Crysis 3 Benchmarks - VERY HIGH

"Crysis 3" é o novo episódio de uma das franquias de tiro em primeira pessoa mais populares no PC. Produzido pela Crytek e desenvolvido com as ferramentas da poderosa CryENGINE 3, o jogo tem sido considerado o mais belo graficamente de todos os tempos. Motivos para isso não faltam: renderização de efeitos visuais diversos em tempo real para cenÁrios abertos, simulação de partículas e inteligência artificial avançadas e modelagem extremamente realistas.

Dessa forma, nada melhor do que testar algumas das principais placas de vídeo da atualidade rodando o game, que por ser referência quando o assunto é alta qualidade grÁfica, também é quando se trata de exigência em equipamento. 

Sistema testado e método de testes
Como sempre, utilizamos uma mÁquina top de linha para fazer os testes, baseada em uma placa-mãe ASUS Rampage IV Extreme, processador Intel Core i7 3960X @ 4.6GHz, 32 GB Ram Patriot Viper III 1866MHz.

Abaixo, as placas utilizadas nos comparativos:

AMD: Radeon HD 7970, Radeon HD 7970 GHz Edition, Radeon HD 7950, Crossfire 7970 e Crossfire 7950

NVIDIA: GeForce GTX 690, GTX TITAN, GTX 680, GTX 670, GTX 680 SLI e GTX 670 SLI

A ideia do artigo é descobrir o comportamento das principais placas do mercado com as melhores opções grÁficas que o recém-lançado Crysis 3 pode oferecer. Dessa forma, configuramos o game para rodar com tudo no mÁximo em efeitos visuais. Abaixo, as duas telas de configuração grÁfica do game:

Como se tratam de placas de alto desempenho, testamos nas resoluções de 1680x1050 e 1920x1080. Optamos por testar com filtros anti-aliasing em MSAA 8x, mas o modo FXAA é comprovadamente mais leve com boa qualidade, indicado na maioria dos casos.

Abaixo, detalhes completos do sistema utilizado:

- Continua após a publicidade -

MÁquina utilizada nos testes:
- Mainboard ASUS Rampage IV Extreme
- Processador Intel Core i7 3960X @ 4.6GHz
- Memórias 32 GB DDR3-1866MHz Patriot Viper III Black
- SSD Intel 330 Series 180GB
- HD 2TB Sata3 Western Digital Black
- Fonte Cooler Master Silent Pro Hybrid 1300w
- Cooler Master Hyper 212 EVO

Sistema Operacional e Drivers
- Windows 7 - 64 Bits 
- Intel INF 9.3.0.1026
- GeForce 314.07 WHQL / 314.09 BETA: Placas NVIDIA
- Catalyst 13.2 Beta 6: Placas AMD 

Configurações de Drivers:

- Default 

{break::Benchmarks}

Como o Crysis 3 não possui nenhuma ferramenta de benchmark integrada ou mesmo disponível na Internet, utilizamos o FRAPS para medir o desempenho das placas. Para quem não conhece, o FRAPS é um aplicativo que, entre suas funcionalidades, "grava" os FPS durante o gameplay de um jogo, ou seja, joga-se por um determinado tempo e durante esse processo o aplicativo grava o desempenho gerando uma média final através dos FPS apresentados.

O importante ao se fazer testes via FRAPS é tentar ao mÁximo criar as situações de gameplay mais parecidas possíveis, como por exemplo: seguir o mesmo trajeto no mapa a fim de criar situações o mais próximas possível no que diz respeito à renderização das imagens. Nós optamos pelo mapa "Canyon", na cena após o elevador cair onde um helicóptero deixa alguns inimigos, dessa forma conseguimos uma boa cena de combate mostrando alguns dos principais efeitos que o game oferece.

OBS.: Ao contrÁrio do que muitos pensam, o FRAPS praticamente não consome nada do sistema quando estÁ "gravando" apenas desempenho de FPS, dessa forma ele não influencia no desempenho, e caso o fizesse, faria para TODAS as placas e não apenas para uma, dessa forma não tira o crédito dos resultados. Aos mais desinformados, uma série de games não possuem ferramentas internas de benchmarks, Crysis 3 é um deles, para citar outro medalhão, Battlefield 3, então se alguém viu testes sobre esses games, foram feitos via FRAPS, ao menos até o momento jÁ que não possuem ferramentas de benchmarks.

- Continua após a publicidade -

No vídeo abaixo mostrando um pouco do sistema, algumas placas e cena do game utilizada para os testes: 

Resolução 1680x1050
Começamos pela resolução de 1680x1050, onde é possível destacar dois pontos. Primeiro, a NVIDIA se dando melhor e conseguindo os melhores resultados, com o SLI de GTX 680 na ponta seguido pela GTX 690. A TITAN, como era de se esperar, é a placa single chip com melhores resultados.

O segundo ponto a ser destacado é o ótimo comportamento das combinações Crossfire  e SLI, com o Crossfire de 7970 melhorando em 86% o desempenho sobre uma única placa (mesmo ganho do Crossfire de 7950), e o SLI de GTX 680 melhorando em 84% o desempenho de uma única placa. Isso resolve um grave problema do Crysis 2, que apresentava problemas de compatibilidade com esse tipo de solução multi-placas.

Reparem que mesmo as placas GTX 680 e 7970 GHz Edition não ultrapassam 30 FPS em 1680x1050, com a GTX 670 ficando a frente da principal placa single-chip da AMD na atualidade. 

Resolução 1920x1080
Na resolução FULL HD / 1920x1080, temos algumas mudanças de posição nos grÁficos, com o Crossfire de 7950 passando a TITAN e a 7970 GHz passando a GTX 670, se é que podemos dizer que passou. Novamente as placas da NVIDIA se mostrando melhores, mas comprovando o que jÁ vimos na resolução anterior, o game é extremamente pesado se rodando com tudo no mÁximo, com um SLI de GTX 680 atingindo 40 FPS médios, resultado baixo por se tratar de uma combinação de duas placas de alto desempenho.


FXAA
Criado para oferecer boa qualidade de anti-aliasing sem grande perda de desempenho, o filtro FXAA é o mais indicado na grande maioria das situações. Apesar do proposito do artigo ser baseado em demonstrar a melhor opção grafica possível dentro do game, pelos resultados consideravelmente baixos mesmo com as placas mais top´s, fizemos testes com as duas placas single chip mais potentes de cada empresa utilizando o filtro FXAA, no resto não mexemos em nada, continuando com as opções em "VERY HIGH".

Como é possível ver nos grÁficos abaixo, ambas as placas deram um grande salto de desempenho, comprovando que além de tecnologias exclusivas do modo VERY HIGH exigirem mais das placas, o filtro AA é fator crucial para a perda de desempenho.

{break::Conclusão}

Como foi constatado no artigo, rodar Crysis 3 na qualidade mÁxima oferecida pelo game não é algo fÁcil, mesmo para as placas de vídeo mais potentes da atualidade, inclusive para combinações de múltiplas placas ou uma placa dual chip, como aconteceu com o SLI de GTX 680, Crossfire de 7970 e com a GTX 690.

Quando às placas single chip, como esperado, a GeForce GTX TITAN foi o modelo com melhor desempenho, mas gravou 30FPS em 1920x1080, algo assustador por se tratar de uma placa de vídeo tão potente com ela.

Ficou claro que o game é bastante exigente em relação à parte grÁfica. Não sei se podemos chamar isso de problema, afinal ele é praticamente imbatível na qualidade visual, com cenÁrios cheios de detalhes e efeitos incríveis, bem acima de outros games considerados muito bons nessa característica. Alguns podem falar que evoluiu muito para os hardwares atuais, ou que foi mal programado e otimizado a ponto de não rodar bem mesmo com hardwares de alto desempenho, situação que vai fazer mais sentido para a maioria das pessoas. Afinal, convenhamos, com 40 FPS em 1920x1080 com SLI de GTX 680 montadas em um computador de altíssimo desempenho com o que existe de melhor hoje em dia, fica complicado fazer qualquer defesa do game.

Em se tratando das placas, ficou claro que a NVIDIA se saiu melhor, assim como acontece em vÁrios outros games. É algo curioso, jÁ que o Crysis 3 é um game que leva o selo de apoio da AMD, inclusive faz parte do pacote "Never Settle RELOADED" lançado esse mês.

A recomendação é jogar o game em qualidade inferior, não necessariamente qualidade baixa, mas em média ou alta, com certeza irÁ melhorar consideravelmente o gameplay em se tratando de desempenho. E por ser um game tão diferenciado, a perda no gameplay pode nem ser muito notada.

Estamos preparando um artigo demonstrando o desempenho das mesmas placas e mais alguns modelos em qualidade HIGH, que serÁ publicado em alguns dias.

Recomendamos também utilizar o modo FXAA de anti-aliasing, que não compromete o desempenho como acontece com outros modos, inclusive o MSAA 8X utilizado no artigo, mas garante ainda boa qualidade.

Agradecemos à Loja FULLGAMES por ceder o game Crysis 3 para os testes. Aos interessados na compra do mesmo, basta acessar o novo site de vendas online da empresa (o site da loja serÁ lançado oficialmente dia 28/02, quinta-feira). 

Assuntos
Tags
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.