Linha do Tempo Adrenaline: conheça os games da franquia Hitman

Confira quais são todos os games que fazem parte da franquia Hitman
Por Andrei Longen 11/03/2016 18:42 | atualizado 25/11/2019 12:36 Comentários Reportar erro

Um assassino extremamente frio e calculista. Códigos de barra gravados na sua nuca. Uma máquina de eliminar alvos das mais variadas formas possíveis. Instituições militares clandestinas, terroristas de altíssima periculosidade, ditadores impiedosos e galpões de estoques nucleares são apenas alguns dos alvos já varridas do mapa pelo Agente 47, o protagonista da franquia "Hitman".

Aproveitamos que o novo "Hitman" acabou de ser lançado para PC e consoles para elaborar uma Linha do Tempo Adrenaline sobre a saga. Serve para os fãs relembrarem os seus favoritos na série e para ajudar os jogadores de primeira viagem a se localizarem e a conhecerem esta que é uma das franquias mais bacanas dos games. No final, tem uma enquete. ;)


Hitman: Codename 47 (IO Interactive | PC | 2000)

Lançado exclusivamente para PC, "Hitman: Codename 47" é o primeiro jogo da franquia. Na época, o game não apresentava mecânicas tão abrangentes quanto às dos títulos mais recentes da série, trazendo missões mais lineares e uma quantidade limitada de armamentos e acessórios para cumprir os objetivos.

Ainda assim, foi o suficiente para cair no gosto do público, sobretudo por causa do Agente 47, o agente fruto de uma experiência genética criado para matar sem deixar rastros. Na trama, o assassino recebe coordenadas de Diana Burnwood, funcionária da Agência Internacional de Contratos, e precisa eliminar 4 alvos, fora o cientista por trás da sua criação, para desmantelar uma série de conspirações dentro da própria AIC. Vendas: Informação desconhecida.  


Hitman 2: Silent Assassin (IO Interactive | PC, XB, GC e PS2 | 2002)

"Hitman 2: Silent Assassin" aprimora os conceitos da mecânica do primeiro jogo e entrega uma experiência mais completa, já mostrando um certo grau de liberdade pelo qual a franquia seria conhecida mais tarde. A estrutura de jogo era dividida em fases com uma lista única de objetivos, mas ficava a critério do jogador quais e de que forma iria completar cada um deles.

Na trama, após forjar sua própria morte no final do primeiro game, o Agente 47 se desvincilha da Agência Internacional de Contratos, passando a trabalhar na Itália como jardineiro. O sequestro misterioso do padre da paróquia local foi o suficiente para o protagonista voltar à ativa e caçar a máfia do país para resgatar seu mentor. Vendas: 4.5 milhões

- Continua após a publicidade -


Hitman: Contracts (IO Interactive | PC, XB e PS2 | 2004)

Terceiro game na cronologia da série, "Hitman: Contracts" não trouxe novidades muito relevantes em relação aos outros episódios. A jogabilidade mantinha as mecânicas já conhecidas pelos fãs, com várias possibilidade de caminhos para escolher, liberdade de ação e táticas de infiltração. No controle do Agente 47, o jogador revisitava uma série de missões já cumpridas nos títulos anteriores, só que de trás para frente e com ajustes tanto na inteligência artificial como no posicionamento de objetos pelos mapas. Vendas: 1 milhão


Hitman: Blood Money (IO Interactive | PC, X360, XB e PS2 | 2006)

"Hitman: Blood Money" resgatou o prestígio da franquia, abalado com o episódio anterior, com um game que é considerado por muitos o melhor e mais completo já lançado na saga. As principais características já consagradas na mecânica não apenas foram ampliadas, como também receberam novos elementos. São eles: obstáculos que podiam ser escalados, elementos dos cenários que serviam como recursos letais e objetivos secundários tão desafiantes quanto os principais. Os gráficos e a inteligência artificial também foram bastante elogiados na época, agradando tanto a crítica quanto os fãs. Vendas: 2 milhões


Hitman: Sniper Challenge (IO Interactive | PC, PS3 e X360 | Maio de 2012)
Site oficial

- Continua após a publicidade -

"Hitman: Sniper Challenge" é um jogo spin-off (paralelo) disponibilizado apenas aos que anteciparam a compra de "Hitman: Absolution". Com foco na classe sniper, o Agente 47 precisa abusar das suas habilidades de franco-atirador para eliminar Richard Strong, o presidente de uma importante organização de armamentos. Tudo acontece do alto de um prédio e, dependendo da pontuação final dos jogadores, novos itens e habilidades exclusivas eram liberadas no próximo jogo principal da saga, que chegaria em alguns meses. Vendas: informação desconhecida.


Hitman: Absolution (IO Interactive | PC, PS3 e X360 | Novembro de 2012)
Site oficial

Considerado um dos melhores games lançados em 2012, "Hitman Absolution" redefiniu o conceito de liberdade na franquia com a engine Glacier 2. Na pele do Agente 47, o jogador ganhou a maior variedade possível na forma de completar as missões na série até então. Os cenários, ainda maiores e com uma quantidade absurda de elementos, traziam diversas opções de caminhos para escolher. A história girava em torno de uma suposta conspiração seguida por traição da Agência Internacional de Contratos, para a qual o protagonista trabalhava, mas que acabou se distanciando em virtude de uma série de sabotagens e revelações bombásticas. Vendas: 4 milhões.


Hitman: Go (IO Interactive | iOS, Android, WP, PS4 e PS Vita | 2014)
Site oficial

 

"Hitman Go" é um spin-off (jogo paralelo) à saga principal. Tirando a presença do Agente 47, o game pouco lembra os amplos cenários e a liberdade de ação de qualquer outro título da franquia. A jogabilidade é de estratégia e acontece em um tabuleiro com visão isométrica: o jogador precisa coordenar seus ataques e desviar das investidas inimigas, resgatando reféns ou coletando itens especiais. Qualquer movimentação no posicionamento do herói gera respostas aleatórias da inteligência artificial dos bandidos, caracterizando partidas únicas com roteiros e desfechos variados. Vendas: informação desconhecida.   


Hitman (IO Interactive | PC, PS4 e XOne | 2016)
Site oficial | Gameplay Adrenaline

 

Maior jogo já desenvolvido pela IO Interactive, segundo a própria produtora, o novo "Hitman" vai levar o Agente 47 para dar uma volta pelo mundo em missões com muitas oportunidades de ação. A promessa é dar ao jogador a liberdade necessária para cumprir objetivos principais e secundários da maneira que quiser.

A ideia é aproveitar todos os recursos disponíveis na jogabilidade de infiltração, os equipamentos conquistados ao longo da experiência e o design dos mapas de fases, que estão definitivamente maiores e propiciam vários tipos de estratégias para vencer os desafios. O título será vendido em formato episódico. No PC, haverá suporte à API gráfica DirectX 12 já no lançamento. Prepare a sua máquina conferindo os requisitos mínimos e recomendados do game. 

Qual seu jogo favorito da franquia Hitman?

Hitman: Blood Money
61.97%
Hitman 2: Silent Assassin
22.54%
Hitman: Codename 47
9.39%
Hitman: Contracts
6.1%

Total de 213 votos

 

  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.