PC Baratinho para MOBAs e Free-to-Play

Entre as vantagens de se jogar no PC está a grande quantidade de jogos gratuitos para se jogar, algo que já vem chegando aos consoles mas ainda em menor grau. Beleza, o game ficou na faixa, mas para o orçamento ficar bonito, vamos precisar de um hardware para jogar, e um que não saia caro!

Buscamos montar um PC com as melhores e mais baratas configurações possíveis para encarar esses games em grande estilo. Partimos das seguintes especificações:

- CPU Intel Pentium G4560 - R$ 270
- Placa-mãe LGA 1151 - a partir de R$ 300
- 8GB (2x4GB) de RAM - 2x R$ 159
- HD Seagate Barracuda 1TB - R$ 220
- AMD Radeon RX 460 2GB - R$ 457
- Fonte de 350W - R$ 130

Total R$ 1.475

Como muitos desses games não são exigentes com a CPU, o Pentium G4560 sobrou muito bem ao longo de nossos testes, mostrando que outros modelos modestos como o AMD FX-4300 (também na casa dos R$ 300, e que já usamos em Overwatch sem problemas) e até mesmo processadores mais velhos como antigos Intel Core ou eventualmente alguns Phenom II podem ter gás o bastante para encarar esses jogos.

F2P são pouco exigentes em CPU

E placa de vídeo? Bom, aqui entramos em uma questão de bastante curiosa. Vejo a Radeon RX 460 de 2GB como o modelo com a melhor relação entre custo e benefício para quem pretende esses games. Custando menos de 500 reais, ela garante mais de 60 FPS em qualidade máxima na maioria deles. Tudo em uma placa compacta que aquece e consome pouco. Para quem prefere o lado Nvidia, com características semelhantes e custando pouca coisa a mais temos a GeForce GTX 1050.

Uma RX 460 ou GTX 1050 já garantem alta qualidade em 60FPS nesses jogos

- Continua após a publicidade -

Mas a verdade é quando falamos dos gráficos, podemos escalonar muito fácil o nível de qualidade ao orçamento da placa de vídeo, partindo de... placa nenhuma! Experimentei jogar apenas com os gráficos integrados do Pentium, e conseguimos jogar com variações entre 30 e 50FPS em qualidade que ia do baixo (Paladins) até o médio/alto (League of Legends) em 1080p. Não é o ideal para um gamer mais exigente, mas definitivamente já serve para quem não pode já investir na placa de vídeo.

Até os Gráficos integrados tem performance

Orçamento do PC Free-to-play "vamo que vamo" sem GPU:

- CPU Intel Pentium G4560 - R$ 270
- Placa-mãe LGA 1151 - a partir de R$ 300
- HD Seagate Barracuda 1TB - R$ 220
- 8GB (2x4GB) de RAM - 2x R$ 159
- Fonte de 350W - R$ 130

Total R$ 1.238

Isso nos mostra que a qualidade gráfica será proporcional ao seu investimento. Comprar uma GeForce GTX 1030, por exemplo, vai inserir você em algum lugar entre o mínimo a meros 30FPS e o máximo a 60FPS. 

E as memórias? Ao longo dos testes vimos o consumo da RAM não ultrapassar a barreira dos 4GB, mostrando que um conjunto de duas memórias de 2GB (importante para possibilitar o dual-channel das memórias) é suficiente para lidar com os games de nossa bateria.

4GB são suficientes para esses games, mas para outros o recomendável é partir para 8GB

Apesar de ser possível encarar esses games com 4GB, aqui vai uma recomendação: um total de 8GB é uma melhor pedida. Principalmente para games de mundo aberto, 4GB não é a quantidade mais indicada, e quando falamos de memórias DDR4, inclusive é mais difícil encontrar módulos menores que 4GB. Para quem vai pegar apenas um módulo de 4GB, é importante estar ciente que só será formado um canal de comunicação entre a CPU e as memórias, o que pode causar um impacto negativo em performance para alguns games. O ideal é sempre usar dois módulos, para melhorar a comunicação entre a CPU e as memórias com um dual-channel.

Um ponto importante: se você vai suar os gráficos integrados, a quantidade e velocidade de memórias se torna mais importante. Gráficos integrados usam a RAM, logo é importante ter uma boa quantidade disponível para não limitar tanto CPU quanto GPU, além de uma frequência mais alta para garantir um ganho de FPS. Se encontrar uma memória com uma frequência superior sem precisar gastar muito mais, esse é um investimento que compensa principalmente para quem está jogando em gráficos integrados AMD ou Intel.

- Continua após a publicidade -

A vantagem do jogo ser grátis é poder baixar e testar

Acima de tudo, para quem está pensando em jogar esses games, vocês devem explorar sua maior vantagem: eles não custam nada. Isso quer dizer que dá para baixar o jogo sem se preocupar se o seu hardware vai aguentar. Coloca pra rodar e se for... foi. Se não for, dá pra colocar um Afterburner em ação e te ajudar a entender qual o upgrade que será necessário. Aqui tem algumas dicas de onde pode estar o seu problema.

Como ver a performance de seus componentes na tela em tempo real
Por que meu jogo não está rodando bem? Veja algumas dicas de qual upgrade você precisa

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube