Placa de vídeo antiga usada vale a pena? Um guia de sobrevivência na era dos altos preços

É, a coisa tá feia. Qualquer um que está pensando em montar um PC para jogos ou fazer um upgrade no seu computador deve estar bastante desanimado com os preços que vem aparecendo nos lojistas por aí. Se o sonho da plaquinha de vídeo nova parece que azedou, será que não é hora de dar uma olhadinha no que dá pra fazer no mercado de placas de vídeo usadas?

Para investigar se vale a pena pegar uma placa idosa ao invés daquela ainda com os plásticos para serem arrancados, usamos como referência as placas que vocês mesmos disseram estar mais interessados, e o resultado foi esse aqui:

[NVIDIA] Já cogitou comprar (ou comprou) qual dessas placas mais antigas?

NVIDIA GeForce GTX 970
19.99%
NVIDIA GeForce GTX 770
15.04%
NVIDIA GeForce GTX 750Ti
12.34%
NVIDIA GeForce GTX 980Ti
10.95%
NVIDIA GeForce GTX 960
8.18%
Outro GeForce
7.91%
NVIDIA GeForce GTX 980
5.45%
NVIDIA GeForce GTX 660
3.4%
NVIDIA GeForce GTX 780Ti
3.38%
NVIDIA GeForce GTX 760
3.31%
NVIDIA GeForce GTX 950
2.92%
NVIDIA GeForce GTX 650
2.83%
NVIDIA GeForce GTX 780
1.76%
NVIDIA GeForce GTX 750
1.74%
NVIDIA GeForce GTX 730
0.8%

Total de 5233 votos

[AMD] Já cogitou comprar (ou comprou) qual dessas placas mais antigas?

AMD Radeon R7 370/370X/270X/270
23.81%
AMD Radeon R9 390/390X/290X/290
18.79%
AMD Radeon R9 380/380X/280X/280
13.99%
Outra Radeon
10.22%
AMD Radeon HD 79XX
8.14%
AMD Radeon R7 360/260
7.53%
AMD Radeon HD 77XX
4.96%
AMD Radeon R7 360/260
4.65%
AMD Radeon HD 69XX
2.79%
AMD Radeon HD 67XX
2.08%
AMD Radeon HD 65XX
1.99%
AMD Radeon HD 75XX
1.04%

Total de 3267 votos

Por isso vamos abrir nossos calabouços, tirar a poeira e colocar para rodar games modernos três modelos da Nvidia e dois modelos da AMD, sendo uma placa da geração 900 das GeForces, duas da geração 700 e duas placas de vídeo Radeon, uma R9 300 e outra R7 300. 

Usamos como referência uma média de preços em sites de vendas de produtos usados como Mercado Livre e OLX, ignorando preços exorbitantes e também produtos com defeitos. Eles vão entrar "em combate" com as placas novas com preço mais próximo que conseguimos encontrar, sendo que usamos apenas lojistas online nacionais e de grande porte para a pesquisa. Os preços foram pesquisados no dia 12/06:

 


Nvidia GeForce GTX 970

 
Nvidia GeForce GTX 1050 Ti
 
Nvidia GeForce GTX 1060 3GB
           
Ano de lançamento 2014   2016   2016
           
Preço R$ 1 mil   Entre R$ 850 e R$ 1 mil   Entre R$ 1,1 mil e R$ 1,5 mil

 

 
AMD Radeon R9 290
 
AMD Radeon RX 570*
       
Ano de lançamento 2013   2017
       
Preço R$ 1,3 mil   R$ 1,1 mil a 1.5,mil

 

* Sobre a RX 570: não temos esse modelo mais por aqui. Para contornar essa deficiência, usamos uma RX 470 com um overclock e aceleramos as ventoinhas, já que o aumento dos clocks está entre as principais mudanças entre a geração 400 e 500 das RX. Sem esse ajuste, a diferença entre uma 470 e 570 é na casa dos 10%, então de qualquer forma a diferença não é alta.

- Continua após a publicidade -


 
Nvidia GeForce GTX 770 
 
Nvidia GeForce GTX 1050
       
Ano de lançamento 2013   2016
       
Preço Entre R$ 550 e R$ 800   R$ 700


 
Nvidia GeForce GTX 750 Ti
 
Nvidia GeForce GT 1030
 
AMD Radeon R9 270X
 
AMD Radeon RX 550
               
Ano de lançamento 2014   2017   2013   2017
               
Preço Entre R$ 400 e R$ 700   R$ 550   R$ 600   R$ 600

E aí, quais as conclusões? Alguns momentos comprar uma placa de vídeo usada pode ser uma boa pedida. Mesmo considerando que escolhemos os preços mais comuns, ou seja, ignorando os melhores preços de quem estava "se desfazendo" de sua placa, houve comparativos onde as placas mais antigas mostraram ter fôlego para fazer frente a modelos mais modernos. Isso foi especialmente notável na disputa dos modelos de entrada. Com a RX 550 e a GT 1030 com preços bem salgados, a GTX 750 Ti e a R9 270X podem fazer um retorno e mostrar pra elas como se faz.

As placas de entrada perderam para modelos antigos

- Continua após a publicidade -

Mas nem sempre a fórmula dá certo. Na disputa GTX 1050 versus GTX 770 temos uma vitória por margem bastante pequena para a placa mais antiga, mas nesse caso sobram motivos para optar pela 1050. Mais moderna, a placa ter requerimentos de fonte e conectores de energia muito mais modestos, opera mesmo em um singelo projeto térmico com apenas uma fan e está em uma microarquitetura mais recente e por conta disso mais adaptada aos novos softwares e games. Ter tudo isso é melhor que 5% mais FPS.

Quando a performance é próxima, melhor ficar com um modelo mais moderno

E no segmento high-end temos a situação mais interessante. A GeForce GTX 970 aterrisou no meio dos preços da GTX 1050 Ti e GTX 1060 3GB. Quando analisamos seu desempenho, porém, ela está mais para o modelo de cima na tabela no que para o debaixo, tornando essa placa um excelente produto para jogar em qualidade alta, resolução FullHD e com alta taxa de quadros. E nem vai precisar abrir mão de colocar as texturas em alta qualidade, afinal tem 0,5GB 1GB a mais de VRAM.

Quatro anos após o lançamento, a GTX 970 ainda é um modelo bem interessante de placa de vídeo

Como são arquiteturas mais antigas, as placas mais velhas tem outro problema: recebem menos "carinho" nas atualizações de software. O caso mais emblemático é a R9 290, que se saiu terrivelmente em Assassin's Creed Origins e rodou de forma eficiente The Division em DirectX 12. Os desenvolvedores de games e as fabricantes dão foco primeiramente para as tecnologias mais recentes, deixando para segundo plano o refinamento nos modelos mais antigos. Em outros casos a microarquitetura podem nem ser preparada para as novos jogos, que podem ter demandas diferentes do hardware.

É importante destacar que muito do que aconteceu nesse comparativo tem a ver com as circunstâncias que estamos. A GT 1030 custando acima dos 500 reais é pura anomalia, já que essa placa já foi vendida recentemente por mais compatíveis R$ 350. A GeForce GTX 1050 Ti custava R$ 690 nos tempos do PC Baratinho de 2017, artigo feito no final do ano passado. As placas velhas estão muito competitivas por culpa dos péssimos preços atuais das placas novas, especialmente nos segmentos de entrada e intermediário.

E os riscos de comprar uma placa de vídeo usada? É difícil em uma inspeção visual encontrar defeitos. Exceto se você encontrar algum sinal evidente de oxidação ou algum componente queimado ou "estufado", ou alguma outra deformação clara, não há muito porque se preocupar. Usada em condições normais, dentro de seu projeto original, uma placa de vídeo deve entregar durabilidade maior do que seu real ciclo útil de vida. deixando mais claro: uma placa de vídeo costuma ficar ruim de performance para jogos muito antes de estragar. Se ela estiver entregando desempenho o suficiente, como alguns modelos de 2012 e 2013 desse artigo se mostraram capazes, não há porque não comprar um deles.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube