The Crew: o legítimo sucessor de Test Drive Unlimited

A produtora do aguardado "The Crew", Ivory Tower, que fica em Lyon na França, convidou alguns grupos especializados em "Test Drive Unlimited" para testarem o novo game de mundo aberto da Ubisoft.

O intuito era mostrar que "The Crew" é, de fato, uma sequência do original "Test Drive Unlimited", ou seja, um game de carros em um mundo online persistente. Inclusive com vÁrias características originais da franquia da Atari.


Para quem ainda não sabe, a Ivory Tower é formada por cerca de 90 funcionÁrios que saíram da Eden Games hÁ 7 anos, logo após o primeiro "Test Drive Unlimited". Nessa época, eles jÁ tinham a ideia para "The Crew", mas com outro nome: "Route 66".

Todos jÁ devem saber que o game serÁ gigantesco. Além das centenas de missões espalhadas pelos quatro cantos dos Estados Unidos, o que mais chamou a atenção no evento foi o diretor criativo, Julian Gerighty, afirmar que para ir de uma costa à outra em um carro padrão, tipo Mini Cooper, demoraria cerca de 4 horas. Se usar um carro bem rÁpido, como por exemplo uma Lamborghini, o tempo seria de 90 e 120 minutos, dependendo da qualidade do jogador.

Como jÁ informado em algumas notícias divulgadas anteriormente, o mapa completo de "The Crew" possui cerca de 5 mil quilômetros. Para  ter uma ideia do tamanho, dentro desse mapa hÁ pelo menos quatro grandes circuitos reais de corrida, em seus respectivos locais dentro dos Estados Unidos como IndianÁpolis, Sebring, Pikes Peak e Laguna Seca. HÁ outros circuitos, mas que ainda não foram divulgados.

Algumas cidades serão imensas como, por exemplo, Nova York, que terÁ o mesmo tamanho de Liberty City de "GTA IV". Outras ainda serão maiores e/ou do mesmo patamar como, Chicago, Detroit, St. Louis, Miami, Dallas, Las Vegas, Los Angeles, Seattle e São Francisco.

O mapa ainda trarÁ vÁrios pontos turísticos dos Estados Unidos como o Grand Canyon e o Monte Rushmore, além da icônica Rota 66, que era o nome original do game alguns anos atrÁs.


Mesmo gigantesco, o mapa de "The Crew" serÁ totalmente aberto logo no início e o jogador poderÁ perder - ou ganhar - horas passeando por toda sua extensão, sempre respeitando as leis de cada região. Falando em leis, haverÁ polícia e ela agirÁ caso o jogador faça algo errado. Os níveis de procura irão variar de uma à cinco estrelas, em que cinco estrelas irÁ fazer com que o jogador seja literalmente caçado por vÁrios Estados, e não apenas naquela cidade.

O realismo da Inteligência Artificial serÁ um prato cheio para os amantes de simulação de carro. Cada cidade terÁ seu trânsito baseado na cidade real. Por exemplo, terÁ hora do rush com trânsito pesado em Nova York, terÁ engarrafamentos pela orla das praias de Miami em dias de sol forte, dentre outras situações.

Ir de uma cidade à outra serÁ literalmente uma viagem com mudanças drÁsticas de cenÁrio. O ciclo dia/noite serÁ de 2 horas reais e as mudanças climÁticas serão das mais versÁteis e realistas em um jogo de corrida, além de bruscas de acordo com o local que o jogador estiver.

Mesmo com dezenas de cidades com movimentação intensa, não serÁ possível atropelar ninguém em "The Crew". Ainda não foi criada uma maneira das pessoas desviarem dos veículos, tanto que, nos vídeos divulgados, as pessoas que ficam na frente dos carros atravessam como se fossem fantasmas.

É importante que se diga que "The Crew" é um jogo 100% online, ou seja, serÁ obrigatório estar conectado à um servidor, assim como era nos games da franquia "Test Drive Unlimited".

Agora, muitos devem estar pensando: como rodar um jogo desse tamanho todo sem loading? A Ivory Tower informou que "The Crew" usarÁ um carregamento procedural, ou seja, o sistema estarÁ em constante carregamento das "redondezas" em que o jogador se encontra. Isso evitarÁ qualquer lentidão na jogabilidade, mas nos consoles isso terÁ um preço: o jogo rodarÁ com o framerate travado em 30 frames, enquanto que no PC serÁ 60 frames. A resolução serÁ a mesma tanto para PS4 quanto Xbox One e PC: 1080p.



De acordo com Julian Gerighty, os carros de "The Crew" terão 11 peças para alterar a performance, assim como em um RPG. São elas:

  • Exaustor
  • Redutor de peso
  • Câmbio
  • Injetor de combustível
  • Turbo
  • MotorCore
  • E.C.U.
  • Suspensão
  • Freio
  • Pneu
  • Diferencial


Para quem gosta de mecânica, serÁ um prato cheio. O game permitirÁ que cada peça seja mostrada e alterada nos mínimos detalhes, incluindo um teste em tempo real. Ou seja, o jogador poderÁ colocar uma peça no carro e assistir como ela funciona no mesmo momento, algum inédito em um game de corrida.

JÁ em peças "cosméticas" o total serÁ de oito, incluindo a possibilidade de alterar até mesmo o cockpit do veículo como a cor e estofamento.

Além disso tudo, Julian afirma que o carro serÁ como um personagem de RPG, onde cada item modificÁvel terÁ level que varia de 1 à 50.

"The Crew" terÁ um app (foto abaixo) para tablet e smartphone, em que o jogador poderÁ modificar seu carro a qualquer momento e fazer a "encomenda". Assim quando entrar na garagem, as modificações jÁ estarão prontas para serem instaladas.

O tempo de jogatina game serÁ razoÁvel para o tamanho do cenÁrio. Para "zerar", concluindo a história principal de "The Crew", o jogador levarÁ de 25 à 30 horas. Isso sem fazer as missões secundÁrias, corridas diversas, provas de habilidade e ainda sem fazer passeios com os amigos.

Falando no visual, tudo no jogo serÁ passível de interação. De uma simples cerca até uma parede. Cada veículo serÁ modelado externamente nos mínimos detalhes com 50 mil polígonos cada um. Lembrando que ainda tem a Área interna e a mecânica, que são separadas.

Na parte da jogabilidade, o game seguirÁ o padrão do primeiro "Test Drive Unlimited", dividido em três tipos: Sport, Hardcore e Standard. De acordo com Martin Bigg, editor do site VVV especializado em games de corrida, jogar usando teclado não serÁ tão prazeroso, mas ao usar um volante completo a coisa muda de figura. Ele afirma que com volante, "The Crew" é um dos melhores jogos que existe em termos de jogabilidade e pelos recursos que ele possui.

A Ivory Tower estÁ produzindo "The Crew" para que ele seja totalmente compatível com os principais volantes do mercado, incluindo todas as suas características como embreagem, câmbio H, giro alto (900 graus ou maior),  tudo isso com um force feedback exemplar para um game de corrida.

Mas tudo tem um lado ruim. "The Crew" terÁ as famigeradas microtransações, onde o jogador poderÁ usar dinheiro real para comprar itens para seu carro. Apesar disso, todo o conteúdo do jogo terÁ que ser desbloqueado antes, seja veículos ou peças/acessórios.

"The Crew" tem tudo para ser "O Jogo de Corrida". Com tanta variação, pode agradar todo tipo de público. O lançamento serÁ somente para PC, PS4 e Xbox One, provavelmente em setembro. O valor seguirÁ o que estÁ sendo adotado atualmente: US$ 59,99 para a versão padrão e a edição limitada serÁ US$ 69,99.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Paulo Losada

    João Paulo Losada

    Gamer por natureza, JP Losada, ou simplesmente DJLosada como é conhecido por toda a comunidade gamer, é um grande conhecedor de games em geral. Eventualmente analisa lançamentos e comenta sobre os sucessos e decepções relacionadas aos games que chegam ao mercado através do portal Adrenaline. Jé escreveu para revistas de games, artigos para produtoras, além de ter citações em seu nome em caixas de jogos de PC lançados no Brasil. Possui parceria com algumas produtoras, principalmente de corrida

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.