Gabinete ou nave espacial? Montamos um PC no Quadstellar!

Já passaram por aqui alguns gabinetes exóticos, caso do Aerocool Dream Box ou do Aerocool Strike X. Hoje é a vez de mais uma vez conferir um desses modelos que, a primeira vista, podem deixar a pessoa com dúvidas se é mesmo um computador: vamos montar um PC no Gamer Storm Quadstellar.

Link de compra do Quadstellar

A Gamer Storm é uma subdivisão da DeepCool, empresa conceituada em sistemas de resfriamento para hardware. Essa não é a primeira iniciativa mais ousada da empresa nessa área: a mesma empresa lançou em 2015 o Tristellar, um gabinete com três área independentes, com uma para placas de vídeo,  uma placa-mãe e outra para HDs e fonte de energia. Acho que não vou pegar ninguém de surpresa ao dizer que a novidade do Quadstellar é um novo design com... QUATRO áreas independentes.

A primeira novidade importante é que agora dispositivos de armazenamento foram separados da fonte. São no total oito bais para discos de 3,5 polegadas e mais duas baias de 2,5 polegadas. Sim, duvido muito que você vá conseguir lotar esses espaços, e se isso acontecer ainda há mais três baixas de 2,5 polegadas adicionais.

Outra novidade é que a área da placa-mãe agora se estende até o miolo do gabinete. Isso tira uma limitação do Tristellar, que só funcionava com placas-mãe mini-ITX. Agora cabe até E-ATX, o maior padrão no mercado para consumidores domésticos. Nesses espaço também cabem um radiador de 360mm e um de 240mm, além de até quatro placas de vídeo.

Mas se você quiser tirar o potencial total da modularidade desse projeto, você não vai por as placas de vídeo na área da placa de vídeo. Há uma área dedicada às VGAs no topo, onde dá para por até três placas de vídeo. Como todas as demais áreas, existe uma ventoinha dedicada ao resfriamento desse espaço, criando áreas independentes e evitando que um componente aqueça o outro, além de criar zonas independentes de circulação de ar.

Outro destaque do Quadstellar é seu app. Via celular você controla o sistema de iluminação LED RGB, a velocidade das ventoinhas e até os painéis frontais de cada módulo, podendo deixar aberto ou fechado. Uma dica importante: passamos trabalho para conseguir fazer o app e o gabinete "se falarem". Conseguimos a conexão após apertar o botão de reset presente na placa de controle do sistema de LED e do mecanismo de abrir as entradas de ar.  Como vocês podem ver nesse link, a documentação sobre o Quadstellar está longe de ser muito detalhada.

Especificações Técnicas:

- Placas-mãe: E-ATX (305x330mm)/ATX/M-ATX/Mini-ITX
- Materiais: SPCC, alumínio, vidro temperado
- Tamanho: 538 x 483 x 493mm (LxCxA) 
- Peso 14.5 kg
- Baias: 8x 3.5"/2.5'', 5x 2.5"
- Painel frontal: 2×USB3.0, Audio (HD) e Mic×1
- Slots de expansão: 8+6
- Fans pré-instaladas: 5x TF120 Fan (1×120mm atrás, 4×120mm na frente)
- Fonte: ATX PS2 (até 300mm)
- Cooler de CPU Cooler: até 110mm de altura; Liquid Cooling: 120/240/360mm na frente; 120/240mm na base
- Comprimento máximo de placa de vídeo: 380mm

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.