Como descobrir quais são as peças do computador ou notebook sem abrir?!

Aplicativos AIDA64, CPU-Z e GPU-Z estão entre os que informam os detalhes do sistema
Por Fabio Feyh 17/04/2021 16:36 | atualizado 18/04/2021 09:49 Comentários Reportar erro

Muitos dos nossos leitores enviam e-mails e mensagens em redes sociais com dúvidas sobre seus sistemas. Porém em muitos casos, essas pessoas sequer sabem qual é o modelo de processador, placa-mãe, placa de vídeo ou quantidade de memória que está instalada. Existe uma forma simples para descobrir a configuração do seu computador ou notebook com ajuda de alguns aplicativos, e nesse artigo vou mostrar como é fácil saber tudo sobre seu sistema sem precisar abrir ele, ajudando na análise de um possível upgrade e até na resolução de eventuais problemas com o sistema.

Aplicativos mostram qual seu processador, placa-mãe, memórias, placas de vídeo e muito mais

Vale destacar que o próprio Windows informa quais os componentes que seu computador tem instalado, incluindo modelo de placa-mãe, processador, quantidade de memória, placa de vídeo, etc. Abaixo, telas básicas de informações do Windows através da função "SOBRE" e do app "DXDIAG".

Pelas imagens é possível descobrir alguns dos componentes do sistema e até especificações deles, talvez o necessário para muita gente, mas as informações até aqui são superficiais. Em vários casos, a informação é parcial e limitada, como em memórias onde é possível ver a quantidade instalada, mas não mostra a marca e modelo - informações importantes para um upgrade e para ver qual a velocidade máxima que a memória instalada pode rodar.

Enfim, a ideia desse artigo é mostrar informações completas dos componentes do sistema, inclusive algumas especificações do modelo exato instalado, e, para isso, vamos usar três aplicativos que mostram bem mais detalhes do que o Windows. Os aplicativos são: AIDA64, CPU-Z e GPU-Z, que, além de informarem quais os componentes instalados, podem inclusive fazer alguns testes visando medir desempenho ou mesmo a estabilidade do computador, ajudando em um diagnóstico de possíveis problemas.

Os aplicativos são compatíveis com produtos de todas as principais fabricantes do mercado, seja um computador de mesa (desktop), notebook ou mesmo um tablet, desde que utilizando o sistema operacional Windows. O que pode acontecer é algum produto não ter os dados cadastrados, mas é algo bastante raro. Lembro que alguns desses aplicativos também estão disponíveis para outros sistemas, como o AIDA64 que pode ser baixado no Android.

Antes de começar a falar dos aplicativos, abaixo está a configuração do sistema utilizado - interessante para ver como os aplicativos mostram de forma bem mais completa os dados de cada um dos componentes.

Todos as telas dos aplicativos serão capturadas no mesmo sistema

Sistema utilizado para o artigo:
CPU: Intel Core i5-11600K
Placa-mãe: Gigabyte Z590 Vision G
Placa de vídeo: Gigabyte RTX 3080 AORUS Master
Memórias: HyperX Predator RGB 32GB (2x16GB) 3200MHz
SSD: Kingston SSDNow 300 120GB e Intel Series 660p 1TB
HD: Seagate Barracuda 2TB
Monitor: Samsung U28E590

- Continua após a publicidade -

CPU-Z - Ideal para processador, placa-mãe e memórias

CPU-Z tem uma proposta simples e com foco em uma quantidade pequena de componentes do sistema. Ele é um aplicativo gratuito ideal para ver principalmente informações do processador, placa-mãe e memórias, apesar de mostrar poucas informações da placa de vídeo. Outra função interessante dele é que é possível fazer um benchmark (teste de desempenho) com foco no processador, com teste tanto em single core (usando um único núcleo) como em multi core (usando todos os núcleos do processador).

Ideal para informações do processador, placa-mãe e memória

Versão utilizada para o artigo: CPU-Z Ver. 1.96.0.x64 - DOWNLOAD
Atualizações acontecem quando novos modelos de processadores são lançados, assim como quando o software apresenta algum bug grave. Normalmente, entre 2 e 3 meses é liberada uma nova versão.

Abaixo, as principais telas e explicação das especificações informadas:

CPU: A primeira opção traz apenas informações do CPU. Aqui, é possível ver o modelo exato do processador, no caso do nosso sistema, um Intel Core i5-11600K. Reparem que nessa tela é possível ver uma série de informações bem interessantes do sistema como codinome do processador, importante porque em muitos artigos utilizamos esse codinome para falar das tecnologias que toda a linha possui. Também é possível ver o TDP (consumo máximo de energia), soquete (onde o processador é encaixado na placa-mãe), clock que o processador está operando, quantidade de memória cache e, logicamente, o número de núcleos e threads - além de várias outras especificações.

Mainboard (placa-mãe): Nessa janela, o aplicativo informa vários detalhes da placa-mãe, como marca e modelo, chipset, versão da BIOS instalada, versão do PCI-Express suportado, além de outros detalhes. Por possibilitar ver qual a versão da BIOS instalada, é possível inclusive já entrar no site do fabricante e conferir se tem uma versão mais recente, visando deixar o sistema atualizado.

- Continua após a publicidade -

Memory: Outra aba bem interessante é relacionada as memórias, mostrando o tipo de memória, a quantidade, se está em single, dual, triple ou quad-channel, qual a frequência de operação e os timings que as memórias estão trabalhando. Se o seu sistema tiver com dois módulos de memórias DDR4 e na opção "Channel" estiver mostrando "Single", os mesmos podem estar conectados errados e deixando de oferecer um desempenho superior. Na opção "DRAM Frequency" é possível conferir qual a frequência de operação das memórias, que deve ser multiplicado por dois para chegar ao valor correto. Ex.: se nesse campo mostrar 1599MHz ou 1600MHz quer dizer que o kit de memórias está operando em 3200MHz.

SPD: Na opção SPD é possível ver detalhes de cada módulo instalado no sistema. Aqui temos algumas informações mais técnicas como timings e tensão das memórias. É possível ver o fabricante do módulo, capacidade do módulo, quem fabricou efetivamente as memórias utilizadas no módulo e o "Part Number". Com esse código, é possível fazer uma busca no Google e cair na página oficial da empresa.

Graphics (chip gráfico): Nessa janela, o aplicativo mostra algumas informações dos chips gráficos instalados, mas é muito básico e, ao meu ver, nem deveria existir. Recomendo conferir na sequência o GPU-Z, um aplicativo bem semelhante ao CPU-Z, mas que é voltado especificamente para placas de vídeo.

Bench (Teste de desempenho): Na opção Bench, como o nome sugere, é possível fazer o benchmark (teste de desempenho) do sistema. Esse benchmark possui um teste rápido em modo CPU Single Thread e outro em CPU Multi Thread. O interessante é que é possível escolher outros modelos de processadores cadastrados na base de dados do CPU-Z para comparar os resultados a fim de analisar se o desempenho está dentro do que se espera do processador utilizado.

Outras funções interessantes são através dos botões Strees CPU, cuja função no aplicativo gera uma demanda de cálculos para forçar ao máximo o processador, dessa forma criando uma situação onde é possível notar se o sistema está bem preparado para aguentar alta demanda de processamento; e a opção Submit and Compare, na qual os testes gerados são enviados para uma base de dados do aplicativo, onde também está disponível uma série de testes de outros usuários, gerando mais uma boa forma de comparar como está o desempenho do seu sistema.


GPU-Z - O melhor para placas de vídeo

O GPU-Z está para placas de vídeo como o CPU-Z está para processadores e placas-mãe. Apesar da similaridade com os nomes, os aplicativos não são feitos pelas mesmas equipes, inclusive os desenvolvedores do GPU-Z deixaram claro que antes de lançarem o software, consultaram a equipe do CPU-Z sobre a similaridade no nome, que prontamente apoiou o novo grupo.

O GPU-Z mostra vários detalhes da placa de vídeo, como nome e modelo da GPU instalada no sistema, data que ela foi lançada, quantidade de unidades de processamento, tipo da memória, quantidade de memória, versão do driver instalada, clock da GPU e das memórias e quais tecnologias a placa de vídeo suporta, como Resizable BAR, Ray Tracing, Vulkan entre outras.

Versão utilizada para o artigo: GPU-Z 2.38.0 - DOWNLOAD
Atualizações acontecem quando novos modelos de chips gráficos são lançados, assim como quando o software apresenta algum bug grave. Normalmente entre 1 e 2 meses é liberada uma nova versão.

O GPU-Z é o mais "simples" dos três, com duas janelas destacadas para a maioria dos usuários:.

Graphic Card (Placa de vídeo): Nessa janela, a primeira, tem TODOS os detalhes da GPU do sistema. Aliás, caso tenha mais de uma placa, o aplicativo detecta e mostra os dados de todas elas - basta selecionar, na parte inferior, o modelo que você quer ver as especificações. Apesar de bem simples, ele é bem completo. Mostra muitas informações da placa de vídeo como coloquei acima, com destaque para o GPU que a placa utiliza. ex.: GeForce RTX 3060 ou Radeon RX 6700 XT; a quantidade e tipo de memória da placa, ex.: 8GB GDDR6 - inclusive quem fabrica as memórias (Samsung e Micron são as duas principais fornecedoras).

O GPU-Z mostra informações completas do chip gráfico ou placa de vídeo de seu computador ou notebook

Ainda é possível ver informações como qual versão do PCI Express a placa suporta e qual ela está rodando, quantidade de Shaders, versão do DirectX suportado, interface e largura de banda das memórias,... Enfim, uma série de informações bem importante para indicar o desempenho da placa. Usamos muito esse aplicativo em nossas reviews, sendo o mais utilizado no mundo também para validar overclocks, já que ele mostra o clock original e os clocks após o overclock.

Na tela abaixo, utilizei uma GeForce RTX 3080 AORUS Master da Gigabyte, sendo que a versão 2.38.0 ainda não traz suporte completo aos gráficos integrados da série Intel UHD Graphics 750, chamados oficialmente de Intel Iris Xe.

Na imagem abaixo, temos um exemplo do que acontece quando um chip gráfico ainda não é reconhecido por completo pelo aplicativo, deixando de mostrar várias especificações, com campos em branco.

Sensors (sensores): A janela "Sensors", que na tradução significa justamente sensores, utiliza alguns sensores da placa para informar como está seu comportamento em tempo real, sendo possível ver as frequências que a placa de vídeo está operando, tanto no GPU como memórias, assim como temperatura, velocidade da FAN, uso que o sistema está fazendo da placa, consumo que ela está fazendo... Enfim, várias informações bem interessantes que ajudam a gerenciar o comportamento da placa de vídeo, assim como outros casos que já mencionei no artigo - eventuais anomalias da placa de vídeo, como temperaturas muito altas que podem consequentemente comprometer o funcionamento, por exemplo.

Outros: O app ainda mostra uma tela chamada Advanced e outra Validation, além de duas telas com algumas outras configurações disponíveis. O destaque fica por conta a tela Validation, utilizada para validar algum overclock aplicado na placa de vídeo.


AIDA64 - O mais completo

Por fim, o AIDA64 é um dos softwares mais famosos do mundo e certamente o mais completo desse artigo. O AIDA se destaca por ser um software que oferece muitas possibilidades e informações completas de todo o sistema, seja do hardware ou software, mostrando informações dos componentes instalados, do sistema operacional, drivers e aplicativos. Ainda é possível fazer testes de desempenho de diversos componentes, como processador, placa de vídeo, memórias e drives de armazenamento, além de testes de stress para descobrir se o sistema pode ser forçado ao limite - inclusive com resultados que servem como comparativo.

Aplicativo mostra informações de todos os hardwares e softwares de um computador

Versão utilizada para o artigo: AIDA v6.33.5700 - DOWNLOAD
Atualizações acontecem quando novos modelos de processadores são lançados, assim como quando o software apresenta algum bug grave. Normalmente entre 1 e 3 meses é liberada uma nova versão.

O AIDA64 pode ser utilizado de graça por 30 dias

Abaixo, prints do sistema de algumas das principais funcionalidades dos aplicativos:

Computador: As telas abaixo mostram informações sobre o processador do sistema, incluindo modelo e especificações técnicas, se ele está overclockado e também os sensores de temperatura disponíveis no sistema. É possível ver em detalhes várias informações do sistema, incluindo de chips de terceiros utilizados em alguns componentes instalados.

Mainboard (Placa-Mãe): Abaixo, telas com detalhes da placa-mãe, chipset, soquete, tecnologias que ela oferece e também a versão da BIOS.

Sistema operacional: Na sequência, vem informações do sistema operacional, incluindo a build exata do Windows, nome do computador e tempo de uso do sistema. Na opção Tempo em Atividade, tem em detalhes todos os dados de uso.

Monitor - Placa de vídeo / GPU: Agora, telas sobre a placa de vídeo instalada no sistema, algumas de suas especificações, versão do driver instalado e também detalhes do monitor que você utiliza, assim como resoluções suportadas.

Armazenamento: Nessa opção, o software informa sobre os drives de armazenamento instalados no sistema, como SSD, HD e eventualmente algum pen drive ou drive externo conectado.

Rede: Em Rede, naturalmente é possível ver quais os dispositivos relacionados, como o chip para rede via cabo ou Wireless, assim como IP que o sistema utiliza e trafego de dados gerado em tempo real.

Outros: O aplicativo vai muito além, com uma série de outras informações, por isso ele é considerado um dos melhores do mundo, já que informa tudo em detalhes.

Testes de desempenho: O AIDA64 ainda possui testes de desempenho de alguns componentes, como processador, placa de vídeo, memórias e drives de armazenamento. Após o teste, o aplicativo mostra o resultado do teste, que pode ser utilizado como comparativo para medir como está o comportamento do sistema.

Testes de estabilidade / Stress: Outros testes interessantes que o AIDA64 fornece estão associados a estabilidade do sistema quando o mesmo é muito exigido. Esse cenário é interessante porque visa colocar o sistema em seu limite de processamento e pode ajudar a descobrir se algum componente apresenta problema ou tem comportamento abaixo do ideal. Em um teste de stress do processador, por exemplo, se ele esquentar muito, pode indicar que o cooler utilizado não está se comportando bem ou não é o mais indicado para o uso com esse processador. Consequentemente, o sistema pode ter o desempenho reduzido ou ficar instável.

O AIDA64 também possui aplicativos para Android e iOS, caso queira saber em detalhes quais as especificações do seu smartphone.


Conclusão

A ideia desse artigo é mostrar como é simples ter conhecimento do hardware do seu sistema e, dessa forma, ajudar a detectar eventuais problema de configuração ou cenários fora do ideal, como no caso de memórias trabalhando abaixo da frequência.

Outra situação que já recebemos reports é de usuários que acreditam ter sido "enrolados" por alguém que fez manutenção no sistema, removendo ou trocando peças. Caso tivesse feito prints antes, poderia gerar comparativos após o computador voltar da manutenção a fim de descobrir se de fato foi enrolado.

Nos próximos dias, lançarei um novo artigo mostrando dois softwares que usamos para ver a temperatura de alguns dos principais componentes do computador, especialmente processador, placa de vídeo e SSD. Temperaturas altas podem diminuir drasticamente o desempenho do sistema, e em muitos casos uma simples limpeza e troca de pasta térmica pode resolver. Então fique ligado!

  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.