ANÁLISE: Asus Live DTV

O Asus Live DTV é um aparelho um pouco diferente dentro da linha de aparelhos da fabricante taiwanesa, composta basicamente pelos seus bastante identificáveis Zenfones. Este smartphone é um modelo mais específico e voltado para o mercado brasileiro e chega com uma cara um pouco diferente do que estamos acostumados a ver da Asus.

Como não poderia deixar de ser, o "focado nas exigências do consumidor nacional" sempre envolve a possibilidade de utilizar dois chips SIM, algo que também está presente em vários aparelhos da linha Zenfone. O que torna esse aparelho direcionado para nós é outro: a televisão digital compatível com o padrão brasileiro e que opera em Full-seg.

Comparativo

Asus Live DTVSony Xperia E4
Dual
Quantum GOMotorola Moto G
2015 (3ª
geração)

Preços

Preço no lançamentoR$ 900,00
Preço atualizadoR$ 850,00

Especificações

Armazenamento interno|16GB| |8GB| |16GB||32GB| |8GB||16GB|
Cartão microSDaté 64GB até 32GB até 32GB
Memória RAM2GB 1GB 2GB 2GB
Número de núcleos4 4 8 4
Portas de conexão|Micro-USB| |Micro-USB|
Sistema OperacionalAndroid 5.1 Android 4.4 Android 5.1 Android 5.1
Update disponível para o sistema- Android 4.4
ProcessadorMediaTek MT6580 Mediatek MT6582 Mediatek MT6753 Qualcomm Snapdragon 410
Clock1,3 GHz1.3 GHz1.3 GHz1.4 GHz
GPUARM Mali-400 Mali-400MP2 Mali-T720 Adreno 306
Bateria2070 mAh mAhLi-Ion 2300 mAh mAh2300mAh mAh2.470 mAh
Dimensões71,4 x 144,5 x 5,2 ~ 9,98 mm mm137 x 75 x 10,5 mm mm145 x 71,5 x 6,5 mm142.1 x 72.4 x 6.1~11.6 mm
Peso140,6g g144 gramas g115g g155 g

Recursos

GPSSim Sim Sim Sim
Leitor de DigitalNão Não Não
LTENão Não Sim Sim
NFCNão Não Não
Número de cartões SIM2 2 2 2
RadioSim Não Sim Sim
Tipo de cartão SIMMicro SIM Micro SIM Micro SIM Micro SIM
TV DigitalSim Sim Sim Sim
Bluetooth4.0 4.1 v4.0 4.0
ExtrasZen UI, TV Digital Full-Seg Antena integrada de TV Certificação IPx7

Display

Resolução720 x 1280 480 x 960 720 x 1280 720 x 1280
Tamanho5 polegadas 5 polegadas 5 polegadas 5 polegadas
TecnologiaIPS IPS AMOLED IPS
ProteçãoVidro resistente a riscos Gorilla Glass 3 Corning Gorilla Glass 3

Câmera

Vídeos- 1080p 30 fps 1080p 30 fps 1080p 30 fps
Traseira8 MP 5MP 13MP 13
Frontal2 MP 2MP 5MP 5

Design

O Live DTV não leva o consolidado nome Zenfone, comum entre os aparelhos da Asus, e basta pegá-lo para entender o motivo da escolha. Enquanto os smartphones da linha trazem características bastante notáveis como os círculos concêntricos na base e a presença de botões capacitivos, o Asus Live DTV não manteve essas marcas típicas dos Zenfones.

O Live DTV não é Zenfone porque não tem cara de Zenfone

 

No lugar, o aparelho utiliza um formato curvado na parte traseira, com um acabamento colorido nas laterais que possui uma leve textura. Esse design tem uma excelente ergonomia, e o Live DTV se encaixa precisamente na mão e é bastante confortável no uso. 

Em termos gerais, o Live DTV tem um design direto e simples. Não é um aparelho que chega com o objetivo de "encher os olhos" com um visual chamativo, mas que não peca nos acabamentos e encaixes. As bordas em torno da tela não são das mais estreitas, mas não chegam a aumentar demais as medidas desse aparelho. O destaque positivo fica por conta do botão de destrave na lateral direita (bem mais acessível que o no topo presente no Zenfone 2, por exemplo) e o destaque negativo é o alto-falante frontal em formato circular, que criou um "buraco" um tanto estranho.

- Continua após a publicidade -

Um ponto alto desse aparelho é a tela. Com 5 polegadas, tecnologia IPS e resolução HD, ela valoriza muito bem cores e contrastes e apresenta baixa distorção nas imagens, mesmo quando vista de ângulos muito agudos. Essa boa tela é uma ótima pedida em um aparelho que tem como principal diferencial a TV Digital de alta qualidade.

A ótima tela que equipa o Live DTV é uma excelente pedida para um aparelho que possui como diferencial TV Digital de alta qualidade

Enquanto na imagem a Asus caprichou, no áudio não podemos dizer o mesmo. Apesar da boa intensidade e nitidez da caixa de som do modelo, ela está localizada na parte traseira inferior. Isso significa que o áudio não fica direcionado para o usuário, e dependendo da forma como pegar ou como apoiar o aparelho, pode ter o áudio abafado. Essa característica não é incomum em outros smarpthones mas, considerando o foco na TV Digital, é uma pena o sistema de som não ser melhor posicionado.

Performance e autonomia

Na hora da performance, temos aqui um aparelho com características do segmento intermediário. O processador quad-core MediaTek MT6580 combinado com a GPU Mali-400 trazem um desempenho suficiente para um bom uso do aparelho, enquanto na parte das memórias a Asus caprichou com o uso de 2GB de RAM e 16GB de armazenamento interno eMMC.

Enquanto o processador possui agilidade suficiente para encarar os apps, a boa quantidade de memória garante bastante espaço para fotos e vídeos, enquanto os confortáveis 2GB de memória RAM tornam o Live DTV um modelo bastante ágil, capaz de fazer o multitarefa e alternar entre apps sem "sentir o tranco". 

 

- Continua após a publicidade -

Na hora de jogar, a Mali-400 não é uma GPU de alto desempenho, mas foi capaz de trazer uma experiência suficiente para games leves e até alguns um pouco mais complexos. O desempenho não alcança rivais como o Quantum GO, mesmo em sua versão de entrada, porém em compensação foi mais consistente que o Xperia E4 e seu "irmão", o Zenfone Go

Na parte de autonomia, o Live DTV ficou "na mesma balada" de concorrentes do segmento, com um bom desempenho. Em nossos testes práticos, ele conseguiu "segurar a onda" de um dia todo de uso intenso com 4G ativo de forma constante, quase uma hora de reprodução de vídeo e bastante navegação. O smartphone descarregou após aproximadamente 15 horas de uso.

 

Câmera

- Continua após a publicidade -

Como não é incomum nesse segmento intermediário, alguns cortes foram feitos para trazer o preço mais competitivo. Entre os primeiros recursos que costumam receberem esse downgrade está a câmera. E esse é um dos elementos mais perceptíveis no Live DTV.


Asus Live TV, Moto G 2015, Xperia E4 e Quantum GO


Asus Live TV, Moto G 2015, Xperia E4 e Quantum GO


Asus Live TV, Moto G 2015, Xperia E4 e Quantum GO

Apesar dos 8 megapixels serem uma boa resolução, a câmera do Live TV "sente o tranco" especialmente nas cenas de baixa luminosidade.  O resultado são cenas borradas em locais mais escuros e o flash "fazendo o que pode" em locais pouco iluminados. Apesar de não ser impressionante, o resultado das fotos está compatível com o que vemos de seus concorrentes nesse segmento de preço. 

 

Diferenciais
Zen UI e a TV Digital Full-seg

Apesar do visual não ser o tradicional dos Zenfones, uma característica bastante presente nos aparelhos da Asus também está incluída no Live DTV: a ZenUI. Essa reorganização da Asus mexe bastante na interface do sistema Android, com o uso de ícones bastante grandes e coloridos para facilitar a navegação pelas opções do aparelho. Até mesmo o teclado utilizado é um diferente incluído pela Asus. Caso o visual não agrade, é possível contornar todas essas características, já que a própria ZenUI possui um gerenciador de temas e, felizmente, o Android é um software bastante flexível que possibilita ao usuário mudar muito de sua aparência.

A Asus incluiu alguns apps já instalados no Live TV, algo que pode não agradar a muitos. Entre esses aplicativos estão muitos utilitários com funções como gerenciamento de performance e memória do sistema, buscando otimizar a operação do smartphone. Apesar de úteis, podem irritar os usuários que preferem um aparelho menos "poluído" de apps, especialmente por conta das eventuais notificações que eles geram.

A TV Digital Full-seg é um dos principais diferenciais do Live DTV. Diferente de outros aparelhos que utilizam o 1-seg, essa tecnologia presente no Live DTV utiliza mais canais de comunicação e, como resultado, consegue uma imagem e áudio de maior qualidade. Mas nem tudo são flores: essa tecnologia é muito mais exigente com o hardware, necessitando de mais processamento para a descompressão e, por consequência, tem maior consumo de energia. Em nossos testes, aproximadamente 2h40min de conteúdo em HD consumiram quase 50% da bateria do Live DTV, com brilho de tela intermediário e uso de fones de ouvido.

A maior qualidade de imagem é sabotada pela baixa taxa de quadros por segundo

O grande problema acontece na taxa de quadros. É gritante a perda de fluidez quando comparamos um canal digital em Full-seg e 1-seg, algo que sabota muito da experiência. Mesmo com uma qualidade sofrível na imagem, a maioria das vezes parece mais interessante rodar no modo 1-seg e dessa forma conseguir maior fluidez nas imagens do que se prender ao HD e ver "praticamente uma GIF".

O Asus Live DTV é um smartphone com características bem interessantes, com desempenho, design e funcionalidades páreo a páreo com os concorrentes desse segmento de preço. Com a subida dos custos entre todas as fabricantes, o que seria o antigo segmento "custo x benefício dos 700 reais" veio para próximo dos mil reais. O Live DTV é um desses modelos, que compete com dispositivos como o Quantum GO.

Diferente do Xperia E4, um aparelho na casa dos 600 reais, o Live DTV trouxe o suporte a TV digital sem abrir mão de ser um bom smartphone, com performance fluida, tela de boa qualidade e uma câmera razoável. Mas seu grande diferencial continua sendo a televisão digital: com o uso da tecnologia Full-seg, esse apresenta mais qualidade na imagem. É mesmo uma pena que a performance não compense, pois no final a perda de fluidez é tão gritante em diversos momentos que acaba não compensando a troca para a maior qualidade.

Conclusão

 

Avaliação: Asus Live DTV

Design
8.0
Câmera
7.0
Desempenho
7.5
Autonomia
7.0
Recursos
8.0
Preço
8.0

PRÓS
Boa tela
Performance fluida no sistema
Boa ergonomia
Boa quantidade de memória interna e RAM
TV Digital de alta qualidade mas...
CONTRAS
... pouca performance
Áudio na parte traseira direciona mal o som
Desempenho abaixo de concorrentes diretos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.