ANÁLISE: Seagate 600 SSD 480GB

ANÁLISE: Seagate 600 SSD 480GB

Pela primeira vez, vamos testar um SSD da Seagate. Logo de inicio, um modelo topo de linha e com alta capacidade. Trata-se do SSD modelo Seagate 600 com 480GB, capacidade que é suficiente para uma grande quantidade de usuÁrios.

A série Seagate 600 possui modelos com três capacidades diferentes: 120 GB, 240 GB e 480 GB. Outra curiosidade é que ela também possui modelos com duas espessuras diferentes: 5 mm e 7 mm. O modelo que estamos analisando é de 7mm (ST480HM000). Vale destacar que os modelos possuem apenas diferença de espessura, e, consequentemente, peso. Não existe nenhuma diferença técnica no que diz respeito à velocidade do controlador ou a memórias NAND.

O modelo que estamos analisando custa US$ 420,00 em cenÁrio internacional. JÁ o modelo com 120 GB da mesma série custa US$110,00, e o modelo com 240 GB custa US$ 190,00. A pesquisa foi feita no dia 06/01/2014.

No Brasil, ainda não temos modelos dessa série disponíveis por canais oficiais, apenas via importação.

* ATUALIZAÇÃO 20/01/2014 -  A Assessoria da Seagate informou que o preço recomendado do modelo de 480GB analisado para distribuidores é de R$1099,00, dessa forma, pode ser que seja possível encontra-lo por cerca de R$1.500.

Tecnologias
Abaixo listamos algumas das principais tecnologias do drive analisado. Mas, antes, vamos ver uma tabela comparativa entre os modelos de SSDs da série Seagate 600: 

Promessa de upgrade simples para notebooks e alturas de 5 mm ou 7mm
O SSD é instalado como um HDD comum, e é compatível com Windows e Mac. Segundo a fabricante, o Seagate 600 é o único SSD disponível com "altura z" de 5 mm ou 7 mm para notebooks finos e ultrafinos.

Outras características
- Interface SATA de 6 Gb/s
- Até 480 GB de capacidade em um formato de 2,5 polegadas e "altura z" de 5 mm ou 7 mm
- Memória flash NAND MLC
- Garantia limitada de 3 anos baseada em uso

- Continua após a publicidade -

Confira abaixo um vídeo, que mostra tecnologias do produto:

Fotos

Abaixo algumas fotos do drive que, como a grande maioria dos SSDs, tem formato 2.5 inch.

Seu acabamento é muito bom, todo em aço escovado e com visual "clean" e imponente.

Vale destacar novamente que esse modelo que estamos analisando possui 7 mm, mas a Seagate ainda possui um modelo com mesmas características técnicas, porém mais fino, com 5 mm.

- Continua após a publicidade -

{break::Testes sintéticos}Abaixo, detalhes completos do sistema utilizado, que é baseado numa mainboard com chipset Z77:

MÁquina utilizada nos testes
- Mainboard Gigabyte GA-Z77X-UP7
- Processador Intel Core i7 3770K @ Stock
- Memórias G.Skill 8GB (2x4GB) ARES @ 1600MHz
- Fonte XFX 850W Black Edition
- Cooler CM TPC 812

Sistema Operacional e Drivers
- Windows 7 Pro 64 Bits com updates
- Intel INF 9.4.0.1017
- Intel HD Graphics Drivers 9.18.10.3165
- Intel Rapid Storage Technology 11.5.4.1001

Aplicativos:
- AS SSD Benchmark 1.x
- ATTO Disk Benchmark 2.x
- HD Tune Pro 5.xx
- PCMark 8

OBS.: Testes feitos com o Turbo Boost desativado, para evitar que alternâncias no clock do processador influenciem nos testes. 

Antes de começarmos com os testes, abaixo temos a tela do CrystalDiskInfo e do HD Tune Pro, com alguns detalhes técnicos do drive.

- Continua após a publicidade -

Firmware
Não foi necessÁrio fazer atualização de firmware, visto que, até a data dos testes, a versão encontrada no drive era a última disponível. Para quem adquirir um SSD, seja esse modelo ou qualquer outro, é recomendado conferir se existe nova firmware e fazer a atualização antes de iniciar o uso. Especialmente porque, para a atualização, o drive não pode ser a base do sistema operacional.

Para conferir a pÁgina de suporte da Seagate, com diversas informações sobre seus produtos, além do download de novos firmwares, clique aqui

Temperatura
Como comentamos anteriormente, um dos grandes trunfos de um SSD frente a um HD estÁ associado à temperatura, jÁ que o SSD não gera calor. Dessa forma, ele ficarÁ em temperatura ambiente. Isso melhora consideravelmente o sistema onde ele estiver, pois não demanda resfriamento adicional, seja em um gabinete, notebook ou case externo.

AS SSD Benchmark
Começamos nossos testes com o AS SSD Benchmark, software específico para testes de drives SSD, HD etc.

O aplicativo faz uma série de testes em diversas situações de leitura e escrita e no final gera uma pontuação com a média entre todos os testes.

CrystalDiskMark
Com o aplicativo CrystalDiskMark, outro muito famoso para testes de drives, optamos por utilizar o teste "Seq". Abaixo os resultados em modo leitura e escrita.

Abaixo a tela do aplicativo com os resultados, mostrando mais detalhes.

HD Tune Pro
Com o HD Tune, um dos aplicativos de testes de drives mais utilizados do mercado, iniciamos com o teste benchmark em "modo leitura" (read).

Também fizemos teste de desempenho no modo "File Benchmark", que coloca o drive em situação diferente do primeiro teste.

Abaixo, telas do aplicativo com os resultados dos testes:

PCMark 8
O aplicativo PCMark 8 é o mais recente da série PCMark desenvolvido pela Futuremark. Esse teste é um dos mais completos do gênero, e testa o desempenho do drive em uma série de situações, desde conversão de vídeos a carregamento de um game.

{break::Testes prÁticos}Tempo de BOOT (Windows 7 Pro)
Com o software BootRacer, medimos o tempo necessÁrio para inicializar o sistema operacional, um dos principais atrativos de drives SSD. 

Carregando um game
Outro teste interessante é o carregamento de um game. Para isso, utilizamos o Crysis Warhead com teste em cima do mapa "ambush". O conceito do teste foi simples: computar o tempo que levou da hora que clicamos até a hora em que o gameplay começa.

Cópia de arquivo
O teste prÁtico de cópia de arquivos consiste em enviar e receber 16.72GB, organizados em pouco mais de 800 pastas e representando um total de 35 mil arquivos. Utilizando o aplicativo TeraCopy, copiamos as pastas/arquivos do drive analisado para um HD Sata 3 de 2TB, e depois fizemos o processo inverso.

Drive analisado para HD
Nesse teste copiamos as pastas/arquivos do drive analisado para o um HD Seagate Barracuda de 2TB padrão Sata 3. Esse seria o teste de leitura, jÁ que ele não escreve nada no drive analisado.

HD para drive analisado
Invertendo o processo, agora copiamos as pastas/arquivos do HD para o drive analisado, consistindo em um teste prÁtico de escrita, jÁ que os dados estão sendo gravados no drive. 

{break::Conclusão}A Seagate é sempre lembrada como uma das grandes quando se trata de drives de armazenamento. Dessa forma, não poderia deixar de entrar de no mercado de SSDs, que vem crescendo a passos largos. Analisamos o modelo Seagate 600 de 480GB, o melhor da empresa e –como foi possível conferir no testes – um dos melhores do mercado.

A Seagate disponibiliza essa linha em duas espessuras: 5 mm e 7 mm. Em ambos os casos, a empresa busca atingir usuÁrios que pretendem fazer upgrade no drive do notebook. Não existe mudança técnica entre os drives de diferentes espessuras.

A capacidade do modelo que testamos é muito boa, 480 GB, suficiente para boa parcela dos usuÁrios. Mas um modelo com 1 TB seria o ideal, só que infelizmente essa capacidade para um drive de SSD acabaria o tornando um produto bastante caro, mesmo em cenÁrio internacional. Se a idéia é ter capacidade superior, o ideal é optar por produtos híbridos, que possuem preços mais em conta.

Por se tratar de um modelo de alta capacidade, seu custo naturalmente é bastante caro: US$ 420,00 dólares, em cenÁrio internacional. Mas vale destacar que esse é o custo médio de todo drive SSD com essa capacidade. É o que se paga por bastante armazenamento com essa tecnologia. Para nível de comparação, o modelo com 120 GB da mesma série custa US$ 110,00, jÁ o modelo com 240 GB custa US$ 190,00. Ou seja, são preços competitivos. O problema é que, se nos EUA, o valor atualmente é de cerca de R$ 1.000,00 quando convertido, no Brasil seu preço fica tranquilamente acima de R$ 2.000,00. Por isso, ele acaba sendo um produto com um público bastante seleto, afinal temos alguns notebooks de bom desempenho por esse valor.

* ATUALIZAÇÃO 20/01/2014 -  A Assessoria da Seagate informou que o preço recomendado do modelo de 480GB analisado para distribuidores é de R$1099,00, dessa forma, pode ser que seja possível encontra-lo por cerca de R$1.500 em lojas nacionais, o que seria um preço bastante atrativo e próximo do valor para trazer de fora, contabilizando as taxas etc.

 

PRÓS
Bom desempenho tanto em leitura como escrita;
Drive promete alto desempenho mesmo com longo tempo de uso;
Capacidade ótima e suficiente para a grande maioria dos usuÁrios.
CONTRAS
Preço muito alto devido a sua alta capacidade de armazenamento;
Dificuldade de se encontrar drives dessa série no Brasil
Assuntos
Tags
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.