GeForce GTX 1060 9Gbps é melhor que a GTX 1060 ou RX 580? Veja o comparativo!

A Gigabyte nos enviou a placa de vídeo GeForce GTX 1060 AORUS 9Gbps, placa que diferente da GTX 1060 normal de 6GB, tem memórias capazes de entregar 9Gbps de desempenho, 1Gbps a mais sobre os 8Gbps do primeiro modelo. É importante destacar que a Gigabyte possui dois modelos com memórias de 9Gbps, sendo um esse utilizado e outro com overclock mais alto e sistema de cooler mais "parrudo", chamado GTX 1060 AORUS Xtreme Edition 9Gbps.

Site oficial da Gigabyte GeForce GTX 1060 AORUS 9Gbps

Lembramos ainda que não foi apenas a GTX 1060 que ganhou memórias mais rápidas, a GTX 1080 também foi lançada com memórias mais rápidas, subiu de 10Gbps para 11Gbps.

Diante desse lançamento, a pergunta é: vale a pena investir nessa placa que chega custando cerca de R$1.400? Será que ela consegue entregar um ganho de desempenho que justifique seu preço cerca de R$200 acima dos modelos com as memórias tradicionais com mesmo GPU? E quando comparada com a Radeon RX 580 que atualmente custa em média R$1.300, qual é a melhor opção? Veja os comparativos nesse artigo.

Primeiro vamos a tabela comparativa com as especificações de cada uma das placas utilizadas, todas elas modelos com GPU trabalhando um pouco acima dos modelos referência.

Comparativo

Gigabyte AORUS
GeForce GTX
1060 6GB 9Gbps
Gigabyte
GeForce GTX
1060 G1 Gaming
6GB
Sapphire Radeon
RX 580 Pulse
8GB

Preços

Preço no lançamentoU$ 330,00 U$ 249,00 U$ 229,00
Preço atualizadoR$ 1.400,00 R$ 1.200,00 R$ 1.300,00

Especificações da GPU

Processo de fabricação16nm FinFET 16nm FinFET 14nm FinFET
ChipPascal GP106 Pascal GP106 Polaris 20
Clock do GPU1607 MHz1594 MHz1257 MHz
Clock do GPU (Turbo)1835 MHz1809 MHz1366 MHz

Especificações das Memórias

Tecnologia da RAMGDDR5 GDDR5 GDDR5
Interface de largura de BUS192 bit 192 bit 256 bit
Quantidade de RAM6GB 6GB 8GB
Clock das memóriass2258 MHz2002 MHz2000 MHz
Clock efetivo9026 MHz8008 MHz8000 MHz
Largura de banda216.6 GB/s192.2 GB/s256 GB/s

Características Gerais

Shading Units1280 1280 2304
TMUs80 80 144
ROPs48 48 32
Pixel Rate88.08 GPixel/s76.5 GPixel/s43.7 GPixel/s
Texture Rate146.8 GTexel/s127.5 GTexel/s196.7 GTexel/s
Performance de pontos flutuantes4698 TFLOPS4081 TFLOPS6295 TFLOPS

Design

Pinos de alimentação1x 8 pinos 1x 8 pinos 1x 8 pinos
Suporte à combinação de placasSem suporte Sem suporte Até quatro placas
Tipo de SlotDual-slot Dual-slot Dual-slot
Comprimento da placa280 mm278 mm230 mm
TDP120 W120 W150 W
Fonte recomendada400 W400 W450 W
Conexões de vídeo3x DisplayPort 1.4, 1x HDMI 2.0B, 1xDVI 3x DisplayPort 1.4, 1x HDMI 2.0B, 1xDVI 2xHDMI 2.0b, 2xDisplayPort, 1XDVI

Recursos

DirectX12.0 12.0 12.0
OpenCL1.2 1.2 2.2
OpenGL4.5 4.5 4.5
Shader5.0 5.0 5.0

Extras

ExtrasSistema de cooler com 3 FANs Sistema de cooler com 2 FANs Sistema de cooler com 2 FANs

Fotos


Tiramos algumas fotos da GTX 1060 9Gbps que usamos nos comparativos, trata-se do modelos AORUS da Gigabyte, placa que se destaca por vir com overclock de fábrica no GPU, além de trazer um sistema de cooler bastante eficiente com 3 FANs e backplane na parte de baixo da placa.

- Continua após a publicidade -

GTX 1060 AROUS 9Gbps vs GTX 1060 G1 Gaming
Nas fotos abaixo temos a GTX 1060 AORUS 9Gbps ao lado da GTX 1060 G1 Gaming, também da Gigabyte. O design das placas apesar de mudança no nome não mudou muito, porém a empresa tratou de colocar um sistema de cooler com um FAN a mais no modelo 9Gbps para deixar bem evidente que são placas diferentes.

Destacamos ainda que ambos os modelos possuem 6GB de RAM.


Sistema utilizado

Estamos mudando nosso sistema utilizado em reviews de placas de vídeo, que passará a utilizar um Core i7-6950X overclockado para 4.5GHz. A placa-mãe é uma Asus X99 Strix Gaming com 32GB de RAM HyperX Predator 3200MHz montados em um gabinete Thermaltake Core P3 com uma fonte de energia Toughpower DPS G RGB 850W.

Abaixo algumas fotos da placa no sistema com a GTX 1060 AORUS 9Gbps.

- Continua após a publicidade -

Mais abaixo, os detalhes da máquina, sistema operacional, drivers, configurações de drivers e softwares/games utilizados nos testes.

Máquina utilizada nos testes:
- Processador Intel Core i7-6960X @ 4.5GHz - Análise
- Placa-mãe Asus X99 Strix - Análise
- Kit de memórias Kingston HyperX Predator DDR4 32GB 3000Hz (4x8GB) - Análise
- SSD Kingston HyperX Savage 240GB - Análise
- SSHD Seagate 2TB SATA3 - Site oficial
- Sistema de refrigeração liquida Thermaltake Water 3.0 Riing RGB 280 - Site oficial
- Fonte de energia Thermaltake Toughpower DPS G RGB 850W Gold - Site oficial
- Gabinete Thermaltake Core P3 - Site oficial
- Monitor Samsung U28E590D 4K 60Hz - Site oficial

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 10 Pro 64 Bits Redstone2

Aplicativos/Games:
- 3DMark (DX11/DX12)
- Battlefield 1 (DX11)
- Grand Theft Auto 5 (DX11)
- Rise of Tomb Raider (DX11)
- The Division (DX11)
- The Witcher 3 (DX11)

GPU-Z
Vejam a tela principal do GPU-Z mostrando algumas das principais características técnicas da GTX 1060 normal de 6GB e do novo modelo com 9Gbps. Reparem que a Gigabyte aumentou mais 12MHz no clock da GPU comparada a G1 Gaming, porém isso na prática não faz diferença já que é um aumento muito baixo.

Diferença de 1GHz no clock das memórias vai resultar em bom ganho de desempenho?

 

Overclock


Essa GTX 1060 9Gbps utiliza o mesmo GPU com chip Pascal GP106, sendo assim o comportamento em overclock é o mesmo que as primeiras placas, logicamente ficando dependente também do projeto adotado pela fabricante. Utilizamos a Gigabyte GTX 1060 AORUS 9Gbps, modelo com sistema de cooler com 3 FANs que promete um comportamento entre os melhores modelos quando se trata de overclock, mas não diferente do que já vimos em modelos com as memórias "normais".


Consumo de energia


Também fizemos testes de consumo de energia com todas as placas comparadas. Todos os testes foram feitos em cima da máquina utilizada na análise, o que dá a noção exata do que cada VGA consome. Vale destacar que o valor é o consumo total da máquina e não apenas da placa de vídeo. Dessa forma, comparações com testes de outros sites podem dar resultados bem diferentes.

Para o teste de carga, rodamos o 3DMark - aplicativo que exige um pouco mais do sistema e da placa de vídeo do que grande maioria dos games.

OBS #1.: No teste rodando o aplicativo 3DMark, consideramos 10W como margem de erro, devido a variação que acontece testando uma mesma placa.


Temperatura


Iniciamos nossa bateria de testes com um critério muito importante: a temperatura do chip, tanto em modo ocioso como em uso contínuo.

É importante destacar que algumas placas possuem um sistema que desliga os fans quando a GPU não está sendo exigida, como ao executar tarefas simples do Windows ou mesmo games mais simples. Por isso, existem temperaturas consideravelmente acima de alguns modelos nessa situação, mas que na prática não comprometem a placa. De acordo com as fabricantes, esse recurso aumenta o tempo de vida útil além de consumir menos energia. Sendo assim, podem existir diferenças grandes na temperatura do modo ocioso, o que não caracteriza uma placa ruim caso a temperatura seja alta.

Primeiro vamos ao teste das placas com o sistema em modo ocioso:

Para o teste da placa em uso, medimos o pico de temperatura durante os testes do 3DMark rodando em modo contínuo.


3DMark / VRMark


Começamos pelos testes sintéticos, utilizando aplicativos específicos para medir o desempenho das placas.

3DMark

Rodamos a versão mais recente do aplicativo da Futuremark com três testes, o Fire Strike em modo normal e também em modo 4K além do novo Time Spy baseado em API DirectX 12. Abaixo, os resultados:

Abaixo o novo teste Time Spy que roda sobre a API DirectX 12:


Testes em games

Agora vamos ao que realmente importa: os testes de desempenho em alguns dos principais games do mercado.

Para ajudar a entender os gráficos a seguir: acima de 60fps é o ideal para monitores que operam nessa frequência. Quanto mais próximo dos 30fps, pior vai ficando a fluidez e, abaixo dos 30, o jogo começa a ficar "não jogável"


Battlefield 1


Como um dos games com a melhor qualidade gráfica já lançados, não teria como deixar ele de fora de nossa bateria de testes. Sendo assim, abaixo estão o comportamento das placas rodando o novo game da DICE.


GTA5


GTA V está entre os maiores sucessos dos últimos anos, trazendo entre seus destaques boa qualidade gráfica. Confiram abaixo o comportamento das placas rodando o game:


Rise of Tomb Raider


O mais recente game da franquia da Lara Croft, Rise of Tomb Raider trouxe um grande salto na qualidade sobre a versão anterior, prometendo exigir muito das placas de vídeo, mesmo os modelos de alta performance. O game também tem suporte a DirectX 12, mas ainda não consegue tirar proveito dessa API de forma que justifique seu uso (sendo assim, não fizemos os testes com essa versão da API), mesma situação de Hitman. Sendo assim, os testes são em DirectX 11.


The Division


O game da Ubisoft é uma proposta bastante ambiciosa de criar uma Nova Iorque "viva" em partidas com multiplayer totalmente online. The Division usa um motor gráfico próprio desenvolvido pela Ubisoft Massive, e precisa lidar com cenários complexos e grandes quantidades de partículas na tela, com destaque para a neve que ocasionalmente cai em alguns momentos.


The Witcher 3


The Witcher 3 chegou como nova referência em qualidade gráfica para PC, sendo um dos games mais interessantes da atualidade para medir desempenho de placas de vídeo.


Conclusão


A conclusão não poderia ser outra, só vale a pena optar pela GTX 1060 9Gbps frente a uma GTX 1060 normal se a diferença de preço foi pequena, acima disso não justifica pela pouca diferença que as memórias de 9Gbps trazem de ganho, lógico que elas podem ir um pouco além no overclock quando comparado ao OC nas memórias da placa padrão, porém ainda assim não justifica gastar muito mais, basta fazer um overclock mediano no GPU+memórias de uma GTX 1060 convencional para atingir os mesmos resultados.

Tivemos aumentos consistentes de 3 a 4% ao longo de todos os testes, mostrando que as memórias mais rápidas impactaram na performance final, porém essa baixíssima porcentagem adicional vira também a referência de investimento: considerando um preço na casa dos R$ 1.200 em que encontramos muitas vezes a GTX 1060 6GB, isso significa que a margem adicional de gasto proporcional  ao ganho de performance seria desembolsar em torno de 50 reais a mais. Como mencionamos na introdução, a diferença de custo tem sido 4x maior que essa.

Na comparação com a Radeon RX 580 nossa recomendação fica novamente voltada a GTX 1060, concorrente direta da placa topo de linha da série 500 da AMD, por ser melhor opção frente a 9Gbps também é melhor opção frente a RX 580, que ainda sofre com os efeitos de escassez devido a mineração, com efeitos como baixa disponibilidade e preços mais altos, mais do que GPUs da concorrente.

GeForce GTX 1060 9Gbps só vale
com preço muito próximo da GTX 1060 padrão

Outro contra da GTX 1060 9Gbps é que ela chegou com preços próximos de uma GTX 1070, placa que tem desempenho consideravelmente acima e se torna uma opção bem mais atrativa.

Uma boa dica na hora de pesquisar o preço de placas de vídeo é ficar de olho no Adrenaline FOR SALE, tópico no fórum onde os usuários compartilham as melhores ofertas.

Tags
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.