PC Baratinho encara lama e muita trincheira em Battlefield 1

Demorou, mas estamos de volta! Depois de ocupar o PC Baratinho com uma bateria de testes que vocês conseguem conferir nesse link, o nosso herói de orçamento limitado encara um dos games mais elogiados e aguardados por muitos gamers: Battlefield 1!

Artigo: Batalha das placas baratinhas: RX 460 vs GTX 1050 vs GTX 1050 Ti

Colocamos o PC Baratinho para rodar o game com um excelente reforço: agora tanto a AMD quanto a Nvidia já possuem produtos no segmento de entrada disponíveis: por parte da AMD temos a Radeon RX 460, disponível em versões de 2 ou 4GB de memória, enquanto a Nvidia trouxe ao mercado (ou tá trazendo, tá meio atrasado isso aí) as GeForce GTX 1050 e 1050 Ti, placas que também chegam com 2 (1050) ou 4GB (1050 Ti).


Da esquerda para a direita: PowerColor RX 460 2GB, Sapphire RX 460 4GB, Zotac GTX 1050 Mini e GTX 1050 Ti Mini

Todos esses chips gráficos são bem interessantes. Compactos, com baixo consumo e alta eficiência, muitas das placas com esses chips operam só com a alimentação através do PCIExpress, dispensando cabos adicionais de energia e, por consequência, fontes potentes. Outra facilitada dessa geração é que o baixo aquecimento faz com que muitas das placas operem com apenas uma fan, outra característica que ajuda a reduzir custos, além de entregar placas bastante compactas.

Estamos bem na nova geração de placas de vídeo. Seus alto graus de eficiência trazem modelos com baixo consumo, pouco aquecimento e compactos

Sem mais delongas, hora de encarar o gameplay, com reforço de Andrei Longen, que fez a análise do game para o Adrena e que tem o feedback de como o jogo está nos consoles.

Análise: Battlefield 1 - Franquia se renova com a Primeira Guerra e entrega um dos melhores games do ano

Partindo com a RX 460 com 2GB da PowerColor já temos um resultado interessante. Nosso gameplay segurou próximo dos 60FPS em qualidade média e resolução FullHD, porém ocorreram engasgos ocasionais durante nosso gameplay com quedas para a casa dos 40FPS, o que não é ruim, mas é bem chato, especialmente em um game competitivo em que não queremos o hardware comprometendo nosso desempenho. Baixar a qualidade para o Low/1080p resolveu esses engasgos, mas apesar de não comprometer totalmente a estética do game, trouxe uma redução sensível para a qualidade das imagens e definitivamente colocou o Baratinho bem abaixo dos consoles.

- Continua após a publicidade -

Tentando garantir um Medium/1080p, algo mais próximo ao que vemos no PS4 e Xbox One, precisamos resolver os dois elementos aparecem como principais suspeitos de responsáveis pelas quedas de desempenho. O processador FX 6300, que fica quase o tempo todo acima dos 90% de uso, e os 2GB de memória de vídeo, que ficam lotados praticamente o tempo todo. Começamos pela placa de vídeo, colocando a Sapphire RX 460 Nitro 4GB, um modelo que além da memória adicional traz um leve overclock de fábrica. Esse upgrade pareceu ser suficiente para resolver nossa questão, e minimizou bastante as quedas abaixo dos patamares dos 50FPS.

DX 12 não ajudou em nada nosso teste com o Baratinho

Um adendo importante: rodamos os testes em DX11, pois como fica evidente no vídeo, o game tem sérios problemas de engasgos ao usar a nova API da Microsoft em nosso gameplay. Apesar dos resultados interessantes que o DX 12 apresenta em placas e sistemas mais potentes, no mundo limitado do Baratinho ela mais atrapalha do que ajuda. Teóricos da conspiração nos comentários podem procurar outra coisa para achar defeito.

- AMD FX-6300 - R$ 389
- Gigabyte AM3+ mATX GA-78LMT-USB3 - R$ 309 
- Sapphire RX 460 Nitro 4GB - R$ 635
- HD de 1TB Seagate Barracuda 1TB - R$ 250
- 8GB de memória RAM - 2x R$ 118
- Fonte 350W -  R$ 157
- Tela, mouse e teclado reaproveitados de PCs velhos - R$ 0 

Preço total estimado: R$ 1.976

Nessa faixa de preço dá RX 460 4GB está também a GeForce GTX 1050, porém vendo o consumo de memória de Battlefield, não parece uma boa ideia arriscar essa quantidade de memória. Para quem quer ver a performance dessa placa em BF1 e outros jogos, temos esse artigo aqui em que colocamos ela e outras placas do segmento de entrada em uma batalha de performance.

Para quem ficou curioso pela performance da GTX 1050 Ti, temos um vídeo de gameplay com essa placa. Porém, considerando o quanto a CPU em uso está impactando no desempenho, antes de cogitar uma GTX 1050 Ti ou uma RX 470, é importante por na conta também um upgrade de processador.

O FX-6300 limita a performance e não é indicado para placas mais potentes que as de entrada

- Continua após a publicidade -

O PC Baratinho está precisando de side-kicks, então não esqueça de dar sua sugestão para nosso artigo em que iremos atrás de periféricos gamers com preços dignos do baratinho. Agora vamos prepara o Baratinho para encarar outros lançamentos de peso desse mês de novembro: Titanfall 2 e Watchdogs 2.

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube