Guia de compras para o Natal: Tablets, Smartphones e Notebooks

No ano que passou, as grandes estrelas foram os dispositivos móveis, especialmente os tablets, que viram uma tremenda alavancada no mercado, seguindo os passos do iPad. Agora, existem opções para todos os gostos e bolsos. Os notebooks também evoluíram, ficando cada vez mais pequenos, finos e poderosos - alguém se lembrou dos ultrabooks aí?

Quanto à telefonia móvel, os dumbphones estão perdendo bastante a preferência dos usuÁrios. A cada trimestre, a venda dos smartphones aumenta, em detrimento dos celulares comuns. Só no primeiro trimestre do ano, a comercialização dos celulares "inteligentes" cresceu 19% em comparação ao mesmo período do ano passado. E, assim como os tablets, eles também estão ficando mais baratos. Mas é claro, isso não impede que as empresas lancem modelos super turbinados, perfeitos para quem quer sempre a melhor performance.

Sem mais delongas, vamos agora às melhores dicas de tablets para este fim de ano. Na pÁgina a seguir, você confere nossas recomendações de smartphones.

{break::Tablets}Samsung Galaxy Tab 7 - [ Veja a anÁlise ]
Eis uma opção com ótimo custo-benefício. É o tablet Android não-xingling com tela capacitiva mais barato do mercado e, embora ainda venha com Android 2.2 (recém-atualizado para o 2.3) - ou seja, não possui um sistema adaptado para tablets - isso tem lÁ suas vantagens. Primeiro: ele serve como smartphone. Claro, você não vai pendurar um tablet na orelha, mas isso se resolve com um fone bluetooth. Segundo, a oferta de aplicativos adaptados para o Honeycomb ainda é pequena. Na tela de 7 polegadas, você vai se dar bem melhor com os apps normais para smartphones mesmo. O aparelho tem uma performance excelente, uma ótima câmera frontal para videoconferência, assim como a traseira, que também faz bonito. Além disso, o tamanho menor pode conquistar muita gente pela leveza, discrição e facilidade em caber em qualquer lugar.



Preço: a partir de R$850
Pontos altos: serve como smartphone, é leve e pequeno sem atrapalhar a usabilidade e estÁ com um preço bastante acessível em comparação a outros tablets.
Pontos baixos: Usa um sistema Android de smartphone e não tem um hardware tão robusto como os modelos mais atuais

Apple iPad 2
No segmento dos tablets, não hÁ como não recomendar o iPad 2. Ok, muito provavelmente um novo modelo serÁ anunciado no início de 2012, mas isso traz outra vantagem: uma queda de preço no modelo atual. O aparelho, com processador dual-core, não perde em nada para o Transformer Prime, por exemplo, que chegarÁ turbinado por quatro núcleos (isso sem contar o nucleozinho extra). Tem ótimos jogos, um gigantesco acervo de aplicativos e todo o ecossistema "mÁgico" da maçã, que inclui as smart covers, a integração perfeita com quaisquer outros dispositivos da marca, e, é claro, o ótimo-custo benefício. Tudo isso vai fazer do iPad 2 uma ótima opção de compra por um bom tempo.



Preço: R$1.649 - R$2.599
Pontos altos: Estabilidade e ótimo desempenho, todo o ecossistema da Apple, ampla oferta de aplicativos.
Pontos fracos: Plataforma muito fechada para quem adora customizações, pode ficar obsoleto com o anúncio uma nova geração no início de 2012.

Asus Eee Pad Transformer - [ Veja a anÁlise ]
O Transformer Prime, pelo visto, vai ficar para a lista do próximo ano. Mas a primeira geração é ótima, o melhor tablet Android que jÁ testamos por aqui. E ideal para quem quer mais produtividade, jÁ que o dock com teclado QWERTY transforma o tablet em um equipamento superior a um netbook - acredite! Existem vÁrias suítes de escritório disponíveis no Android Market e, se você não precisa de ferramentas avançadíssimas e especializadas (vamos supor... um AutoCad ou Corel da vida), o Transformer vai suprir muito bem suas necessidades. O dock ainda vem com uma porta USB para você plugar um mouse, pendrive ou até joystick. E sem passar trabalho nenhum - é "plug and play". Uma funcionalidade que, muito provavelmente, ninguém jamais verÁ em um iPad.



Preço: A partir de R$1.200
Pontos altos: Ótimo desempenho, Android com planos de atualizações, design robusto e bem acabado, preço camarada e a possibilidade de aumentar a produtividade com o dock/teclado.
Pontos baixos: O dock encarece um bocado o produto, que pode chegar a R$1.900. Além disso, a câmera traseira é a pior que jÁ vimos em um tablet.

{break::Smartphones}Xperia mini
Pequeno, cabe na palma da mão, barato, com uma ótima câmera, rÁdio FM e uma performance bem robusta em relação ao tamanhinho. Estamos falando do Xperia mini lançado em outubro, uma evolução do modelo que avaliamos no ano passado. As maiores novidades? Um processador mais poderoso (1GHz contra 600MHz da versão antiga) e o Android 2.3 (Gingerbread), uma ótima adição, jÁ que o irmão mais velho não foi atualizado. O pequeno atende muito bem a quem quer ter todas as funções de um smartphone sem gastar muito. A tela pequena, é claro, inviabiliza algumas tarefas, mas muita gente acaba adorando o aparelho justamente pelo tamanho - e também pelas vÁrias opções de cores e traseiras personalizÁveis. Digitar nele é que não é muito legal, perdendo em muito para os grandalhões. Mas, para isso existe o modelo Pro, que custa R$100 a mais. Desembolsando essa quantia, você leva para casa um pequenino smartphone com teclado físico completo deslizante.



Preço:
R$799
Pontos altos: Excelente câmera de 5.1 megapixels que grava em HD, cabe em qualquer cantinho e bolso, reúne as principais funções dos smartphones em um aparelho compacto e bem mais barato que os modelos top de linha.
Pontos baixos: O tamanho (ele de novo...) pode ser também um ponto negativo, jÁ que dificulta algumas tarefas e nem sempre roda bem qualquer game. E a digitação é trabalhosa, a não ser no modelo com o teclado físico.

Motorola Milestone 2 - [ Veja a anÁlise ]
Um smartphone médio que, no momento, estÁ com um preço bem amigÁvel e traz uma boa configuração. E, é claro, tem seu maior diferencial entre os demais modelos recomendados aqui: o teclado físico deslizante, marca registrada da linha Milestone. Esse aparelho é para quem gosta de robustez: o smartphone não chega a ser enorme, mas é quadradão e espesso. O teclado físico é ótimo e recebeu vÁrias melhorias em relação ao primeiro modelo. Ok, o Milestone 3 jÁ estÁ por aí, e a Motorola ainda tem o RAZR, smartphone utlrafino de alto desempenho. Então por que o Milestone 2 estÁ nesta lista? Simples: precisamos recomendar um aparelho de custo médio com funcionalidades e configurações suficiente para o dia-a-dia, e não um high-end (que serÁ o próximo da lista). E o Milestone 2 cumpre bem essas funções: tem processador de 1GHz, uma câmera de 5 megapixels que grava em HD e sua tela de 3.7 polegadas é ideal para realizar qualquer atividade e aproveitar vÁrios games sem limitações com resolução e tamanho como ocorre no Xperia mini. E a cereja do bolo: o portÁtil pode ser encontrado por aí por menos de R$1 mil.

- Continua após a publicidade -



Preço: A partir de R$899
Pontos altos: tamanho ideal para as tarefas cotidianas, teclado físico deslizante completo e confortÁvel, construção robusta e ótimo custo-benefício.
Pontos baixos: Sem câmera frontal e HDMI. E as fotos da câmera não são as melhores do mercado. Além disso, a Motorola não costuma liberar atualizações de sistema tão rapidamente... vale lembrar que o Milestone 2 ainda estÁ na versão 2.2 do Android (Froyo).

Samsung Galaxy S II
- [ Veja a anÁlise ]
Sem dúvidas, o melhor smartphone Android que passou aqui pela redação. Só isso jÁ é mais do que suficiente para recomendÁ-lo, mas vamos lÁ: o aparelho é ultrafino, com apenas 8,3mm de espessura, e tão leve que parece um celular de brinquedo. Mas não se engane: ele não é frÁgil assim. A tela é protegida por Gorilla Glass e toda a construção do aparelho é bem confiÁvel - a não ser pela tampa da bateria, que é muito fina e um pouco difícil de tirar no começo. Por dentro, então, o Galaxy S II é mais do que parrudo: equipado com um processador dual-core de 1.2GHz, tem 16GB de espaço interno e duas câmeras, sendo que a traseira tem 8 megapixels e filma em FullHD. O desempenho é incrível, toda a movimentação na interface é rÁpida e fluida e os jogos rodam de forma excelente.



Preço: a partir de R$1.400
Pontos altos: Ultrafino, ultraleve, ultrapoderoso. As câmeras estão entre as melhores que jÁ vimos e a performance geral do sistema é impressionante. Quem quer um aparelho top de linha que, ainda por cima, é elegante e cabe no bolso sem "protuberâncias", não vai se arrepender.
Pontos baixos: O Galaxy S II tem uma coisa esquisita. Ou melhor, não tem: o LED de alerta. Você não vai saber se perdeu uma chamada ou se recebeu um e-mail ou SMS se não ligar a tela do aparelho. Fora isso, o GPS dÁ uma escorregadas às vezes. No mais, o smartphone é quase perfeito.

{break::Notebooks}Acessíveis (até R$ 1.600)

14E-P684LM - Philco
A primeira opção econômica é este Philco que, apesar da pouca expressividade da marca neste mercado, tem como vantagem um hardware interessante para um notebook na casa dos R$ 1600. Os processadores i7 tem um ótimo desempenho para o cotidiano e, dependendo do game, também "dão um caldo". Algumas franquias famosas por rodar em sistemas mais leves podem ser jogadas, como Left4Dead, Minecraft, Counter Strike, etc.
Os 8Gb de memória RAM também são interessantes, mas pode não ser uma opção para quem não é familiarizado com o sistema Mandriva, ou não manja de instalar outros SO em notebooks ou não pretende ter que comprar uma licença.


Preço: em torno de R$ 1.399,00
Pontos altos: processador core i7 de segunda geração e 8GB de memória RAM.
Pontos baixos: HD de 5200RPM de 500GB, sistema Mandriva, marca de pouca tradição e design apenas aceitÁvel. Perfil fraco para jogos. Anda em falta na maioria das lojas online.

Notebook CCE Iron 787P [ Link oficial ]
A CCE não estÁ no hall de marcas consolidadas, mas este modelo tem a vantagem de trazer um processador core i7 de segunda geração, o i7-2630QM, o que torna ele uma boa opção pela agilidade deste processador. Seus 8GB de memória RAM também são interessantes, e com isto ele tem características ótimas para o cotidiano e, por não ter uma placa de vídeo dedicada, aceitÁvel para alguns jogos não muito pesados, com um desempenho semelhante ao modelo da Philco. Não hÁ muito investimento no design do aparelho, sendo bem simples, algo que pode até agradar algumas pessoas.

- Continua após a publicidade -

Preço: em torno de R$ 1.599,00
Pontos altos: processador core i7 de segunda geração e 8GB de memória RAM.
Pontos baixos: design, HD de 5200RPM, marca de pouca tradição, perfil fraco para jogos.

{template::2}

IntermediÁrios (até R$ 2.999)

Samsung RF511-SD1 [ Veja a review ]
O notebook tem como principal vantagem o custo/benefício, com potência o suficiente para rodar games recentes, ainda que não com todas as configurações no mÁximo, e com folga para atividades do cotidiano. Peca no HD de 750GB, que apesar de ter um bom espaço, é lento (5400RPM) e com isto torna o notebook mais demorado na hora de copiar arquivos ou abrir aplicativos.

Pode-se economizar entre 300 a 500 reais comprando a versão SD2 do RF511, que tem apenas um processador diferente. O i5 do SD2 é inferior ao i7 presente no SD1, mas nada que comprometa, sendo mais interessante para quem quer gastar menos e ainda assim ter um notebook com bom desempenho.


Preço: em torno de R$ 2.699,00
Pontos altos: notebook Ágil para o cotidiano e potente o suficiente para jogos recentes. Duas portas USB 3.0 e leitor de Blu-ray.
Pontos baixos: HD lento, tela incapaz de fazer FullHD e não é capaz de rodar games em qualidade alta.


HP Pavilion DV6-6190US
No comparativo com o RF511, o notebook da HP leva vantagem por ter uma tela de LED capaz de exibir imagens em FullHD (1920x1080) e por ter um HD de 7200RPM, o que significa que ele é mais Ágil na hora de copiar arquivos. A placa de vídeo Radeon HD 6770M tem um desempenho superior que a do notebook da Samsung.

Preço: em torno de R$ 2.999,00
Pontos altos: Notebook Ágil para o cotidiano e potente o suficiente para jogos recentes. Tela com resolução FullHD. Leitor de Blu-ray.
Pontos baixos: Não é capaz de rodar games em qualidade alta.

{template::2}O céu é o limite (sem limite de preço)


MacBook Pro [ Link oficial ]
O aparelho top da Apple é desejo de consumo entre os usuÁrios que fazem questão do ecossistema da empresa. Com versões de 13 a 17 polegadas, os aparelhos possuem boas especificações, especialmente os modelos de 15 e 17 polegadas de tela com processador i7 de 2,4 GHz. São caríssimos, e é possível comprar produtos com especificações superiores, pelo mesmo valor.

Preço: de R$ 3.599,00 a R$ 9.199,00
Pontos altos: Acabamento e design, hardware potente.
Pontos baixos: Preço alto, mesmo para as especificações que possui.

Porque não... montar seu Note?
Gamers hardcore e entusiastas preferem escolher a dedo seus gadgets, e alguns sites possibilitam ao usuÁrio escolher cada parte do aparelho que desejam montar. Para os que querem um perfil para games, com hardware pontente e não fazem questão de um design muito rebuscado (nem aparelhos leves) sites como o powernote.com.br e avell.com.br tem uma série de opções. O site da Apple também possibilita alterar as configs do seu notebook antes de finalizar a compra.

Preço: Se você não maneirar no que escolhe, pode ser de assustar.
Pontos altos: Monta um hardware ideal para sua necessidade.
Pontos baixos: Não é tão simples como comprar um produto pronto, requer conhecimento bÁsico dos componentes de um computador.

{template::2}Ultracompactos

MacBook Air [ Link oficial ]
Mesmo com o surgimento dos Ultrabooks, a Apple ainda é a opção mais interessante de produtos ultracompactos com sua jÁ consolidada linha Air. Estes aparelhos tem um bom desempenho, design muito conceituado e um preço mais acessível comparado aos Ultrabooks lançados até o momento.

Preço: de R$ 2.999,00 a R$ 5.199,00
Pontos altos: marca consolidada, design e sistema operacional conceituado. Ótimo para quem utiliza produtos do ecossistema Apple.
Pontos baixos: Não possui algumas tecnologias presentes no Zenbook, como padrão SATA III

Asus Zenbook [ Veja a anÁlise ]
O Ultrabook é o aparelho mais pontente do segmento, com presença de tecnologias como um SSD SATA III, que traz um desempenho muito acima da média. É uma opção para quem quer as melhores tecnologias disponíveis, e não vê problema em desembolsar mais por isto. Vem nas opções com tela de 11 e 13 polegadas.

Preço: R$ 3.999,00 e R$ 5.999,00
Pontos altos: Aparelho potente, com as mais recentes tecnologias. Ótimo design.
Pontos baixos: Caro, e podia ter teclado retroiluminado.

Assuntos
Tags
  • Redator: Redação

    Redação

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.