Lost Planet 2: Benchmarks

Iremos agora dar continuidade à série de artigos direcionados à jogadores entusiastas sobre desempenhos grÁficos de games para PC . Na primeira edição, publicamos todos os testes do aguardado "Mafia II". O escolhido desta vez é "Lost Planet 2", título de ação em terceira pessoa da Capcom que tem estreia marcada para 15 de outubro próximo.

Na trama, dez anos se passaram desde os eventos de "Lost Planet: Extreme Condition", lançado em 2006. O planeta E.D.N. III atualmente passa por um processo de degelo contínuo, com o surgimento de ambientes equatoriais e desérticos. A briga começa quando facções combatem entre si pela posse da poderosa energia termal que mantêm o planeta aquecido e garante a sobrevivência dos colonizadores. O jogador divide papéis ao infiltrar nas diversas localidades e deve eliminar os gigantescos G-Akrids para fazer uso da preciosa energia.

Como características grÁficas, "Lost Planet 2" foi construído com a segunda versão das ferramentas da engine MT Frameworks. O que isso significa na prÁtica? Simples: simulação física nos personagens (acessórios, cabelo, vestimentas e apetrechos), sistema de colisões realista, diversidade de movimentos dinâmicos de personagem (caminhada, corrida e impactos e sombras (e penumbras) variantes calculadas a partir da distância de um objeto qualquer em relação ao posicionamento do personagem.

Também é compatível com o atual DirectX 11, capaz de renderizar efeitos mais dinâmicos para profundidades de cenÁrios, fluência realista no movimento característico da Água (riachos e lagos). Além disso, suporta as tecnologias 3D Vision e 3D Vision Surround, ambas exclusivas da Nvidia.  

Para os testes, iremos utilizar apenas placas de vídeos das últimas gerações de ATI e Nvidia. Acompanhe os modelos selecionados:

ATI
    * Radeon HD 4870 (HiS)
    * Radeon HD 5670 (XFX)
    * Radeon HD 5770 (XFX)
    * Radeon HD 5770 Crossfire (XFX)
    * Radeon HD 5830 (XFX)
    * Radeon HD 5850 (XFX)
    * Radeon HD 5870 (XFX)
    * Radeon HD 5970 (HiS)

Nvidia
    * GeForce GTS 250 1GB (ECS)
    * GeForce GTX 260 896Mb (Asus)
    * GeForce GTX 285 1GB (referência)
    * GeForce GTS 450 (referência)
    * GeForce GTX 460 768Mb (referência)
    * GeForce GTX 460 1GB (referência)
    * GeForce GTX 480 1.5GB (referência)

Placas Nvidia: Infelizmente não temos as placas GTX 465 e GTX 470 para adicionar aos testes.

Atualização 13/09/2010: Adicionamos os scores da GeForce GTS 450.

{break::MÁquina/Configurações utilizadas}Todas as placas de vídeo foram testadas em um único sistema, com as mesmas configurações e a última versão de driver disponível no site de ATI e Nvidia.

Abaixo, algumas fotos das placas e do sistema.

OBS: Os testes foram realizados a partir da versão "BENCHMARK" do título, jÁ disponível para download.

- Continua após a publicidade -

MÁquina utilizada nos testes:
- Mainboard Asus Rampage II Extreme
- Processador Intel Core i7 920 @ 3.8GHz
- Memórias 6 GB DDR3-1600MHz G.Skill Trident
- HD 1TB Sata2 Western Digital Black
- Fonte XFX 850W Black Edition

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows Seven 64 Bits
- Intel INF 9.1.2.1007
- ATI Catalyst 10.7a hotfix: Placas ATI
- Nvidia ForceWare 258.96 WHQL: Placas Nvidia

Configurações do game/drivers:
- Game baseado em DirectX 9 / 11
- Antialiasing: 8x
- Vertical sync: OFF

- Modo de teste utilizando dentro do game:   [ TEST B ]

{break::Testes em DirectX 9}Agora vamos ao que mais interessa: os testes!

Começamos com a API grÁfica DirectX 9, em que podemos contar com algumas placas da geração passada de ambas as empresas.

Na resolução de 1280x1024, a briga pela ponta fica entre Radeon HD 5970 e GeForce GTX 480, com leve vantagem para a placa da ATI.

Em terceiro lugar estÁ o Crossfire de 5770, ficando à frente da 5870. Esse Crossfire, diga-se de passagem, é um dos melhores desde o lançamento dessa tecnologia, visto que o seu custo é menor que o de uma 5870. Logicamente, porém, temos que levar em conta se a placa mãe suporta tal tecnologia.

Logo depois, temos como destaque a 5830 - que conseguiu se manter a frente das GTX 460. JÁ a 4870 mostra que ainda tem fôlego para competir com a GTX460 (pelo menos no que se refere aos games em DX9/10), ficando entre o modelo de 1GB e de 768MB.

- Continua após a publicidade -

A 5770 decepcionou um pouco, ultrapassando apenas a GTS 250 e a 5670.

{benchmark::803}

Na resolução de 1680x1050 não houve nenhuma grande mudança, apenas a constatação de que as placas intermediÁrias e de antiga geração sentem mais quando são mais exigidas, visto que as placas TOP´s utilizadas nos testes não tiveram uma perda de desempenho muito grande.

Curiosamente, o desempenho da  5670 cai de forma anormal se comparado à resolução de 1280x1024, o que pode ser causado por algum problema de driver.

{benchmark::804}

Em 1920x1080 também não tivemos nenhuma mudança de posição, apenas queda de performance, o que é lógico e natural, jÁ que todas as placas são mais exigidas. A 5970 leva o mérito de ser a única a manter-se acima dos 80 FPS em todas as resoluções.

{benchmark::805}

{break::Testes em DirectX 11}Rodando o benchmark em DirectX 11, limitamos o número de placas aos modelos da geração ATI Radeon HD 5000 e Nvidia GeForce GTX 400.

Infelizmente, o benchmark não suporta Crossfire. Logo, além de não ser possível rodar o Crossfire de Radeon 5770, também não é possível rodar o benchmark com a Radeon HD 5970. Isso é bem frustrante, pois essa placa possui um sistema interno de Crossfire que faz seus dois chips trabalharem juntos. Esperamos que isso não aconteça com o game completo quando ele for lançado.

Em relação aos benchmarks, as placas da Nvidia levam bastante vantagem. Na resolução de 1280x1024, a GTX 480 fica bem à frente dos demais modelos, com diferença superior aos 20 FPS. Destaque também para as placas GTX 460, que ficam praticamente empatadas com a 5870.

{benchmark::806}

Na resolução de 1680x1050, não tivemos nenhuma mudança de posição, apenas a queda de performance nos modelos, variando de 10% a 15% em média na maioria dos casos.

{benchmark::807}

E para finalizar, a resolução de 1920x1080 também não mostra mudança nas posições, mas comprova que o game poderÁ dificultar a vida de muitos usuÁrios que primam pela qualidade extrema, ao combinar DirectX 11 e alta resolução.

{benchmark::808}

{break::Conclusão}De forma sintética, Lost Planet 2 é um game que certamente despertarÁ a atenção da comunidade gamemaníaca, em grande parte pela qualidade de seus grÁficos. Desta forma, o usuÁrio deverÁ seriamente levar em conta a hipótese de trocar de VGA, principalmente se este desejar usufruir de todas as vantagens do jogo com o DirectX 11. Mesmo as placas intermediÁrias de alta performance, como as Radeons da série  5800, como as GTX 460 ficaram no limiar "técnico" da jogabilidade minimamente razoÁvel, isto é, na casa dos 30 FPS.

Contudo, hÁ ainda a esperança de que haja ganho extra a medida que novos drivers forem surgindo e que a Capcom faça os últimos ajustes e polimentos no game, como forma de melhorar a performance, e que principalmente haja o suporte para as placas dual GPU e em CrossFire.

Tags
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.