Overwatch: confira o que rolou no evento de lançamento do game em São Paulo

A Blizzard realizou na última segunda-feira domingo (23/5) um evento de lançamento de "Overwatch" em São Paulo (SP). Direcionado para a imprensa, a empresa não mostrou muitas novidades, mas reforçou o compromisso de que está cada vez mais disposta a atender as exigências dos jogadores brasileiros.

Beta de Overwatch teve quase 10 milhões de jogadores

A convocação dos dubladores profissionais Daniel Müller e Christiano Torreão para emprestarem suas vozes à "Overwatch" comprovou essa vontade. Ambos os dubladores ressaltaram a importância de uma tradução coerente, que aproveita a linguagem, as gírias e as nuances da cultural nacional para adicionar contexto e veracidade em cada trecho falado. E isso engloba, inclusive, palavões, mas nada muito apelativo ou agressivo.

A empresa também trouxe o designer de som Paul Lackey para explicar um pouco mais do processo de criação da parte sonora de "Overwatch". Um dos trechos mais impactantes comentados pelo produtor foi que a equipe precisou levar diversos equipamentos, ferramentas e utensílios para uma região desértica dos Estados Unidos para capturar sons em silêncio absoluto, longe dos barulhos típicos de cidades e estúdios de gravação.

[Jogamos] Overwatch tem combates frenéticos e equilíbrio de heróis

O produtor também visitou uma fábrica de montagem de carros para capturar sons automotivos e recriar a ambientação de cenários específicos de "Overwatch", além de usar a respiração ofegante de um cachorro da raça Pug para criar efeitos sonoros a um personagem do game. No caso do brasileiro Lúcio, o som das suas armas e suas habilidades ativadas foram criados a partir de um software especializado em moldar e dinamizar partículas de som, recursos capazes de ajudar a criar identidade a um herói.   

A Blizzard ainda reforçou "Overwatch" como uma experiência transmidiática. A produtora está apostando alto e confiante no sucesso não apenas do jogo, mas também na divulgação de uma série animada e na disponibilização gratuita de quadrinhos digitais. A ideia é contar a história e os contextos de cada personagem do game através de vários tipos de produtos interativos que pertençam ao universo geek.   

- Continua após a publicidade -

Jogadores trapaceiros serão banidos para sempre em Overwatch

Com servidores dedicados e localização completa, "Overwatch" já está disponível para venda nas principais redes varejistas do país. O preço é de R$160 na versão para PC e de R$250 nas versões para Playstation 4 e Xbox One

Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.