ANÁLISE: Asus MARS 760

ANÁLISE: Asus MARS 760

O laboratório de testes do Adrenaline foi brindado hÁ alguns dias com a ASUS MARS 760. Pertencente ao selo premium da ASUS, a Republic of Gamers (ROG), a VGA ostente ainda o imponente nome MARS, exclusivo para GeForces altamente diferenciadas da companhia.

Embora no passado a linha MARS tenha sido utilizado em chips topo de linhas, como foi o caso da MARS original com a GT200 (GTX 295), e da MARS II com a GF110 (GTX 580), desta vez a ASUS inova, ao utilizar o chip intermediÁrio de alto desempenho da NVIDIA, o GK104. Mas não deixe-se enganar pelas aparências. Como poderÁ ser constatado em nossos testes, a MARS 760 é uma placa digna de respeito, superando algumas "todas poderosas" do mercado, como é o caso da GTX TITAN. O segredo? A utilização de dois chips GK104. Em outras palavras, trata-se de uma espécie de duas GeForces GTX 760 em SLI interno, em um único PCB.

Analisando a tabela acima, a placa segue praticamente à risca as especifacações de uma GeForce GTX 760 padrão. A única exceção fica por conta dos clocks da GPU, que sai de 980MHz para 1006MHz (incremento de 2,6%) no modo base, e de 1033MHz para 1072MHz em modo turbo/boost (ganho de 3,8%). As memórias se mantém inalteradas em 6008MHz. Por se tratar de uma VGA da linha MARS, tratam-se de clocks bastante tímidos. 

Fazendo uma anÁlise minuciosa, a MARS 760 tem a mesma quantidade de CUDA Cores e TMUs que a GTX 780, com vantagem para a VGA da ASUS em relação aos ROPs (64 x 48) e aos clocks da GPU (1006MHz/1072MHz x 863MHz/900MHz). Quanto a interface de memória, a GTX 780 tem bus de 512 bits, enquanto que a dual GPU tem bus duplo de 256 bits. Apesar de no geral possuir números desfavorÁvesis em relação à GTX TITAN, a MARS 760 tem a seu favor as frequencias de operação do chip grÁfico (1006MHz/1072MHz x 836MHz/876MHz) e os ROPs (64 x 48), além do bus duplo de 256 bits contra um single de 384 bits.

A ASUS afirma que a MARS 760 é a opção ideal para quem utiliza jogos em 2560×1440pixels (WQHD), sendo ainda considerada ótima para 1920×1080 pixels e 2560×1600 pixels. Entretanto, se o gamer utiliza configurações "extremas", ou seja, em 4K, ou com múltiplos monitores, os 2GB de VRAM disponíveis para cada GPU representam um obstÁculo, uma vez que os 4GB da placa não são compartilhados entre os dois chips, como ocorre com uma configuração SLI multi-GPU tradicional da NVIDIA. 

Apesar de não contar com os chips mais poderosos existentes da NVIDIA, a ASUS não economizou em termos de diferenciais na MARS 760. A placa esbanja predicados, a começar com o projeto totalmente personalizado, ressaltando a sua robustez.

O PCB possui componentes do mais alto padrão, garantindo assim maior vida útil, estabilidade e potencial de overclock. A placa de circuito impressa é revestida na parte de trÁs por uma placa de alumínio, enquanto que na parte frontal hÁ uma armação, como forma de reforçar a estrutura e auxiliar na dissipação térmica.

- Continua após a publicidade -

Por falar em dissipação, a MARS 760 possui um dos sistemas de refrigeração mais eficientes do mercado, o DirectCU II, composto por 8 dutos de dissipação e duas ventoinhas à prova de poeira.

Tecnologias
Abaixo listamos algumas das principais tecnologias da MARS 760 da ASUS.

14% mais rÁpida que a GTX Titan
A Mars 760 possui duas GPUs GTX 760 e promete performance superior à GTX Titan. Os 4GB de memória de vídeo GDDR5 oferecem bons ganhos visuais, com altas taxas de frames e sem "engasgos".

DirectCU II
A tecnologia DirectCU II coloca oito tubos de cobre em contato direto com as duas GPUs. Elas fazem com que as temperaturas fiquem 20% menores e que a operação seja mais silenciosa que a GTX 690, placa de vídeo topo de linha da geração GeForce 600, também com dois GPUs.

Ventoinhas a prova de poeira
As ventoinhas da MARS 760 prometem dissipar o calor de forma eficiente. À prova de poeira, elas fazem com que o tempo de vida útil da placa aumente em até 25%.

- Continua após a publicidade -

DIGI+ VRM com Super Alloy Power
A Mars 760 possui o módulo de regulação de voltagem/tensão DIGI+ de 12 fases que reduz o ruído em até 30% e melhora a eficiência energética em até 15%. Ele também amplia a tolerância de modulação de voltagem/tensão, melhora a estabilidade e aumenta a longevidade em até 2,5 vezes.

Os capacitores também ajudam na temperatura. Feitos de metal, oferecem temperaturas 20% melhores e duram 5 vezes mais. Os POSCAPs oferecem ruídos menores, melhorias no overclock e melhoram a estabilidade em relação aos padrões de design.

Luz de LED Mars
A placa possui uma luz de LED vermelha, cor da linha ROG, acusando quando a placa estÁ em uso.

Edição ROG do GPU Tweak
O GPU Tweak ajuda a modificar velocidades de clock, voltagem/tensão, performance da ventoinha e mais, tudo via uma interface bem intuitiva. A função GPU Tweak Streaming possibilita, ainda, compartilhar o conteúdo do monitor na internet em tempo real, permitindo, por exemplo, que outros usuÁrios vejam um live do game que o usuÁrio estÁ jogando.


- Continua após a publicidade -

Fotos e vídeo
Nas fotos a seguir é possível constatar o excelente acabamento da placa, como jÁ destacado, por ser um modelo com dois GPUs GeForce GTX 760, tem seu projeto totalmente diferente de uma placa referência.

Além de ser maior por questões lógicas, a MARS 760 se destacada pelo sistema de cooler, muito bonito e com excelente acabamento, inclusive com um LED na parte superior que "acende" quando a placa estÁ em uso. Seu sistema de cooler DirectCU II promete melhorar bastante a eficiência quando se trata de temperatura e ruídos gerados pela placa, especialmente em overclock.

Reparem abaixo que a MARS 760 possui somente um conector SLI, sendo possível colocar "apenas" duas placas trabalhando em paralelo, o que na prÁtica representa um Quad-SLI, ou seja, 4 placas em conjunto, uma vez que ela possui dois chips grÁficos. Por isso essa "limitação" de apenas um conector. Outro detalhe, é que devido ser um modelo dual GPU, requer mais energia do que uma GTX 760 tradicional. Assim, foi adicionado dois conectores de alimentação de 8 pinos.

Também fizemos um vídeo apresentando a placa, confiram abaixo:

Abaixo colocamos a MARS 760 ao lado de uma GeForce GTX 760 de referência, onde é possível constatar com clareza a diferença de acabamento, tamanho e formato das placas.

Além de ser bem maior, a placa da ASUS, como jÁ destacado, possui apenas um conector SLI e diferente de dois conectores de 6 pinos de energia, possui dois conectores de 8 pinos para sua alimentação. 

{break::Sistema utilizado, Temperatura, Consumo}Como de costume, utilizamos uma mÁquina top de linha baseada em uma mainboard ASUS Rampage IV Extreme e processador Intel Core i7 3960X overclockado para 4.6GHz para os testes. Abaixo, algumas fotos da placa montada no sistema:

A seguir, o menor preço encontrado de cada um dos modelos utilizados nos comparativos (pesquisa feita no dia 15/01/2014 no site newegg.com), detalhes da mÁquina, sistema operacional, drivers, configurações de drivers e softwares/games utilizados nos testes.

- ASUS MARS 760 - US$650,00
- NVIDIA GeForce GTX 780 Ti - US$700

- NVIDIA GeForce GTX 780 - US$510
- NVIDIA GeForce GTX 770 - US$330
- NVIDIA GeForce GTX 760 - US$250

- AMD Radeon R9 290X - US600
- AMD Radeon R9 290 - US500
- AMD Radeon R9 280X - US400
- AMD Radeon R9 270 - US200
- AMD Radeon HD 7970 GHz Edition - US$376

    MÁquina utilizada nos testes:
    - Mainboard ASUS Rampage IV Extreme
    - Processador Intel Core i7 3960X @ 4.6GHz
    - Memórias 32 GB DDR3-1866MHz Patriot Viper III Black
    - SSD Intel 330 Series 180GB
    - HD 2TB Sata3 Western Digital Black
    - Fonte Cooler Master Silent Pro Hybrid 1300w

    Sistema Operacional e Drivers
    - Windows 7 64 Bits 
    - Intel INF 9.3.0.1020
    - AMD Catalyst 13.12
    - NVIDIA GeForce 332.21

    Configurações de Drivers
    3DMark 
    - Anisotropic filtering: OFF 
    - Antialiasing - mode: OFF 
    - Vertical sync: OFF 
    - Demais opções em Default

    Games: 
    - Anisotropic filtering: Variado através do game testado 
    - Antialiasing - mode: Variado através do game testado 
    - Texture filtering: High-Quality 
    - Vertical sync: OFF 
    - Demais opções em Default 

    Aplicativos/Games
    - 3DMark 11 (DX11) 
    - 3DMark (DX11) 
    - Unigine HEAVEN Benchmark 4.0 (DX11)
    - Unigine Valley Benchmark 1.0 (DX11)

    - Aliens vs Predator (DX11)
    - Battlefield 4 (DX11)
    - BioShock Infinite (DX11)
    - Crysis 3 (DX11)
    - F1 2012 (DX11)
    - Metro: Last Light (DX11)
    - Tomb Raider (DX11)

    GPU-Z
    Abaixo, temos a tela principal do aplicativo GPU-Z mostrando algumas das principais características técnicas da ASUS MARS 760, como é possível ver no final da tela, o aplicativo acusa a tecnologia SLI ativada, jÁ que a placa possui dois gpus.


    Temperatura
    Iniciamos nossa bateria de testes com um bastante importante: a temperatura do chip, tanto em modo ocioso como em uso contínuo.

    Para o teste da placa em uso, medimos o pico de temperatura durante os testes do 3DMark 11 rodando em modo contínuo.

    Consumo de Energia
    Também fizemos testes de consumo de energia com todas as placas comparadas. Os testes foram feitos todos em cima da mÁquina utilizada na review, o que dÁ a noção exata do que cada VGA consome. Vale destacar que o valor é o consumo total da mÁquina e não apenas da VGA. Dessa forma, comparações com testes de outros sites podem dar resultados bem diferentes.

     

    No teste de carga, rodamos o 3DMark 11. O aplicativo exige um pouco mais do sistema e da placa de vídeo do que grande maioria dos games.

    OBS.: No teste em modo ocioso consideramos 5w como margem de erro. JÁ no teste rodando o aplicativo 3DMark 11, consideramos 15w como margem de erro, devido à grande variação que acontece testando uma mesma placa.

    {break::Testes sintéticos}3DMark 11
    Começamos os testes com os benchmarks da Futuremark utilizando a ferramenta 3DMark 11, um dos mais utilizados no mundo para medir desempenho de placas de vídeo.

     

    3DMark (2013)
    Mudando para a versão mais recente, rodamos o teste mais exigente da nova ferramenta, o Fire Strike. Abaixo os resultados:

    Unigine HEAVEN Benchmark 4.0
    Agora em sua nova versão, o HEAVEN 4.0 é um dos testes sintéticos mais "descolados" do momento, pois tem como objetivo mensurar a capacidade das placas 3D em suportar os principais recursos da API grÁfica DirectX 11, como é o caso do Tessellation.

    O teste foi dividido em duas partes: uma sem e outra com o uso do Tessellation em modo "extreme", ambas a 1920x1080 com o filtro de antialiasing em 8x e anisotropic em 16X.

    O primeiro teste, com o Tessellation desativado:

    E o segundo com o Tessellation ativado em modo EXTREME:

    Unigine Valley Benchmark 1.0
    Esse é outro benchmark sintético da Unigine, sendo o mais recente e que traz um cenÁrio bem diferente do anterior, mas também com belos efeitos.

    {break::Testes em games}Aliens vs Predator
    Começamos os testes em jogos com "Aliens vs Predator", game que traz o suporte ao DX11 e que foi muito bem recebido pelo público e crítica. Para os testes com este jogo utilizamos a ferramenta "Adrenaline Aliens vs Predator Benchmark Tool".

    Battlefield 4
    Um dos maiores lançamentos de 2013, "Battlefield 4" é um referencial da plataforma PC quando se trata de grÁficos de alta qualidade. O game foi todo desenvolvido sobre a Frostbite 3, nova engine da produtora DICE.

    BioShock Infinite
    O game "BioShock Infinite" é um grande sucesso de crítica (inclusive aqui no Adrenaline) desenvolvido pela 2K Games. Para os testes com este jogo utilizamos a ferramenta "Adrenaline Action Benchmark Tool".

    Crysis 3
    Sendo o game "Crysis 3" um dos mais incríveis jÁ desenvolvidos quando o assunto é grÁfico, não poderiamos deixar ele de fora de nossos testes em anÁlises de placas de vídeo.

    OBS.: Game ou drivers geram limitação no desempenho de algumas placas ao atingir mais de 90FPS.

    F1 2012
    "F1 2012" traz o que existe de melhor em tecnologia da API DirectX 11 para esse tipo de game. Os testes com o game foram feitos utilizando a ferramenta Adrenaline Racing Benchmark Tool.

    OBS.: Game ou drivers geram limitação no desempenho de algumas placas e de combinações com múltiplas placas de vídeo.

    Metro Last Light
    Outro excelente teste que exige o mÁximo das placas de vídeo é o game "Metro: Last Light", sendo junto com "Crysis 3", referência de qualidade grÁfica em games para PC.

    Tomb Raider
    O game marca o reboot da histórica franquia de Lara Croft, desenvolvido pela Crystal Dynamics com sua engine própria, a Crystal Dynamics Engine. Para os testes com este jogo utilizamos a ferramenta "Adrenaline Action Benchmark Tool".

    PhysX: Metro Last Light
    Para testes de PhysX, utilizamos "Metro Last Light", um dos mais recentes e com destaque para uso desse tecnologia.

    {break::Overclock}Além de ser uma placa de vídeo com dois chips grÁficos, seu projeto diferenciado possibilita clocks mais altos do que o padrão adotado pela ASUS.

    Subimos a frequência de operação da GPU para 1135MHz, quando em modo turbo, a placa trabalha em 1200MHz. O clock padrão é de 1006Mhz em modo normal e 1072MHz em Turbo. JÁ as memórias, que trabalham em 6008MHz, turbinqmos para 6208MHz.

    Para o overclock utilizamos o aplicativo GPU Tweak da própria Asus, sem modificar a voltagem/tensão. 


    Temperatura
    A temperatura quando turbinada ficou igual a da placa com seus clocks padrões, bastante alta.

    Consumo de Energia
    Abaixo, os testes de consumo de energia do sistema quando overclockamos a placa.

    3DMark 11
    Começamos os testes de desempenho sobre o 3DMark 11, confiram abaixo o desempenho:

    Aliens vs Predator
    Dando sequência nos testes, agora é a vez do Aliens vs Predator.

    BioShock Infinite
    JÁ com o BioShock Infinite, game de FPS lançado em 2013 o comportamento em overclock foi o seguinte:

    Tomb Raider
    O game Tomb Raider é outro lançado esse ano que apresenta bons grÁficos. Abaixo, o desempenho sobre ele.

    {break::Conclusão}A MARS 760 "honra" a tradição da linha premium da ASUS, ao esbanjar de pontos positivos, como é o caso do projeto diferenciado, dos componentes de primeira qualidade, e do sistema de refrigeração de alto desempenho. Além disso, oferece um patamar digno das placas mais poderosas do mercado, como é o caso das GeForces GTX 780 Ti e TITAN. AliÁs, em nossos testes, a dual GPU da ASUS bateu as referidas VGAs em cinco de sete jogos analisados. Contudo, é bom esclarecer que em resoluções acima de 2560×1600 pixels, ou em situações com o uso de múltiplos monitores, as suas "irmãs" se sairão melhor.

    No quesito overclock, a placa se saiu muito bem, com ótimos ganhos em FPS, reforçando o "espírito" da série Republic of Gamers.

    Apesar de todo o "poder de fogo", a MARS 760 tem um ponto fraco: o preço. Custando US$ 649, a dual-GPU da ASUS é mais que US$ 151,00 mais cara que duas GTX 760. Entretanto, o usuÁrio deverÁ avaliar todos os prós e os contras nos dois casos, antes de se decidir pela compra.

    Bonita e elegante, a ASUS MARS 760 é uma placa que esbanja predicados, oferecendo ao usuÁrio um desempenho 3D digno das VGAS mais poderosas do mercado.

    PRÓS
    Imponente com ótimo acabamento;
    Bastante silenciosa;
    Sistema de cooler muito eficiente;
    Ótimo potencial para overclock, um dos melhores projetos do mercado;
    Mais rÁpida que GTX 780 Ti e TITAN em vÁrias situações e jogos;
    Suporte ao que existe de melhor em tecnologias.
    CONTRAS
    O preço pode ser um problema, visto que é US$ 151,00 mais cara que duas GTX 760;
    Por ser uma placa da série MARS, poderia utilizar chip mais poderoso, ou ter os clocks mais generosos;
    Sem conexão HDMI.
    Tags
    • Redator: Fabio Feyh

      Fabio Feyh

      Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

    O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.