ANÁLISE: 007 Legends (Xbox 360)

ANÁLISE: 007 Legends (Xbox 360)

Qual a melhor maneira de comemorar meio século de aniversÁrio de uma das maiores franquias do cinema? FÁcil: lançar um novo filme - "Skyfall", que arrecadou mais de US$ 1 bilhão nas bilheterias mundiais. E qual o pior jeito de fazer jus a esse sucesso todo? Mais fÁcil ainda: lançar "007 Legends", um jogo lotado de clichês e que busca, acima de tudo, causar algum impacto apenas pelo fato de ser acompanhado de uma grande estreia na indústria cinematogrÁfica. Infelizmente, o game não consegue se sair muito bem e faz parte do típico mau exemplo dos títulos que se baseiam em longas-metragens. 

Acompanhe a anÁlise nas próximas pÁginas. 

{break::História e jogabilidade}"007 Legends" não é exatamente um jogo baseado nos eventos de "Skyfall". Em vez disso, a produtora Eurocom, em parceria com a Activision, decidiu reviver grandes momentos da franquia de espionagem vistos no cinema e transportou esses acontecimentos diretamente para um jogo "inédito" Os filmes aqui relembrados são "Ao Serviço Secreto de Sua Majestade", "Permissão para Matar", "Um Novo Dia para Morrer", "007 contra Goldfinger" e "Moonraker". E, resumidamente, o resultado é uma campanha solo é bastante desajeitada, entediante e rasa, com uma dinâmica de jogabilidade muito clichê e praticamente nada inovadora.

 

 

A história, por exemplo, traz trechos vistos nos filmes jÁ citados, mas carecem de passagens realmente marcantes que estimulem você a querer prosseguir na aventura. Após alguns estÁgios, você provavelmente jÁ estarÁ cansado de tantas idas e vindas em uma compilação de momentos que não parecem exatamente se encaixar ou que justifiquem o lançamento de um novo jogo do 007, de tão chato e repetitivo como tudo é montado e apresentado na tela. VÁrias cenas, inclusive, até se esforçam para parecer incríveis, bonitas e empolgantes, mas falham feio em representar todas essas características.

- Continua após a publicidade -

Na jogabilidade, "007 Legends" traz comandos bastantes tradicionais no gênero. A facilidade de familiarização de comandos e a configuração dos botões é bastante elogiÁvel aqui, pois com certeza não vai espantar ninguém. tudo é muito acessível, Ágil e direto. Contudo, o que mais traz pontos negativos nessa parte é a cadência de jogo excessivamente repetitiva e esquecível. Tudo se resume a passar por corredores extremamente lineares, fuzilar hordas de inimigos sem inteligência artificial, escanear ou hackear objetos e explodir coisas aleatórias. E alguns estÁgios ainda se alongam mais do que realmente deveriam, dando a impressão que a produtora quis manter o jogador na ação por realmente acreditar que estava sendo tudo divertido. Infelizmente, ledo engano.

Também existem alguns momentos de espionagem. Só que são bastante raros e, quando dão a chance de tentar passar despercebido por alguns locais, tudo vai por Água abaixo porque o jogo não apresenta uma estrutura de incursão e invasão de lugares bem trabalhada. Tudo acontece ao acaso e é mais provÁvel que suas tentativas falhem rapidamente por causa de um mal planejamento combinado entre design de cenÁrios fraquíssimos e padrão de movimentação dos inimigos.

 

 

Fora isso, ainda hÁ um sistema de melhoria de armas: com o cumprimento dos objetivos principais e secundÁrios, ganha-se experiência e, com isso, é possível comprar adicionais como munição, diversos tipos de mira e outros extras aos seus equipamentos. É algo muito bem-vindo e que serve mais para dar uma sobrevida à repetição do gameplay do que poder ser considerado uma novidade propriamente dita, jÁ que as opções não são muito variadas e nenhum dos bônus são realmente inéditos no gênero. Tudo o que você jÁ viu em outros títulos estÁ qui, mas em quantidade e qualidade excessivamente baixa.

{break::GrÁficos e Áudio}Um dos pontos mais críticos de "007 Legends" são os grÁficos. São absurdamente desastrosos, mal feitos, cheios de defeitos, incoerentes e mal programados. Talvez não chegam a ser tão ruins assim como acontece em "Aliens: Colonial Marines", mas realmente não parecem ser desta geração de consoles, jÁ que existem diversos outros jogos, entre exclusivos e multiplataformas no Xbox 360, que esbanjam capricho técnico na produção.

- Continua após a publicidade -

A começar pelas texturas: estão muito aquém do que o console é capaz de fazer, principalmente se levarmos em conta que estamos nos momentos finais desta geração e jÁ não cabem mais desculpas para não aproveitar o potencial do hardware. Os objetos e superfícies, por exemplo, além de serem extremamente genéricos e repetitivos, possuem muitos serrilhados, estão bastante borrados e praticamente não simulam física de resposta a impacto de tiros ou explosões. A iluminação também não faz distinção entre Áreas mais claras e escuras de forma dinâmica, sendo que as sombras costumam ser quadriculadas e o design de fases é extremamente linear e nada convidativo à exploração.

 

 

Para não dizer que tudo escrito nesta pÁgina é negativista, o Áudio do jogo é... aceitÁvel. Claro que isso não é exatamente um elogio, mas algumas músicas clÁssicas dos filmes do espião chegam a tocar durante a jogatina em forma de orquestras. Para quem jÁ conhece os temas, sentirÁ alguns breves momentos de nostalgia. Mas a alegria termina logo por aí: as dublagens (mesmo em inglês) não empolgam e raramente fazem você acreditar na importância ou na periculosidade das missões e a plasticidade dos efeitos sonoros não é nada realista ou convincente.

{break::Conclusão}"007 Legends" é, definitivamente, uma produção bastante oportunista. Além de aproveitar o sucesso de "Skyfall" nos cinemas, não trazer nada de novo no jÁ bastante explorado gênero FPS, também não consegue prender o jogador numa campanha rasa, sem emoção, com desafios repetitivos, personagens esquecíveis, grÁficos bem aquém dos padrões atuais e Áudio e multiplayer apenas comuns. Uma dica que posso dar aqui é: não gaste seu suado dinheiro. Existem tantas outras produções muito melhores disponíveis no Xbox 360, até mesmo de outros estilos, e com propostas bem mais interessantes e inovadoras que você provavelmente nem sentirÁ falta deste jogo.


PRÓS
Jogabilidade fÁcil de se acostumar
Algumas melodias clÁssicas do cinema
CONTRAS
Campanha solo rasa e dinâmica de gameplay ultrapassada  
GrÁficos cheios de defeitos e imperfeições
Design de fases extremamente linear e objetivos muito simplórios
PlÁstica de sons não convence
Multiplayer online totalmente esquecível
Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.