ANÁLISE: SanDisk Extreme PRO SSD (480GB)

Recebemos para análise da SanDisk o SSD Extreme Pro de 480GB (SDSSDXPS-480G-G25), modelo com capacidade intermediária da linha Extreme Pro da SanDisk. A linha também é composta por um modelo com 240GB e outro de 960GB. O SSD formato 2.5 inch padrão SATA 3 tem velocidade de leitura de até 550 MB/s e de escrita de até 515 MB/s.

Website oficial da linha Extreme Pro

O controlador é da Marvell, versão modificada do 88SS9187 utilizada na série Extreme II. Já as memórias NAND são de 19nm MLC flash. A SanDisk dá garantia de 10 anos aos modelos da linha Extreme Pro, o que oferece uma boa segurança para quem compra esses SSDs.

Em cenário internacional o modelo de 480GB está custando U$ 189,99, já o modelo com 240GB custa U$114,99. No Brasil, o modelo de 240GB fica na casa de R$1k e o modelo analisado beira os 2k - valor que é cobrado pela maioria dos drives com essa capacidade atualmente. (Pesquisa feita no dia 05/02/2016).

Características do Produto
O SanDisk SSD Dashboard é um software que ajuda os usuários a manter o alto desempenho do SSD nos sistemas operacionais Windows com uma interface gráfica simples. O software inclui ferramentas para análise do disco (inclusive o modelo, capacidade, versão do firmware do disco e tributos S.M.A.R.T) e possibilita atualizações de firmware. Além disso, a tecnologia nCache Pro oferece maior desempenho ao dispositivo.


Outro grande destaque da linha Extreme PRO está em sua garantia de 10 anos. 

 

O SSD Extreme Pro traz suporte ao TRIM e ao Background Garbage Collection. O TRIM é um comando que é enviado ao SSD e informa as páginas ou blocos que podem ser marcadas como inválidas. Enquanto o Background se encarrega de coletar lixo em plano secundário, liberando constantemente blocos não alocados que já contiveram dados para reduzir a latência e acelerar o desempenho.

- Continua após a publicidade -

O SanDisk SSD Dashboard, que inclui suporte S.M.A.R.T. para monitorar a integridade do seu SSD em tempo real e evitar perda de dados, possui tecnologia para ajudar no consumo de energia. Um laptop com o SSD Sandisk pode ter, por exemplo, 33% a mais de vida útil, segundo a Sandisk. 

Fotos
Abaixo algumas fotos do SSD, que possui o formato tradicional 2.5 inch, ainda utilizado pela grande maioria dos drives SSD padrão SATA3. Esse modelo tem espessura de 7mm, como já destacado com capacidade de 480GB, sendo composto por 8 módulos de 64GB de memórias flash.

Não abrimos a carcaça porque ela vem "soldada" e não fixada através de parafusos. Na última foto é possível ver o SSD ao lado de dois HDs, um de 3.5 inch e de outro 2.5 inch.

O que é NVM Express (NVMe)?

Firmware
Assim como todo drive de SSD, a SanDisk tem seu aplicativo que traz algumas funções extras de otimização do SSD, inclusive o suporte a atualização de Firmware; característica bastante importante para esse tipo de drive de armazenamento. Abaixo algumas telas do SSDF Dashboard versão 1.4.1, última disponível antes dos testes do produto analisado. Como podem ver, havia uma nova firmware disponível para o SSD que usamos. O procedimento de atualização foi simples e utilizado com o próprio drive rodando o sistema operacional. Apesar do recomendado ser fazer a atualização sendo ele um drive secundário devido à possibilidade de perda dos dados armazenados.

O aplicativo é bem interessante e, além de ativação funcionalidades como TRIM no sistema operacional, ainda possibilita uma limpeza segura no drive, desde que ele seja um drive secundário para o sistema. Também é possível ver diversas informações técnicas do drive além de saber como ele anda de "saúde", se está apresentando algum problema técnico ou não.

- Continua após a publicidade -


Testes sintéticos
Abaixo, detalhes completos do sistema utilizado, que é baseado numa mainboard com chipset Z170:

Máquina utilizada nos testes
- Mainboard Gigabyte GA-Z170X-Gaming G1
- Processador Intel Core i7 6700K @ Stock
- Memórias Kingston HyperX Predator DDR4 8GB (2x4GB) 2133MHz
- Fonte XFX 850W Black Edition
- Cooler Noctua NH-U12S

Sistema Operacional e Drivers
- Windows 10 Pro 64 Bits com updates
- Intel INF 10.1.2.10
- Intel Rapid Storage Technology 14.6.0.1029

Aplicativos/Games:
- AS SSD Benchmark 1.8.x
- ATTO Benchmark 3.x
- Boot Racer 4.90
- Diskbench
- CrystalDiskMark 4.x
- PCMark 8

Temperatura
Drives de SSD não geram calor, ficando com a temperatura ambiente, dessa forma é importante se atentar ao local onde o SSD ficará instalado, especialmente uma solução onde o SSD fica próximo a um componente que esquenta bastante.

É importante destacar que modelos em formato M.2, mSATA ou mesmo alguns sem carcaça instalados em notebooks naturalmente ficam com temperaturas acima de modelos 2.5 inch tradicionais e mesmo modelos PCIe, já que "puxam" a temperatura interna do notebook ou da mainboard em caso de modelos M.2 por exemplo.

- Continua após a publicidade -

AS SSD Benchmark
Começamos nossos testes com o AS SSD Benchmark, software específico para testes de drives SSD, HD etc.

O aplicativo faz uma série de testes em diversas situações de leitura e escrita e no final gera uma pontuação com a média entre todos os testes.

ATTO Disk Benchmark
Outro famoso aplicativo para teste de desempenho de unidades de armazenamento é o ATTO, vejam abaixo o comportamento dos modelos comparados.

CrystalDiskMark
Com o aplicativo CrystalDiskMark, outro muito famoso para testes de drives, optamos por utilizar o teste "Seq". Abaixo os resultados em modo leitura e escrita.

PCMark 8
O aplicativo PCMark 8 é o mais recente da série PCMark desenvolvido pela Futuremark. Esse teste é um dos mais completos do gênero, e testa o desempenho do drive em uma série de situações, desde conversão de vídeos ao carregamento de um game. Abaixo o score final gerado pelo aplicativo:

Carregando um game
Outro teste interessante do PCMark8 é o tempo de carregamento de um game, no caso utilizamos o resultado do Battlefield 3, sendo que o aplicativo calcula desde o tempo de inicio até o carregamento final da fase, chegando ao inicio do gameplay. Esse teste fica dentro do perfil "storage".

Testes práticos
Tempo de BOOT (Windows 10 Pro 64 Bits)
Com o software BootRacer, medimos o tempo necessário para inicializar o sistema operacional, um dos principais atrativos de drives SSD. 

Cópia de arquivo
O teste prático de cópia de arquivo consiste em enviar e receber um arquivo de 7.47GB. O teste utiliza o aplicativo DiskBench para o processo.

Drive analisado para HD (leitura)
Nesse teste copiamos as pastas/arquivos do drive analisado para o um HD Seagate Barracuda de 2TB padrão Sata 3. Esse seria o teste de leitura, já que ele não escreve nada no drive analisado.

HD para drive analisado (escrita)
Invertendo o processo, agora copiamos as pastas/arquivos do HD para o drive analisado, consistindo em um teste prático de escrita, já que os dados estão sendo gravados no drive. 

Os SSDs da linha Extreme Pro da SanDisk estão entre os melhores do mercado quando falamos em drives baseados na conexão SATA 3. Possuem ótimos tempos de leitura e escrita, com bom IOPS, trazendo ainda como destaque a garantia de 10 anos dada pela SanDisk. O bom desempenho e qualidade, aliados a sua garantia tornam os modelos da linha boas opções já que se trata de um componente ainda caro e que gera problemas para muitos usuários pelo fato de alguns SSDs apresentarem problema nas memórias NAND depois de alguns anos de vida, a garantia de 10 anos da uma boa segurança ao usuário nesse caso.

Como vimos nos testes, sem grande diferença para drives SSDs concorrentes, as pequenas mudanças apresentadas em alguns gráficos podem inclusive estar associadas a atualizações do sistema operacional. SSDs da linha Extreme Pro brigam com os melhores do mercado quando se trata de desempenho. Logicamente quando se comparado a um SSD SATA3, já que modelos baseados em conexões mais recentes, como M.2, podem alcançar velocidades muitos superiores aos 6GB/s do SATA3, como o Kingston HyperX Predator e o Intel SSD 750 Series.

Uma boa linha de SSDs lançada em um momento ruim, tanto pela alta do dólar como pelo foco em novas conexões como M.2

O porém dessa linha, por se tratar da linha de mais alto desempenho/qualidade da SanDisk e também por ser relativamente nova, está relacionada ao preço, principalmente pelo valor do dólar atual. Um SSD de 240GB da linha Extreme Pro está custando em média R$ 1.000 atualmente no Brasil(U$115 nos EUA), valor bastante alto. No caso do modelo analisado de 480GB, o preço beira os R$ 2k(U$190 nos EUA), valor que da para comprar um computador completo em muitos casos, sem um SSD é claro.

O que é NVM Express (NVMe)?

Outro contra está associado aos drives de linha inferiores da própria SanDisk. Um modelo de 240GB da linha Extreme III por exemplo, custa 40% menos, sendo uma opção muito mais atrativa no resultado final. 

 

Conclusão

 

Avaliação: SanDisk Extreme PRO SSD (480GB)

Tecnologia
9.0
Capacidade
9.5
Desempenho
9.0
Preço
5.0

 

PRÓS
Entre as melhores soluções do mercado em padrão AHCI
Boa capacidade para sistema operacional, aplicativos e games
Garantia de 10 anos
CONTRAS
Valor alto
Menos atrativo que modelos de linhas inferiores
Tags
ssd
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.