Havit MS760, Gorila Atomic, Warrior Moray, Nox Krom Kammo: os melhores mouses com muitos botões abaixo de R$ 300

Quatro excelentes mouses para MMORPG, MOBA ou Battle Royale

É estranho ter tantos nomes no título, mas o que temos aqui é uma análise que é válida para quatro mouses de marcas diferentes, um da Havit, outro da Gorila, um da Warrior (que é uma subdivisão da Multilaser) e outro da Nox. Cinco na verdade, há duas revisões do Havit MS760.

Na verdade, estes são "quase o mesmo mouse" remarcado por todas estas empresas, ele não foi projetado por nenhuma delas. A primeira destas empresas a comercializar este mouse no ocidente foi a Havit e para simplificar esta análise, iremos chamar ele de Havit MS760/outros durante a review, mesmo que curiosamente tal mouse não seja vendido oficialmente no Brasil.

Não temos o Nox Krom Kammo disponível em mãos, mas ele aparenta ser idêntico ao Multilaser Warrior Moray, ao ponto de que o software é compatível entre eles.

A primeira revisão do Havit MS760 com PMW 3360, já deixou de ser produzida pela segundo versão, vendida sob o mesmo nome, com sensor Pixart PMW 3325, preço reduzido e um sistema de conexão de botões laterais melhorado, o qual costumava descolar os ímãs de conexão com o uso. Os outros mouses se baseiam nesta segunda versão, com exceção do Gorila Atomic, que utiliza o sensor Pixart PMW 3327.

Como então estes mouses se comparam com outros mouses para MMORPG que há no mercado? Quais são os seus recursos? E vale a pena mesmo comprar um mouse deste tipo? É o que veremos.

Mas antes de começarmos a análise, um usuário do software do Multilaser Moray havia relatado no grupo Periféricos High End, que o antivírus Kaspersky estava detectando e bloqueando o executável do mouse Multilaser Moray. Após enviar o arquivo para o site www.virustotal.com, notou-se que não é apenas o Kaspersky que detecta o arquivo "OemDrv.exe" como sendo uma ameaça:

- Continua após a publicidade -

Logo após isto, testamos o software da Havit, Gorila e Nox, assim como também outros mouses que usam a mesma base de software (mouses da Glorious, Havit, Hoopson, OEX Dyon, Pichau Hive e Ajazz AJ390).

O software não é produzido por nenhuma destas empresas e nem pela OEM (a fabricante chinesa) dos mouses, todos estes softwares são desenvolvidos por uma empresa terceirizada destas OEMs.

Alguns até apresentaram algo que aparenta ser um "falso alerta" (apenas um alerta da SecureAge APEX, mas sem explicações), enquanto o software do Nox Krom Kammo foi o único sem alerta algum.

Segundo resposta da Multilaser após entrarem em contato com a OEM (a fabricante chinesa do produto), a OEM explicou que tal detecção ocorreu pela "falta de assinatura digital" do arquivo executável.

Logo após isto, a Multilaser disponibilizou um novo instalador em sua página, o qual aparenta ter apenas o "falso alerta" que também ocorre com outros mouses de diferentes empresas.

Não somos especialistas em segurança, mas seria interessante se fosse feita uma análise profunda do arquivo .exe original por um especialista. Também, avisamos aos usuários do Multilaser Moray, que o software do NOX Krom Kammo é 100% compatível com o mouse da Multilaser, caso prefiram utilizar ele.

Construção Externa

Mouses realmente "grandes" estão se tornando cada vez mais raros em novos lançamentos no mercado, e fico feliz em ver que o Havit MS760/outros não apenas é um mouse bastante grande, mas tem um formato que acaba sendo "único" entre mouses para "MMORPG", sendo um dos maiores em comprimento e área de contato nesta categoria

- Continua após a publicidade -

Medindo 127x72x39mm, o Havit MS760/outros fica atrás apenas do Logitech G602/G604, é um mouse com uma área de contato muito maior do que concorrentes como o Razer Naga (todos) ou Logitech G600 e deve agradar pessoas que querem mouses "grandes" com muitos botões.

O comprimento do mouse, bem como a sua grande área de contato, ajudam amenizar seu peso de 125 gramas, que é bastante acima das 90-110 gramas que maioria dos mouses gamer do mercado costumam ter, e muito acima das 60-80 gramas que mouses ultra-leves possuem, mas se comparado a outros mouses "para MMORPG", o peso destes mouses não é nada fora do normal, exemplo sendo o Razer Naga Trinity com 130 gramas.

Também, a grande área de contato da mão com este mouse, assim como os grandes pés de PTFE, faz com que a movimentação com este seja fluída, mesmo com tanto peso.

A superfície do Havit MS760/outros é totalmente em plástico fosco com tinta e acabamento UV (não é ruim, mas não é um acabamento "high-end", e tende a deixar marcas de dedos), e um de seus maiores diferenciais, é que ele possui laterais removíveis, havendo duas escolhas para cada uma delas.

Para a lateral direita, há uma peça "lisa", e outra peça com um apoio para o dedo anelar. Cabe ao usuário escolher entre estas duas qual será a mais confortável para o seu uso.

Mas o que é realmente interessante, é que assim como o Razer Naga Trinity, a lateral esquerda também pode ser trocada. Porém, é um sistema bem mais "simples" do que o utilizado pela Razer.


Diferente do Razer Naga Trinity, onde há uma conexão eletrônica e uma placa com os switches instalados dentro de cada uma de suas peças, no Havit MS760/outros, a única coisa que muda é que a lateral com apenas "3 botões", só pressiona apenas 3 botões físicos, enquanto a outra com "9 botões", possui encaixes para todos eles.

- Continua após a publicidade -


Esta é uma forma bastante interessante de introduzir uma funcionalidade similar ao Razer Naga Trinity, mas sem um custo de produção tão alto. E curiosamente, até mesmo a lateral com apenas 3 botões possui uma excelente resposta.

Os botões principais possuem uma ótima resposta, não há nenhum pre-travel (o botão não precisa afundar para clicar) e há apenas um pouco de over-travel (o botão afunda um pouco depois de já ter clicado), mas nada desagradável ou que atrapalhe. O scroll é fluído e bem definido, com ótima resposta em seu botão, que utiliza um switch HUANO. O mesmo vale para os botões de DPI.

Mas, e quanto à resposta da lateral com 9 botões? Afinal, este é o aspecto mais importante de um mouse para MMORPG, um bom mouse para MMORPG precisa ter botões fáceis de pressionar e fáceis de memorizar. Como a lateral de nove botões se sai?

Perfeitamente. Todos os botões possuem uma boa resposta, o fato de ter "apenas 9 botões", contra 12 de alguns concorrentes, na verdade acaba agindo como um ponto positivo, pois são botões grandes, bem definidos e é mais difícil pressionar eles acidentalmente enquanto procura outro botão, diferente de outros mouses com botões menores.

Se há algo para criticar, é que o botão "1" (marcado em alguns mouses como "S1", o botão inferior na primeira fileira da esquerda para direita) é um pouco difícil para pressionar para pessoas que possuem um dedão "grande", mas também tive o mesmo problema com outros concorrentes como o Razer Naga Trinity e o Corsair Scimitar.

Ele não chega ter botões laterais tão bons em resposta quanto o Razer Naga Trinity, mas comparado com o Logitech G600, Redragon Perdition, Multilaser MO206 e até mesmo Corsair Scimitar, os botões laterais do Havit MS760/outros possuem uma melhor resposta e usabilidade.

E este aspecto é muito mais importante em um "mouse para MMORPG" do que o fato de usar um sensor topo de linha ou não. O objetivo destes mouses é proporcionar botões adicionais ao usuário, mas nada adianta que estes botões sejam difíceis de utilizar ou memorizar.

E por último, temos o cabo do mouse, que é apenas um cabo de nylon trançado "comum" para mouses gamer, é um tanto pesado, a flexibilidade não é boa e é muito inferior a um cabo paracord ou até mesmo a cabos de nylon de alguns mouses da Razer e Roccat, mas não é muito diferente do cabo de nylon que encontramos em outros mouses para MMORPG.

Construção Interna

Entre os modelos de mouses disponíveis para abrirmos, optamos por abrir o Multilaser Warrior Moray, o qual deve ser muito similar internamente ao Havit MS760 Rev.2 e Nox Krom Kammo.

Abrindo o Moray, estes são os componentes:

Pode-se ver um peso adicional de 10 gramas na parte traseira da carcaça, assim como também o sensor encapsulado, botões laterais e os principais componentes do mouse. A princípio, esta aparenta ser uma PCB bem organizada para distribuição de peso, embora este peso adicional poderia ser removido, e o conector do cabo realocado para a traseira da PCB, assim reduzindo o peso do mouse sem prejudicar o mesmo.

Nos botões principais temos switches OMRON D2FC-F-7N 20M, que são ótimos. No botão do scroll, há switches HUANO, o que é excelente. No codificador do scroll, há um encoder da F-Switch, que é uma marca muito popular atualmente por razões de preço, mas ela costuma ter problemas de "barulho de falta de lubrificação" (o que pode ser resolvido com a aplicação de lubrificante no encoder) em alguns modelos de mouses, embora no nosso Havit MS760 Rev.1 (dois anos) e Gorila Atomic (quase um ano), não apresentou nenhum problema, então a experiência varia. Não vejo muitos relatos de problemas quanto à durabilidade destes encoders.


Nos botões laterais há switches square sem marca alguma, mas não parecem ser do tipo "mais genérico e barato possível", há uma espécie de encapsulamento transparente neles (resistência a líquidos?) e a resposta deles é excelente, então não considero estes como sendo um ponto fraco do mouse.

Nos botões adicionais de DPI, há switches da HUANO, o que é excelente.

Enfim, embora abrimos apenas o Multilaser Warrior Moray, acredito que todos os outros sigam a mesma linha, tendo componentes de alta qualidade em todos os botões, a única peça que não posso chamar de "alta qualidade" sendo o encoder do scroll, mas nada que WD-40 não resolva caso aconteça um problema.

Desempenho

Como já fora dito previamente, há três versões deste mouse, a primeira versão do Havit MS760 com o sensor Pixart PMW 3360, a qual já foi descontinuada, e outras versões com o sensor Pixart PMW 3325 (Multilaser Moray, Nox Krom Kammo) e Pixart PMW 3327 (Gorila Atomic), o PMW 3327 sendo apenas um leve upgrade do 3325 (mas sinceramente, nada notável na prática).

Hoje já não é mais possível comprar o Havit MS760 com PMW 3360 e não vejo isso como ponto negativo, pois mouses deste tipo não precisam necessariamente ter o "melhor sensor possível", fora que houve uma melhora nos botões laterais e uma redução de preço considerável quando o modelo com PMW 3325 foi disponibilizado.

Há quem pense que a Havit "piorou" o mouse ao fazer isto, mas a verdade é que o Havit MS760 mesmo em sua versão com sensor PMW 3360, não é um mouse para "FPS competitivo" por razões de peso, skatez e cabo.

Vamos então aos testes, primeiro o Warrior Moray com sensor Pixart PMW 3325:


Bons resultados, esperados do Pixart PMW 3325. Nenhum problema para rastrear movimentos rápidos, nenhuma aceleração e uma boa consistência.

Agora o Gorila Atomic:


O Gorila Atomic tem um resultado "mais bonito" no teste de consistência, mas o quanto isto afeta na prática é bastante questionável, não faltam sensores "perfeitos" que apresentam resultados similares ao Multilaser Moray, então não encarem esse resultado como sendo algo que prova o 3327 como "superior" ao 3325. De resto, não há aceleração alguma e o sensor é capaz de captar qualquer movimento rápido.

Chegando ao software, temos uma polêmica aqui, cada marca tem um software com configurações diferente da outra, e alguns desses softwares foram mal programados. O software do Havit MS760 v1 (3360) tem 1200 DPI como "DPI mínima" e o software do Gorila Atomic (3327) também possui o mesmo problema.

Fora que a tradução da Gorila é simplesmente horrível, simplesmente atiraram o texto em cima de um tradutor automático...

Os softwares do Nox Krom Kammo (3325) e Multilaser Moray (3325) não possuem este problema e são compatíveis entre si.

O fato de 1.200 DPI ser a DPI mínima, já seria o suficiente para muitas pessoas evitarem a primeira versão do MS760 e o Gorila Atomic, mas na verdade este foi um erro de programação dos desenvolvedores do software, através de algumas edições dos arquivos de configuração, é possível ter mais opções de DPIs. E foi isso que eu fiz nestes seguintes patches de correção:

Patch de correção e tradução do Havit MS760 v1 (3360)

Patch de correção e tradução do Gorila Atomic (3327)

Aplicando estes patches, DPIs menores ficam disponíveis e o software é traduzido.

Falando agora sobre o software em si, a base do software é a mesma entre todos, o que muda são apenas imagens de elementos gráficos, parâmetros em arquivos .INI e a tradução de cada um.

Na aba principal, temos a configuração dos botões laterais, DPI, iluminação, configurações do cursor e taxa de atualização. Embora a configuração padrão dos botões laterais seja diferente em alguns destes mouses, tudo isto é programável.

Clicando em um dos botões laterais, abre-se este menu, onde pode-se decidir a função do botão. Pode-se configurar como sendo um botão do mouse, "Burst de 3 tiros", função "Turbo" (onde um botão do mouse é repetido rapidamente até soltar o botão), tecla do teclado, Macro, alternar DPI, funções multimídia ou "função Sniper" (diminui a DPI para um valor específico enquanto o botão é segurado).

Clicando em "macro" ou então no "Editor de Macros", temos acesso a este menu, onde é possível criar macros:

É possível criar macros com os botões principais do mouse, mas é necessário acrescentar eles manualmente à macro.

O software é incapaz de fazer macros que repliquem o movimento do mouse, algo que concorrentes da Corsair e Razer são capazes de fazer, então se você deseja criar macros mais "avançadas" (ex: literalmente um "bot" para jogar por você), infelizmente terá que investir mais e comprar um mouse para MMORPG destas marcas. Também, ele é incapaz de trocar de perfis de acordo com o programa/jogo que estiver aberto.

É um software básico idêntico ao que é visto em centenas de outros mouses, não pesa quase nada (diferente dos softwares da Corsair e Razer), não roda processos secundários e salva as configurações na memória interna.

Conclusão

O Havit MS760 (em suas duas revisões), Gorila Atomic, Warrior Moray e Nox Krom Kammo, é um excelente mouse para MMORPG, MOBAs, Battle Royales e uso geral, com botões laterais bastante intuitivos e com excelente resposta, sendo superior nestes dois aspectos a qualquer outro mouse "para MMORPG" de suas faixas de preço, que gira entre R$ 170~230.

Usabilidade é o aspecto mais importante para um mouse desse tipo, e embora tenham "menos botões" do que alguns concorrentes, o layout mais intuitivo e botões com melhor resposta, tornam estes melhores em usabilidade e portanto superiores a outros como o Redragon M908, Multilaser MO206 ou Logitech G600.

O fato de ter alguns botões a menos do que alguns concorrentes, não faz destes mouses inferiores. Se a quantia de botões fosse o mais importante, o Elecom M-Dux 70BK seria o melhor mouse da categoria, e não é.

Além disto, há um sensor adequado (PMW 3325 ou 3327), bons componentes internos, boa construção externa, duas laterais diferentes, a opção de ter um apoio para o dedo anelar ou não, e um software "decente".

Estes mouses não são tão completos quanto o Razer Naga Trinity, mas custando menos de 1/3 do preço, não precisam ser.

Embora o material de marketing e a própria análise faça muita alusão ao "para MMORPG" destes mouses, há outros gêneros de jogos recentes que se beneficiam muito deste tipo de mouse: Battle Royale, ou até mesmo jogos que misturam FPS com MOBA, tal como Valorant, onde é usado uma maior quantia de botões do que jogos de FPS normais.

A possibilidade de trocar/usar de forma rápida e precisa entre diferentes tipos de armas, explosivos, habilidades e ferramentas sem ter que tirar o dedo de cima do WASD, é uma vantagem palpável.

Embora eu não recomendaria o MS760/Atomic/Kammo/Moray para quem possui um "foco exclusivo em jogos de FPS", seu baixo preço (comparado a mouses "topo de linha" para MMORPG) e excelente usabilidade, fazem dele um mouse secundário excelente.

Mesmo que o seu foco não seja MMORPG / MOBA / BR, este é um mouse excelente para a função de "mouse secundário"

Para quem só joga ocasionalmente jogos que se beneficiam de botões adicionais, investir em um bom mouse focado para FPS de R$ 200-300 e comprar um MS760/Atomic/Kammo/Moray para usar apenas ocasionalmente, é uma melhor opção do que comprar mouses caríssimos (R$ 400-600) para MMORPG como o Corsair Scimitar ou Razer Naga Trinity.

Enfim, então qual escolher entre estes quatro mouses? A resposta poderia ser "o mais barato" que acharem entre eles, o Nox Krom Kammo costuma entrar em promoções na Kabum, enquanto fora de promoções, o Gorila Atomic costuma ter o menor preço. Pode-se também importar o Havit MS760 da China e há ocasionalmente promoções que fazem ele ficar com um preço baixo, embora o dólar atual não ajude.

Mas, há de se considerar outras questões, o Multilaser Warrior Moray provavelmente vai ser o único deles vendido em lojas físicas e o único disponível para você testar pessoalmente, embora provavelmente terá preços mais altos em lojas físicas.

Também, há as questões de pós-vendas. Quem importar o mouse da Havit, não terá direito algum a garantia pois o mouse não é vendido oficialmente no Brasil. Infelizmente não temos experiência com a garantia da Kabum (responsável pela Nox no Brasil), Gorila ou Multilaser, por isso deixamos aos leitores que pesquisem sobre o assunto e optem pela opção que lhe parecer mais vantajosa.

Independente a marca que você pagar, este é um ótimo mouse, com uma excelente usabilidade e considero ele o melhor mouse para MMORPG abaixo dos R$ 300.

Assuntos
  • Redator: Wellington Diesel

    Wellington Diesel

    Formado em Redes de Computadores, o "wetto" é um entusiasta do ramo de Periféricos. Autor do Guia do Teclado Mecânico, ele carrega consigo mais de 150 análises de mouses, teclados e headsets publicadas, além de diversos Guias e Artigos sobre teclados, mouses e headsets. Respeitado pela comunidade do Adrenaline, ele trabalha à distância como colaborador.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.