Batalha: AMD Radeon RX Vega 64 vs Nvidia GeForce GTX 1080

Demorou, e depois demorou mais um pouco, mas enfim chegaram placas de vídeo da AMD para "povoar" o segmento acima das RX 580 e GTX 1060. As placas baseadas em Vega são modelos que chegam pra fazer frente ao segmento de alto desempenho, se "embolando" com as GTX 1070 e 1080 (sim, GTX 1080 Ti segue sem concorrentes). 

Batalhas anteriores:
Ryzen 5 vs Core i5: a batalha pelo PC "Custo x Benefício" gamer
Radeon RX 550 ou GeForce GT 1030? Batalha das placas baratinhas!
Qual é melhor: GeForce GTX 1060 x Radeon RX 480?
Batalha das placas baratinhas: RX 460 vs GTX 1050 vs GTX 1050 Ti

Recebemos para testes o modelo ROG Strix Vega 64 OC Edition, um projeto avançado da Asus com três ventoinhas e um sistema de dissipação de calor que avança além do dual-slot tradicional. Para tornar a disputa justa com o chip GeForce GTX 1080, colocamos em ação outra placa que também tem um excelente projeto customizado, a Gigabyte GeForce GTX 1080 G1 Gaming.

Comparativo

ASUS Radeon RX
Vega 64 Strix
OC
Gigabyte
GeForce GTX
1080 G1 Gaming

Preços

Preço no lançamentoU$ 649,99
Preço atualizadoR$ 3.262,90

Especificações da GPU

Processo de fabricação14nm FinFET 16nm FinFET
ChipVega 10 Pascal GP104
Clock do GPU1546 MHz1696 MHz
Clock do GPU (Turbo)1630 MHz1835 MHz

Especificações das Memórias

Tecnologia da RAMHBM2 GDDR5X
Interface de largura de BUS2048 bit 256 bit
Quantidade de RAM8GB |8GB|
Clock das memóriass945 MHz1251 MHz
Clock efetivo1890 MHz10008 MHz
Largura de banda483.8 GB/s320 GB/s

Características Gerais

Shading Units4096 2560
TMUs256 160
ROPs64 64
Pixel Rate104.3 GPixel/s102.8 GPixel/s
Texture Rate417.3 GTexel/s257.1 GTexel/s
Performance de pontos flutuantes13.353 TFLOPS8.228 TFLOPS

Design

Pinos de alimentação2x 8 pinos 1x 8 pinos
Suporte à combinação de placasAté quatro placas Até duas placas
Tipo de SlotDual-slot Dual-slot
Comprimento da placa298 mm286 mm
TDP295 W180 W
Fonte recomendada600 W500 W
Conexões de vídeo2x DisplayPort 1.4, 2x HDMI 2.0B, 1x DVI 3x DisplayPort 1.4, 1x HDMI 2.0B, 1xDVI

Recursos

DirectX12.0 12.0
OpenCL2.0 1.2
OpenGL4.5 4.5
Shader5.0 5.0

Extras

ExtrasSistema de cooler com 3 FANs Sistema de cooler com 3 FANs

Hardware usado

Para os testes, usamos as seguintes configurações, buscando não limitar o desempenho das placas de vídeo em momento algum:

- Intel Core i7 7700K
- Mainboard MSI Z270 Gaming Pro Carbon
- Noctua NH U12S
- 2x8 GB memórias HyperX Predator DDR4 3200MHz

Jogos testados

Por conta do perfil dessas placas, a configuração 1920x1080 Ultra não é o bastante para "desafiar" essas placas. Para evitar qualquer risco de que o processador se torne eventualmente o limitador do sistema, colocamos ambas para encarar os testes na resolução QuadHD (2560 x 1440), com tudo "setado no Ultra". Algumas exceções se aplicam, sendo que desligamos tecnologias proprietárias, caso do Hairworks em Witcher 3 e o HBA0+ em Rise of the Tomb Raider.

- Continua após a publicidade -

Apenas um jogo foi testado em 4K. As duas placas já estão "sobrando" para rodar GTA V em QuadHD, então subimos a resolução para dar mais trabalho para elas. Em alguns momentos dos testes, deixar em 1440p fez com que o CPU determinasse "o teto" da performance das duas.

Jogos testados:

- The Witcher 3 Wild hunt (DX11)
- Gran Theft Auto V (DX11)
- Tom Clancy's The Division (DX12)
- Rise of the Tomb Raider (DX12)
- Battlefield 1 (DX11)

Comparativo em vídeo

Benchmarks

- Continua após a publicidade -

Veredito

A primeira conclusão óbvia desse comparativo é que as Vega deviam ter sido lançadas ano passado. Temos uma alternância na liderança, com a GTX 1080 se saindo melhor em testes em DX 11 e a Radeon Vega 64 mantendo a ponta em DX 12. Apesar das diferenças de desempenho, na prática ambas entregam a mesma experiência: são placas de vídeo para rodar games pesados em qualidade Ultra na resolução QuadHD, com possibilidade de rodar games um pouco mais leves em 4K. Uma briga dos dois modelos teria tornado o mercado de placas de vídeo de alto desempenho em algo bem mais interessante em 2016.

Observando a performance, temos méritos para ambos os lados. A GTX 1080 foi a placa que conseguiu a maior média de quadros, em alguns momentos abrindo margens consideráveis de vantagem como foi o caso de GTA V. A Vega contou com outro trunfo: uma maior estabilidade nos quadros. Isso é algo evidente vendo trechos do vídeo de comparativo, e também em nosso gráfico com percentis: basta clicar na média de quadros e deixar apenas as quedas 1% ou 0.1% para ver que a diferença reduz bastante entre as duas placas, e que a Vega reduz pouco comparado a média geral que estava gerando os frames. Em casos mais extremos, como Witcher 3, a Vega64 chega a ser melhor que a GTX 1080 nas quedas bruscas (0.1%), apesar de ser pior na média geral.

Em preço, a GTX 1080 tem dominância com tranquilidade. Por estar mais tempo no mercado, ela já está bem consolidada com modelos de parceiras e com eventuais promoções agressivas, enquanto a Radeon RX Vega64 ainda sofre o custo de "ser novidade" e está limitada a modelos referência. As Radeon referência são encontradas por valores entre R$ 3.200 a R$ 3.600, enquanto a GTX 1080 (já modelos de parceiras) são encontradas por R$ 3.200 ou até menos em promoções. E pra piorar, a GTX 1080 Ti, com considerável ganho de performance, já aparece a partir de R$ 3.600.

Avaliando a questão de aquecimento, ambos os projetos mantém boas temperaturas. Em nosso gameplay vimos a Vega 64 estabilizar na casa dos 75 a 78ªC, enquanto a G1 Gaming costuma parar nos 72ºC. Ambas conseguem atingir esse nível de aquecimento e performance sem produção perceptível de ruído, o que traz essa disputa para um empate.

Na parte de consumo, já é bem sabido por todos a clara desvantagem da AMD nesse aspecto, e na hora de ligar os conectores de energia fica evidente a diferença. Enquanto a GTX 1080 usa apenas um conector de oito pinos, a Vega 64 Strix precisa de dois. Na prática, quer dizer que os cabos de alimentação para apenas uma Vega dão conta de um SLI de GTX 1080!

Por fim, a disponibilidade muito tardia da Radeon RX Vega 64 e seu alto consumo e preço acabam ofuscando sua principal qualidade, que é a alta estabilidade de quadros. Como resultado, a GTX 1080 é a melhor escolha entre esses dois modelos, e o custo elevado do modelo referência da Radeon faz com que até a GTX 1080 Ti deva ser considerada pelos jogadores, especialmente aqueles que querem jogar em 4K e "não apenas em QuadHD".

 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube