ANÁLISE: Tt eSports Saphira Gaming Mouse

ANÁLISE: Tt eSports Saphira Gaming Mouse

A linha Tt eSports jÁ consolidou a ThermalTake como uma importante fabricante de periféricos para gamers. Inclusive, por aqui jÁ passaram diversos produtos desta linha para anÁlise, em geral com notas e avaliações bastante positivas, mostrando que a empresa conseguiu criar um grupo de produtos muito interessantes.

A bola da vez é o mouse Tt eSports Saphira, assunto desta nossa anÁlise. Com um acabamento que lembra um pouco o Black, ele se diferencia pelo seu formato simétrico e poucos detalhes na ergonomia, largando o estilo espalhafatoso que tomaram outros mouses gamers, mas sem deixar de fora os recursos indispensÁveis para periféricos para jogadores, como configurações de macro e ajuste de DPI.

{break::Design, ergonomia e especificações}O Saphira tem um design bastante neutro, para o padrão de muitos mouses gamers. Todo em preto, seus únicos detalhes são algumas luzes, como no logo da Tt eSports na parte superior, a luz no botão de scroll e luzes na lateral indicando o nível de DPI utilizado. Nos outros aspectos, o mouse não possui nenhuma linha mais arrojada, saliência ou qualquer forma que se destaque, tendo um estilo bem próximo de mouses convencionais.

O mouse possui uma pegada do tipo apoiada, onde você encosta a palma da mão na parte superior do mouse. As únicas diferenças na ergonomia, comparado a mouses "não-gamer", é os emborrachados nas laterais, melhorando a aderência com os dedos que apoiam o mouse nos dois lados, e um leve desnível nos botões, para um melhor encaixe dos dedos indicador e médio. 

- Continua após a publicidade -

 

Apesar de simétrico no formato, fica visível que o mouse não é ambidestro por conta de dois botões posicionados na lateral esquerda, acessíveis facilmente com o polegar. Os demais botões adicionais estão posicionados na base do mouse, sendo um para ajuste do nível do DPI, outro para ajuste do Polling Rate e um último para alternar entre os perfis. O último recurso adicional é uma trava, também na base do mouse, que serve para desativar as macros configuradas nos botões das laterais. Bem útil para evitar que sua sequência de 15 comandos para um "MOBA da vida" faça uma participação especial no meio de um FPS.

Em geral, o design e ergonomia do Saphira são muito próximos de mouses convencionais, com poucas perfumarias ou detalhes carregados, sem deixar de fora uma série de recursos importantes para os gamers, como botões adicionais para macros e também ajustes rÁpidos das configurações do mouse. 

Especificações:

  • Sensor: T.P.G. (Tt Pro Grade) Gaming Optical Sensor 3500 DPI Engine ( ajustÁvel entre 100 - 3500 DPI)
  • Botões OMRON Gaming Switch com durabilidade de 5 milhões de cliques
  • Cabo de tecido com 1.8 metros, conector USB com conector banhado à ouro.
  • 5 botões customizÁveis
  • Superb Customizable Graphical UI for Macro Keys, Advanced Performance, and Lighting-Effect Options.
  • 5 efeitos individuais, Striking Pause-Break Lighting Effect.
  • Cores: vermelho, azul, verde, rosa e azul claro.
  • Pause-Break Lighting Effect on the Dragon logo.
  • Corpo emborrachado.
  • Sistema de scroll inteligente com detecção precisa
  • Memória onboard de 32kb para um total de 5 perfis
  • Cinco pesos de 4.5g para ajuste de peso (variação de até 22.5g)
  • Dimensões (CxLxA): 124.67 X 67.2 X 41.59 (mm)
  • Interface de conexão: USB
  • Sistemas operacionais: Windows 7 / Vista / XP
  • Conexão de internet para baixar o driver (30MB de espaço no HDD requerido)

{break::Configurações e personalização}Instalar o Saphira é um processo bastante simples. Sem instalar nenhum driver adicional, o mouse jÁ funciona corretamente. Mas, se o jogador quiser explorar os ajustes avançados, é preciso instalar o aplicativo de configurações, disponível no site oficial e, aproveitando a passada por lÁ, pode também atualizar o firmware do periférico.

A interface de configuração do mouse, apesar de um pouco poluída por conta do estilo gamer que carrega (cheia de fontes estilizadas e detalhes em vermelho), é tranquila de ser utilizada após identificado como ela opera. Basta clicar nos botões na imagem do mouse para selecionar ao lado qual é a função que ele irÁ desempenhar. Podem ser quatro funções: um macro, uma função (como voltar pÁgina), abrir um programa ou o padrão de fÁbrica.

Para criar macros, a interface é bastante simples e direta. Você cria a macro e passa a gravÁ-la. Após finalizar a gravação, pode ajustar o delay entre uma ação e outra, e depois de deixar tudo redondinho, é só salvar e atribuir a ação ao botão desejado. 

Outra configuração possível, nesta tela, é ajustar as luzes do produto. Não chega a ser ajustes muito avançados, jÁ que as únicas opções disponíveis são ligar ou desligar a luz do scroll e a do logo da Tt eSports, na parte superior traseira do mouse. Nada de mudanças mais avançadas como padrões para piscÁ-las, ou mudança das cores.

- Continua após a publicidade -

{break::Conclusão}O Saphira traz um design e ergonomia bastante discretos, especialmente quando falamos da categoria de mouses gamer. Seu formato simétrico traz poucos detalhes ou saliências para melhorar a pegada, se limitando a ter suas laterais emborrachadas. O mouse fica firme na mão, com um encaixe do tipo "mão apoiada", graças ao corpo aderente, mas chega a ficar mais firme que mouses com formato mais adaptados às mãos, como o Cooler Master Storm Sentinel Advance.

Apesar desta simplicidade, o mouse estÁ longe de ser desconfortÁvel ou inseguro na mão. Seu formato curvado é mais ergonômico que o Black e suas formas mais retas, em minha opinião. O estilo discreto do desenho, tanto no seu formato quanto no pouco número de excentricidades de mouses gamers, como luzes piscantes e displays, tornam o modelo bastante atrativo para quem quer um modelo mais neutro.

Apesar deste estilo mais simplista, nas configurações e especificações o Saphira não fica devendo em nada para outros mouses gamers, como todos os ajustes precisos que jogadores demandam de seus periféricos. DPIs, velocidade, múltiplos perfis e customização do peso estão entre as vÁrias possibilidades de alterações nas características do aparelho, para que o gamer encontre sua configuração ideal.

O posicionamento de alguns botões na base trouxe o benefício de evitar toques acidentais, o que pode ser interessante para gamers que não façam ajustes constantes no mouse. Porém, para aqueles que precisam mudar o perfil com frequência, inclusive durante o "calor do momento" dentro dos jogos, o Saphira não é uma boa opção, jÁ que é preciso virÁ-lo de ponta-cabeça para clicar nos botões. Não tem como não perder o foco na jogatina assim.

Assim, o Saphira é uma boa escolha para alguém que quer um mouse com todos os diferenciais que os modelos gamers possuem, em termos de qualidade, precisão e configurações, mas não quer modelos muito espalhafatosos ou com designs muito complexos. Seu maior problema é o preço: encontrado por valores na casa dos R$ 200, custa o mesmo que mouses com mais elementos customizÁveis, como o Sentinel da CM Storm, e bem acima dos R$ 120 que estão modelos parecidos como o Black, da própria Tt eSports. Outro exemplo é o tradicional DeathAdder, que segue uma proposta parecida mas com alguns elementos a menos, e que pode ser encontrado por esta mesma faixa de preço do Saphira.

PRÓS
VÁrios perfis de macro e configurações
Design simples e discreto
Boa precisão
Peso ajustÁvel
CONTRAS
Diversos botões posicionados na base do mouse
Ergonomia não muito superior a mouses convencionais
Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.