- Publicidade -

ANÁLISE: Rainbow Six Extraction é o tipo de game que combina com o Game Pass

Difícil justificar a compra, mas com expectativas menores ele é bem divertido
Por Diego Kerber 24/01/2022 20:16 | atualizado 27/01/2022 10:45 comentários Reportar erro

Rainbow Six Extraction é um game bem divertido, mas depende da expectativa que você tem para ele. Se está pensando em um game "triplo A" com conteúdo que vai te prender por centenas de horas ou mais, já te aviso que frustração é o que te espera. Agora, se você baixa o game com o espírito "olha isso aqui que apareceu no Game Pass" e joga algumas rodadas esporádicas com os amigos ou até sozinho, ele pode, sim, ser uma boa pedida.

Extration se destaca por sua proposta mais cadenciada e tática

Eu gostei do game porque atende uma demanda bem específica minha: um FPS mais cadenciado, muito tático e desafiante. Nada de entrar deslizando no ambiente, atirar em todos os inimigos enquanto corre o mapa em um ritmo desenfreado. Extraction é um "Doom ao contrário", em que você precisa meticulosamente "dronar" o ambiente, marcar os inimigos, eliminar alvos prioritários e, se a coisa desandar, ser ainda mais organizado para recuar ou avançar o mais rápido possível gastando o mínimo de recursos ou preservando o máximo de pontos de vida dos agentes. 

O game parte da base de operadores de Rainbow Six Siege, mas não é necessário ter jogado Siege para aproveitá-lo. Com certeza há benefícios de ter jogado o game competitivo antes de cair em Extraction, como conhecer as habilidades de cada um dos agentes, além de ter a familiaridade com a mecânica e o gameplay de Siege.

A jogabilidade do Siege é muito bem aproveitada nesse game

E, pra mim, aqui está o ponto alto do jogo. Com todos os elementos de gameplay "portados" do Siege para o Extraction, o jogo possui um gameplay robusto e complexo, cheio de possibilidades de estratégias, seja com armas mais ofensivas, de suporte ou até recursos como destruir partes do mapa para ter posicionamentos mais táticos ou abrir novas rotas. Sobre isso, ele ganhou alguns upgrades da melhora no motor, o que é perceptível especialmente nos bons gráficos do game.

Os jogadores entram em missões com até três pessoas em incursões por mapas tomados por alienígenas. Os objetivos no mapa, pontos de início e de extração, posicionamento e tipos de inimigos são gerados randomicamente, tornando cada rodada diferente da anterior. Ao concluir com sucesso ou mesmo falhar na missão do mapa, os jogadores podem pedir a extração do campo, finalizando a missão, ou avançar para a próxima parte mapa. 

- Continua após a publicidade -

Esse mecanismo de extração é a alma do jogo e responsável pelos elementos mais instigantes do título. Os jogadores mantém a munição e a saúde da parte anterior, ou seja, resultados ruins na parte anterior podem inviabilizar totalmente a realização da próxima missão. Nesse caso, os jogadores precisam constantemente fazer um balanço de oportunidade, decidindo se vale a pena avançar para a próxima missão - o que trará recompensas maiores - ou se é melhor ir para a zona de extração.

A necessidade de fazer o balanço entre risco x oportunidade ao longo da missão é o elemento mais instigante e divertido de Extraction

Além de reduzir em muito a experiência acumulada, agentes que morrem em ação se tornam DEA (Desaparecidos em Ação), e ficam indisponíveis para o jogador até ele realizar o resgate em outra incursão. Esse elemento é o que dá emoção às rodadas, especialmente se você está prestes a perder um de seus melhores agentes tanto em experiência acumulada quanto na utilidade dos gadgets que ele possui. Também cria situações em que os demais jogadores podem decidir se vão lá buscar o amigo que caiu, e assim evitar que fique DEA, ou se é melhor pedir a extração e evitar que mais um agente fique indisponível.

Apesar de tudo isso, o mecanismo de gerar fases aleatórias tem suas limitações. Depois de algumas incursões, mesmo com objetivos e inimigos randomizados, o game começa a ficar repetitivo. Isso porque explorar o mapa é parte do desafio, e, na medida que você domina isso, ele se torna menos interessante. São no total 13 objetivos diferentes e 12 mapas, então eventualmente isso começa a se tornar repetitivo quando você joga rodadas o suficiente para exaurir as novidades que esse arranjo é capazes de gerar.

O gameplay é muito satisfatório para quem gosta de ser meticuloso. Fazendo o reconhecimento do mapa e marcando o posicionamento dos inimigos, você aumenta em muito a chance de abater mais aliens sem eles alertarem os demais. Isso recompensa em muito o jogador por reduzir o risco de perder vida em confrontos e economiza recursos como as munições.

Após um tempo o jogo deixa de introduzir novidades, mesmo randomizando os elementos dentro da fase

Falando em aliens, se você alerta o ninho, a coisa complica e muito. Além dos alienígenas todos convergirem para sua posição, colmeias começam a fabricar novos inimigos incessantemente. Isso cria espaço para uma decisão crítica: fugir e pedir extração, ou avançar rapidamente e destruir as colmeias, sendo esse o único jeito de acabar com as hordas que vão sendo repostas sem parar.

- Continua após a publicidade -

Essas decisões envolvem comunicação crítica entre os jogadores, e nesse momento é fácil por toda a experiência a perder dependendo de quem são seus aliados. Definitivamente é preciso jogar com outros jogadores que gostem dessa experiência cadenciada e tática, caso contrário o game pode ficar frustrante para todos rapidamente, com falha atrás de falha.

Um elemento que me desagradou foi a perda da oportunidade de expandir a lore de Rainbow Six. Mesmo o PvP de Siege, que não tem tanto espaço para isso, ainda conta com descrições dos personagens e até indicações do relacionamento entre eles. Extraction era o momento perfeito para aprofundar isso, mas o game se restringe a cutscenes bastante curtas e um trabalho bastante superficial sobre os operadores. O enredo também está ali só para dar sustentação mínima ao gameplay, e é bem desinteressante.

Extraction perdeu a chance de aprofundar o lore dos agentes de Rainbow Six

Com pouco enredo, Rainbow Six Extraction se segura exclusivamente na qualidade do gameplay, e isso é suficiente para o game, na minha opinião. O gameplay é bastante satisfatório, especialmente nas decisões de risco e benefício de cada incursão, e a variedade de mapas e desafios é suficiente para várias horas de jogo antes de perder o fator novidade.

Mas isso tudo não parece suficiente para justificar a compra do game completo. Os R$ 150 nas múltiplas plataformas em que está presente ficam um pouco mais atrativos considerando o Buddy Pass, que viabiliza convidar mais dois amigos para terem acesso ao game completo por 14 dias. Nesse período, até dá para exaurir os conteúdos, jogando com uma certa frequência. Mas é no Game Pass que esse jogo tem seu maior potencial. Sem o compromisso de trazer conteúdos para quem pagou um preço cheio de um game e sendo mais como um game para se divertir algumas vezes com os amigos ou até mesmo sozinho - eu realmente gostei de jogar solo, o jogo funciona bem assim também - ele pode sim ser bem divertido.


Rainbow Six Extraction está disponível no PC, Xbox Series S/X, Xbox One, Playstation 4 e 5, e nas plataformas de streaming Google Stadia e Amazon Luna. Ele também estará disponível no Game Pass já no lançamento.


RECOMENDA? SIM R6 Extraction é um FPS bastante tático e desafiante, mas compensa só pra quem assina o Ubisoft+ ou o Game Pass
PRÓS
Bons gráficos e ambientação
Excelente gameplay cadenciado e tático
Extrações trazem decisões desafiantes
CONTRAS
Pouco conteúdo
Missões se tornam repetitivas
Enredo pouco explorado
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.