ANÁLISE: Redragon Saturn

O melhor controle baratinho do mercado brasileiro

O Redragon Saturn nada mais é do que uma modificação de um dos controles da já consolidada GameSir, mais especificamente o GameSir G3W, mas sem alguns dos acessórios e com algumas mudanças na estética.

Basicamente as diferenças entre o Redragon Saturn e o GameSir G3W são que o G3W possui um cabo com conector micro-USB compatível com Smartphones, extensor USB para usar em computadores, suporte para Smartphones e LEDs nos botões e logotipo — coisas que o Redragon Saturn não possui.

Em compensação, o Redragon Saturn é vendido oficialmente no Brasil e está atualmente custando na faixa dos R$ 40, na qual normalmente apenas controles vagabundos genéricos são vendidos:

Mas com um preço tão baixo, será que o Redragon Saturn realmente é bom? Ele é melhor que outros controles baratinhos? E como se compara com controles já consagrados do Xbox 360/One/PS3/PS4?

É o que veremos a seguir.

Acabamento


O GameSir-, digo, Redragon Saturn utiliza um plástico fosco em seu acabamento. A qualidade não aparenta ser frágil e certamente é inferior ao plástico que é usado nos controles originais do Xbox 360/One/PS3/PS4, mas cumpre seu serviço.

A ergonomia do Redragon Saturn é claramente baseada na ergonomia do Dual Shock 4 (controle do PS4), tendo botões bastante similares, especialmente os traseiros. Eles possuem o mesmo formato, porém são um pouco maiores que os do DS4. Quem gosta do DS4 não terá problema algum com a ergonomia deste controle.

- Continua após a publicidade -

O Redragon Saturn é um controle leve, muito mais do que controles de consoles, especialmente por não possuir bateria ou componentes wireless. Por incrível que pareça, ele poderia ser ainda mais leve caso não tivesse motor de Rumble.

Ao pegá-lo em mãos, um detalhe fica bastante visível e que demonstra que este realmente é um controle de baixo custo: a qualidade de seu cabo, que aparenta não ser resistente e pode acabar quebrando caso não seja manuseado com cuidado.

Adicione um cabo de apenas 1.5 metros e temos aqui uma receita para o desastre caso o usuário tente utilizar ele sem dar folga para o cabo. Por favor, não usem-no caso o cabo ficar curto demais, senão você irá acabar danificando o cabo ou o conector desse controle. Compre um extensor USB caso achá-lo curto demais.

Já na parte frontal do controle, encontramos quatro LEDs vermelhos, que ligam para indicar para qual "Player" este controle está configurado:

- Continua após a publicidade -

O Redragon Saturn tem uma construção bastante simples e não aparenta grande robustez como os controles de Xbox 360/One/PS3/PS4, mas também não aparenta fragilidade como alguns controles genéricos. Salvo pelo cabo, que sinceramente é de baixa qualidade e requer que o usuário tenha cuidado durante o uso.  E é esse tipo de cabo que faz muita gente optar por controles wireless...

Analógicos


Os analógicos do Redragon Saturn copiam o formato e tamanho dos analógicos do Xbox One, tendo bordas diferenciadas e uma área de contato menor do que a do controle de Xbox 360/PS3, o que alguns podem gostar e outros não.


A resposta dos mesmos é excelente: são leves e possuem uma boa sensibilidade. Não houve problema algum para utilizá-los em jogos que requerem precisão nos analógicos (tal como jogos de FPS, se bem que esta não é a ferramenta certa para o serviço...), diferente do que acontece com outros controles genéricos.

Há uma mínima dead-zone nestes analógicos, coisa de apenas 2~5%, apenas para o analógico não ser registrado apenas por colocar o dedão em cima dele, algo que meus controles de Xbox 360 começaram fazer após vários anos de uso, não havendo problema algum quanto a isto e sendo menor do que a dead-zone de alguns controles genéricos.

Botões e Gatilhos


No Redragon Saturn, ao contrário do GameSir G3W, os botões XABY foram renomeados para "1234", prejudicando bastante o visual do controle, deixando ele com cara de "controle genérico de R$ 20". Não sei qual a razão para a troca, seja por questões de licenciamento ou o que for, mas ela é infeliz.

Mas não se enganem pela aparência de controle genérico, o desempenho do Redragon Saturn é muito melhor do que estes, é absurda a diferença entre ele e os montes de lixo outros controles de baixo custo que temos no Brasil:

- Continua após a publicidade -

Os botões "1234" do Redragon Saturn possuem uma boa resposta e se assemelham bastante à resposta dos botões do controle do PS4.

Já os botões traseiros e gatilhos também possuem uma excelente resposta. Os botões "L1 e R1" (sim, as escritas estão no formato do PlayStation) são bastante similares aos do PS4, porém um pouco maiores e mais leves. Assim como seus gatilhos também são um pouco maiores porém mais pesados, lembrando mais os gatilhos do Xbox 360 do que os do PS4/Xbox One.

É uma questão bastante pessoal, mas sinceramente prefiro os gatilhos e botões LB/RB do Redragon Saturn do que os gatilhos e LB/RB do PS4/Xbox One.

Agora, algo que realmente não tem uma boa resposta e é horrível para pressionar são estes botões de borracha nos quais ficam as funções "Pause/Select/Turbo e Clear.

São botões de borracha um tanto quanto frouxos, difíceis de pressionar e que precisam afundar demais até serem reconhecidos, o que não é nada agradável. Mas como se tratam de botões pouco pressionados, não é um grande problema.

Tratando agora sobre os botões extras, a função do botão Turbo é repetir um botão enquanto você segura ele. Por exemplo, para passar daquele Quick Time Event chato onde você precisa pressionar um botão rapidamente, ao invés de quebrar o seu dedo, você pode ativar o Turbo e apenas segurar o botão, o controle vai repeti-lo para você:

Já a função do botão "Clear" é desativar o Turbo.

Os botões do Redragon Saturn são bons, especialmente os traseiros, dos quais acabei gostando mais do que os do PS4/Xbox One. Os botões "1234" têm uma boa resposta, mas os botões "Pause/Select/Turbo/Clear" são bastante ruins por serem pequenos e feitos de borracha. No geral, ele acaba sendo superior a controles de sua faixa de preço e não é muito inferior a controles mais caros.

D-Pad


Citando o @EmuManíaco aqui da comunidade do Adrenaline:

"Pad com analógico bom tem aos baldes desde o PS1. Digital decente é raro."

E infelizmente isso é verdade. O Razer Serval, que foi o último controle que analisamos, tinha um digital ruim, mas caramba... O Redragon Saturn é ainda pior...

Para início de conversa, não se engane pelo quão "macio" o digital dele parece em primeira instância, pois você pode estar "pressionando" para uma direção (ex: diagonal esquerda para baixo) mas o controle nem estar reconhecendo.

É necessário pressionar com força para que a direção seja reconhecida.

Aliás, se você diminuir a força que está aplicando no digital durante o jogo, acidentes podem acontecer, tal como você fazer um salto e acabar parando ele pela metade, algo que aconteceu algumas vezes enquanto eu jogava Momodora.

Agora, se isso já não é ruim o suficiente, calma, pois é ainda pior para jogos de luta.

Pressionar os botões na diagonal é quase impossível, ele simplesmente não reconhece direito a não ser que uma força absurda seja aplicada, e mesmo assim há problemas.

No teste do vídeo, eu faço um movimento no teclado e logo após tento replicar o mesmo movimento no Redragon Saturn, o que nunca dá certo:

Ser incapaz de reconhecer as diagonais impossibilita a execução de maioria dos combos de jogos de luta, tornando o Redragon Saturn um dos piores controles para jogos de luta que já usei.

O Redragon Saturn é um dos piores controles para jogos de luta que já usei

Compatibilidade


O Redragon Saturn tem uma chave na sua parte inferior que é capaz de trocar a API utilizada por ele, seja o DirectInput (usado por controles genéricos e compatível com PS3) ou o XInput. Esta segunda opção fazendo ele ser reconhecido pelo computador como se fosse um controle de Xbox 360, sendo compatível com todos os jogos com que o controle de Xbox 360 é compatível.

O resultado disso é a melhor compatibilidade possível em jogos para PC, seja com jogos antigos que usam DirectInput (jogos entre 1995 até 2005) e sendo totalmente compatível com jogos que usam XInput (jogos feitos após 2006).

Todos os seguintes jogos tiveram compatibilidade total com o controle, desde que a chave localizada embaixo dele estivesse no modo "X" (de XInput):

  • 20XX
  • Accel World VS Sword Art Online
  • A Hat in Time
  • Blue Reflection
  • Cuphead
  • Fate/EXTELLA
  • Get Even
  • Guilty Gear Xrd - REV 2
  • Middle Earth: Shadow of War
  • Momodora - Reverie Under the Moonlight
  • NieR - Automata
  • Nights of Azure
  • Nights of Azure 2
  • PCSX2 (emulador PS2) via plugin XInput
  • Project Cars II
  • Rocket League
  • Sky Rogue
  • Sonic & All-Stars Racing Transformed
  • Sonic Mania
  • South Park - The Fractured but Whole
  • Tekken 7

Conclusão

 

Avaliação: Redragon Saturn

Acabamento
6.5
Analógicos
9
Botões
8
D-Pad
2
Compatibilidade
10
Preço - R$ 40
10

O Redragon Saturn foi uma surpresa. Foi lançado do nada, sem nenhum alarde, e logo de cara já era possível notar que este era um GameSir G3W modificado pela Redragon, o que se confirmou ao analisar o nível de qualidade deste controle, seus prós e seus contras, tendo apenas alguns detalhes e acessórios a menos.

Mas o que realmente espantou em seu lançamento foi o preço. Atualmente o Redragon Saturn está sendo encontrado na faixa dos R$ 40, onde normalmente apenas controles de baixa qualidade e sem suporte ao XInput (ou seja, que não são reconhecidos automaticamente por vários jogos) são vendidos — o que não é o caso do Saturn.

O Redragon Saturn pode ter aparência de um controle genérico, mas seu desempenho é longe disso, tendo excelentes analógicos, gatilhos com boa sensibilidade, boa ergonomia e bons botões. Seus únicos pontos fracos são a má resposta do D-Pad e a qualidade do seu cabo, que não aparenta ser resistente.

Não recomendaria o Redragon Saturn sob hipótese alguma para jogos de luta, pois a péssima resposta de seu D-Pad impede que combos que utilizem a diagonal (ex: meia-lua) sejam realizados. Não dá pra fazer nem um Shoryuken direito com este controle.

Mas novamente, mesmo com estas falhas, por R$ 40 o Redragon Saturn é um controle extremamente recomendável para quem não possui muito dinheiro para investir em controles ou gostaria de um controle reserva para o Player 2, sendo bastante aconselhável para jogos de corrida, futebol, ação e outros gêneros.

Já para quem quer um controle com maior qualidade, um cabo que não vá quebrar (ou melhor ainda, wireless), e/ou um D-Pad que preste, recomendo investir bem mais do que R$ 40.

PRÓS
Botões com boa resposta
Excelente Custo x Benefício, um dos melhores que já vi em um controle
Ótimos analógicos
Ótimos gatilhos
Possui Rumble (vibração)
Reconhecido como controle de Xbox 360 no PC, tendo também a opção para DirectInput
CONTRAS
Cabo frágil e com apenas 1.5m
Um dos piores D-Pads que já usei em um controle, pior até que o Razer Serval
Tags
  • Redator: Wellington Diesel

    Wellington Diesel

    Formado em Redes de Computadores, o "wetto" é um entusiasta do ramo de Periféricos. Autor do Guia do Teclado Mecânico, ele carrega consigo mais de 200 análises de mouses, teclados e headsets publicadas, além de diversos Guias e Artigos sobre teclados, mouses e headsets. Respeitado pela comunidade do Adrenaline, ele trabalha à distância como colaborador.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.