VGA Chart 2012 - A Batalha das placas de vídeo

Enfim, depois de vÁrias semanas de testes intensos (e algumas brincadeiras no meio do caminho), temos o orgulho de apresentar o VGA Chart 2012 Adrenaline! Neste artigo, iremos apresentar a performance das principais placas do mercado numa verdadeira maratona de testes e benchmarks, tudo para sabermos a "potência" de cada uma das VGAs.

Às vésperas do Natal, nosso guia pode ser uma boa pedida para quem estÁ cogitando comprar uma placa de vídeo para "dar um up" em seu computador, melhorando a performance nas vÁrias atividades que tiram proveito das capacidades de um bom chip grÁfico dedicado (claro que estamos falando, principalmente, de jogos!).

Apresentaremos os resultados das placas de vídeo em alguns dos principais games do mercado, além de suas pontuações em testes conceituados de benchmark, tudo unificado em um grÁfico para fÁcil visualização e compreensão. Confiram nas próximas paginas o resultado desta verdadeira guerra de chips grÁficos!

{break::Considerações}Antes de dar sequência no artigo, vamos esclarecer alguns pontos importantes a respeito de diversas características do artigo, visando tirar dúvidas e evitar questionamentos desnecessÁrios.

É importante que leiam todas as considerações dessa pÁgina para esclarecer dúvidas sobre toda a metodologia utilizada para o artigo.

Drivers
Os drivers de placas de vídeos são lançados constantemente, como base, apenas no mês de novembro AMD lançou cerca de 5 revisões do Catalyst 12.11 Beta e a NVIDIA três versão de seu pacotes de drivers GeForce Beta, cada uma dessas versões trazendo na maioria dos casos correções e otimizações específicas para alguns games, as vezes especialmente para um game.

É impossível manter ou pensar em fazer um artigo com a última versão disponível, dessa forma adotamos o critério de utilizar algumas versões de cada empresa, dependendo do ganho que essa versão traria em um determinado game, caso não tivéssemos mais a placa de vídeo em nosso laboratório, simplesmente removemos ela do teste específico, ex.: Não colocamos a ASUS 7970 MATRIX nos testes do Hitman Absolution, sendo que a placa jÁ tinha retornado para a ASUS nesse caso específico. Iremos informar as versões de drivers utilizadas na pÁgina com informações da mÁquina e sistema utilizado.

- Continua após a publicidade -

Porque do sistema escolhido para os testes
A questão da mÁquina utilizada como base para os testes sempre é motivo de discussão, dessa forma vamos colocar os nossos pontos para a escolha da mÁquina em questão.

A mÁquina pode ser um limitador no desempenho da velocidade de placas de vídeo, especialmente quando se trata de mais de uma placa trabalhando em conjunto via Crossfire ou SLI, dessa forma o indicado é utilizar o melhor hardware possível para diminuir ao mÁximo esse limitador, dessa forma optamos por utilizar a plataforma Intel X79 com um Core i7 3960X overclockado para 4.6GHz. Vale destacar também que plataformas AMD não possuem suporte a PCI-Express 3.0 ainda, tecnologias presente em todas as placas de vídeo da geração AMD Radeon HD 7000 e NVIDIA GeForce 600.

Placas personalizadas e placas referência
Grande parte das placas de vídeo utilizadas nos testes são modelos personalizados de fabricantes parceiros da AMD ou NVIDIA, seja com cooler diferente do padrão, clocks do core e memórias acima do padrão, ou projetos onde a empresa parceira faz inclusive alterações no PCB(placa onde os componentes são montados) visando possibilitar maior overclock etc. Na grande maioria as placas personalizadas são modelos com chip AMD Radeon, jÁ que não recebemos placas de vídeo direto da AMD, diferente do que acontece quando se trata de NVIDIA, dessa forma é importante destacar que é injusto comparar uma placa referência da NVIDIA com um modelos diferenciado com chip AMD, como os criados pela HiS por exemplo, a não ser que o preço dessa placa personalizada esteja igual ao modelo referência. Na grande maioria dos casos, modelos difenciados custam mais, podendo até custar U$100 dólares a mais como é o caso de uma placa da série MSI 7970 Lightning quando lançada, por exemplo.

Porque não tem a placa "X" e a placa "Y"?
Simples, porque não tínhamos outros modelos. É importante destacar que de uma única placa podemos chegar a fazer nada menos que 25 testes separados em 10 aplicações/games diferentes, dentro dessas aplicações/games rodando em diversas resoluções, o que inviabiliza qualquer invenção, temos que seguir a risca uma metodologia, caso contrario não acabaríamos nunca um artigo desse nível.

Metodologia de testes
Como destacamos acima, não da pra inventar em um artigo tão complexo e com uma quantidade tão grande de placas de vídeo. Dessa forma tivemos que definir uma metodologia para o artigo, muito semelhante a que utilizamos nas anÁlises de placas de vídeo. Resumidamente, definimos as aplicações e games que iremos utilizar, algumas das resoluções mais utilizadas no mercado e fazemos o mesmo processo em TODAS as placas de vídeo, para gerar uma base de comparação mais justa possível.

Aplicações e Games utilizados para os testes
Esse ponto também é bastante discutido entre nossos leitores, assim como fazemos em vÁrias reviews, vamos dar os argumentos e motivos de nossas escolhas.

Temos que optar por testes prÁticos e que possibilitem um processo consideravelmente rÁpido dentro do conceito que temos aqui no Adrenaline, de sempre utilizar placas comparadas com drivers atualizados. Dessa forma optamos por aplicativos e especialmente games que possibilitem testes sem necessidade de interação de quem estiver testando. Um exemplo claro de game que não faz parte de nossos testes por ter um processo de testes trabalhoso é o Battlefield 3, sendo que teríamos que fazer a mesma cena jogando o game em todas as resoluções em cada placa testada, e um software vai gravando o desempenho do sistema durante a cena, caso faça algo errado como ir por um trajeto diferente, ou mesmo entrar em um combate diferente do que o feito com outra placa, a renderização das imagens serÁ diferente e por lógica afeta diretamente no desempenho da placa, tornando o comparativo injusto além do fator tempo.

Gostaríamos de destacar um ponto em relação as aplicações e games testados. No total temos teremos na publicação do artigo 2 aplicativos (3DMark 11 e Heaven 3.0) e mais 8 games testados, se você leitor não conseguir se definir sobre qual a melhor placa dentro desse testes não achamos que um ou outro teste vai definir se a placa é boa ou ruim, mas sim a média de todos eles.

- Continua após a publicidade -

Dentro do possível, utilizamos sempre nossas ferramentas de testes, chamadas Benchmarks Tools, criadas pelo John @japa Mautari, que são aplicações para testes em sequência sem que o "usuÁrio" tenha que interagir com o game em questão, bastando definir as resoluções, qualidade grÁfica e outras opções que o game tenha e o aplicativo faz todo o processo de gerar as filas de testes. Vamos disponibilizar todas as filas dos testes que fizemos, possibilitando dessa forma que você leitor possa testar seu sistema exatamente da mesma forma como nós fizemos, gerando assim um comparativo do seu sistema sobre o nosso e com as placas de vídeo testadas.

Resoluções e qualidade grÁfica dos aplicativos/games
Novamente como destacamos, temos que gerar uma metodologia para os testes, algumas vezes comprometendo certas placas, no caso as placas comprometidas serão as de baixo/médio desempenho, sendo que testamos elas com os mesmos testes, resoluções e qualidade grÁfica de placas de alto desempenho, ou seja, com qualidade mÁxima de todos as aplicações e games. Em um cenÁrio normal e ideal, nunca iriamos testar uma GeForce 650 ou uma Radeon HD 7750 na resolução de 1920x1080 e qualidade mÁxima com o game Metro 2033 por exemplo, mas por questão de comparação e mesmo da dificuldade de gerar muitos testes optamos por seguir dessa maneira.

Em se tratando de resoluções, em placas de baixo custo/desempenho adicionaremos a resolução de 1280x1024, que não estÁ presente em placas de médio/alto custo/desempenho.

{break::Placas AMD}Abaixo listaremos todas as placas de vídeo com chip AMD, no total 27 modelos, com uma utilizando também um BIOS MOD e mais 5 combinações Crossfire. Os preços foram pesquisados na primeira semana de dezembro de 2012.

Placas utilizadas nos testes

ATI Radeon HD 4000

- PowerColor Radeon HD 4850 - Preço de lançamento: US$ 199 - Atual: cerca de R$ 200 (usada*)

- HiS Radeon HD 4870 IceQ 4+ - Preço de lançamento: US$ 260 - Atual: cerca de R$ 400

- PowerColor Radeon HD 4890 PCS+ - Preço de lançamento: US$ 249 / R$ 850 - Atual: cerca de R$ 350 (usada*)

- PowerColor Radeon HD 4870 X2 - Preço de lançamento: US$ 550 - Atual: cerca de R$ 500


AMD Radeon HD 5000

- XFX Radeon HD 5750 - Preço de lançamento: US$ 129 - Atual: cerca de R$ 250 (usada*)

- XFX Radeon HD 5770 Single Slot - Preço de lançamento: US$ 159 - Atual: cerca de R$ 430

- AMD Radeon HD 5830 - Preço de lançamento: US$ 249 - Atual: cerca de R$ 400 (usada*)

- XFX Radeon HD 5850 - Preço de lançamento: US$ 299 - Atual: cerca de R$ 450 (usada*)

- XFX Radeon HD 5870 - Preço de lançamento: US$ 399 - Atual: cerca de R$ 700 (usada*)

- HiS Radeon HD 5970 - Preço de lançamento: US$ 599 - Atual: cerca de R$ 1250 (usada*)


AMD Radeon HD 6000

- XFX Radeon HD 6670 - Preço de lançamento: US$ 99 - Atual: US$ 80 (esgotada) / R$ 265 a R$ 316

- XFX Radeon HD 6790 - Preço de lançamento: US$ 149 - Atual: R$ 435 a R$ 480

- XFX Radeon HD 6850 -  Preço de lançamento: US$ 170 - Atual: US$ 139,99 (esgotada) / a partir de R$ 522

- XFX Radeon HD 6870 - Preço de lançamento: US$ 240 - Atual: US$ 175 / a partir de R$ 650

- XFX Radeon HD 6950 - Preço de lançamento: US$ 300 - Atual: a partir de R$ 837

- XFX Radeon HD 6950 MOD BIOS para 6970 - Preço de lançamento: US$ 300 - Atual: a partir de R$ 837

- XFX Radeon HD 6970 - Preço de lançamento: US$ 370 - Atual: a partir de R$ 1239

- HiS Radeon HD 6990 - Preço de lançamento: US$ 699 - Atual: a partir de R$ 2000


AMD Radeon HD 7000

- XFX Radeon HD 7750 Core Edition - Preço de lançamento: US$ 119 - Atual: US$ 109 / a partir de R$ 399

- HiS Radeon HD 7770 iCooler - Preço de lançamento: US$ 160 - Atual: US$ 134 / a partir de R$ 494

- XFX Radeon HD 7770 Black Super Overclocked Edition DD - Preço de lançamento: US$ 179 - Atual: a partir de R$ 494

- XFX Radeon HD 7850 Black Overclocked Edition BB - Preço de lançamento: US$ 250 - Atual: a partir de R$ 600

- HiS Radeon HD 7870 IceQ X Turbo X** - Preço de lançamento: média de US$ 359 - Atual: US$ 259 / a partir de R$ 989

- PowerColor Radeon HD 7950 PCS+ - Preço de lançamento: US$ 399 - Atual: US$ 329 / a partir de R$ 1235

- HiS Radeon HD 7950 IceQ Turbo - Preço de lançamento: US$ 415 - Atual: US$ 339 / a partir de R$ 1235

- HiS Radeon HD 7970 IceQ X² Turbo - Preço de lançamento: US$ 489 - Atual: US$ 389 / a partir de R$ 1556

- XFX Radeon HD 7970 Black Edition Overclocked - Preço de lançamento: US$ 549 - Atual: US$ 429 / a partir de R$ 1556

- ASUS MATRIX HD7970 Platinum - Preço de lançamento: US$ 499 - Atual: US$ 499 / a partir de R$ 1556

*Algumas placas mais antigas não estão mais disponíveis no mercado e, por isso, pesquisamos apenas o preço de modelos usados vendidos em sites como o MercadoLivre.com.br

**Link para review de outra placa com o mesmo chip, jÁ que não temos mais aquele modelo para a realização do VGA Chart 2012

AMD CrossFireX
CrossFireX é a tecnologia desenvolvida pela AMD para a integração de duas ou mais placas de vídeo da linha Radeon em trabalho conjunto, para o aumento do desempenho grÁfico e utilização de maior número de monitores.

UPDATE: Removemos o Crossfire de 3x AMD Radeon HD 7970 devido não ter uma combinação semelhante por parte da NVIDIA e dessa forma gerar testes sem comparação.

- 2x AMD Radeon HD 7970
- 2x AMD Radeon HD 7950
- 1x AMD Radeon HD 7970 e 1x AMD Radeon HD 7950
- 1x AMD Radeon HD 7870 e 1x HD 7850

{break::Placas NVIDIA}Agora vamos as placas com chip NVIDIA, no total, 29 modelos, sendo que a placa mais antiga da lista é uma GeForce 9800GX2, placa da geração 9 lançada no início de 2008, jÁ as mais recentes, como não poderia deixar de ser, fazem parte da série GeForce 600, lançada esse ano e que vem fazendo muito sucesso. Também temos duas combinações de placas em SLI.

Placas utilizadas nos testes

Abaixo a lista completa das placas testadas com chip NVIDIA, com preços também pesquisados na primeira semana de dezembro de 2012: 

NVIDIA geração 9000

- NVIDIA GeForce 9800GX2 - Preço de lançamento: US$ 666,99 - Atual: R$ 500,00


NVIDIA geração 200

- ECS GeForce GTS 250 - Preço de lançamento: US$ 150 - Atual: a partir de R$ 294,90

- ASUS GeForce GTX 260 Matrix - Preço de lançamento: US$ 399 / R$ 800 - Atual: a partir de R$ 509,77

- XFX GeForce GTX 280 - Preço de lançamento: US$ 649 - Atual: média de R$ 390 (usada*)

- ASUS GeForce GTX 295 - Preço de lançamento: R$ 2000 - Atual: R$1351,63


NVIDIA geração 400

- NVIDIA GeForce GTS 450 - Preço de lançamento: US$ 129 - Atual: média de US$ 90 / a partir de R$ 296,90

- NVIDIA GeForce GTX 460 768Mb - Preço de lançamento: de US$ 199 a US$ 229 - Atual: média de US$ 110 / a partir de R$ 452,90

- eVGA GeForce GTX 460 FTW 1GB - Preço de lançamento: US$ 229 - Atual: média de US$ 110 / a partir de R$ 452,90

- GALAXY GeForce GTX 470 - Preço de lançamento: de US$ 349 - Atual: a partir de R$ 822,34

- NVIDIA GeForce GTX 480 (com Arctic Cooling Accelero XTREME Plus) - Preço de lançamento: US$ 499 - Atual: a partir de R$ 878,90


NVIDIA geração 500

- ASUS GeForce GTX 550Ti DirectCU Preço de lançamento: de US$ 115 a US$ 149 - Atual: a partir de US$ 109,99 / a partir de R$ 376,35

- ZOTAC GeForce GTX 560 - Preço de lançamento: de US$ 199 - Atual: a partir de US$ 122,99 / a partir de R$ 522,90

- NVIDIA GeForce GTX 560Ti - Preço de lançamento: de US$ 249 - Atual: a partir de US$ 149,99 / a partir de R$ 811,90

- NVIDIA GeForce GTX 570 - Preço de lançamento: de US$ 329 - Atual: a partir de US$ 199,99 / a partir de R$ 962,90

- MSI GeForce GTX 580 Lightning Xtreme Edition - Preço de lançamento: de US$ 594 - Atual: cerca de US$ 499,99 / a partir de R$ 1423,90

- NVIDIA GeForce GTX 590 - Preço de lançamento: de US$ 699 - Atual: a partir de R$ 2228


NVIDIA geração 600

- MSI GeForce GTX 650 Power Edition OC - Preço de lançamento: de US$ 120 - Atual: US$ 109,99 / a partir de R$ 486,90

- NVIDIA GeForce GTX 650Ti - Preço de lançamento: de US$ 149 - Atual: US$ 149 / a partir de R$ 582,90

- ASUS GeForce GTX 650 Ti DirectCU TOP - Preço de lançamento: de US$ 149 - Atual: US$ 149 / a partir de R$ 582,90

- NVIDIA GeForce GTX 660 - Preço de lançamento: de US$ 245 - Atual: a partir de US$ 209,99 / a partir de R$ 887,90

- ASUS GeForce GTX 660 DirectCU II TOP - Preço de lançamento: de US$ 245 - Atual: a partir de US$ 209,99 / a partir de R$ 887,90

- MSI GeForce GTX 660Ti Power Edition - Preço de lançamento: de US$ 299 - Atual: a partir de US$ 269,99 / a partir de R$ 1049,90

- ASUS GeForce GTX 660Ti DirectCU II TOP - Preço de lançamento: de US$ 319 - Atual: 309,99 / a partir de R$ 1049,90

- NVIDIA GeForce GTX 670 - Preço de lançamento: de US$ 399 - Atual: a partir de US$ 369,99 / a partir de R$ 1499,90

- eVGA GeForce GTX 670 FTW - Preço de lançamento: de US$ 399 - Atual: a partir de US$ 369,99 / a partir de R$ 1499,90

- NVIDIA GeForce GTX 680 - Preço de lançamento: de US$ 499 - Atual: a partir de US$ 469,99 / a partir de R$ 1807,90

- MSI GeForce GTX 680 Lightning - Preço de lançamento: de US$ 580 - Atual: a partir de US$ 469,99 / a partir de R$ 1807,90

- ASUS GeForce GTX 680 DirectCU II TOP - Preço de lançamento: de US$ 529 - Atual: a partir de US$ 469,99 / a partir de R$ 1807,90

- NVIDIA GeForce GTX 690 - Preço de lançamento: de US$ 999 - Atual: US$ 999 / a partir de R$ 4021,90

*Algumas placas mais antigas não estão mais disponíveis no mercado e, por isso, pesquisamos apenas o preço de modelos usados vendidos em sites como o MercadoLivre.com.br

NVIDIA SLI
SLI é a tecnologia desenvolvida pela NVIDIA que integra duas ou mais placas de vídeo da empresa para processamento paralelo, aumentando o desempenho (com a redução da latência) e o suporte a múltiplos monitores.

- 2x NVIDIA GeForce GTX 680
- 2x NVIDIA GeForce GTX 670

{break::Sistema utilizado para os testes}Montamos uma mÁquina que pode ser considerada a mÁquina dos sonhos para qualquer gamer entusiasta, com hardwares TOP de linha de algumas das principais marcas do mercado. Abaixo vamos listar cada um dos hardwares presentes nessa mÁquina, mas antes um vídeo onde apresentamos a mesma:

Bancada Banchetto 101
Para montar o sistema, utilizamos um gabinete no formato bancada chamado Banchetto 101, desenvolvido pela Microcool. O gabinete tem boa parte de sua estrutura em acrílico, e traz suporte a diversos hardwares, como fonte de energia, drives óticos, HDs e até mesmo water coolers.

Placa-mãe ASUS Rampage IV Extreme
A placa-mãe Rampage IV Extreme estÁ entre os melhores modelos de placas-mãe para processadores socket LGA 2011, criada pela ASUS para ser a melhor placa da empresa para essa plataforma, a R4E traz uma série de tecnologias de ponta e exclusivas da empresa, como o OC Key, acessório desenvolvido para ajudar usuÁrios overclockers com o gerenciamento de informações do sistema. Entre os principais destaque desse modelo, temos o suporte a 4 placas de vídeo combinadas através da tecnologia AMD Crossfire ou NVIDIA SLI.

Processador Intel Core i7 3960X
O processador Core i7 3960X é um dos principais modelos do mercado, sendo superado apenas pelo 3970X lançado no segundo semestre de 2012. Seus 6 núcleos e 12 threads o tornam um dos processadores mais rÁpidos para usuÁrios desktop, opção para aqueles que procuram limitar qualquer dúvida sobre um possível gargalo do processadores em sistemas com as melhores placas de vídeo do mercado, especialmente em combinações de múltiplas placas.

Vale destacar que overclockamos o processador para 4.6GHz. Seu clock original é de 3.3GHz, ou seja, aumento de quase 40% sobre a frequência original.

Cooler Master Hyper 212 EVO
Colocamos para trabalhar com o Core i7 3960X nosso xodó, o "pequeno notÁvel" em se tratando de air cooler. O Hyper 212 EVO da Cooler Master foi o melhor cooler custo/benefício que jÁ passou pela nossa redação, isso porque consegue fazer frente a alguns modelos bem mais robustos, e caros, mas custando bem menos. Por ser um cooler com boa compatibilidade e de fÁcil manuseio, é o modelo que mais utilizamos em plataformas que precisamos desmontar constantemente.

Fonte de energia Cooler Master Silent Pro Hybrid 1300W
Para segurar todos os hardwares, nada melhor que uma fonte de alta capacidade, e qualidade logicamente. Para essa função o modelo escolhido foi a Silent Pro Hybrid de 1300W da Cooler Master, fonte de energia capaz de aguentar sem problemas 4 placas de vídeo de alto desempenho. Nós jÁ fizemos testes com 4 placas Radeon HD 7970 com essa mesma fonte.

Memórias Patriot Viper 3 Black Mamba - 32GB 1866MHz
Em se tratando de memórias, utilizamos o kit Patriot Viper 3 Black Mamba de 32 GB (4x8GB) com clock de 1866MHz. Esse kit tem timing de 9-9-9-24, voltagem em 1.5 e suporta XMP 1.3.

É uma ótima opção para quem procura bastante quantidade de memória, com possibilidade de overclock e acabamento diferenciado, com destaque para sua cor, que combina com quase toda mainboard, especialmente modelos também diferenciados como é o caso da ASUS R4E.

SSD Intel 330 Series 180GB
Para a instalação do sistema operacional utilizamos um SSD Intel 330 Series de 180GB, modelo muito bom e um dos primeiro da empresa a vir com controlador SandForce, sendo que até então os controladores de SSD´s da Intel eram proprietÁrios.

Padrão Sata 3 / 6GB/s, o drive se destaca pelos bons tempos de leitura/escrita.

HD Seagate 2TB Sata 3
Para armazenar os games, utilizamos um HD padrão Sata 3 da Seagate. O HD tem rotação de 7200RPM, padrão de mercado, mas que não influencia no desempenho final dos games, tirando situações como carregamento de mapas, sem que influencia nos FPS.

Sistema Operacional e Drivers
Abaixo listamos o sistema operacional e drivers utilizados para os testes:
- Windows 7 PRO 64 Bits SP1 com Updates
- Intel INF 9.3.0.1026
- AMD Catalyst 12.11 Beta 8 (Beta 11 para Hitman Absolution)
- NVIDIA GeForce 310.33 Beta (310.70 para Hitman Absolution)

Todos os aplicativos e games utilizados rodavam de forma atualizada, com seus updates mais recentes. 

{break::Quais placas comparar?}Como jÁ destacamos, temos quase 60 placas de vídeo, se somarmos as combinações das tecnologias Crossfire e SLI ultrapassamos 60 "placas" em alguns testes, dessa forma vamos facilitar a vida de nossos leitores lançando uma nova ferramenta em portal, um seletor de placas(ou qualquer outro hardware dependendo a anÁlise/artigo) dentro das tabelas de benchmarks.

A partir de agora serÁ possível escolher quais as placas você leitor deseja comparar, gerando assim um grÁfico do seu interesse, aumentando ainda mais o grau de resolução de dúvidas referente a desempenho dos hardwares comparados em nossas reviews e ao gosto de nossos leitores. Outra notícia boa, é que as reviews antigas também passam a suportar esse filtro, desde que jÁ estejam utilizando o sistema com porcentagem.

Abaixo temos a lista de todas as placas(e combinações) utilizadas no artigo, possibilitando a escolha de modelos específicos ou utilizando todas elas nos comparativos. Vale destacar que o filtro é aplicado automaticamente para todos os benchmarks, mas pode ser "zerado" através de qualquer tabela grÁfica na observações da mesma.

{seletorhardware}

{break::Temperatura}Em modo ocioso, observamos um comportamento melhor nas placas da NVIDIA, que tem alguns de seus modelos mais poderosos e recentes, como é o caso da GTX 690, dual-chip da recente geração que fica apenas um grau acima das placas com menor temperatura. Das 14 placas que chegam à temperatura mÁxima de 31 graus, apenas duas são da AMD, e somente GTX 660 Ti e GTX 670 ficam de fora do grupo, entre a atual geração da NVIDIA.

A fabricante focou bastante na eficiência térmica nas suas GTX 600, e isso fica bem evidente em comparação às placas da rival, pelo menos em modo ocioso. Isso significa menor desgaste dos componentes da placa enquanto o sistema estÁ trabalhando em coisas menos onerosas ao processador grÁfico.

Destaque ficam também para os sistemas de refrigeração IceQ X Turbo, da HIS, e pro Double Dissipation, da XFX, que conseguem manter as duas Radeon nas primeiras posições.

Quando se exige do sistema, as placas da NVIDIA não conseguem manter a eficiência, e assim o equilíbrio é maior. As placas da geração mais recente da empresa, aliÁs, são as que apresentam maior crescimento médio de temperatura em relação ao seu modo ocioso, com seus modelos mais poderosos superando todas as HD 7000 em temperatura final.

Observamos também a grande influência dos sistemas de refrigeração próprios de algumas fabricantes parceiras, jÁ que a maior parte dos modelos da atual geração que ficaram com temperaturas abaixo de 60 graus são modificados, com exceção da GTX 650 Ti referência. Destaque para a DirectCU da ASUS e para a Power Edition da MSI, que deixaram a GTX 650 Ti e a GTX 650, respectivamente, afastadas das demais, e para a PCS+ da PowerColor e para as IceQ X² Turbo e iCooler da HIS, que garantiram bons resultados para placas da AMD.

{break::Consumo de energia}Observamos inicialmente que a AMD consegue maior eficiência energética com suas placas de menor performance do que os modelos equivalentes da NVIDIA, mas nenhuma destoa muito das demais,e todas consomem menos que todas as outras placas das gerações anteriores. Logo em seguida encontramos uma versão modificada da HD 7970, da HIS, que empata com um modelo de entrada de duas gerações atrÁs da NVIDIA. Na grande maioria, as placas da AMD se saem melhor que as suas equivalentes da rival. As HD 7970 e HD 7950 consomem menos que as GTX 680 e GTX 670, por exemplo.

JÁ no caso de sistemas com mais de uma GPU, a NVIDIA se sai melhor com a sua GTX 690, que fica com consumo abaixo a duas HD 7950 em CrossFire e muito mais baixo que duas e três HD 7970. Por outro lado, um SLI com duas GTX 680 é o que mais consome entre todos. 

Se em modo ocioso as placas de entrada da atual geração superam todas as demais, com o sistema trabalhando o consumo sobe bastante, superando alguns modelos antigos mais modestos. As que conseguem se segurar são apenas as GTX 650 e GTX 650 Ti, pelo lado da NVIDIA, e as HD 7750 e HD 7770, pela AMD.

As GTX 660, GTX 660 Ti, HD 7850 e HD 7870 apresentam elevado crescimento no consumo e se afastam das primeiras posições. Nesta faixa, todas ficam com desempenho equilibrado, com exceção da XFX HD 7850 BE OC DD, que consegue uma economia melhor.

Um Crossfire com duas HD 7950 apresenta empate técnico com a GTX 690, em mais uma demonstração de uma das vantagens de um projeto integrando dois GPUs em uma mesma placa. O SLI com duas GTX 670 consome mais que estes dois sistemas, mas ainda fica muito abaixo de duas GTX 680 ou duas HD 7970. As três HD 7970 apresentam o maior consumo entre todas as placas do Chart, cerca de 43% maior que duas GTX 680. 

{break::Futuremark 3DMark 11}

3DMark 11 é a versão mais atual da mais famosa ferramenta de benchmarks, desenvolvida pela Futuremark e desenhada para medir a performance de computadores para games. O software inclui diversos recursos avançados, como DirecX 11, tessellation, compute shaders e multi-threading, compondo assim um teste exigente para qualquer sistema de alta performance.

Com a nova versão do benchmark em produção, pela Futuremark, este VGA Chart possivelmente é a "saideira" desta ferramenta, que darÁ lugar ao "3DMark for Windows 8", que tem como destaque novos testes e o suporte a outras plataformas, como o sistemas Android, por exemplo.

Abaixo a tela principal do aplicativo com as configurações utilizadas. Todas as placas foram testadas com o modo "Performance".

Como era de se esperar, os sistemas com múltiplas GPUs apresentaram os melhores desempenhos, com as placas da NVIDIA conseguindo ligeira vantagem sobre as suas equivalentes da AMD, e o Crossfire com três HD 7970 conseguindo acréscimo de 28% sobre apenas duas.

A GTX 680 DCU II, da ASUS, foi a que conseguiu melhor resultado entre as placas com apenas um chip, ficando razoavelmente perto de um Crossfire com duas HD 7950. Logo atrÁs dela ficaram outras versões modificadas das placas topo de linha da atual geração, a ASUS HD 7970 MATRIX PLATINUM e a MSI GTX 680 Lightning. As três superaram até mesmo a HD 6990, placa dual-chip da geração passada da AMD. Outras duas versões modificadas da HD 7970 e a GTX 680 referência conseguiram ficar na frente da GTX 590, dual-chip anterior da NVIDIA.

AtrÁs desses modelos topo de linha e dual-GPU, encontramos alguns dos demais modelos da atual geração até a GTX 660 Ti e a HD 7870, quando surgem algumas placas de gerações passadas, como uma HD 5970 dual-chip e uma GTX 580 modificada. As versões atuais com menor desempenho foram as HD 7750 CORE EDITION e a GTX 650 Power Edition, superadas por placas intermediÁrias de até duas gerações atrÁs.

{break::UNIGINE Heaven 3.0}

O Unigine Heaven é uma ferramenta de benchmark baseada na engine Unigine. O software é o primeiro teste de DirectX 11 disponível no mercado, sendo lançado na mesma data do lançamento do Windows 7, em outubro de 2009. Tem como destaque o suporte a DirectX 9, 10 e 11, além do OpenGL 4.0, e o uso de diversos filtros e tecnologias que exigem muito do sistema, como tessellation, iluminação global dinâmica, ambient occlusion, entre outros.


Abaixo as telas das duas opções grÁficas utilizadas nos testes, uma com tessellation desativado e outra com tessellation em modo EXTREME, ambas com filtros em 8xAA e 16xAF na resolução FullHD.

Nova vitória dos sistemas com múltiplas GPUs. Neste caso, a AMD se sai melhor com o Tesselation desativado, com seus Crossfires se saindo melhor que os SLIs equivalente da rival. O fato curioso aqui é que a GTX 690 não conseguiu superar nem duas GTX 670, e a HD 6990 mostra que ainda tem fôlego. JÁ com o recurso ligado em EXTREME, a NVIDIA recupera a vantagem, com a GTX 690 em empate técnico com duas HD 7970, duas GTX 670 superando com boa vantagem duas HD 7950 e a GTX 590 provando que ainda tem valor.

No geral, o que se observa é uma vantagem da AMD com o Tessellation desativado, mas uma recuperação da NVIDIA com o recurso em EXTREME, mesmo que ela não chegue a superar a rival em alguns casos. As topos de linha atuais continuam com o melhor desempenho entre as single-chip, com a ASUS HD 7970 MATRIX PLATINUM superando todas as demais. A dual-chip HD 5970 ainda consegue um desempenho bem próximo sem Tessellation. Novamente, as tops de gerações passadas apresentam performance semelhante às de entrada ou intermediÁrias atuais, com GTX 580 e HD 6970 ficando próximas às GTX 660 Ti e HD 7870 e 7050.

{break::Aliens VS Predator}

Lançamento: fevereiro de 2010.
Produtora:
Rebellion Games

Produzido pela Rebellion Games e distribuído pela Sega, "Aliens VS Predator"  foi desenvolvido com as ferramentas da engine Asura. Isso significa recursos grÁficos exclusivos na versão para PC do game, como DirectX 11, HDR Lightning, Tone Mapping e Screen Space Ambient Occlusion. 

Os sistemas com múltiplos GPUs conseguem o melhor desempenho, como era de se esperar. No entanto, a surpresa fica por conta do Crossfire com duas HD 7950, que supera o SLI com duas GTX 680 e a GTX 690. Além disso, a HD 6990 mostra novamente que ainda tem força ficando um pouco atrÁs das líderes.

Entre as single-chip, não hÁ dúvidas que as placas da AMD se saíram melhor. As GTX 680 da NVIDIA perdem até para as HD 7950 e para a HD 5970, uma dual-chip de duas gerações atrÁs. As Radeons se saem melhor que todas as suas equivalentes da GeForce. 

Aqui temos as placas Low, de entrada, com uma resolução mais modesta para observarmos melhor seu desempenho. É importante ressaltar que, atualmente, o conceito de placa de entrada é diferente do que foi no passado, jÁ que as placas desse segmento hoje tem desempenhos superiores dentro de suas próprias "famílias" do que em gerações anteriores. Isso aconteceu pela falta de interesse dos usuÁrios em placas com performance tão modesta e sua migração para plataformas móveis. Enfim, observamos que os modelos da NVIDIA se saem melhor, com as GTX 650 Ti superando as HD 7770 da AMD e a GTX 460 ainda permitindo jogabilidade mesmo duas gerações depois. Abaixo da HD 5770 a jogabilidade começa a ficar comprometida, por não conseguirem FPS acima de 30.

Para os testes utilizamos a ferramenta Adrenaline Aliens vs Predator Benchmark Tool.

DOWNLOAD -  Fila de testes utilizada

{break::Borderlands 2}

Lançamento: setembro de 2012.
Produtora: Gearbox Software.

Produzido pela Gearbox Software e distribuído pela 2K Games, "Borderlands 2" é um dos melhores games lançados em 2012. Desenvolvido numa versão modificada e adaptada da Unreal Engine 3, é compatível apenas com DirectX 9, sem apresentar muitos recursos grÁficos em comparação às outras versões. Seu verdadeiro diferencial estÁ nas tecnologias PhysX e 3D Vision Surround, ambas d Nvidia. 

Dessa vez, a NVIDIA se recupera, e a sua GTX 690 e seus SLIs com duas GTX 680 e duas GTX 670 conseguem superar até o Crossfire com três HD 7970. Além disso, sua GTX 590 consegue se aproximar de duas HD 7950.

Suas placas com um único chip também se saem melhor que as equivalentes da AMD, e todas as GTX 680 até superam a HD 6990. Além disso, as GTX 670 se saem melhor até que as HD 7970. Assim, observamos uma situação inversa à ocorrida em AvP, uma vitória total da NVIDIA. No entanto, é interessante observar que praticamente todas as placas testas conseguiram rodar o jogo sem grandes problemas, superando a barreira dos 30 fps mínimos para uma boa jogabilidade, com exceção da HD 4850.

Entre as low, não hÁ dúvidas que a NVIDIA se sai melhor, jÁ que até a GTX 550 Ti e a GTX 460 conseguem superar as HD 7770.

Para os testes utilizamos a ferramenta Adrenaline Borderlands 2 Benchmark Tool.

{break::Crysis 2}

Lançamento: março de 2011.
Produtora: Crytek.

Produzido pela Crytek e distribuído pela Electronic Arts, "Crysis 2" é a sequência de um dos maiores sucessos recentes do PC no gênero tiro em primeira pessoa. Desenvolvido com a CryEngine, o game era compatível apenas com DirectX9, mas logo ganhou uma atualização ao DirectX11, que adicionou recursos como Tessellation, Displacement Mapping (sombras com penumbras variÁveis) e Hi-Res Texture Pack.

Nova vitória da AMD, tanto entre os sistemas multi-GPU quanto nos seus modelos single topo de linha. No entanto, todos os Crossfire (com exceção do HD 7870 + HD 7850), SLI e dual-chip atual (GTX 690) demonstram um empate técnico, jÁ que sua diferença não chega a 2%. Em 1680x1050, os sistemas nem superam tanto as demais placas para compensar o investimento, mas quem investe nisso geralmente exige resoluções maiores, mesmo.

De resto, além da superioridade da AMD entre as placas top, é interessante notar o bom desempenho obtido pelo Crossfire de duas placas intermediÁrias, uma HD 7870 e uma HD 7850, que alcança o da melhor HD 7970, a MATRIX PLATINUM. Falando em intermediÁrias, este é o segmento em que a NVIDIA consegue um resultado um pouco melhor que a rival, com as GTX 660 Ti e GTX 660 superando as HD 7870 e as HD 7850, respectivamente. As placas de entrada atuais jÁ não aguentam o tranco, e não conseguem atingir nem os 30 fps necessÁrios nas resoluções mais altas.

Como quem compra uma placa de entrada geralmente não espera as melhores das resoluções, comparamos aqui em uma mais modesta. Neste caso, a NVIDIA continua sua virada de jogo e apresenta as melhores opções, com suas GTX 650 Ti e GTX 650 superando as HD 7770 e HD 7750, respectivamente.

Para os testes utilizamos a ferramenta Adrenaline Crysis 2 Benchmark Tool.

 

DOWNLOAD -  Fila de testes utilizada

{break::F1 2012}

Lançamento: setembro de 2012.
Produtora: Codemasters.

Produzido e distribuído pela Codemasters, "F1 2012" é a sequência anual da série de Formula 1 mais popular nos jogos eletrônicos. Com os recursos grÁficos da EGO Engine 2.0, o jogo é compatível com DirectX 10 e DirectX 11, que também permite recursos como Tessellation e 3D estereoscópico, entre outros.

Continuamos os altos e baixos, e dessa vez quem sai por cima é a NVIDIA, pelo menos no confronto entre SLI e Crossfire. Isso talvez possa ser justificado mais pelo mal desempenho da AMD, cujos sistemas não conseguem nem superar uma single-chip, a ASUS HD 7970 MATRIX PLATINUM, e com três placas nem rodava.

Se com as múltiplas GPUs a AMD não se sai muito bem, com as placas single-chip ela dÁ a volta por cima, superando grande parte dos modelos equivalentes da rival, com resultados muito superiores principalmente nas suas topo de linha, as HD 7970, sobre as GTX 680. Como tem acontecido, a NVIDIA volta a virar o jogo no segmento de placas de entrada, quando seus modelos tem performance levemente superior às equivalentes, um pouco acima da barreira dos 30 fps. 

A NVIDIA segura a superioridade em uma resolução mais baixa, com seus modelos apresentando performance levemente acima às equivalentes da AMD, mas nenhuma consegue a marca de 60 fps.

Para os testes utilizamos a ferramenta Adrenaline Racing Benchmark Tool.

 

DOWNLOAD -  Fila de testes utilizada

{break::Hitman Absolution}

Lançamento: novembro de 2012.
Produtora: IO Interactive.

Produzido pela dinamarquesa IO Interactive e distribuído pela Square Enix, "Hitman Absolution" marca o retorno definitivo da franquia de espionagem e do mortal Agent 47. Desenvolvido com as ferramentas da não tão conhecida engine Glacier 2, o game é capaz de renderizar cenÁrios gigantescos, com mais de 1200 personagens na tela (com comportamentos distintos) e detalhamento grÁfico bastante apurado.

Infelizmente não tínhamos mais três HD 7970 para fazer o teste com este jogo, mas o Crossfire com apenas duas jÁ foi suficiente para exibir os melhores resultados. Até duas HD 7950 conseguem superar o SLI com duas GTX 680 por uma diferença considerÁvel. Curiosamente, o sistema com uma HD 7970 e uma 7950 não consegue o mesmo resultado e fica mais atrÁs. 

Com as single-chip a AMD também se sai melhor em todos os modelos na comparação aos seus equivalentes da rival. Isso, no entanto, não faz muita diferença, jÁ que apenas as topo de linha conseguem rodar o game satisfatoriamente a 1680x1050. Com o aumento da resolução, a situação fica ainda mais crítica, somente duas HD 7970 modificadas conseguem passar a barreira dos 30 fps.

Diminuindo mais a resolução não é o bastante para rodar o game com as placas de entrada. Caso fosse, a AMD se sairia melhor que a rival pela primeira vez nesse segmento.

{break::Just Cause 2}

Lançamento: março de 2010.
Produtora: Eidos Interactive.

Produzido pela Eidos Interactive e distribuído pela Square Enix, "Just Cause 2" tem na sua engine Avalanche 2.0 um dos seus principais atrativos. É através dela, juntamente com alguns recursos possíveis com DirectX 10, que o game consegue assegurar que seus grandes cenÁrios não apresentem lentidão ou percam qualidade nas texturas durante as partidas.

A AMD sai na frente mais uma vez, com ótimos resultados em todos os seus Crossfire, até mesmo na combinação de uma HD 7870 com uma HD 7850, chegando a superar o SLI de duas GTX 680 na resolução mais baixa. A empresa consegue até superar a dual-chip atual da NVIDIA com suas placas topo de linha, as HD 7970 (overclockadas). Além disso, observamos a GTX 680 sendo superada por um modelo intermediÁrio, a HD 7870. Por se tratar de um jogo mais antigo, as placas de entrada das duas empresas conseguem segurar bem os grÁficos até na mais alta resolução.

A AMD novamente consegue a vitória no segmento das placas de entrada, com suas HD 7770 e HD 7750 superando as GTX 650 Ti e GTX 650, respectivamente, mas sem conseguir chegar a 60 fps. AliÁs, até uma placa de duas gerações atrÁs, a HD 5750 consegue passar a GTX 650.

{break::Metro 2033}

Lançamento: março de 2010.
Produtora: 4A Games.

Produzido pela 4A Games e distribuído pela THQ, "Metro 2033" traz recursos grÁficos bastante apurados, possíveis apenas com o uso mÁximo do DirectX 11. Alguns deles incluem o Tessellation, dupla precisão de sombras e fumaças quando a tecnologia PhysX for utilizada, texturas em 2048x2048p de resolução, Parallax Mapping e diversos filtros adicionais de definição para melhoramento do visual.

AMD leva mais uma, com superioridade em todos os principais sistemas e placas em relação aos seus equivalentes da NVIDIA. O fato inusitado da vez é a falha de manter a performance apresentada pelo Crossfire de uma HD 7970 com uma HD 7950, que vai muito bem na resolução mais baixa, mas perde muito na mais alta. Isso se dÁ provavelmente por algum problema de driver. Outro destaque vai para a boa performance que a HD 7950 apresenta em relação à GTX 680, uma placa teoricamente superior.

A NVIDIA volta a se recuperar nas placas low-end, com vitórias das GTX 650 Ti e GTX 650 sobre suas rivais diretas, a HD 7770 e a HD 7750, respectivamente. É importante ressaltar, no entanto, que somente uma das 7770 consegue superar a barreira dos 30 fps, essencial para uma boa jogabilidade.

Foi utilizada a ferramenta de benchmark interna do game. 

 

DOWNLOAD -  Fila de testes utilizada

{break::Sleeping Dogs}

Lançamento: agosto de 2012.
Produtora: United Front Games

Produzido pela United Front Games e distribuído pela Square Enix, "Sleeping Dogs" é compatível com DirectX 11 e traz, entre outros recursos, Tessellation, 3D estereoscópico, High Definition Ambient Occlusion, multi telas, suporte a pacote com texturas em altíssima resolução, filtros extras para sombras, partículas e redução de borrões e serrilhados.

AMD se sai melhor novamente. A empresa não apenas consegue melhor performance em todos os seus Crossfire com suas principais placas, em relação aos SLIs e placa dual-chip da NVIDIA, como também supera a rival em quase todas as comparações diretas entre modelos equivalentes. Além disso, consegue que o sistema combinando uma HD 7870 e uma HD 7850 supere até a HD 7970, e que uma dual-chip de duas gerações atrÁs, a HD 5970, se saia melhor que a GTX 680. Os modelos mais modestos ou antigos das duas empresas jÁ não conseguem atingir a barreira dos 30 fps.

Nas placas de entrada, a AMD consegue nova vitória, com seus modelos superando as equivalentes da rival. Mesmo assim, nenhuma placa conseguiria uma jogabilidade satisfatória, jÁ que a marca dos 30 fps não é superada.

Para os testes utilizamos a ferramenta Adrenaline Sleeping Dogs Benchmark Tool.

 

DOWNLOAD -  Fila de testes utilizada

{break::PhysX com Borderlands 2}

Por se tratar de uma tecnologia NVIDIA, mostramos aqui o desempenho de cada uma das placas da empresa e não hÁ surpresas. Todos os modelos vão seguindo a ordem de seu segmento e geração lançada, com pequenas variações com placas overclockadas. Para um efeito de comparação, temos ali uma placa top AMD da linha HD 7000, a ASUS HD 7970 MATRIX PLATINUM que, apesar de ficar lÁ embaixo na tabela, mostra que é possível rodar a tecnologia com algumas placas da empresa.

Novamente, nenhuma surpresa. Uma GTX 650 Ti overclockada à frente de uma referência. A única que não conseguiria uma jogabilidade satisfatória é a mais humilde de todas, a GTS 450, placa de duas gerações atrÁs.

Para os testes utilizamos a ferramenta Adrenaline Borderlands 2 Benchmark Tool.

{break::Relação desempenho x custo}Incluímos neste artigo um novo teste: a relação entre a performance da placa ao longo dos benchmarks e seu custo, com o intuito de verificar qual placa entrega "mais frames por real gasto", ou como o pessoal gosta de falar no forum, qual é a placa que valoriza mais minhas "dilmas" investidas. 

Para chegarmos ao coeficiente apresentado, realizamos a média de frames alcançados nos games AvP, Bordelands 2, Crysis 2, F1 2012, Hitman Absolution, Just Cause 2, Metro 2033 e Sleeping Dogs. Foram excluídos testes na resolução 1280x1024, presente apenas nas placas de entrada, o game "Hitman", ausente em algumas das VGAs, e também os testes com o PhysX do Borderlands 2, tecnologia focada nas placas Nvidia. A média obtida nos testes é dividida pelo preço da placa, e por fim multiplicado o resultado obtido por 100 para obter um número "mais apresentÁvel" no grÁfico. A equação:

{soma dos fps nos testes / número de testes) / preço da placa atualmente) * 100

É importante ressaltar que neste benchmark não temos, necessariamente, uma mostra de qual a melhor placa para o consumidor. Como é possível notar, muitas vezes as placas de entrada e intermediÁrias são as tem uma maior relação entre performance e custo, porém não farão sentido nenhum para um usuÁrio que deseja alta performance, ou que precisa das tecnologias e recursos presentes apenas nas placas de maior desempenho.

Em se tratando das placas, por opção preferimos fazer os cÁlculos apenas com as duas últimas gerações de cada empresa, visto que é difícil encontrar placas lançados a mais de 2 anos no mercado, consequentemente tornaria complicado calcular seu custo/beneficio em cima de preços de produtos usados.

Com resultado abaixo, vemos que a agressiva redução de preços da AMD, nos últimos meses, tornou suas placas atrativas nestes cÁlculo que realizamos. Outro destaque são as linhas Radeon HD 6850/7850, por parte da AMD, e GeForce GTX 660, por parte da Nvidia, que apresentam uma boa relação custo x performance para os gamers.

{break::Conclusão}O VGA Chart nos traz, com seu número expressivo de resultados e testes, uma grande quantidade de informações e conclusões possíveis. Cada um pode tirar suas próprias conclusões, de acordo com o segmento ou marca pela qual se interessa mais. Nos ateremos a trazer, aqui, uma visão geral dos dados apresentados, pois nosso objetivo é entregar ao nosso público informações suficientes para que eles próprios sejam capazes de decidir o que é o melhor.

Nesta visão mais ampla, podemos ver a evolução dos chips grÁficos, de ambas as empresas, em quesitos como eficiência energética, com as placas consumindo cada vez menos energia (apesar do aumento de performance), e uma melhor eficiência térmica, sendo vísivel que placas mais recentes aquecem menos que as antigas.

Também notamos na medida que novas versões de drivers vão sendo lançadas, placas das gerações atuais ganham considerÁveis mudanças no desempenho, em teoria, fruto de otimizações, situação que também aconteceu com gerações anteriores. Algumas placas que analisamos em seus lançamentos passaram a se comportar bem melhor frente a geração anterior agora que temos drivers mais "maduros", leia-se otimizados.

Esperamos ter entregue, aqui, informações e comparativos suficientes para que cada usuÁrio, de acordo com suas necessidades e recursos disponíveis, possa fazer a melhor escolha possível para atender sua demanda, além de trazer mais dados para as acaloradas discussões entre o nosso público acerca do disputado mercado de placas de vídeo (por favor, sejam civilizados ali em baixo, nos comentÁrios).

A bateria de teste foi dura, e por pouco não chegamos inteiros até o final. Quem conferiu os nossos teasers, brincando com a quantidade de placas que estavam por aqui e com o nosso cansaço ao encarar este desafio, saibam que, em alguns momentos, não deixou de ter um "fundinho de verdade" no caos de placas mostrado nos vídeos. Pra quem não conferiu, aqui estão os links dos cinco curtas (com atuações de qualidade discutível) que fizemos para ir chamando a atenção do pessoal para o VGA Chart:

Estado da equipe, nos últimos testes

VGA Chart 2012 Adrenaline [Teaser 01]
VGA Chart 2012 Adrenaline [Teaser 02]
VGA Chart 2012 Adrenaline [Teaser 03]
VGA Chart 2012 Adrenaline [Teaser 04]
VGA Chart 2012 Adrenaline [Teaser 05]

Por fim, continuaremos a atualizar este artigo, com adições de algumas placas e games relevantes que possam ser publicados nos próximos meses e, principalmente, com grandes revisões anuais. Então, continuamos nos vendo por aqui, ao longo do ano com nossa cobertura do que hÁ de mais importante no mundo tecnológico, e até o próximo VGA Chart!

Tags
  • Redator: Redação

    Redação

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.