Entrevista com Joseph Hsu, CEO da MSI

Durante a Computex 2012, em nossa visita ao estande da MSI no evento, tivemos a oportunidade de conversar com o CEO da empresa, Joseph Hsu. Na conversa, pudemos conhecer um pouco mais da empresa e quais serão as novidades, produtos e estratégias que os consumidores podem aguardar da MSI no futuro.


Adrenaline: Como vem sendo a expansão e a participação de mercado da MSI recentemente?

Josh: Trabalhamos em diversas Áreas, como placas de vídeo e mainboards, então o nosso crescimento varia de acordo com o segmento do qual falamos. Temos alcançado um aumento de 10 a 15% em nossa participação de mercado, dependendo da Área.

Desde a crise econômica, e ao longo dos últimos dois anos, nós mudamos nossa estratégia e temos expandido nosso portfólio, abrangendo mercados como notebooks, OEM e outros produtos, verticalizando nossa produção desde os componentes, passando pelo mercado empresarial e chegando até produtos voltados ao usuÁrio final. Dependendo do país e do tipo de produto, conseguimos um crescimento de 60% em participação de mercado.

A: Estamos vendo o lançamento de produtos como notebooks, all-in-one, tablets e outros equipamentos voltados ao usuÁrio final. Esta é uma direção que a MSI irÁ investir massivamente daqui para a frente?

J: Com certeza. Vemos um crescimento de 20% em países como Brasil, e em Áreas de portÁteis, como notebooks, temos crescido ainda mais. Temos centenas de engenheiros desenvolvendo novos produtos, aqui em Taiwan, e em torno de 800 mais trabalhando em nossas fabricas na China, totalizando 2000 engenheiros, e esperamos ter mais e mais produtos num futuro bem próximo.

A: Algum plano de investir em outras Áreas, como smartphones?

J: Temos um pessoal encarregado de estudar novas Áreas, e no caso de smartphones temos um campo bastante difícil, pois mesmo empresas de peso como a Nokia vem enfrentando dificuldades. Então é por isso que estamos buscando parcerias, pois você precisa de um nome forte no mercado, como LG, por exemplo, para viabilizar a entrada neste campo. Estudamos novas maneiras de fazer negócio e expandi-lo, atuando com componentes para os aparelhos, como a placa-mãe destes dispositivos.

A: Qual serÁ a estratégia da MSI em mercados muito concorridos, como o de placas-mãe de alto desempenho, onde vemos um equilíbrio muito grande no desempenho dos produtos?

J: Isto depende muito do tipo de mercado que estamos falando. Quando falamos em placas de vídeo, estamos posicionados entre o primeiro e segundo lugar com nossos produtos, e ainda assim estamos com um dos preços mais competitivos. Isto é semelhante no mercado de placas-mãe, mas em outros mercados, como notebooks, podemos seguir estratégias diferentes. Mesmo com a crise financeira recente, nossa participação estÁ ficando cada vez melhor. Se entregamos o mesmo desempenho, mas com o nosso preço, podemos competir até "com mais folga", digamos assim.


Estande da MSI na Computex 2012

A: Falando agora em notebooks para gamers, existem muitos desses produtos que não estão disponíveis no Brasil. Gostaria de saber mais sobre os investimentos da empresa no nosso país. O que podemos esperar da MSI?

J: Posso começar dizendo que é um desafio constante investir no Brasil. Dez anos atrÁs, até tínhamos um negócio no país, mas não era algo muito significativo. O mercado de notebooks é um mercado especialmente difícil, pois passa por uma mudança completa praticamente todo ano. No cenÁrio brasileiro, lidar com a gestão das cadeias de logística é bastante difícil, ainda mais com estas mudanças constantes.

A: Algum plano em especial sobre a construção de fÁbricas futuramente no Brasil?

J: JÁ temos uma presença forte na região, mas não temos planos sobre fÁbricas. Nosso investimento principal é na distribuição de hardware, não na produção desses produtos em fÁbricas de tecnologias locais. Não podemos dizer exatamente o que pode acontecer no futuro.

A: Gostaria de saber se a MSI estÁ trabalhando em outros tipos de produtos, com cooperação de outras empresas fabricantes de processadores e chips?

J: Exatamente neste momento, não. Mas é possível que façamos isso numa próxima geração desses sistemas. Nosso foco agora é trabalhar melhor o design e melhorar a performance dos nossos produtos, mantendo-os atualizados com as melhores tecnologias disponíveis, no momento.

Para quem ficou querendo saber mais sobre a MSI, e novos produtos e serviços que a empresa vai trazer ao Brasil, em breve publicaremos uma entrevista com o presidente da MSI Brasil, Steven Lee. Fiquem de olho no site!

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual o seu palpite para os preços dos consoles da próximo geração?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.