Cinco coisas que você deveria saber antes (ou depois) de comprar um teclado mecânico

Aspectos que não são mencionados ou que você só aprende depois de ter vários teclados mecânicos

Teclados mecânicos, para alguns, apenas "teclados que fazem téc téc", para outros "um hobby que pesa demais na carteira". É inegável que o mercado de teclados para jogos está tomado por teclados mecânicos.

Mesmo assim, há alguns aspectos de teclados mecânicos que não são mencionados ou que você só acaba aprendendo com o tempo:

  1. Teclados mecânicos não são sempre "mais duráveis" do que membrana
  2. Não existe "o melhor switch"
  3. Teclados com RGB não são "melhores" do que os outros
  4. Mecânico ou Óptico, qual eu escolho?
  5. Os switches Cherry não são "os melhores" (mas são muito bons!)

E vamos discutir sobre eles aqui neste artigo.


1: Teclados mecânicos não são sempre "mais duráveis" do que membrana

Esta é polêmica, mas é simples questão de lógica. Em um teclado de membrana, há somente as seguintes peças:

  • Membrana com circuito impresso
  • Gomas de borracha que pressionam o circuito quando a tecla é pressionada
  • Controladora
  • Conector para o fio
  • (Opcional) Entre 4 até 6 LEDs e uma placa de acrílico/folha branca para iluminar todo o teclado

menos coisas para "darem errado" em um teclado de membrana. Também, a camada com as gomas de borracha, tende a proteger o circuito em casos de respingos, fazendo maioria dos teclados de membrana, mais resistentes contra líquidos do que maioria dos mecânicos.

Já em um teclado mecânico comum, há as seguintes peças:

  • PCB tendo no mínimo 174 (sem numérico, mas com setas) ou 208 (com numérico) pontos de soldas through-hole, as quais devem ser realizadas com solda adequada
  • No mínimo 87 (sem numérico, mas com setas) ou 104 (com numérico) switches individuais com contatos metálicos em seu interior, cuja durabilidade vai depender dos materiais usados pela fabricante do switch e do controle de qualidade dela
  • (Opcional) No mínimo 87 (sem numérico, mas com setas) ou 104 (com numérico) LEDs de iluminação, o que torna a iluminação de teclados mecânicos muito melhor do que teclados de membrana, mas também torna estatisticamente mais provável que algum LED queime com o tempo do que apenas 4~6 LEDs
  • Controladora
  • Conector para o fio

Teclados mecânicos são mais complexos, e se alguma peça ou etapa da construção for mal feita, especialmente para reduzir o custo, vocês podem ter certeza que a durabilidade será menor do que um teclado de membrana mais barato ou da mesma faixa de preço.

Por isso, o melhor Custo x Benefício em teclados mecânicos, quase nunca é o teclado mais barato, e sim aquele que consegue manter um nível de qualidade aceitável pelo menor preço.

- Continua após a publicidade -

O melhor Custo x Benefício, quase nunca é o teclado mecânico mais barato, e sim aquele que consegue manter um nível de qualidade aceitável pelo menor preço

Pesquise sobre a fabricante do teclado, sobre o controle de qualidade e sobre os switches utilizados antes de simplesmente comprar pelo "menor preço". E se não é dito qual switch o teclado utiliza, a melhor escolha é fechar a aba e escolher outro teclado.


2: Não existe "o melhor switch"

Uma pergunta muito comum que sempre recebo, é: "wetto, qual o melhor teclado/switch para FPS?", "qual o melhor para MOBA?", "qual o melhor para digitação?".

E a verdade, é que não há resposta, é uma questão de preferência pessoal.

Claro, o marketing vai tentar lhe convencer do contrário, dizendo que os que a Red é a melhor por ser a "mais leve", que os Speed são ainda melhores por serem "mais sensíveis", que os Topre terão vantagem por ter um tempo de reconhecimento menor do que mecânicos, que os ópticos são muito melhores do que todos os outros por trabalharem "na velocidade da luz", etc...

- Continua após a publicidade -

Mas na prática, é extremamente questionável se há alguma diferença ou não, além de também existir a questão do placebo. Também, é muito fácil confundir switches "mais sensíveis", como sendo "mais rápidos", o que não é verdade.

Embora seja possível dar uma resposta para casos muito específicos (ex: qual o switch linear mecânico mais leve e menos barulhento? Cherry MX Silent Red), é impossível dizer algo como "o switch X é o melhor para FPS", quando tudo é uma questão de gosto.

Há pessoas que preferem jogar com baixa resistência da Red, outros preferem o leve bump da Brown, outros preferem o clique da Blue, outros preferem a resposta extremamente leve com clique da Kailh Speed Bronze (meu caso), outros gostam de com a baixa resistência e maciez das Gateron Clears, outros preferem switches ópticos como o Flaretech Red (que eu acho fantástico)...

Há muitos switches bons no mercado, e dizer que "X" é o melhor de todos, para uma questão que na verdade é subjetiva, é um sinal de ignorância. O melhor switch, é o que mais lhe agradar.

No meu caso, diria que Kailh Choc Blue, Box White, Box NavySpeed Bronze, Gateron Clears, Flaretech Red, LK Optical MJ 1.7, Zeus Optical Clicky e Matias Quiet foram alguns dos switches que mais me agradaram. No seu caso, sua lista pode ser completamente diferente.

E como eu vou saber qual é o switch que mais me agrada?

A primeira coisa que você precisa saber, é testadores de switches não são bons testes, embora sejam legais para saber características e estudar switches, a experiência com os switches montados em um teclado, é totalmente diferente de apertar uma única tecla.

Também, as keycaps, a backplate (a placa de metal onde é montado os switches) e até a própria construção externa do teclado, podem afetar a resposta das teclas, o que pode tornar um tanto diferente a experiência até em teclados que usam o mesmo switch.

A única forma de você descobrir qual é o switch que mais gosta, é testando diversos switches diferentes, até que você chegue ao ponto que notou que você já teve mais de 40 teclados diferentes e que esta busca pelo "melhor switch" é eterna.

Seja bem vindo ao mercado de teclados mecânicos.


3: Teclados com RGB não são "melhores" do que os outros

Há três problemas em teclados RGB, o primeiro relacionado a teclados iluminados em geral: a visibilidade das teclas da maioria dos teclados iluminados com a iluminação desligada, tende a ser péssima

Dos três problemas, este é o menor, pois muitos poderiam dizer "Ah, se você está comprando um teclado RGB para deixar desligado, deveria comprar um teclado sem RGB", e esta afirmação faz sentido e está correta!

Ao contrário do que muitos afirmam ao falar "Ah, mas é só desligar os LEDs se não gosta", a legibilidade dos caracteres é inferior devido à transparência necessária para a iluminação.


Em ordem: Fallen Gear ECO (totalmente transparente), keycap chinesa genérica (semi transparente), Ducky One 2 Skyline (sem iluminação)

Diferente de teclados sem iluminação, onde o caractere é impresso já com uma cor forte que é visível no claro, teclados iluminados precisam usar um plástico semi-transparente, o qual pode variar de acordo com o teclado, mas em sua grande maioria, é muito inferior em visibilidade a teclas de teclados sem iluminação caso a iluminação estiver desligada.

Ou seja, se querem deixar a iluminação desligada, comprem teclados sem iluminação, não caiam na fala de que "é só desligar o RGB", pois quem comenta isto, não costuma usar o teclado sem iluminação para ver o quão pior é.

Ah, e outra coisa, não é possível ter várias cores e detalhes finos em teclas iluminadas. Ou seja, você não vai ver teclas assim com transparência, salvo pouquíssimas Artisan (teclas feitas de forma artesã) projetadas com isto em mente.


Fonte: https://sg.carousell.com/p/custom-design-replacement-space-bar-keycap-pbt-6-25u-diy-mechanical-keyboard-1011094102/

O segundo problema, é que teclados RGB não são capazes de fazer a cor branca corretamente.

Isto ocorre porquê quando você escolhe a cor branca, na verdade todos os três espectros do RGB (Vermelho, Verde e Azul) estão sendo ligados no mesmo nível de brilho, e é através desta mistura que a cor branca é "alcançada".

Só que há alguns problemas. Esta mistura não é homogênea, alguma cor fica mais forte do que as outras, puxando o branco para um tom vermelho, verde ou azul. Outro problema é que um olho, pode acabar vendo um tom diferente de branco do outro (ou até as próprias cores), e se você focar seus olhos demais nos LEDs ou até dependendo o ângulo de visão, vai ser possível ver que há três diferentes cores em cada LED.

Por estas razões a cor branca em alguns teclados RGB, pode causar desconforto e vertigem. Também por isso que alguns mouses e teclados RGB, não é possível escolher a cor branca a menos que ela seja colocada manualmente no software (255-255-255).

E obviamente, este problema não vai existir em teclados que só tenham LEDs da cor branca. Por isto, é comum empresas oferecerem teclados sem RGB, na cor branca, já que esta não é uma cor que teclados RGB conseguem fazer corretamente.

Este também é um problema que pode ser considerado "pequeno" por várias pessoas, mas é algo que muita gente não sabe antes de comprar um teclado RGB. E se você é alguém que quer deixar seu setup "completamente branco", seja por querer um visual "minimalista e clean" ou por gostar da cor branca, o ideal é ir atrás de teclados com iluminação branca.

O terceiro e maior problema, é que é normal LEDs RGB queimarem, independente a marca do teclado, do switch ou do que for.

LED RGB são compostos por três espectros: verde, vermelho e azul. É normal que com o tempo, um destes espectros acabe queimando nos muitos LEDs que há no seu teclado, fazendo com que esta tecla(s) não consiga alcançar certas cores provenientes da mistura de cores e fique com uma cor diferente das outras.

"Ah, mas não quero que os LEDs do meu teclado queimem, então o que eu escolho?"

  1. Escolha teclados que não sejam RGB ou e nem usem LEDs brancos os azuis

    LEDs RGB, brancos ou azuis tendem a queimar com maior facilidade do que outras cores. Escolha outras cores de LEDs, se houver.
     
  2. Escolha um teclado sem iluminação!
  3. Não se importe se por acaso queimar um LED do teclado!

Sei que o TOC de muitas pessoas impedem elas de usarem um teclado com LED queimado, mas por favor, o fato de uma tecla ou algumas não serem capazes de terem certas cores, não deve significar que seu teclado já "não presta mais" ou "estragou" e você deve trocar ele.

É irônico que bons teclados mecânicos deveriam ser projetados para durar décadas de uso, mas o fato de algum(s) LED(s) RGB ter queimado, já faz várias pessoas considerarem que o teclado já passou de seu prazo de validade.

Infelizmente é normal que LEDs queimem com o tempo e não há o que fazer sobre isso, a não ser trocar os LEDs se o seu teclado permitir.

Teclados RGB que usam LEDs 3mm RGB, tal como o Cooler Master CK550, Razer Blackwidow Chroma, HyperX Alloy FPS/Origins, são fáceis de consertar, sendo necessário apenas comprar LEDs novos e um ferro de solda.

Teclados com LEDs 3528 RGB como o Sharkoon Purewriter, toda a linha RGB da Ducky e teclados Cooler Master RGB com Cherry MX, requerem uma estação de solda, mas não é difícil se você souber o que está fazendo e os LEDs são fáceis de achar, o único problema sendo ter uma estação de solda e saber usar.

Mas no caso de teclados RGB da Corsair e maioria dos Cherry MX RGB, pelo fato de usarem LEDs especiais montados na parte frontal da PCB, o conserto vai ser praticamente impossível.

Se querem que o RGB de seus teclados dure bastante, avalie a possibilidade de ter que trocar os LEDs no futuro. Teclados com 3528 RGB possuem LEDs extremamente fáceis de achar, mas requerem equipamento para instalação. Teclados com LEDs 3mm RGB vão ser fáceis de consertar, mas você vai precisar importar os LEDs pois não são encontrados no Brasil. E teclados que usam LEDs feitos especialmente, provavelmente não terão conserto.

Teclados single-color (apenas uma cor) que usam LEDs embutidos no switch (ex: qualquer teclado Cherry MX que tenha apenas uma cor), também são fáceis de trocar, são LEDs 3mm comuns, facilmente encontrados e fáceis de substituir com um ferro de solda, são apenas dois pontos de solda.

E se você não quer toda esta novela, aprenda que teclados sem iluminação não são inferiores a RGB, não há nada errado em comprar um bom teclado sem iluminação e usar ele em um ambiente claro, e/ou então treinar para digitar sem olhar para o teclado.

Muitos dos melhores teclados do mercado em termos de qualidade, não possuem qualquer iluminação, em parte por estes motivos apresentados, além do fato da maioria das melhores keycaps do mercado, não possuírem transparência.


4: Mecânico ou Óptico, qual eu escolho

Além de teclados mecânicos, há também os teclados ópticos, que em sua maioria possuem switches bem similares aos mecânicos em seu design e resposta, mas ao invés de terem dois contatos metálicos se encostando para gerar um sinal e fazer a tecla ser registrada, há um LED infravermelho e um sensor fotossensível.

Pensem nos "sensores de segurança laser" que você vê em filmes, o funcionamento é o mesmo, mas a luz não é visível. De resto, o funcionamento do switch, as keycaps e todo o resto do teclado, pode ser idêntico a modelos mecânicos.

Vantagens:

  • Muitos possuem uma carcaça externa "hotswap", permitindo que você troque o mecanismo (ex: Blue, Red, Brown) por outro facilmente
  • O controle de qualidade da fabricante não é tão relevante quanto em teclados mecânicos, fora que não existem contatos no switch, logo empresas que não fazem bons switches mecânicos, podem fazer bons switches ópticos
  • Switches lineares (Red, Black) tendem a ser mais macios do que os equivalentes mecânicos por não possuírem contatos para gerar atrito
  • Tendem a ser mais resistentes contra pó e sujeira

Outra característica, é que switches ópticos clicky (Blue) tendem a ser mais leves e possuírem um clique diferente, por não possuírem atrito dos contatos e normalmente usarem sistemas de cliques diferentes do "click-jacket" usado pela Cherry e muitos dos clones. Se isso é melhor ou não, é questão de gosto.

Desvantagem:

  • Embora eu não tenha visto nenhum caso deste tipo até agora, se ocorrer algum problema com o sensor/LED infravermelho de algum switch, não há como consertar facilmente assim como em teclados mecânicos, trocar a carcaça externa do switch não vai fazer nada
  • No geral, tendem a ter um preço um pouco maior do que switches mecânicos da mesma fabricante, embora este cenário já está mudando

Vendo todas estas vantagens, acaba parecendo que "switches ópticos são superiores a mecânicos", mas a questão é que switches ópticos são mais homogêneos em termos de qualidade, com exceção do Co-Gain Optical (que nunca mais vi depois da minha análise), não há switches ópticos "ruins" no mercado, enquanto switches mecânicos variam muito em níveis de qualidade.

Switches ópticos podem parecer melhores do que mecânicos, mas a verdade é que eles são mais homogêneos em qualidade

Teclados com switches ópticos não tendem a custar menos do que a faixa dos R$ 300, e esta é a mesma faixa de preço onde é possível encontrar teclados mecânicos com bons switches como Cherry, Gateron e Kailh, fora que maioria das pessoas não vão utilizar o recurso de "hotswap" (fora que é difícil conseguir alguns dos switches ópticos).

E qual o melhor switch nessa faixa de preço? Óptico? Cherry? Gateron? Kailh? Na verdade, o melhor é o que mais lhe agradar em termos de resposta entre estes, no meu caso é o Kailh Choc Blue, no seu caso pode ser o Cherry MX Blue, o Redragon Optical, Gateron Optical ou Zeus Optical Clicky, etc...

Enfim, teclados ópticos são uma opção interessante, mas se houver um bom teclado mecânico na mesma faixa de preço que tiver recursos que lhe agradem mais (ex: ABNT2 ou tamanho compacto), sugiro que escolha o teclado que mais lhe agradar. E se este teclado que mais lhe agradar for óptico, sem problemas também.


5: Os switches Cherry não são "os melhores"

(mas são muito bons!)

Esta também é polêmica, pois contraria o que o marketing diz e o que pessoas desatualizadas ainda acreditam.

A Cherry é extremamente conhecida. É inquestionável que a Cherry possui um dos melhores controles de qualidade e que o nível de qualidade de seus switches, é alto. Isto garante que seus switches sejam bastante duráveis e o índice de problemas como "double-click", seja muito baixo comparado com a produção total (embora não é impossível ocorrer!).

Mas, é verdade também, que empresas como Gateron e Kailh também chegaram neste mesmo patamar. E o mesmo também pode ser dito para maior parte dos switches Ópticos do mercado.

Cherry é um switch de alta qualidade, mas o mesmo pode ser dito para Gateron, Kailh e maioria dos Ópticos

Não apenas estas empresas chegaram em nível comparáveis à Cherry, mas também buscaram inovar com novos tipos de switches, seja os Kailh Box/Speed ou os designs customizados feitos sob encomenda pela Gateron, estas empresas estão com um leque de escolhas muito maior do que a Cherry, sendo assim possível agradar um maior público do que apenas as populares variantes Cherry MX Red, Black, Brown e Black.

A ideia de que optar por um dos switches em todo o catálogo de empresas como Gateron ou Kailh, é uma escolha "inferior" ao Cherry MX, é simplesmente ignorante. Se a qualidade é boa o suficiente e o switch agradar mais o usuário do que as escolhas da Cherry, por que não?

E se o seu foco é em Custo X Benefício, não há razão alguma para eu indicar switches da Cherry, pois em termos de preço, Gateron e Kailh são consideravelmente mais baratas e ainda assim são switches de alta qualidade.

Enfim, a menos que você esteja procurando switches Silent, nos quais a Cherry ainda possui um design melhor do que seus concorrentes (pelo menos por enquanto), sugiro que não deixe de considerar outras escolhas apenas por causa do marketing de que "os switches Cherry são os melhores". Embora isto era verdade há alguns anos atrás, o mercado já mudou muito.

  • Redator: Wellington Diesel

    Wellington Diesel

    Formado em Redes de Computadores, o "wetto" é um entusiasta do ramo de Periféricos. Autor do Guia do Teclado Mecânico, ele carrega consigo mais de 150 análises de mouses, teclados e headsets publicadas, além de diversos Guias e Artigos sobre teclados, mouses e headsets. Respeitado pela comunidade do Adrenaline, ele trabalha à distância como colaborador.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.