ANÁLISE: Samsung Galaxy Note 5

A quinta geração dos phablets da Samsung mantém algumas características essenciais da linha, como o display amplo, componentes de alta performance e a sempre disponível caneta stylus, pronta para explorar o bom espaço de tela.

A novidade do Note 5 é trazer o design mais rebuscado introduzido aos Galaxys com a série S6. O aparelho traz o visual chamativo e caprichado presente nos topos de linha recentes da sul-coreana. Com um preço salgado que costuma acompanhar esse estilo de aparelho, vale a pena comprar um? Vejamos no resto da análise!

Comparativo

Samsung Galaxy
Note 5
Apple iPhone 6s
Plus
LG G4Samsung Galaxy
S6 edge+

Preços

Preço no lançamentoR$ 4.299,00
Preço atualizadoR$ 2.799,00

Especificações

Armazenamento interno|64GB||32GB||4GB| 16GB, 64GB, 128GB |32GB| |32GB||64GB|
Cartão microSDAté 128GB Não possui
Memória RAM4GB 2GB 3GB 4GB
Número de núcleos8 2 6 8
Portas de conexão|Micro-USB| |Micro-USB| |Micro-USB|
Sistema OperacionalAndroid 5.1 iOS 9.0 Android 5.0 Android 5.1
Update disponível para o sistemaAndroid 6.0 iOS 11 Não informado Não informado
ProcessadorExynos 7420 Apple A9 Qualcomm Snapdragon 808 Exynos 7420
Clock2.1 GHz1.84 GHz1.8 GHz2.1 GHz
GPUARM Mali-T760 MP8 PowerVR GT7600 Adreno 418 Mali-T760MP8
Bateria3.000mAh mAh2915 mAh mAh3000 mAh mAh3000 mAh mAh
Dimensões153.2 x 76.1 x 7.6mm mm158.2 x 77.9 x 7.3 mm mm148.9 x 76.1 x 9.8mm mm154.4 x 75.8 x 6.9 mm mm
Peso171g g192 g g155g g153 g g

Recursos

GPSSim Sim Sim Sim
Leitor de DigitalSim Sim Não Sim
LTESim Sim Sim Sim
NFCSim Sim Sim Sim
Número de cartões SIM1 1 1 1
RadioSim Não
Tipo de cartão SIMNano SIM Nano SIM Micro SIM Nano SIM
TV DigitalNão Não
Bluetooth4.2 4.0 4.1 4.2
ExtrasS Pen, Samsung Pay, Carregamento por indução 3D Touch, Coprocessador M9, Touch ID 2ª geração Foco laser, carregar por indução, Quick Charge 2.0 Samsung Pay, Carregamento por indução

Display

Resolução1440 x 2560 1080 x 1920 1440 x 2560 1440 x 2560
Tamanho5.7 polegadas 5.5 polegadas 5.5 polegadas 5.7 polegadas
TecnologiaSuper AMOLED IPS IPS Quantum Super AMOLED
ProteçãoCorning Gorilla Glass 4 Vidro ionizado Corning Gorilla Glass 4 Corning Gorilla Glass 4

Câmera

Vídeos2160p 30 fps 2160p 30 fps 2160p 30 fps 2160p 30 fps
Traseira16MP 12 MP 16 MP 16 MP
Frontal5MP 5 MP 8 MP 5 MP
 

Design
Um smartphone que se confunde com uma peça de joalheria

Assim como nas variantes do Galaxy S6, a Samsung utilizou um acabamento bastante brilhante para o corpo do aparelho. O uso de vidro em boa parte da carcaça deixa o smartphone "reluzente ", efeito muito bonito e que indiscutivelmente chama a atenção.

O uso do vidro, porém, traz seus efeitos colaterais. O primeiro é relacionado à resistência, pois mesmo com o uso de tecnologias que reforçam o vidro e laterais em alumínio,  esse aparelho é mais frágil que o imbatível plástico ou outros materiais menos belos, mas mais "guerreiros".

 

- Continua após a publicidade -

O outro contra fica por conta da ergonomia. Mesmo com bordas muito estreitas nas laterais e uma pegada eficiente, beneficiada pela presença de laterais em alumínio com um acabamento mais rugoso, o vidro pode se tornar mais liso especialmente após um uso prolongado, resultado da oleosidade e suor das mãos. A estética da bela traseira também "paga o pato" e acaba formando aquele aspecto sujo comum de acontecer em acabamentos lustrosos.

Nos detalhes, a Samsung fez um trabalho preciso e caprichado, algo que não apenas é bem-vindo como também é obrigatório nesse perfil (caro) de aparelho. Os botões são bem encaixados e integrados ao design, enquanto laterais e encaixes são milimétricos, mostrando muito esmero nos acabamentos.

A empresa reduziu como pode nas medidas do phablet, com bordas estreitas que ajudam bastante na hora de segurá-lo, mas isso não é o bastante para tornar o aparelho com tela de 5,7 polegadas em algo fácil de ser operado. Mesmo eu, que tenho dedos longos, nem sempre consigo alcançar algumas partes da tela com o polegar,  o que torna seu uso com as duas mãos algo mais eficiente. Pessoas de mãos pequenas podem ter dificuldade de se ajustar ao seu corpo avantajado e mesmo ao seu peso.

Performance
Todo o desempenho que os topo de linha Galaxy sempre nos oferecem

O Note 5 chega com o tradicional perfil de componentes de alta performance, presente em todos os modelos da linha. Com processador Exynos de oito núcleos com instruções em 64-bit, 4GB de memória RAM e uma GPU Mali T760, esse aparelho é uma excelente pedida para um "power user" que precisa de um smartphone capaz de alcançar seu perfil uso intensivo.

Em vários de nossos testes, o smartphone alcançou posições próximas do topo. No uso, essas pontuações se fizeram valer e entregam um smartphone Android que "voa" entre uma aplicação e outra. A performance combinada com a bela e ampla tela QuadHD tornam esse modelo em um dispositivo e tanto para games.

- Continua após a publicidade -

 

 

Tudo isso não é exclusivo do Note, sendo que várias dessas características estavam presentes também no Galaxy S6. Na autonomia, porém,  temos uma importante diferença: o Note é consideravelmente mais consistente na autonomia. Mesmo com sua tela de alto consumo, o Note consegue alguns dos melhores resultados em nossos testes de autonomia.

Em nossa experiência mais prática, o aparelho tem bateria suficiente para aguentar o tranco de um dia intenso de uso, e vai com folga por dois dias de você maneirar um pouco. Isso é bem mais interessante do que o percebido com o Galaxy S6, que já nos deixou "na mão" no fim da tarde.

Câmera
Um dos melhores smartphones para fotos do mercado

- Continua após a publicidade -

A Samsung costuma fazer um bom serviço quando o assunto são câmeras, e o Galaxy Note 5 não foge à regra. Com um sensor de 16MP na traseira, o phablet entrega excelentes resultados nas mais diversas situações de luz. A saturação das cores tem um bom equilíbrio, enquanto a estabilização óptica entra em ação para evitar borrões e possibilitar uma granulação menos intensa graças a capacidade de aumentar um pouco mais a exposição.

A Samsung se mantém com uma das melhores fabricantes de smartphones para fotografia

 

 Boa luz

Galaxy Note 5, Galaxy S6 Edge, iPhone 6 Plus e LG G4

 Pouca luz

Galaxy Note 5, Galaxy S6 Edge, iPhone 6 Plus e LG G4

 Flash

Galaxy Note 5, Galaxy S6 Edge, iPhone 6 Plus e LG G4

Um dos pontos altos do aparelho é sua agilidade. Pressionando duas vezes o botão Home, você tem acesso praticamente instantâneo à câmera, sendo que mesmo com a tela travada o Note leva pouco mais de um segundo para estar pronto para tirar a primeira foto. A alta velocidade do auto-foco é outro fator que torna o Note capaz de bater fotos tão rapidamente. 


É. É bem rápido.

Câmera frontal

A câmera frontal opera com um sensor de 5MP  com boa abertura de luz (considerando o espaço que tem disponível). O resultado são bons, mesmo em locais com pouca iluminação, mas irá apresentar uma granulação mais evidente. 

Como vem acontecendo entre a maioria dos modelos topo de linha, o Note 5 conta com diversas configurações para as fotos, o que inclui modos pré-definidos e opções mais "manuais" para usuários avançados em fotografia explorarem as capacidades da boa câmera do smartphone.

Na hora dos vídeos, o Note 5 mantém as características vistas nas fotos, com excelentes resultados e a vantagem de contar com a estabilização óptica da imagem, algo que ajuda bastante a deixar os vídeos menos tremidos. O Note 5 é capaz de fazer vídeos na resolução 4K em 30 quadros por segundo, e o tradicional FullHD temos mais fluidez, com até 60fps. 

Extras
A S-Pen e sensores adicionais formam um bom conjunto 

O Galaxy Note, desde o seu primeiro modelo, traz como um de seus diferenciais uma caneta stylus para aproveitar a ampla área de tela. Mantendo a tradição, o Note 5 vem com o acessório dentro do kit básico, sendo que o próprio design do aparelho já é preparado para carregá-la de forma confortável dentro de um compartimento no próprio smartphone. A caneta tem uma excelente precisão, e é muito útil para quem quer fazer anotações ou rascunhos na excelente tela de 5.7" disponível neste modelo.

A S-Pen segue como um dos diferenciais mais interessantes da linha Note

O mecanismo para guardar a caneta é muito prático e eficiente, mas tem seus poréns: uma falha de design pode danificar componentes internos caso a caneta seja colocada de forma invertida. É um erro bastante bobo, mas não impossível, logo fique de olho se largar a caneta com alguém que não sabe operá-la ou a uma criança. Aqui entramos na mesma discussão que aparece sobre o conectores reversíveis: muitos pegam no pé que um mínimo de atenção do usuário já evita o problema (o que é verdade), mas sempre que um design pode evitar um ato falho, ele deve ser adotado. Esse é um aparelho caro, o que reduz a nossa paciência para "pontas soltas".

Outro destaque do aparelho é a boa quantidade de sensores adicionais. No botão Home está inserido o leitor de digital, componente que recebeu grandes melhorias comparado ao que víamos na geração passada: ao invés da necessidade de deslizar o dedo no sensor, basta encostar a ponta do dedo para que o leitor faça o reconhecimento biométrico, em um sistema semelhante ao que vemos no iPhone 6 e também implementado no Galaxy S6.

A evolução no sensor de digitais é notável. No Galaxy Note 5 a agilidade na identificação torna esse método em algo que você vai querer usar

O Note 5 mantém o sensor de batimentos cardíacos, que segue com os mesmo dilemas presentes no Note 4: dá trabalho fazer uma medição, pois força o usuário a ficar estático por vários segundos até entregar o resultado (com precisão discutível). Entusiastas de atividades físicas com certeza devem preferir acessórios como cintas ou gadgets de pulso, capazes de medir a intensidade dos batimentos durante a atividade física e sem necessidade de paradas.

A presença de sensores de batimentos e oximetria do pulso acabam não se tornando uma adição importante, resultado da pouca precisão e praticidade no seu uso

Além dos batimentos, ele é capaz de medir a oximetria do pulso, que representa a saturação de oxigênio na corrente sanguínea. Para os entusiastas de exercícios, novamente esse indicador não vale muito a pena: a maioria das pessoas saudáveis se situam entre 95 e 100% de spO2, e o resultado da medição vai acabar significando pouco para medir a evolução da pessoa nas atividades aeróbicas.

O smartphone Samsung Galaxy Note 5 está à venda na loja Cissa Magazine.

A nova geração do Note traz melhorias consideráveis. O design herdado da linha S deixou o aparelho muito mais atraente, apesar dos inconvenientes comuns dos aparelhos com carcaça em vidro, como menor resistência, ser um pouco mais liso e aquele aspecto bastante marcado de dedos ao longo do uso.

Em termos de acabamento e componentes, temos aqui um aparelho irretocável. Os ajustes são precisos, o design alinha muito bem todos os elementos e a performance é o que há de mais potente disponível hoje no mercado, com folga para rodar qualquer aplicativo ou função, e com margem para demorar bastante para se tornar obsoleto.

O Galaxy Note 5 traz interssantes evoluções, mas chega por um custo que deixa ele longe de possuir uma boa relação entre custo e benefício

 

Essas impressões bastante positivas não são um mérito: esse aparelho é um topo de linha, e a excelência é um requisito e não um extra. Como todo topo de linha, também temos aqui o efeito colateral inevitável: o preço salgado. Com custo na casa do R$ 2.899, esse aparelho é bastante caro e difícil de justificar do ponto de vista da relação "custo x benefício". Há outros modelos excelentes de smartphone chegando na casa dos R$ 1.299, como o Zenfone 2 ou até mesmo o já mais velhinho (mas ainda ótimo) LG G3. É importante notar que esses dois modelos possuem telas um pouco menores, com 5.5 polegadas, e não possuem um hardware tão potente, mas ainda assim entregam uma experiência de alto nível com o sistema Android.

Se você está buscando um phablet com configurações robustas e um design chamativo, e não se importa em pagar a mais para ter essas características, o Galaxy Note 5 é uma boa opção. 

Conclusão

 

Avaliação: Samsung Galaxy Note 5

Design
7.0
Ergonomia
9.0
Funcionalidades
8.0
Preço
8.0

PRÓS
Excelente performance
Tela de alta qualidade
Design chamativo e bonito
Caneta eficiente
Boa autonomia
CONTRAS
Custo alto típico dos topo de linha
Acabamento em vidro suja e é liso
Grande demais pra ser usado com uma mão
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.