ANÁLISE: SAPPHIRE Tri-X Radeon R9 FURY

Dentro da família Fury, a Fury X é o modelo com resfriamento líquido e a Nano é um modelo compacto desenvolvido para computadores de pequeno porte e a Fury. Ambos esses modelos possuem um design padrão da própria AMD, sendo que as parceiras ficam limitadas a "colar um adesivo na fan" como customização. A Fury foge dessa lógica: vem equipado com o mesmo chip Fiji da Nano e Fury X, porém as parceiras tem total liberdade para utilizarem seus próprios projetos de placa e sistema de resfriamento.

Recebemos para análise a placa de vídeo SAPPHIRE Tri-X Radeon R9 FURY, uma placa que "usa e abusa" da liberdade de modificar o projeto original da AMD. Enquanto as VGAs Fury vem originalmente com um PCB mais curto, a Sapphire não aliviou quando o assunto é fans, e instalou três ventoinhas!

A placa assim como todas as placas Radeon R9 Fury, a Tri-X vem com 4GB de RAM na nova tecnologia HBM. que inclui GPU e módulos de memória no mesmo substrato, trazendo um ganho em eficiência, latência e largura de banda. A GPU chega com clock setado em 1000MHz e memórias também em 1000MHz (2x500MHz).

Análise da AMD Radeon R9 FURY X


Página oficial da SAPPHIRE Tri-X Radeon R9 FURY

Em cenário internacional, placa com GPU Fury custam atualmente a partir de U$520, já o modelo analisado está custando cerca de U$540. Para base de comparação, uma Radeon R9 Nano custa a partir de U$500 e o modelo topo da série Fury, a Fury X, custa a partir de U$630. No Brasil o modelo analisado custa a partir de R$3.250. Pesquisa feita no dia 18/02/2016.

Comparativo

AMD Radeon R9
390X
AMD Radeon R9
FURY
SAPPHIRE Tri-X
Radeon R9 FURY
AMD Radeon R9
FURY X

Preços

Preço no lançamentoU$ 549,00 U$ 549,00 U$ 650,00
Preço atualizadoR$ 2.700,00 R$ 2.850,00 R$ 3.500,00

Especificações da GPU

Processo de fabricação28nm 28nm 28nm 28nm
ChipGrenada Fiji Fiji Fiji XT
Clock do GPU1050 MHz1000 MHz1000 MHz1050 MHz

Especificações das Memórias

Tecnologia da RAMGDDR5 HBM HBM HBM
Interface de largura de BUS512 bit 4096 bit 4096 bit 4096 bit
Quantidade de RAM|8GB| |4GB| |4GB| |4GB|
Clock das memóriass1500 MHz500 MHz500 MHz500 MHz
Clock efetivo6000 MHz1000 MHz1000 MHz1000 MHz
Largura de banda384 GB/s512 GB/s512 GB/s512 GB/s

Características Gerais

Shading Units2816 3584 3584 4096
TMUs176 224 224 256
ROPs64 64 64 64
Pixel Rate67.2 GPixel/s64.0 GPixel/s64.0 GPixel/s67.2 GPixel/s
Texture Rate185 GTexel/s224 GTexel/s224 GTexel/s269 GTexel/s
Performance de pontos flutuantes5,914 TFLOPS7,168 TFLOPS7,168 TFLOPS8,602 TFLOPS

Design

Pinos de alimentação1x 6 pinos + 1x 8 pinos 2x 8 pinos 2x 8 pinos 2x 8 pinos
Suporte à combinação de placasAté quatro placas Até quatro placas
Tipo de SlotDual-slot Dual-slot Dual-slot Dual-slot
Comprimento da placa275 mm300 mm300 mm191 mm
TDP275 W275 W275 W275 W
Fonte recomendada600 W600 W750 W750 W
Conexões de vídeo2xDVI, 1xHDMI, 1xDisplayPort 1xHDMI, 3xDisplayPort 1xHDMI, 3xDisplayPort 1xHDMI, 3xDisplayPort

Recursos

DirectX12.0 12.0 12.0 12.0
OpenCL2.0 2.0 2.0 2.0
OpenGL4.4 4.5 4.5 4.5
Shader5.0 5.0 5.0 5.0

Extras

ExtrasSistema de cooler com 3 FANs Sistema de liquid cooler

Tecnologias

Dual BIOS
A GPU suporta as BIOS Legacy (que é o que fica ativado por padrão) e UEFI. Com o apertar de um botão na placa de vídeo, o usuário pode alternar entre os dois perfis. Com a UEFI, o sistema tem um boot muito mais rápido, além de resumir o funcionamento depois de hibernar de maneira muito mais ligeira.

- Continua após a publicidade -

Heat pipe de 10mm
Outro detalhe do projeto que auxilia na refrigeração da placa de vídeo é o heat pipe de cobre de 10 mm de diâmetro. Ele possui eficiência 53% superior ao de um heat pipe de 8 mm. Ele trabalha em conjunto com dois heat pipes de 8 mm e dois de 6 mm, resultando numa capacidade de lidar com até 300 W de potência da GPU.

Intelligent Fan Control II
A função Intelligent Fan Control II permite que um ou mais dos coolers da placa de vídeo fiquem completamente parados quando a placa de vídeo está executando tarefas mais leves. Isso diminui o barulho da GPU, assim como aumenta a vida útil da placa. 

Eyefinity e AMD Freesync
Com o FreeSync, a SAPPHIRE Tri-X Radeon R9 FURY traz um padrão de tecnologia aberto que sincroniza o desempenho dos monitores LCD com a placa de vídeo. O objetivo é eliminar imperfeições na experiência em jogos e filmes geradas pelas diferenças entre os dois hardwares. Além disso, também está disponível a tecnologia Eyefinity da AMD. Ela é uma opção capaz de fornecer suporte não só a vários monitores mas também sustentar resoluções de tela altíssimas de forma simultânea.

AMD LiquidVR
A nova tecnologia LiquidVR desenvolvida pela AMD tem como proposta uma maior e mais confortável imersão na realidade virtual (RV). A tecnologia traz soluções à latência de cenas e perspectivas, falhas nas renderizações de imagens e ainda foi pensada para ser compatível com diversos dispositivos de realidade virtual. Quanto mais reais os objetos, situações, personagens e cenários parecerem, maior será a presença na RV, levando a outro nível a experiência em jogos.

Fotos
Nas fotos abaixo a primeira coisa que difere bastante essa placa da linha Fury das demais é seu tamanho. Ao contrario da Fury X e da Fury Nano, a Fury "normal" da Sapphire é muito maior, mas engana-se quem pensa que o projeto é muito diferente. Por algum motivo TODAS as placas desse modelo, independente do fabricante, possuem sistemas de coolers que avançam, muito além do PCB real da placa, que é semelhante ao da Fury X e Fury Nano. O sistema de cooler faz a placa ficar bem mais comprida como podem ver abaixo, reparem que após acabar o PCB o backplate também termina, mas o sistema de cooler continua avançando para dar suporte ao terceiro FAN.

- Continua após a publicidade -


Outro detalhe importante está nas conexões, sendo que atualmente nenhuma placa da linha Fury traz suporte a HDMI 2.0, e poucos modelos trazem conexão DVI, que no caso essa situação foi contornada pela Sapphire através de um adaptador Mini DisplayPort > DVI que acompanha a placa.

Também é importante destacar que apesar de não ter conexão HDMI 2.0, é possível se jogar em 4K 60Hz utilizando um adaptador DisplayPort para HDMI. Esse acessório não está incluído na caixa do produto.

Nas fotos abaixo temos a Tri-X Fury da Sapphire aberta, mostrando bem o sistema de cooler com diversos heatpipes.

- Continua após a publicidade -

Sistema Utilizado
Como de costume, utilizamos uma máquina topo de linha baseada em uma mainboard ASUS Rampage V Extreme, com processador Intel Core i7 5960X overclockado para 4GHz para os testes. A ideia é evitar que o sistema seja um limitador para o desempenho das placas de vídeo testadas. Abaixo algumas fotos da placa instalada em nosso gabinete tradicional de reviews.

Reparem nas duas últimas fotos que a placa possui um conjunto de LEDs que são acionados na medida que a placa vai sendo exigida, ou seja, em modo ocioso apenas os LEDs da primeira imagem ficam ativos, quando estamos rodando um game por exemplo, a placa liga toda a fileira de LEDs. 

Mais abaixo, detalhes da máquina, sistema operacional, drivers, configurações de drivers e softwares/games utilizados nos testes.

Máquina utilizada nos testes:
- Processador Intel Core i7 5960X 3.0GHz @ 4.0GHz - Análise
- Placa-mãe Asus Rampage V Extreme - Análise
- Kit de memórias Kingston HyperX Predator DDR4 16GB 3000MHz (4x4GB) - Análise
- SSD Kingston HyperX 3k 240GB
- SSHD Seagate 4TB SATA3 - Análise (modelo de 2TB)
- Sistema de refrigeração liquida Cooler Master Nepton 120M
- Fonte de energia Cooler Master V1200 Platinum
- Gabinete Cooler Master HAF EVO XB
- Monitor ASUS PB287Q 4K

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 10 Pro 64 Bits
- NVIDIA GeForce 361.75
- AMD Crimson 16.1.1

Aplicativos/Games:
- 3DMark (DX11)
- Battlefield 4 (DX11)
- Grand Theft Auto 5 (DX11)
- Metro: Last Light (DX11)
- Middle Earth Shadow of Mordor (DX11)
- The Witcher 3 (DX11)

GPU-Z
Abaixo, a tela principal do aplicativo GPU-Z mostra as principais características técnicas da placa, que tem o GPU trabalhando em nada menos que 1000MHz. Já os 4GB de memórias HBM da placa trabalham em 1000MHz, 2 x 500MHz. Apesar do clock das memórias trabalharem em velocidades menores que GDDR5 por exemplo, seu desempenho é muito superior, são tecnologias diferentes e não podemos levar apenas o clock em consideração para comparativos.


Overclock
O overclock em placas com GPU Fury está entre os maiores "problemas" das placas de vídeo dessa geração. Como podem ver abaixo, conseguimos subir o clock do chip gráfico em apenas 60MHz, já as memórias ainda não podem ser overclockada.

Em placa da Nvidia ou de geração anterior da AMD, como o GPU fica "separado" das memórias, existe autonomia maior no clock de cada componente, já em placas da linha Fury, pelas memórias ficarem no mesmo interpositor da GPU, naturalmente quando se aumenta o clock de um o calor gerado irá impactar no outro, sendo assim por questão lógicas já existe essa limitação, talvez seja esse o motivo da AMD não possibilitar mudança nos clocks das memórias.

Quem sabe com uma nova geração da AMD ou com o lançamento de produtos da Nvidia com esse novo tipo de memórias tenhamos avanços em se tratando de overclock, já que o cenário atual tira muito do potencial de projetos melhores visando essa característica para os parceiros da AMD.

PS.: Testes com a placa overclockada: Temperatura, Consumo, 3DMark e games rodando em 4K.

Temperatura
Iniciamos nossa bateria de testes com um critério muito importante: a temperatura do chip, tanto em modo ocioso como em uso contínuo.

É importante destacar que algumas placas possuem um sistema que desliga os fans quando a GPU não está sendo exigida, como ao executar tarefas simples do Windows ou mesmo games mais simples. Por isso, exitem temperaturas consideravelmente acima de alguns modelos nessa situação, mas que na prática não comprometem a placa. De acordo com as fabricantes, esse recurso aumenta o tempo de vida útil além de consumir menos energia. Sendo assim, pode existir diferenças grandes na temperatura do modo ocioso, o que não caracteriza uma placa ruim caso a temperatura seja alta.

Primeiro vamos ao teste das placas com o sistema em modo ocioso: 

Para o teste da placa em uso, medimos o pico de temperatura durante os testes do 3DMark rodando em modo contínuo.

Consumo de Energia
Também fizemos testes de consumo de energia com todas as placas comparadas. Todos os testes foram feitos em cima da máquina utilizada na análise, o que dá a noção exata do que cada VGA consome. Vale destacar que o valor é o consumo total da máquina e não apenas da placa de vídeo. Dessa forma, comparações com testes de outros sites podem dar resultados bem diferentes.

Para o teste de carga, rodamos o 3DMark - aplicativo que exige um pouco mais do sistema e da placa de vídeo do que grande maioria dos games.

OBS #1.: No teste rodando o aplicativo 3DMark, consideramos 10w como margem de erro, devido a variação que acontece testando uma mesma placa.

Testes sintéticos
Começamos pelos testes sintéticos, utilizando aplicativos específicos para medir o desempenho das placas.

3DMark
Rodamos a versão mais recente do aplicativo da Futuremark com dois testes, ou melhor, um teste em duas situações, o Fire Strike em modo normal e também em modo 4K. Abaixo, os resultados em modo normal:

Agora o resultado em modo 4K: 

Testes em games - FullHD (1920x1080)
Agora vamos ao que realmente importa: os testes de desempenho em alguns dos principais games do mercado.

Para ajudar a entender os gráficos a seguir: acima de 60FPS é o ideal. Quanto mais próximo dos 30FPS, pior vai ficando a fluidez e, abaixo dos 30, o jogo começa a ficar "injogável"

Battlefield 4
"Battlefield 4" é um referencial da plataforma PC quando se trata de gráficos de alta qualidade. O game foi todo desenvolvido sobre a Frostbite 3, nova engine da produtora DICE.

Grand Theft Auto V
O game GTA V para PC está entre os mais exigentes da atualidade, trazendo ótima qualidade gráfica. Confiram abaixo o comportamento das placas rodando o game:

Metro Last Light
Outro excelente teste que exige o máximo das placas de vídeo é o game "Metro: Last Light" que também é referência de qualidade gráfica em games para PC.

Middle Earth Shadow of Mordor
O novo game inspirado no universo da franquia "O Senhos dos Anéis" chegou sem gerar muita expectativa e se tornou um dos grandes lançamentos do ano, com destaque para seus gráficos muito refinados. Nosso teste utiliza a melhor qualidade possível do game.

The Witcher 3 Wild Hunt
The Witcher 3 chegou como nova referência em qualidade gráfica para PC, sendo um dos games mais interessantes da atualidade para medir desempenho de placas de vídeo.

Testes em games - 4K (3840x2160)

Agora vamos aos testes de desempenho na resolução 4K, com os mesmos títulos dos testes em FullHD.

Battlefield 4

Grand Theft Auto V

Metro Last Light

 

Middle Earth Shadow of Mordor

The Witcher 3 Wild Hunt

Não é uma época boa para comprar placas de vídeo, seja ela com GPI da AMD ou Nvidia, alias, não é uma boa época para comprar nada de eletrônico assim como outros tipos de produtos.  Mas a vida jão não costumava ser fácil para muitos que estão montando um PC Gamer e buscam produtos de alto desempenho. As placas da linha Fury da AMD estão entre as opções do mercado que, infelizmente, sofreram mais aumento do que os modelos da Nvidia. Hoje a placa analisada e modelos com GPU Fury custam a partir de R$3.000 em promoções. Uma GeForce GTX 980 é possível encontrar por R$2.600 em promoções. No caso da placa da Nvidia, que já está no mercado faz mais tempo, ela já esteve próxima do preço de R$2.000. Isso nos dá uma ideia do aumento dos últimos meses.

Em relação a placa "Fury", concluímos que é uma boa placa quando se trata de desempenho, consegue rodar com tranquilidade todos os games do mercado em FullHD e alta qualidade gráfica. Em resolução 4K a placa conseguiu rodar todos os games testados com desempenho acima de 30FPS, alguns mais próximo desse limite, mas no geral ela se saiu bem na média e conseguirá rodar bem games em 4K, especialmente com algumas mexidas nas configurações gráficas dos games para recuperar um pouco mais da fluidez. É importante destacar que a conexão HDMI presente na placa não é 2.0, sendo assim para se jogar em 4K com 60Hz será necessário utilizar as portas DisplayPort. Caso monte um PC para jogar em TVs 4K, será necessário adquirir um adaptador ou do contrario ficará limitado a 30Hz usando a conexão HDMI da placa.

Em alguns pontos como consumo de energia fica evidente o avanço das Furys sobre geração anterior, mas placas ainda deixaram a desejar em overclock e falta do HDMI 2.0

Uma coisa que não da para entender é o conceito das empresas em criar placas "gigantes" mesmo sem necessidade, assim como o modelo analisado, quase todos os parceiros da AMD lançaram placas grandes com o chip Fiji, mesmo o PCB sendo bem mais curto, ou seja, bastaria um sistema de cooler com 2 FANs ao contrário de 3, isso possibilitaria uma placa com compatibilidade com gabinetes mais compactos. Para citar um exemplo, a Fury Tri-X não coube no "PC Baratinho" em um teste que iriamos fazer, e teve que dar lugar a uma R9 390. O que parece é que devido a AMD ter bloqueado mudanças na Fury X e na Fury Nano (que limitam as personalizações e marketing das empresas com esses produtos), a Fury teria sido liberada, ai as empresas usam da liberdade nessa linha e estão projetando esses sistemas gigantes, que na prática nem tem sentido pela limitação de overclock do GPU Fury e suas memórias HBM.

A Sapphire Tri-X Fury pode ser considerada uma das melhores placas com chip Fiji em vários quesitos, mas como colocamos, pelo GPU/memórias sequer entregar um bom desempenho em overclock, teria mais sentido uma placa menor.

Em se tratando de concorrente, placas com gpu "Fury" brigam diretamente com as placas com GPU GeForce GTX 980. Como foi possível notar em nossos testes, a briga é bastante acirrada, com alternância de posições ao longo dos jogos, mas a placa da Nvidia leva ligeira vantagem, com o diferencial de se sair melhor em overclock e trazer conexão HDMI 2.0, algo que é possível se encontrar atém em placas da Nvidia por valores mais baixos. Assim fica complicado para a placa da AMD, sendo hoje uma GTX 980 melhor opção especialmente para quem quer utilizar a conexão HDMI para rodar games em 4K. 

A Nvidia sabe da atual situação da AMD, se aproveitando e fazendo uma politica agressiva de preços na competição direta entre modelos, mesmo em cenário internacional, onde uma GTX 980 custa cerca de U$20 a menos que uma Fury. Talvez os games free que acompanham novas placas podem fazer a diferença para alguns, recentemente a AMD lançou a campanha do Hitman para algumas placas, já a Nvidia está dando o The Division com alguns de seus modelos.

A Fury consegue rodar bem games em alta qualidade gráfica e inclusive em resolução 4K, mas atualmente a GTX 980 consegue resultados semelhantes ou pouco melhores custando menos

No geral, está bastante difícil para todas as empresas com o cenário econômico atual, mas parece que para os parceiros AMD e suas placas de vídeo de alto desempenho está ainda mais complicado. Essa situação pode ter diversos motivos, como o maior sucesso da Nvidia com a última geração de placas, consequentemente fica mais fácil conquistar as distribuidoras a revender seus seus produtos, quanto mais produtos no mercado, melhor o preço devido a competição, para citar um exemplo.

Conclusão

 

Avaliação: SAPPHIRE Tri-X Radeon R9 FURY

Performance
9.0
Tecnologias
9.0
Diferenciais
8.0
Overclock
6.0
Preço
6.0

PRÓS
Roda bem games em resolução 4K com alta qualidade gráfica
Componentes de alta qualidade
Sistema de cooler eficiente e silencioso
Backplate
CONTRAS
Preço alto
Sem suporte a HDMI
GPU e memórias não possuem bom potencial para overclock
Sistema de cooler muito maior do que o PCB
Tags
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.