O que dá para comprar com os R$ 3.999 do PS4 no Brasil?

A Sony anunciou o preço do Playstation 4 no Brasil, e os números não devem ter agradado ninguém: o videogame custarÁ 3.999 reais, algo 1.8 mil acima de seu concorrente, o Xbox One. Fizemos alguns levantamentos do que este valor possibilita comprar, que ajudam a mostrar como este preço não faz sentido algum (caso alguém ainda não tenha percebido).

Todos nossos preços são estimativas, e sem muito trabalho é possível encontrar preços mais competitivos que estes que levantamos, ao longo do artigo.

Começamos montando computadores gamers. Para fazer uma concorrência mais justa ao PS4, escolhemos um gabinete compacto, do tipo HTPC, mas com suporte a componentes de alto desempenho. Assim, montamos nossos computadores do comparativo com o Gabinete CoolerMaster Elite 120 Advanced Mini ITX, que une estas duas características.

PC Gamer de alto desempenho

Nosso primeiro concorrente é um PC gamer de alta performance. Combinamos um processador Intel Core i5 4670K (R$ 800) com uma placa de vídeo Nvidia GTX 770 / AMD Radeon 7970 (R$ 1.350), o que deve fazer um belo "estrago" na hora dos games, rodando a franquia que você puder imaginar em alta qualidade e em FullHD. Completando o conjunto, incluímos uma placa-mãe Z87 (R$ 500), kit com memórias de 8GB (R$ 300), um HD de 1TB (R$ 300), uma fonte de energia de 500W (R$ 200). O orçamento ficou tão folgado que "chutamos o pau da barraca" e metemos um SSD de 120GB, por mais R$ 350. 

Total: R$ 3.980

PC Gamer intermediÁrio

- Continua após a publicidade -

Também fizemos uma simulação "pegando um pouco" mais leve. Substituímos a placa de vídeo por uma GTX 760 / Radeon 7950 (R$ 1.000), uma economia de 500 reais, e mantivemos a mesma configuração do computador de alto desempenho no restante dos componentes. Este downgrade não irÁ impossibilitar os games, que seguem funcionando em altíssima qualidade.

Total: R$ 3.630.

PC Gamer

Descendo um pouco mais o orçamento, simulamos um computador gamer mais modesto, mas sem abrir mão de uma boa performance. Combinamos um processador Intel Core i5 4570 (R$ 600) com uma placa-mãe B85 (R$ 350) e uma placa de vídeo GTX 660 / Radeon 7870 (R$ 700). No restante, mantivemos os mesmos componentes como 8GB de memória, o gabinete compacto e até mesmo a dupla HD e SSD. Outra mudança desta hipótese é a fonte, que pode ser mais leve por conta dos componentes menos potentes: uma de 400W (R$ 180) irÁ bastar.

Total: R$ 2.930.  

XBox One + notebook

Levando nossas combinações além da montagem de PCs, cogitamos um bom aproveitamento dos 1.8 mil reais a menos que o videogame rival custa para criar outra possibilidade: a compra de um notebook junto com o console. VÁrios notebooks interessantes estão disponíveis por valores mais baratos que estes, mas como o orçamento "estÁ folgado", dÁ pra caprichar e pegar este modelo da Avell que vem com uma placa de vídeo GT 640M. Ok, estouramos o orçamento em 500 reais, mas tiramos esta diferença rÁpido: só aproveitar as promoções do Steam e escapar dos R$ 179 do custo dos jogos para PS4, em nosso país.

- Continua após a publicidade -

Total: R$ 4.500 no modelo com chip grÁfico dedicado, R$ 3.700 por um "bom notebook" que até roda games

PS4 nos EUA + passagens e hotel + conhecer o Mickey Mouse

Uma boa alternativa para escapar destas bizarrices do mercado brasileiro é viajar para o exterior para fazer a compra. Simulamos uma viagem para Orlando, com direito a nove dias e oito noites em um hotel, com um custo total de 2.051 reais. O PS4 estÁ com custo de US$ 399 nos Estado Unidos, e considerando o dólar na casa dos 2.2 reais, temos um custo para a compra do total de 930 reais (isso jÁ contando o imposto do estado da Flórida). Ou seja: sobraram mais ou menos 1000 reais, então dÁ até pra sonhar com a Disney neste combo.

Total: R$ 2.981

Assuntos
Tags
ps4
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.