ANÁLISE: Grand Theft Auto V

ANÁLISE: Grand Theft Auto V

"Grand Theft Auto V" é um dos games mais aguardados de todos os tempos na indústria dos jogos eletrônicos. Nenhum outro jogo custou tão caro para ser produzido e nenhum outro conseguiu quebrar os principais recordes tão rapidamente. A espera desde a última versão, lançada em 2008, foi longa, mas não hÁ duvidas de que valeu a pena: "GTA V" é fortíssimo candidato a melhor jogo do ano por trazer uma experiência avassaladora no gênero ação open-world, com missões muito épicas e diversificadas, enredo com personagens bem carismÁticos e marcantes, controles excelentes com algumas inovações na mecânica, ótimos grÁficos, trilha sonora bastante eclética, interação praticamente sem precedentes e exploração ilimitada. Abaixo, você confere a anÁlise de um dos games mais completos jÁ lançados.   

Versão analisada: disco Blu-Ray no Playstation 3


História e Jogabilidade

O enredo de "GTA V" gira em torno da cidade de Los Santos (estado de San Andreas) e de Michael, Franklin e Trevor, os três protagonistas do game. A partir dos primeiros tiroteios você passa a conhecer detalhes importantes dos dramas pessoais e não demora muito para que os personagens se tornem alguns dos mais carismÁticos jÁ reproduzidos na franquia, pois trazem personalidades com dilemas pessoais e emocionais bem complexos, que abordam com profundidade os podres do submundo da criminalidade e os absurdos de uma sociedade corrompida pelo dinheiro e dominada pela deturpação dos direitos civis. O jeito de falarem, de se vestirem, de tomarem atitudes analisando as variantes, de pesarem prós e contras na balança das consequências, de envolverem pessoas no risco das decisões, de planejarem cuidadosamente ou de serem simplesmente impulsivos deixa tudo ainda mais marcante, colaborando na identificação do jogador com a realidade particular de cada um deles em seus aspectos mais tocantes, adicionando muitos pontos extras na diversão. 

  

  

  

  

A narrativa se apoia no objetivo mÁximo dos três personagens quererem crescer na vida em 69 missões extremamente diversificadas, que variam do típico roubo de carros e bancos jÁ conhecidos na série a resgates épicos e perseguições cinematogrÁficas que nunca foram reproduzidas anteriormente. Você nunca vai sentir que a mesmice estÁ aflorando durante o gameplay ou que os objetivos estão começando a ficar cansativos pela repetição dos requisitos para completÁ-los. É tudo muito divertido de acompanhar e fazer acontecer porque combina situações excêntricas com casos simples que acabam se tornando extremos somado à grata surpresa de que tudo o que jÁ aconteceu ainda pode ter uma reviravolta totalmente imprevista e mudar drasticamente o rumo das missões. Essa é a magia que faz a história ser interessante, variada, bem construída, complexa e completa.    

- Continua após a publicidade -

Na jogabilidade, "GTA V" traz os tradicionais controles super fÁceis que a série sempre teve, com comandos simples e muito precisos em todos os momentos. Ações simplórias como caminhar, correr, escalar (grades, muros, estruturas), dirigir ou pilotar (veículos terrestres, marítimos ou aéreos), mirar (L2) e atirar (R2) são muito bem adaptadas, Ágeis, confortÁveis e não falham uma vez sequer. A própria sensibilidade na direção de carros, motos, caminhões, bicicletas, aviões, helicópteros, lanchas e jet-skis, estÁ bastante intuitiva e cabe apenas ao jogador aprender a assimilar de peso, velocidade e tração de cada um deles para se tornar um especialista. É algo que não vai dar problemas ou tomar tempo de praticamente ninguém; muito pelo contrÁrio, é prazeroso, gratificante e recompensador testar cada um dos modelos disponíveis. E são muitos e de todos os tipos.

 

 

 

  

A liberdade de exploração é um outro fator determinante na diversão de "GTA V". Diferente do que acontecia em qualquer outro jogo da série, agora você tem um mapa imenso (a Área total é maior que os mapas de "GTA IV", "Red Dead Redemption" e "GTA: San Andreas somados) à disposição para explorar do jeito que quiser desde o início da partida. Não é mais preciso ir passando pelas missões para gradativamente ganhar acesso a novas Áreas aos poucos. O detalhe é que, através do menu de pause, você não vê o mapa completo logo de cara, é preciso ir descobrindo e visitando tais lugares para ficar permanente marcado nos seus registros, incluindo pontos de missões, atrações turísticas, lojas de munição, de roupas e etc. As side-quests seguem exatamente do mesmo padrão. Quem pretende investir dezenas - ou centenas - de horas fazendo absolutamente tudo o que for possível para atingir os prestigiosos 100% (meu caso) não terÁ do que reclamar: hÁ uma infinidade de missões paralelas para cumprir ou simplesmente praticar por puro hobby virtual. São praticamente pequenas expansões jÁ colocadas no game que ocupam os espaços do mapa com bastante propriedade, não deixando a aventura se tornar monótona e adicionando ainda mais longevidade à experiência.   

Agora, duas inovações na jogabilidade trazidas à franquia por "GTA V. 1) Por ter três protagonistas, as missões foram baseadas na integração dos acontecimentos entre as histórias de cada um. Sabendo que em vÁrios momentos elas acabam se cruzando, é possível trocar de personagens em tempo real através de um simples segurar no direcional digital para baixo, sendo a escolha do personagem desejado feita com o analógico direito (R3). É uma opção que dÁ agilidade ao gameplay nas missões que combinam ações conjuntas de acordo com habilidades melhor desenvolvidas por cada um deles, sendo também possível ser acionada livremente em mapa aberto, em livre exploração, mas não em missões específicas para o contexto particular de Franklin, Michael ou Trevor. 2) O sistema de troca de armas e rÁdios agora é feita segurando L1 e o direcional digital para esquerda, respectivamente. O analógico direito continua como a alavanca de escolha das opções preferidas. É a primeira vez que um game da série adota esses sistemas e não hÁ como reclamar da nova dinâmica de fÁcil assimilação que trouxeram ao sistema bruto de jogo.  

- Continua após a publicidade -


GrÁficos e Áudio

Os grÁficos de "GTA V" são excelentes, com cenÁrios imensos compostos por todos os tipos de terrenos, lotados de detalhes de todos os tipos de construções e superfícies, densamente povoados não apenas com pessoas, mas também com fauna, flora e frotas de veículos bastante diversificadas. O design de interiores, as animações de movimentos dos personagens, a iluminação dos ambientes e a variação do clima em tempo real também chamam bastante atenção pela verossimilhança que adicionam ao jogo. É claro, existem problemas de texturas imprecisas que carregam aos poucos, slowdowns e serrilhados, mas tirando este último ponto, os outros dois acontecem em raras ocasiões e não chegam a comprometer a diversão.

 

 

  

  

Tudo roda com desempenho e fluidez bem naturais, que chegam a impressionar pela reprodução bem fiel e orgânica da Área real de Los Angeles (Califórnia, EUA), incluindo os principais pontos turísticos, bairros nos subúrbios, cidades com praias vizinhas e regiões mais afastadas, com campos, fazendas e montanhas pelos arredores. Para quem algum dia jÁ visitou a região, não tem como não se identificar. O trabalho da Rockstar North no visual é definitivamente melhor que o episódio anterior e totalmente digno de elogios, principalmente se levarmos em conta a grandiosidade do game e os sete anos de mercado jÁ bem aproveitados pelas produtoras no Playstation 3, que estÁ no fim de uma geração cujo potencial grÁfico jÁ foi maximizado. 

- Continua após a publicidade -

No Áudio, "GTA V" traz, ao todo, 17 rÁdios que tocam músicas para todos os tipos de gostos, com gêneros que vão do rock dos anos 80 e 90, passam pelos sucessos contemporâneos da música pop, clÁssicos do country e do soul e se  em vÁrios hits do hip hop, rap, funk (americano), techno, punk rock, raggae, dance e rock alternativo. Ainda, existe uma trilha sonora original que toca em momentos específicos das missões. É algo inédito na franquia, estrategicamente pensado e bem utilizado no jogo, pois ajuda a criar maior credibilidade, dramaticidade e periculosidade nas cenas mais cinematogrÁficas.

 

 

 

  

Outro grande destaque são as dublagens em inglês, excepcionalmente bem interpretadas e são muito envolventes pelas personalidades e dramas diÁrios bem demarcados pelos personagens, sejam eles principais ou secundÁrios. Não hÁ dublagens no nosso idioma e, sinceramente, não vão fazer a menor falta, pois as legendas no nosso idioma dão mais do que conta do recado, sendo provavelmente a melhor localização jÁ feita de um jogo para o português. Isso porque os vícios de linguagem e o jeito de falar dos personagens foram muito bem adaptados a variantes que aproximam o jogador da dos modismos bem descompromissados da língua brasileira, gerando situações de pura descontração e de boas risadas em muitos momentos. 


Conclusão 

Grandioso em todas as maneiras possíveis, "GTA V" é extremamente divertido o tempo todo, até mesmo quando não hÁ absolutamente nada para se fazer. A liberdade de exploração é o ponto-chave disso tudo: explorar cada lugar novo visitado e absorver os detalhes pensados neste mundo virtual é muito gratificante. Os grÁficos, com cenÁrios imensos muito bem construídos e lotados de detalhes, são extremamente críveis e deixam a experiência ainda mais imersiva. Das missões principais às paralelas, hÁ uma enxurrada de atividades bem diversificadas para cumprir e vÁrios segredos ocultos para descobrir.

Franklin, Michael e Trevor são muito carismÁticos e acompanhar o desenrolar das rotinas problemÁticas de cada um deles rende situações únicas a todo momento. É uma surpresa atrÁs da outra que mantém o interesse do jogador no game por horas a fio. Fora as dublagens e a localização em português brasileiro excepcionais. Por enquanto, só consegui achar um ponto fraco realmente significativo: "GTA Online" só estarÁ disponível em 1° de outubro. Até lÁ, hÁ tempo suficiente para fazer 100% na campanha antes de perder a vida social por completo no universo online do jogo.  

PRÓS
Missões principais bem diversificadas e épicas tornam a experiência única 
Muitas side-quests adicionam dezenas de horas extras de jogo  
Michael, Franklin e Trevor são protagonistas muito carismÁticos e marcantes
GrÁficos excelentes, cenÁrios grandiosos cheios de detalhes e ambientação fiel à realidade 
Senso de humor onipresente, inclusive nas legendas muito bem localizadas
Diversão e exploração ilimitados
Trilha sonora para todos os gostos
ColecionÁveis bem escondidos
CONTRAS
GTA Online ainda não estÁ disponível
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.