionada com a sua fan desobstruída, seja com ela virada para uma abertura no gabinete, seja para dentro do próprio gabinete. Fontes do tipo modular ajudam bastante na organização de cabos, pois permitem usar somente os necessários para a montagem.

8) Passando os cabos

Agora você deve passar os cabos que vai usar em sua máquina. Olhe o posicionamento das conexões de sua mainboard para ter referência de onde cada cabo deve ir, sendo que bons gabinetes trazem muitas oportunidades de mover os cabos pela parte de trás, que fica escondida, saindo na frente apenas próximo de onde serão conectados, trazendo assim um visual mais "clean".

Os cabos que você pode/deve precisar:

- Cabo de 24 pinos para a mainboard
- Cabo de CPU (4 ou 4+4)
- Cabo para alimentar a placa de vídeo (varia a quantidade de acordo com o modelo)
- Cabo SATA para SSDs e HDs
- Cabo SATA para alimentar fans e sistemas de LED RGB
- Cabo USB para painel frontal
- Cabo de áudio para painel frontal
- Cabos de botões power, reset e LEDs indicativos do painel frontal do gabinete

9) Posicione os parafusos da mainboard

Cada placa-mãe tem diferentes furações dependendo do formato. Teste onde fica cada um e posicione um parafuso espaçador sextavado pronto para possibilitar o parafuso correto em cada buraco respectivo da mainboard.

10) Coloque o espelho

Algumas mainboards trazem esse componente integrado, outras vão ter ele separado. Esse acabamento metálico faz os encaixes da parte traseira do gabinete com as várias conexões da placa-mãe. Não esqueça de colocá-lo, pois é preciso desmontar muita coisa se você só lembrar dele no final!

Com tudo preparado, é hora de colocar os componentes para dentro!


Parte 3 - colocando pra dentro

11) Posicione os HDs e SSDs SATA

De acordo com o gabinete usado a posição desses componentes pode variar muito. Lembre de já puxar um cabo SATA e posicioná-lo no lugar correspondente onde ficará a mainboard.

13) Coloque a placa-mãe

Verificando novamente se há um parafuso espaçador sextavado para cada buraco da placa-mãe e se o espelho já está no gabinete, coloque a placa-mãe para dentro do gabinete e parafuse todas as posições.

14) Conecte os cabos 

Se você planejou tudo certinho, já devem estar todos em seu devido lugar. Se errou alguma coisa ou esqueceu de algo, ainda é fácil reposicionar alguns cabos. Cuidado aqui com alguns mais "chatinhos", como os de LEDs RGB no padrão 12v ou 5v. 

15) Coloque o radiador em liquid coolers

Se você não decidiu inverter esse passo com o número 2, agora é o momento de colocar o radiador no gabinete. Cuidado com a posição das fans, se estão jogando ar para dentro ou para fora do gabinete, dependendo do seu planejamento para o fluxo de ar. Também cuide se o radiador não vai bloquear alguma conexão que você ainda precisa fazer na mainboard.

16) Tire os espelhos e conecte a placa de vídeo

Os gabinetes possuem peças metálicas bloqueando a saída na traseira. Retire as necessárias para liberar as conexões de sua placa de vídeo. Aí é só encaixar a placa de vídeo no slot e fixar ela com um parafuso no gabinete, conectando o cabo de energia que já deve estar posicionado por perto se você acertou tudo do passo 8.

Estamos quase lá!

Parte 4 - finalização

17) Fixando os cabos 

Agora em teoria tudo já está ligado, então é hora de dar acabamento. Usando as abraçadeiras de nylon e os organizadores de velcro agora você pode fixar em definitivo os cabos em posições que eles fiquem mais organizados na parte traseira, e dentro do possível só indo para a parte da frente o mínimo possível para faer as conexões.

18) Fechando tudo e ligando

Agora é hora de fechar as tampas frontais e laterais. Se tudo deu certo, agora é só ligar na energia, conectar os periféricos e torcer para chegar na tela de post!

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.